TIRANDO O CABAÇO DE MINHA PRIMINHA



Tudo começou num fim de semana, nas férias da escola, fomos todos para o litoral, eu, e mais três primos (Rafaela, Daniela e Jardel), Rafaela é uma gatinha muito gostosa, loira, olhos verdes, 1,72 de altura, aquela bundinha empinadinha, daqueles que está pedindo pra você entrar dentro dela, seus peitinhos médios bem empinadinhos, que delícia de mulher, 18 aninhos de idade, e ainda 0km, ainda virgensinha, cabacinha, deliciosa. Nós quando éramos criança já brincávamos de médico, casinha, essas coisas de criança, mas nunca cheguei a penetrar de verdade nela. Chegando no litoral, fomos todos para a praia, e comecei a conversar com ela, e conversa vai, conversa vem, acabamos nos lembrando da época de criança, de nossas brincadeirinhas, e ela disse que gostava muito daquela época. Eu então sem perder tempo, a perguntei se não gostaria de relembrar os bons tempos comigo, e que se ela topasse eu garantia que ela não iria se arrepender. Ela ficou um pouco assustada, e acabou me dizendo que nunca tinha transado, e que já estava na hora mesmo de perder a virgindade. Isso me deixou com um maior tesão, poder comer minha prima gostosa, e ainda por cima, ser o primeiro a penetrar naquela bundinha empinadinha (e que bundinha gostosa). Rafaela acabou topando, então ficamos o dia todo planejando, como e quando poderíamos fazer, pois na casa além de nós, tinha seus irmãos (Jardel e Daniela). Foi que ficamos sabendo que naquela noite iria haver um show do Titãs, e que provavelmente seus irmãos iriam querer assistir ao show. Então combinamos que iríamos ao show, e daríamos um jeito de nos livrar dos dois e voltarmos para a casa. Foi isso que aconteceu, fomos todos para o show, chegando lá, saímos dizendo que iríamos comprar cerveja, e nos mandamos para a casa. Eu já estava com maior tesão, só de pensar em comer aquela bundinha deleciosa. Chegamos em casa, Rafaela estava toda envergonhada, tímida, e não sabia o que fazer, eu então a levei para o quarto e disse que não precisava ficar nervosa que eu iria fazer bem devagar e que ela ia gostar muito, e comecei a tirar suas roupas, a deixei apenas de calcinha e sutian, aquele corpo me deixava louco, e em um instante Rafaela perdeu toda sua timidez, e partiu pra cima de mim, tirando minha roupa, me dizendo que queria que eu a fudesse bem gostoso, coloquei-a sentada na cama, e pedi para ela colocar o meu pau na sua boca, ela disse que tinha nojo, mas eu insisti e ela acabou colocando, colocou meu pau inteirinho na sua boca, e começou a chupa-lo como se fosse um pirulito, ela chupava com toda vontade, puxava bem forte, parecia uma profissional. Coloquei ela deitada na cama e abri as pernas dela, dava pra perceber que ela estava toda molhadinha, sua calcinha estava toda molhada, tirei a calcinha, e cai de boca naquela xaninha bem depiladinha que até brilhava toda molhadinha, comecei a acaricia-la com a minha língua, e a Rafaela chegava a suspirar e retorcer de tesão. Então deitei do lado dela e começamos a fazer um 69 delicioso, aquela bucetinha apertadinha na minha frente estava me dando um maior tesão e ainda por cima ela com sua boca quente, chupava meu pau sem parar, derrepente ela começa a se retorcer e pede pra eu a fazer gozar e pra gozar também, eu continuei com minha língua na sua xaninha até que ela gozou bem gostoso e também acabei gozando na sua boca, ela gospiu a porra e sem deixar meu pau cair, já começou a chupa-lo novamente. Eu queria aproveitar a oportunidade para tirar a cabacinha da xaninha e do cuzinho da Rafaela no mesmo dia. Então coloquei um de meu dedo no cuzinho dela, e com a língua continuei a acaricia-la, conforme ela foi relaxando, coloquei mais um dedo, e fiquei com dois dedos no cuzinho virgem dela. Eu então fui pra cima dela, mas ela me disse que estava com medo, que as amigas dela disseram que a primeira vez doía muito. A tranqüilizei e pedi pra ela relaxar que eu iria colocar bem devagar, e se doesse eu pararia. Deixei ela com as pernas bem abertas, e encostei a cabeça do meu pau na sua xaninha e comecei a penetrar bem devagar, ao entrar a cabeça do meu pau, ela deu uma retorcida, disse a ela que ia por bem devagar e continuei colocando até que meu pau estava todinho dentro daquela xaninha apertadinha que dava uma maior tesão, e comecei a socar meu pau cada vez mais forte, quanto mais forte eu socava mais ela suspirava, até que ela se retorceu toda e gozou na meu pau, apertando ainda mais sua xaninha que me levou a loucuras e acabei gozando dentro dela. Para que pudéssemos nos recuperar fomos tomar um banho, ainda no banheiro comecei a acaricia-la e a mamar naquelas tetas deliciosas, aqueles peitinhos empinadinhos, e percebi que ela estava novamente com tesão. A levei de volta para a cama e comecei a chupar ela por inteira, ela ficou toda arrepiada e pediu que eu a fizesse gozar novamente que ela estava com muito tesão, eu a disse que iria come-la sim, só que seria de outra maneira, a coloquei de quatro em cima da cama, ela ficou com aquela bundinha durinha inteirinha pra mim, coloquei meu pau na sua xaninha que dessa vez já entrou com mais facilidade, mas continuava apertadinha, então coloquei meu dedo no cuzinho dela, ela ficou quieta, então coloquei mais um dedo, fincando com dois dedos no cuzinho dela e com o meu pau na sua xaninha. Tirei meu pau e coloquei no seu cuzinho que também era virgem e estava apertadinho, então pedi que ela colocasse meu pau na sua boca e deixasse ele bem molhado, dei uma lubrificada no cuzinho dela com o guspe, e coloquei a cabeça do meu pau no seu cuzinho, dei uma apertada e acabou entrando, ela se retorceu toda e me pediu para tirar que estava doendo, eu não tirei e disse que ela ia se acostumar, e continuei colocando meu pau pra dentro, até que ficou somente as bolas pra fora. Fiquei um tempo com ele todinho dentro do cuzinho dela pra ela se acostumar e comecei então a socar bem devagar até que seu cuzinho deu uma relaxada, então comecei a bombar com bastante força, ela suspirava e gritava ao mesmo tempo, e começou a me pedir pra socar bem forte, que ela queria gozar com meu pau no seu cuzinho, foi o que eu fiz, comecei a bombar com bastante força e com a minha mão acariciava a xaninha de Rafaela, que não agüentou muito tempo e gozou bem gostoso. Tirei meu pau do cuzinho apertadinho dela e pedi para ela chupar meu pau bem gostoso, que ela fez com maior prazer até eu gozar. Depois desse dia já ficamos juntos várias vezes, e sempre que eu quero transar bem gostoso já sei quem procurar, a minha priminha gostosinha Rafaela. (Se você gostou, dê seu voto)

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


2098 - COMI O CUZINHO VIRGEM DE MINHA ESPOSA - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
2529 - REALIZEI O SONHO DE MINHA PRIMA. "DAR PRA DOIS" - Categoria: Heterosexual - Votos: 2

Ficha Do conto

badboy100vc

Nome do conto:
TIRANDO O CABAÇO DE MINHA PRIMINHA

Codigo do conto:
2528

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
22/06/2004

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0