Sacanagem



Ola, mais uma vez estou aqui para relatar uma das minhas aventuras sexuais reais, neste nós ( eu e o Cláudio) realizamos um ménage com um amigo nosso, tudo aconteceu quando conversamos no dia anterior com ele e o mesmo disse que estava de férias e que no dia seguinte queria ir visitar umas cachoeiras que brincava quando criança, eu e meu namorado (Cláudio) gostamos muito de natureza e dissemos a ele que queríamos ir junto para conhecer esses lugares, ele morava na cidade de Santa Rita do Passaquatro, e nos alertou que esses lugares eram tipo roça de difícil acesso, e que não sabia como estaria a estrada nos dias atuais, o que fez com que eu e o Cláudio ficássemos excitados com a idéia, pois adoramos locais exóticos e sem ninguém por perto, combinamos então de nos encontrarmos na manhã seguinte. Meu namorado e eu conversamos com muita excitação, e resolvemos tentar transar de preferência os três no meio do mato, pois esse nosso amigo era de confiança e bem bonitão. No dia seguinte como combinado, pegamos o cara e seguimos viagem, e ao comando dele passamos por alguns bairros locais e depois pegamos estrada de terra e por fim uma espécie de trilha de terra e grama era um local realmente muito afastado, não se via ninguém, paramos o carro primeiro em um ponto onde tinha uma mata fechada para contemplar o local, descemos do carro e fomos andar, eu dava leves insinuações para nosso amigo, pois eu estava de vestido até o joelho e decote, eu andava na frente e as vezes abaixava para pegar umas pedras e exibia minha bunda que contornada pelo vestido deixava exposto meus seios pelo decote; Nosso amigo que estava do lado do Cláudio, contava as coisas do local olhava disfarçadamente para minha bunda e para meu decote, de vez em quando Cláudio dava umas boas encochadas em mim na frente dele e passava a mão na minha bunda, nosso amigo ficava meio sem jeito mas eu sentia que ele estava com tesão, pena que o sol estava muito quente e não tinha nenhuma sombra, então fomos para outro local, neste outro local paramos e estacionamos o carro, era como um vale, a estrada ficava acima e lá em baixo com muitas arvores e um riacho que percorria o mesmo, era paradisíaco, a descida era íngreme devia ter uns 100 metros de morro abaixo. Pegamos um edredom,(com a desculpa de descansarmos lá embaixo), a maquina fotográfica e mais algumas coisas, começamos a descer os três com muito cuidado, quando lá chegamos, eu já com calor desci a parte de cima do vestido que ficou como saia e com o biquíni sobre meus seios; Até que achamos um lugar plano no meio de arvores com grama baixa e bem perto do riacho, estendemos o edredom e deitamos, ficamos descansando e conversando ao som do riacho, eu e meu namorado começamos a namorar com ele nos olhando, nos beijávamos com tesão enquanto o Cláudio levantava meu vestido e exibia para ele minha coxa e a minha bunda, depois ele tirou meu biquíni expondo meus seios, enquanto massageava um, chupava o outro, fui me soltando e comecei a olhar para o amigo com um sorriso de safada, ele deveria estar com o pau duro, ficou meio sem jeito e disse que iria subir para ver como estava o carro, então pedi a ele que fosse mas voltasse logo pois queria que ele tirasse umas fotos nossas, ele subiu, enquanto isso eu e o Cláudio nos roçávamos, quando ele começou a se aproximar, eu pedi para tirar minha calcinha, ele foi tirando e nosso amigo observando enquanto descia, quando chegou Cláudio se levantou, pegou a maquina fotográfica e disse a ele para ficar tranqüilo que nós gostávamos de fazer exibicionismo e tirar fotos nus em lugares exóticos. Pedi pra ele tirar fotos nossa. Cláudio ficou de lado e ele se posicionou na minha frente. Eu estava deitada no edredom, então abri as pernas e levantei o vestido exibindo com um sorriso safado minha buceta para nosso amigo que observava com tesão; Quando Cláudio me viu provocando o rapaz, não agüentou, pulou de boca no meio das minhas pernas e começou chupar meu grelho, eu gemia alto de tesão e continuava a provocar nosso amigo com aquela cara de safada, e ele ficava apenas tocando em seu pinto por cima da calça, então Cláudio me disse que queria chupar meu cuzinho, eu então me virei de bruços e arrebitei a bunda, ele começou a lamber meu buraquinho, eu fiquei louquinha e comecei a rebolar a bunda sobre o rosto dele, minha buceta estava quente e muito melada com aquilo, então meu namorado tirou o short e meteu seu pau na minha buceta e eu rebolando muito, ele foi beijando minhas costas, meu pescoço, minha boca e acariciando meu corpo seminu. Nosso amigo estava na mesma posição, muito tímido e vestido ainda, apenas nos observando com muito respeito, Cláudio falou bem baixinho no meu ouvido se eu queria meter com o amigo naquele momento, eu louca de tesão respondi que sim, ele perguntou se eu desejava chupar o pau dele enquanto minha buceta era fudida, pois sabe que eu fico muito excitada em chupar um pau enquanto levo outro na buceta, eu suspirante fiz com a cabeça que sim, então ele chamou o nosso amigo que nos observava, e perguntou se ele gostaria que eu chupasse o seu pau, ele respondeu que sim e veio se sentar próximo de nós, foi desabotoando a calça e colocando o pau pra fora, então coloquei minha mão sobre o pau dele que foi crescendo, enquanto eu o masturbava, aos poucos ele foi se aproximando do meu rosto até que abocanhei seu pau e comecei a chupar com muito gosto, num vai e vem desde a cabeça até o meio do pinto dele, ora lambia a cabeça ora o corpo e as bolas, o Cláudio começou a ficar com mais tesão, pois ele adora me ver brincar e chupar um pinto, ai que ele metia mais forte que até estralava, eu gemia mas sem tirar o pau da boca e nosso amigo foi aos poucos perdendo a timidez e se excitando com o prazer que minha língua, que saboreava seu pau, lhe dava; Com muito tesão Cláudio se levantou pegou a câmera e começou a registrar a cena: eu de bruços a engolir aquele caralho; Foi quando eu larguei e virei-me de frente, abri as pernas e chamei o Cláudio, Ele me pegou de papai-mamãe e começou a me fuder, enquanto isso retomei a chupar e masturbar o pau do amigo de frente para meu namorado, porque eu sei que ele gosta de me ver chupar um pinto, Até que falei para o Cláudio que queria sentir aquele pinto que outrora estava em minha boca, dei ao nosso convidado umas camisinhas que tinha trazido, ele logo vestiu sua rola e chegou bem perto de mim, massageando meu grelho e minha buceta. Mas logo se posicionou e meteu sua rola para dentro da minha buceta, e sem dizer uma palavra começou a comer minha buceta iniciando os movimentos de vai e vem de seu pau na minha gruta molhadinha de tanto prazer; e caiu de boca em meus seios, enquanto isso meu namorado me beijava a boca e falava besteiras em meu ouvido, depois trocamos e Cláudio tomou o lugar dele em cima de mim e com muito tesão começou a foder minha buceta, eu gemia alto, me contorcia e rebolava, que tesão que eu estava... Mas o tempo começou a mudar e ameaçar chover, daí trocamos de novo e novamente, o nosso amigo introduziu sua pica em minha xana... E com muita vontade de gozar metia forte e beijava meu pescoço, eu me contorcia, arreganhava as pernas, o abraçava, me esticava toda e gemia com a boca aberta, enquanto o Cláudio me acariciava e delirava me vendo daquele jeito, no meio do mato trepando com outro homem e gemendo muito, depois ele me abraçou forte e soltou seu gozo, eu acolhi com um grito de prazer e pedi que o Cláudio gozasse o também, ele veio pra cima de mim sem dó e enterrou sua pica na minha buceta aberta, começou a meter muito forte e eu gritando de prazer, ele não conseguiu mais segurar e logo em uma estocada deliciosa, soltou rios de porra, gememos juntos de prazer e tesão... Ficamos algum tempo nos contemplando e depois fomos arrumar as coisas e subir o morro, pegamos o carro e durante a volta conversamos normalmente sem tocar no ocorrido, estávamos morrendo de sede, pois descer aquele morro, transar por mais de duas horas e voltar a subir novamente, nos deixou exaustos, fomos para um restaurante já era por volta da 16 hs, bebemos um pouco e almoçamos, começamos a conversar sobre o assunto, pedimos mutuamente sigilo e combinamos de repetir a dose um outro dia em um outro lugar que ele conhecia; Bom não vejo a hora desse reencontro....pois se tem uma coisa que eu adoro, é ser comida e chupar dois homens ao mesmo tempo.
Bj



Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario voucomtudo

voucomtudo Comentou em 13/12/2012

delicia de conto gata, adoro essas loucuras , fico louco de tesão. Que tal vc postar umas fotos dessa tranza pr a gente ? Mas mesmo assim valeu, tem meu voto .

foto perfil usuario nely delicia

nely delicia Comentou em 13/12/2012

Delicia, delicia, delicia, queria que meu marido fosse assim... Teve meu voto.

foto perfil usuario gatoreno

gatoreno Comentou em 13/12/2012

delícia de conto adorei vc parece bem gostosa tem meu voto bjs em vc todinha

foto perfil usuario

Comentou em 13/12/2012

E as fotos que o Cláudio tirou? Mesmo sem foto votei




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


20887 - Iniciante - Categoria: Lésbicas - Votos: 10
22640 - Sonho - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
23584 - Satisfazendo meu amigo - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
24766 - Plano delicioso - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico ferocl09

Nome do conto:
Sacanagem

Codigo do conto:
23207

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
12/12/2012

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
0