A mamãe e o filhinho



Bom eu tinha 14 anos na época, minha mãe tinha 38, morávamos somente ela e eu, já que meus pais eram separados a um bom tempo, ela era muito bonita, ruiva, meia altura e um lindo corpo grandes seios e bunda, ela malhava e tinha um corpo em forma.
Agente tinha uma ótima relação, eu sempre admirei ela no geral, mas aquele corpo me fazia pirar, toda vez que a via sair do banho de toalha ou usando camisolas pela casa, eu logo ia até o banheiro pra me masturbar pensando nela.
Então num certo dia ela chegou em casa, e eu nem percebi estava deitado na minha cama vendo uma revista pornográfica com a porta do meu quarto aberta, e ela entrou e viu eu com a mão no pau tocando aquela punheta, ela então saiu rapidamente e fechou a porta, eu logo sai envergonhado e ela me chamou pra sentar do lado dela, e me disse que aquilo era normal, e dando um sorriso disse : você tem um "grandão" heim, eu sorri, Ela me perguntou que tipo de mulher me agradava, eu respondi do seu tipo mamãe gosto de mulheres mais velhas que eu, ela sorriu.
Então eu fui tomar um banho enquanto ela ficou na sala, quando terminei o banho percebi que tinha esquecido minha toalha, gritei pra ela pegar, ela então pegou e bateu na porta do banheiro pra me entregar eu abri uma pequena fresta pra pegar, ela disse filho abre a porta toda não tem mais nada a esconder de mim, eu disse que estava sem jeito, ela disse então não do a toalha, eu estava envergonhado porque meu pau estava duro, mas mesmo assim abri a porta, ela olhou
meu pau e arregalou os olhos me disse nossa filho, você se desenvolveu bem, deixa a mãe te secar tá, então ela começou a me secar meu pau estava muito duro ela então colocou a toalha nele e começou a secar fazendo movimentos que me deixaram louco, ai ela disse nossa filho tem que abaixar isso se não, não vai caber na sua cueca, ela disse vai faz oque você esta fazendo no quarto aquele dia pra abaixar isso, eu disse que estava sem jeito, ela insistiu, dai eu perguntei mas você vai ficar me olhando ela disse que sim, eu falei mas pra eu fazer aquilo tenho que ver algo, ela sorriu e tirou o vestidinho que vestia ficou só de calcinha e sutiã e disse vai faz agora, eu quase gozei só em ver ela vestida daquele jeito, então ela sentou no vaso sanitário e eu fiquei na frente dela e comecei a me masturbar, mas o tesão era tanto que eu rapidamente gozei e gozei nas pernas dela ela disse nossa que quentinho filho, posso provar? eu meio assustado disse pode sim, ela deu uma bela chupada no meu pau somente pra sentir o gosto dele. Então ela disse bom agora que me sujei vo tomar banho, ela nem esperou eu sair do banheiro tirou o sutiã e a calcinha e entrou eu fiquei parado olhando aquilo, era realmente uma delicia, ela disse qer ver eu fazer agora eu disse que sim e sentei no vaso, ela começou a tocar uma siririca e gemer de tesão embaixo do chuveiro, então ela deu um gemido bem alto a parou, me viu ali sentado no vaso com a pau durissimo novamente e disse nossa filho denovo? Vem no quarto com a mamãe, entao acompanhei ela até o quarto ela colocou um vestidinho rosa mas não colocou calcinha nem sutiã eu estava somente com a toalha na cintura mas o volume do meu pau se notava de longe
ela chegou perto de mim e disse, vo fazer algo pra ajudar você a abaixar isso tá? e pegou no meu pau, e disse pra mim não contar pra ninguem, eu disse claro que não mãe, ela então tirou minha toalha se ajoelhou e começou a chupar meu pau que por sinal já era bem servido, ela disse faz na boquinha da mamãe faz filho, eu não aguentei e gozei ela engoliu tudinho, mas mesmo após eu gozar meu pau não amolecia era tesão demais aquilo, ela disse nossa filho oque vc quer mais?, ele nunca abaixa, então eu não perdi a oportunidade e mostrei um casal transando na revista que eu tinha pra ela, ela disse safadinho você né. Então ela deitou na cama do quarto dela e me chamou eu ja estava sem roupas ela somente com aquele vestidinho sem nada por baixo, deitou
e abriu as pernas e disse pra eu deitar encima dela pra abraça-la, olhei aquela boceta linda raspadinha fiquei louco e fui em cima dela logo meu pau duro começou a penetrar nela
primeiro a cabeça e quando finalmente entrou ela gemeu alto
e aperto minha bunda forçando eu contra ela, ela queria que eu colocasse tudinho, então comecei com movimentos leves e fui aumentando e ela gemendo muito ela parecia sentir muito prazer e gritava de tesão, então ela disse pra mim não gozar ainda, queria desfrutar um pouco mais me colocou deitado e subiu em cima de mim, e começou a pular feito louca, então levantou colocou as duas mão na comoda ao lado da cama e pediu filho vem atrás de mim agora, então eu fui peguei ela pela cintura e comecei a meter bem forte e gemia muito eu disse mãe vo gozar ela disse espera filho, colocou eu deitado na cama, e sentou no meu rosto disse pra mim filho quero que lamba meu cúzinho, eu então fiz isso ela dizia gospe nele enfia o dedo, eu fiz tudo que ela pedio, então ela disse vo sentar agora no seu pau e você goza em mim, então ela colocou meu pau bem no cuzinho dela e começou a pular bem forte e rapido ela fazia uma expressão de dor e prazer e gritava muito até que eu gozei bem no cu dela, ela
saiu de cima de mim chupou meu pau por algum tempo e finalmente nos deitamos e dormimos. Depois desse dia sempre que dava agente transava tudo ficou uma delicia.

senvolveu


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


marcelo22 Comentou em 05/11/2011

hum que delicia de conto e tbm de mae, nunk comir mha mae mas mha madrasta comir at enjoar, kra deixa eu conversar com sua mamae

rosa flor Comentou em 03/11/2011

nossa que delica adorei..bjs..




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil junio
junio

Nome do conto:
A mamãe e o filhinho

Codigo do conto:
14198

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
03/11/2011

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0