Virei a puta do meu filho



Oi gente,
Sou nova aqui no site, esse é meu primeiro conto, que aconteceu há pouco mais de 1 ano.
Sou divorciada, tenho 43 anos e moro com meu filho mais velho, de 24 anos.
Ele sempre foi meio esportista, é moreno igual a mim e tem um belo corpo, e posso dizer também que um pinto bem lindo rs
Tenho uma filha que moro com meu ex-marido, ela completou 18 anos há poucos dias.
Sou morena, olhos pretos, cabelos pintados para disfarçar um pouco a idade e desde cedo sempre tive um corpo um pouco avantajado, mais na bunda do que nos seios que coloquei silicone há alguns anos.
Tenho uma vida boa, como comecei a trabalhar cedo e, quando casada, tinha meu marido com um bom emprego para ajudar.
Meu filho por enquanto está desempregado e passa a maior parte do tempo em casa. Sempre que estou de férias costumo viajar com ele e minha filha, já saímos do país em algumas ocasiões.
A relação incestuosa, secreta, entre nós começou em uma dessas viagens, quando fomos para Cancun.
Eu, desde nova, sempre fui muito festeira, meus filhos puxaram a mim nesse quesito.
Nessa viagem, ficamos uma semana em Cancun.
Fomos para diversas baladas, muitos locais legais e bem divertidos.
Em uma delas, acabamos nos enturmando com um pequeno grupo de brasileiros, que também estavam lá pra se divertir.
No meio da balada...
"Mano, tua mina aí é bem gostosinha" Um dos rapazes falou para meu filho.
"kkkk cara, ela é minha mãe." Ele respondeu rindo e o rapaz ficou chocado.
"Ta zoando?? Mãe?? Porra cara, ela parece ter tua idade fera! Caralho, a coroa ta conservada." Ele tava surpreso
E sim, apesar de já ter uma certa idade, estou bem conservadinha rs
Ele ficou me cantando, mas não dei trela, eles usava uma aliança mas não estava acompanhado aparentemente da esposa ou namorada.
Homem assim é complicado...
Eu tento não ficar bêbada em baladas, nunca fui de beber tanto, só em algumas ocasiões. Meu filho também, ele não gosta de se embebedar não só por ser o tipo esportista, mas por ter medo de ficar muito viciado em álcool.
Voltamos para o hotel, o dia já ia amanhecendo, tomamos banho e fomos dormir.
No outro dia, ou melhor no mesmo dia só que mais tarde, me levantei já passava das 3 da tarde.
Fui tomar outro banho, como ele dormia eu só fechei a porta sem trancar.
"Vai demorar? To louco pra usar o banheiro" Ele começou a bater na porta.
Fechei a parte do box, que era um vidro tipo fumê, quase não dava pra ver do outro lado.
"Entra, vidro ta fechado." Falei.
Mesmo através do vidro, reparei que ele ficava olhando na minha direção. Passei a mão devagar pela buceta, subindo e descendo só para testar e deu pra ver que ele ficou meio agitado. Ele saiu do banheiro logo depois.
Fiquei curiosa, será que ele tinha algum desejo por mim?
Queria testar.
Saí enrolada na toalha, deixando a parte acima do bico dos seios à mostra e fui até a sala, onde ele estava.
Me sentei no sofá e fiquei assistindo televisão junto com ele, como quem não quer nada.
Ele já viu eu fazer isso várias vezes, mas nas outras ocasiões eu estava com toalhas maiores e mais coberta.
Cruzei as pernas.
Disfarçadamente passei a mão na buceta por cima da toalha.
Ele reparava tudo.
E eu reparei num volume subindo na bermuda dele.
Ele saiu desesperadamente da sala e foi pro quarto, trancando a porta.
Já sabem pra que, né?
Anoiteceu.
"Pra qual balada vamos hoje?" Ele perguntou.
"To pensando, tenho 2 opções pra te dar de balada. E uma opção extra de outra coisa." Falei.
"Qual?" Ele estranhou.
"Reparou muito em mim hoje, por que?" Mandei, na lata.
Ele ficou sem reação.
"Olha... vou mandar a real, ta? Desde que eu completei 18 anos, você não age mais só como minha mãe, mas como uma amiga que me acompanha até em balada. Eu não conheço mais nenhum amigo que vai pra balada com a própria mãe, pra festas zoar, bagunçar..." Ele falou.
"É verdade, como eu engravidei cedo então me privei de várias coisas. Mas, agora que tenho tempo, dinheiro e companhia, por que não aproveitar?" Falei.
"E... tem outra coisa." Ele tava meio tímido.
"Pode falar." Eu já imaginava o que era.
"Sei lá... é estranho isso, mas acho a senhora muito... é... muito..." Ele não queria falar.
"Chamativa? Atraente? Ou gostosa?" Perguntei.
"É... opção três." Ele finalmente falou.
"E você nunca falou nada" Respondi.
"Ah ta, normal chegar na mãe e falar: Ae, tu é gostosa hein!" Ele ficou meio vermelho.
"Filho... tem coisas que você e sua irmã não sabem, mas, uma delas é que... nossa família tem um certo histórico na questão de incesto" Disse a ele, logo se assustou.
"Que??" Ele ficou mesmo assustado.
"Não vem com esse 'que' porque eu sei que tu já pegou prima tua, e não foram poucos não." Sim, eu sabia de cada uma delas.
"Olhando assim... até que é normal, né?" Ele ficou mais relaxado.
"Pois é..." Respondi.
"Mas então, qual a terceira opção? Tem algum show que vai acontecer?" Ele não tinha sacado, ou tinha e tava me tirando.
"Aham, vai ter um belo show a dois." Falei, me aproximando.
"Será que... é certo?" Ele ainda tinha medo.
"Olha, eu não sei você mas, a última vez que transei já tem 1 semana, ficar mais uma semana não tem como. E transar com um gringo desconhecido não está nos meus planos. Sem contar que, completar minhas aventuras incestuosas com meu filho, vai ser a melhor coisa." Falei, já pertinho dele, meus peitos já quase pegando nele.
"Vai ser um show um tanto louco esse." Finalmente cedeu!
"Se não for louco, nem vale a pena ir." Respondi.
Hora do show!
No momento, eu usava uma blusa extremamente decotada, um shorts curto bem apertado e estava sem calcinha, já que eu tinha planejado tudo rs.
Me abaixei já tirando a bermuda e a cueca dele, puxando o pau que já ficava duro pra fora e mandei um boquete bem quente.
Enquanto eu mamava ele tirou a blusa, abri o zíper do meu shorts.
Me levantei e disse.
"Vem com tudo vem." Puxei minha blusa com tudo para baixo, rasgando ela no meio. Depois tirei o sutiã e o shorts.
Me deitei na cama, ele se abaixou e começou a chupar minha buceta.
"Valeu a pena te mandar comer danone sem colher." Falei suspirando, enquanto ele dava várias linguadas.
Ele se levantou, com o pau já duro e todo reto prontinho pra me foder.
Colocou devagar, bem gostosinho na minha buceta e foi enfiando até entrar tudo.
Começou a bombar sem dó, meus peitos chacoalhavam e a cama ia junto, pra frente e pra trás, conforme me fodia.
"Ah... vai, fode vai... fode... ah" Eu gemia bem gostoso.
Ele agarrou minhas pernas e jogou juntas pro alto, voltou a foder, atolando com tudo na minha xana.
Depois me sentei na cama pra mamar mais ainda, igual uma puta.
Ele agarrou meus cabelos e me forçou contra ele, eu fazendo uma bela garganta profunda nele.
Depois me colocou de quatro na cama, empinei minha bunda e ele estapeou, até colocar no meu cuzinho que piscava querendo pau.
"Vai sem dó." Mandei.
E assim ele fez, socou com força, sem parar, sem me deixar respirar. A única coisa que eu fazia era gemer e pedir cada vez mais rola.
"Fode, vai... ah... ah... mais...mais...mais...mais...ah" Eu gemia, tentando não gritar já que estamos em um Hotel, não em um Motel rsrs
Quando fez uma pausa, mandei ele deitar na cama.
Sentei com a buceta na cara dele, pra ele chupar bem gostoso.
Ele chupava e batia na minha bunda, pegava nos meus peitos, voltava a bater na minha bunda.
Fomos pra parede, fiquei de frente pra parede com a bunda empinada e as pernas abertas.
"O que quiser, a vontade." Falei pra ele.
Ele chegou perto, colocando na minha buceta.
"Então se prepara pra gozar gostosa" Disse e começou a dar pirocada com violência.
Eu só escutava a respiração dele perto do meu ouvido, meus gemidos e o barulho da coxa dele batendo na minha bunda.
"Fode...fode...fode...fode...vai...ah...ah...ah...ah...ah..." Eu repetia sem parar, enquanto ele aumentava a força.
Ele agarrou meus peitos, coloquei minhas mão por cima das dele, me joguei contra a parede, esmagando as mãos dele nos meus peitos, empinei o máximo que pude e ele continuou socando, sem parar.
"Geme cachorra, safada, geme gostosa, vai vadia." Ele repetia.
"Come a puta come, vai, fode mais...ah...isso, vai gostoso...vai...ah..." Eu estava no ápice do tesão, não queria saber se ele era meu filho, um amigo, um amante, meu marido... só queria continuar até gozar.
Ele fodia com pressão.
Mandei ele parar, levei pra cama, sentei no pau dele e comecei a esfregar minha buceta, rebolei, esfreguei mais ainda e depois comecei uma cavalgada forte e insana, a cama parecia que ia quebrar de tão forte que eu pulava.
Eu cavalgava tanto, tanto, tanto... nunca cavalguei tanto assim.
Gozei no pau dele enquanto cavalgava.
Mas o fogo ainda não apagou, queria mais, muito mais, queria sentir a porra dele em mim!
Trocamos, ele ficou por cima, montou em mim enchendo as mãos nos meus peitos e bombeou a rola sem parar.
Socou, socou, socou, socou, socou, socou sem parar.
Eu gemia igual uma vadiazinha de esquina.
"Vai... ah... ah... ah... vai... fode... vai... não para... fode minha xota... vai..." Eu gemia pedindo mais.
"Vou gozar." Ele falou enquanto bombeava.
"Manda dentro...ah..." Quero porra na buceta!
"Ah..." Ele quase soltou um uivo.
Esporrou tudo lá dentro, e parecia que não acabava de tanta porra.
Ficamos parados, olhando um pro outro, ele com o pau ainda dentro.
Começamos a rir.
"A gente tem que repetir mais vezes." Falei, mais satisfeita do que nunca.
"É, temos sim." Ele falou, tirando o pau de dentro.
Já era fim de tarde quando acabamos e fomos tomar um bom banho juntos rs
Ainda era o segundo dia nosso em Cancun, tínhamos mais 5 pela frente e em todos eles nós transamos.
Parecia que viciamos um no outro, mas nas outras vezes pudemos ficar mais a vontade porque achamos alguns motéis para passar a noite, podíamos fazer o barulho que quiséssemos rs

Essa foi a primeira de muitas vezes que fodemos.
Ainda conto as demais, uma melhor que a outra.
Principalmente a que eu e minha filha fodemos juntas dele.
Beijos :)

Foto 1 do Conto erotico: Virei a puta do meu filho

Foto 2 do Conto erotico: Virei a puta do meu filho


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario maysoujun

maysoujun Comentou em 10/09/2017

Uma boa historia, toda grande safada tem uma putaria assim, pra contar, seja sempre safadinha

foto perfil usuario fulano

fulano Comentou em 09/09/2017

Delícia de conto e fotos

foto perfil usuario gsonho

gsonho Comentou em 30/07/2017

Goste muito e votei, Você é uma putona e uma cavala, que bucetão, beleza

foto perfil usuario skarlate

skarlate Comentou em 22/07/2017

excelente

foto perfil usuario suzy83

suzy83 Comentou em 19/07/2017

Legal este teu relato! Bom pra quebrar tabus! Mas, me diz, não rolou nenhum anal nessa primeira transa??? Você se fez de puta para o teu filho, e não quis dar a bunda pra ele??? Não acredito!!!

foto perfil usuario garoto-de-ouro

garoto-de-ouro Comentou em 14/07/2017

Que delícia!! Que foda gostosa!! Fiquei com muito tesão, louco para gozar em você!! Votadíssimo...

foto perfil usuario solitariaanamaria

solitariaanamaria Comentou em 04/07/2017

Foder com um filho, é a melhor coisa do mundo. Amo o meu filho.

foto perfil usuario fanyara

fanyara Comentou em 30/06/2017

Nova por aqui e já está nos deixando com mto tesão tb.Eu sou praticante do incesto com meu irmão e agora estou quasse transando com meu filho.Adorei seu conto e votei com mto prazer.bjs

foto perfil usuario vnrio1

vnrio1 Comentou em 25/06/2017

Mereceu meu voto, muito excitante esse conto. Eu com uma mãe safadinha assim comeria todos os dias. Esperando outros contos com sua filha presente. Minha mente fértil já imagina seu ex marido fedendo sua filhinha de dezoito anos também.

foto perfil usuario kzdo_40tao

kzdo_40tao Comentou em 24/06/2017

Muito bom conto, com riqueza de detalhes, muito excitante, e uma delicia de fotos, linda bunda com a bucetinha toda melada.

foto perfil usuario calygulla

calygulla Comentou em 22/06/2017

O meu desejo é que minha filha se torne a minha puta, conto delicioso, puro tesão, parabéns votado

foto perfil usuario amante41

amante41 Comentou em 22/06/2017

Conto excitante e com riqueza de detalhes , imaginei o quanto e gostosa , parabéns linda.

foto perfil usuario bomaluno1000

bomaluno1000 Comentou em 22/06/2017

Deliciosa, extremamente corajosa e tesuda, excitante...

foto perfil usuario moreno1786

moreno1786 Comentou em 22/06/2017

parabéns fiquei como lendo ,,delicia

foto perfil usuario guto_poa_rs

guto_poa_rs Comentou em 22/06/2017

ai caramba.. que delicia de historia.. adorei.. que mãezinha gostosa e safada.. votado

foto perfil usuario oliveira956

oliveira956 Comentou em 22/06/2017

Excelente .Aguardando com a filha também .Votado.

foto perfil usuario grisalho60

grisalho60 Comentou em 22/06/2017

Eita TESÃOOOOOO!! Parabens pelo conto deliciosa safada....

foto perfil usuario pikadasgalactias

pikadasgalactias Comentou em 22/06/2017

Votado com certeza, ate gozei gostoso lendo este conto, vem ser minha mãe tambem kkkk

foto perfil usuario escritorsensual

escritorsensual Comentou em 22/06/2017

vc quer ser minha mae também??? kkkkkkkk Que tesão de conto

foto perfil usuario colegasp

colegasp Comentou em 22/06/2017

adorei este conto, fiquei com muito tesão, quero ler os demais também

foto perfil usuario chupagrelo11

chupagrelo11 Comentou em 22/06/2017

Delícia de conto. Tem meu voto.

foto perfil usuario cadima1

cadima1 Comentou em 22/06/2017

Uau que mãe safada também quero

foto perfil usuario carreteiro 1498

carreteiro 1498 Comentou em 22/06/2017

Que tesão safadinha, tô de pau duro esperando o próximo conto votado e comentado

foto perfil usuario gutoerita

gutoerita Comentou em 21/06/2017

Otimo conto vc é uma mãe muito safada

foto perfil usuario reginha.larga

reginha.larga Comentou em 21/06/2017

"Eu cavalgava tanto, tanto, tanto... nunca cavalguei tanto assim. Gozei no pau dele enquanto cavalgava." Votado.

foto perfil usuario baianosafado13

baianosafado13 Comentou em 21/06/2017

Que delicia




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


102413 - Foda violenta com meu sobrinho - Categoria: Incesto - Votos: 29
103214 - Minha primeira orgia com 2 tios - Categoria: Incesto - Votos: 16
104570 - Primeira foda com meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 11
105856 - Meu enteado me comeu gostoso - Categoria: Traição/Corno - Votos: 39

Ficha do conto

Foto Perfil tmor1
tmor1

Nome do conto:
Virei a puta do meu filho

Codigo do conto:
102307

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
21/06/2017

Quant.de Votos:
76

Quant.de Fotos:
2