Como tirei o cabaço de minha filha!



Meu nome é Walter, tenho 42 anos. Eu e minha esposa Lizete, de 40 anos temos uma filha, a Priscilla, de 18 anos. Desde que a Pri era pequena, Lizete e eu costumávamos fazer "brincadeiras" com ela. Minha esposa colocava a Pri pra chupar o "pirulito" do papai, pôr o dedo na "piriquitinha" da mamãe... E assim a Pri foi crescendo. Quando estava com 18 anos, ela ainda chupava, mas não mais o "pirulito" do papai, mas o cacete do papai, e não mais enfiava o dedo na "piriquitinha" da mamãe, mas na xota da mamãe. Certo dia, Pri e eu estávamos tomando banho juntos e ela disse que ela queria fazer algo diferente além de chupar o meu pau e enfiar o dedo na xota de sua mãe. Pediu que eu enfiasse o dedo em sua xota. Me agaixei e fui enfiando. Então a Pri pediu para que eu a masturbasse. Comecei a massagear seu clitóris e ao mesmo tempo comecei a chupar suas tetinhas de adolescente, ainda pequenas, mas perfeitas para chupar. De repende ela disse que ia gozar e que gostaria que eu a visse gozando. Me agaixei novamente, ela abriu as pernas, ficou se masturbando até que vi seu gozo escorrer da xota. Foi incrível ver minha filha gozando. Não resisti e fui lamber o seu gozo. Disse pra ela que estava muito excitado, então ela se ajoelhou e começou a me fazer um boquete. Logo gozei em sua boquinha, da mesma forma que das outras vezes. Ela sempre gostou do leitinho quente do papai. Foi então que a Pri me surpreendeu pedindo para que fossemos para cama para que eu a comesse como deveria. Que felicidade, ia tirar o cabaço da minha filha. Como havia feito vazectomia não me preocupei com camisinha. Pri se deitou na cama, me masturbei pra ficar com o pau um pouco mais duro, assim facilitaria a entrada e o rompimento do hímen. Me deitei por cima dela, ajeitei ela de uma maneira bem confortável e iniciei o seu primeiro "papai e mamãe". Fui enfiando meu pau em sua bucetinha virgem. Enfiei até que a cabeça ficou toda dentro da vagina. Fui enfiando mais um pouco, até que senti que havia chegado no hímen. Disse pra ela agüentar um pouco e que se doesse não ficasse preocupada de que doeria todas as vezes que transasse. Para que não doesse muito, enfiei o resto do meu pau bruscamente, ela fez uma carinha de dor, coitadinha. Pronto havia tirado o cabaço de minha filhota, agora só queria lhe dar prazer. Fui fazendo um movimento de vai e vem bem de leve e assim fiquei durante uns 3 ou 4 minutos, para que ela se acostumasse. Então comecei a estocar mais rápido. A xotinha da Pri já estava molhadinha. Estava estocando rapidamente e a danada gozou antes de mim! Ela gemia de prazer. Os gemidos de prazer que a minha filha dava eram como músicas para meus ouvidos. Até me controlei pra não gemer muito alto para que a ouvisse bem. Esporrei dentro da buceta dela. Então comecei a beijar a sua boquinha rosada. Fiquei com o pau dentro de sua bucetinha. Sentia a minha porra saindo de dentro da xota dela. Tirei meu pau e coloquei a Pri em posição de frango assado. Olhei para sua xota melada e com alguns sinais de sangue. Enfiei de novo meu pau e comecei a bombar. Dessa vez gozamos juntos. Era lindo ver o meu pau entrando e saindo de sua xotinha e ver a porra escorrendo de lá de dentro. Depois me deitei ao seu lado e ela me disse que a partir daquele dia poderia comê-la todas as vezes que desejasse. Então disse à ela que quando ela quisesse ser comida era só chamar o papai... ... Se vocês gostaram de saber como tirei o cabaço da minha filha Priscilla, votem e eu contarei como arrombei seu cuzinho, da primeira vez que comi minha esposa e minha filha ao mesmo tempo... Um abraço, Walter.
                                

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


1643 - Como arrombei o cú de minha filha! - Categoria: Incesto - Votos: 6

Ficha Do conto

rela869041

Nome do conto:
Como tirei o cabaço de minha filha!

Codigo do conto:
1621

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
01/09/2003

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
0