Irmã com muito tesão



Bem vindos ao meu relato, primeiro gostaria que todos soubessem que esse relato é verídico mesmo, pois sei que muitos são apenas ficção, mesmo assim todos são ótimos pois dão muito tesão, o ocorrido comigo foi o seguinte, minha irmã que aqui chamarei de Juliana, tinha um casamento meio falido e ela vivia triste com o marido que é 10 anos mais velho que ela,minha irmã tem 33 anos, ela é loirinha, uma bundinha que me enlouquece desde minha adolescencia, peitinhos durinhos pela sua idade, coxas grossas e é muito bonita de rosto, mas voltando o casamento ia mal e ela acabou se separando do mala do meu cunhado e veio morar em minha casa, moro com meus pais. Compramos outra cama de solteiro e ajeitamos tudo no meu quarto, no começo não gostei muito pois iria tirar minha liberdade, mas com o passar dos dias comecei a gostar porque a Juliana começou a ficar muito a vontade em casa, andando com roupas curtinhas, shortinhos colado na sua bundinha e aquilo começou a me deixar louco, eu tenho 28 anos, loiro, olhos verdes, até que sou simpático, já aprontei muito mas aquela situação estava me deixando com o pau duro todo dia, só pensave na minha irmanzinha, até que uma noite ela me pediu para fazer uma massagem para relaxar, concordei e ela foi primeiro tomar banho, quando voltou veio apenas de toalha, o meu pau ficou duro na hora, ela pediu para me virar e colocou uma calcinha e deitou na cama de bruços, quando virei quase tive um enfarto, sem a toalha só com aquela calcinha enterrada naquela bunda e os peitinhos amassados dando para ver de lado, era uma visão linda, mas era minha irmã e fiquei envergonhado na hora por ficar com tesão pela própria irmã mas a massagem começou nas costas e ela contando que deixou de viver com aquele chato do marido dela, ela falando e eu fazendo massagem prieiramente nas costas, então falei se podia fazer nas pernas e ela concordou, comecei pelo calcanhar e fui subindo bem devagarinho, quando cheguei nas coxas fiquei um pouco nessa região e ela falou: - Sabe mano vou de falar um segredo, o meu marido fazia uns 2 anos que deixou de ter ereção por um problema de saúde, acho que esse foi o maior problema da nossa separação. Eu não sabia o que falar e disse: - então você deve estar numa vontade e ri bastante. Ela riu muito e disse que estava mesmo, nessa hora os meu dedos estavam bem perto da sua bucetinha e senti que toda vez que passava perto ela dava uma suspirada, como eu estava decidido a tudo naquela hora brinquei com ela que aquela calcinha estava atrapalhando a massagem, e ela falou: -Então pode baixar ela, eu deixo afinal você é meu irmão mesmo. Na hora gelei, o meu pau estava uma pedra, é um tesão absurdo só quem passou por algo assim é que pode relatar, o proibido é demais, então desci a calcinha e aquela bunda maravilhosa estava na minha frente, quase que fui de cara naquela bundinha mas me contive, recomecei a massagem e comecei a elogiar o seu corpo e ela falou que nada adiantava pois não tinha ninguem para provar e riu muito, nessa hora os meus dedos encostaram na sua buceta e ela gemeu, pedi para ela afastar um pouco as pernas para melhor massagiar e ela abriu, então vi que ela se raspava, quase meti a lingua naquela buceinha raspada mas continuei, ela disse que estava muito gostoso, a partir daquele momento pensei ou é agora ou 'nunca, encostei o dedo no grelinho e esperei, ela nao mandou tirar e então comecei a massagiar ele, vocês nao imaginam o tesao que é sua prorpia irma ali deitada na sua frente nuazinha e você tocando na sua buceta, quase gozei dentro da bermuda com aquela cena e ela falou: - Maninho você está me deixando louca, como é bom, ahhhhhhhhh!!!!!!!. Não aguentei e tirei o meu pau pra fora e ela viu e quase segurou porque estva bem pertinho da sua mão mas ela se conteve, ainda havia um pouquinho de culpa eu acho, mas não dava mais pra voltar e nao aguentando mais de tesão tirei minha roupa e disse pra ela ficar de quatro para massagiar melhor e ela com um pocuo de vergonha creio eu , concordou mas demorou um pouco, mas falou:- Cuidado porque somos irmãos. e eu falei -Sei que somos irmão mas o tesão é de homem e mulher então relaxa e aproveita. Nessa hora comecei a brincar com om meu pau na sua bundinha esfregando em toda aquela maravilha e quando encostei no seu grelinho ela deu uma gemida muito alta e pedi que ela gemesse baixinho pois os nossos pais estavam na sala vendo tv, ela disse que tudo bem, sua buceinha estava pingando de tanto tesão, ela estava louca para que eu colocassae tudo de uma vez mas nao conseguia pedir, então eu de uma vez enterrei o meu pau naquela buceta quente e raspada, tive que segurar para nao gozar naquela hora, comecei um vai e vem bem cadenciado e ela adorando, segurava naqueles peitinhos e bombava na minha propria irma, era loucura mas estava ótimo, ela dizia algo assim: - Vai maninho tira o meu atraso, arregaça sua irmazinha, ahhhhh. Era demais, já trepei muito nessa vida mas nada se compara comer sua propria irma, pedi que se virasse e coloquei um trvesseiro embaixo da sua bunha e aquela buceta ficou toda abertinha pra mim, enfiei o meu pau de uma vez e ela me olhando com tesão, na medida que ia metendo fui descendo um pouco meu corpo e fiquei bem perto do seu rosto, e ela fez o que eu ainda estava com vergonha de fazer, se ergueu um pouco e me beijou na boca, foi o melhor beijo da minha vida, era demais enterrando o pau e beijando a minha propria irma, ela começou a gemer sem parar e disse : - Vou gozar, vou gozar, continua que vou gozar e deu um aperto no meu pau e gozou e até pensei que ia dar uma coisa nela, ela ficou tonta de tanto tesão, nao aguentando mais acelerei meu pau naquela grutinha toda encharcada e gozei como nunca, era tanta porra que escorria nas suas pernas, quase desmaiei de tanto tesao e cai ao seu lado, ela veio e me beijou e disse: - obrigado, tinha me esquecido como era gostoso. O meu pau nao amoleceu e comecei a passar a mao no seu corpo mas minha mae bateu na porta e chamou para jantar, foi dificil comer com o pau duro, tive que até disfarçar para meus pais nao verem, minha irma olhva para minha cara e mordia os lábios, eu adorava aquilo, bom caros leitores desculpe se o relato foi muito extenso mas queria contar realmente como foi, depois daquele jantar muitas coisas aconteceram mas deixa para o próximo relato e aqueles que realmente tiverem ou tem vontade de ter uma relação incestuosa me escrevam, prometo que respondo a todos.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha Do conto

rela144074

Nome do conto:
Irmã com muito tesão

Codigo do conto:
1104

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
13/04/2003

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0