Cunhadinha safada e putinha



Separado a 3 meses, levo minha vida tranquila, morando sozinho numa cidadezinha pacata, própria para espairar as ideias ou pirar, dependendo dos acontecimentos.
Estava em casa bem a vontade outro dia, quando ouço a campainha...
Coloco uma bermuda rapidinho e vou atender...
- Surpresa!!!!!
Era minha cunhadinha Bruna num vestidinho apertadinho e curto, realçando todo seu corpo e que corpo!
No auge dos seus 18 aninhos, 1,64 de altura, 56 kgs, pernas bem torneadas, deliciosas e um par de seios que parecia querer saltar para fora naquele decote nada discreto. Era típico dela, gostava e sabia como provocar.
Viajei ali na presença daquela delícia de mulher,diante daquele sorriso lindo e provocante realçado por aquele rosto lindo, olhos verdes, lábios carnudos... Que loira deliciosa estava minha cunhadinha!
Viajei mesmo em meus pensamentos eróticos e acordei com:
- E ai cunhadinho! Não vai me convidar pra entrar não?
- Claro! Você é sempre bem vinda!
A abracei e dei lhe um beijinho no rosto e a conduzi para dentro a segurando pela cintura.
Que perfume gostoso ela usava!
Estava embriagado por toda aquela delicia e ao tocá-la sob o vestidinho coladinho, sentia seu corpo delicioso, fazendo com que meu pau desse sinal de vida. Não podia evitar
- Bem, vim trazer umas coisas que voce deixou pra traz, minha irmã me pediu...
Coversamos ali no sofá da sala por alguns minutos, ela me perguntando sobre a nova vida e a liberdade. Sempre tive uma certa liberdade de comentar alguns assuntos mais intimos com a Bruna mas sempre a respeitei, por motivos óbvios, porém nunca deixei de achá-la muito gostosas e desejá-la.
Durante essa conversa rolou alguns comentários capciosos, o papo estava mais solto e meu cacete já não se continha diante daquela formosura! Acho que ela já estava notando pois o volume havia aumentado e notava que ela não tirava os olhos.
Ofereci-lhe uma bebida, ela aceitou com um comentário...
- Olha cunhadinho, quando bebo não respondo pelos meus atos...
Sorrindo e mordendo os lábios num jeitinho tímido e safadinho.
Sorri também e a conduzi ao meu barzinho onde seriam servidos os drinks.
Peguei uma garrafa de um bom vinho e ela ali bem pertinho de mim ajudando na escolha.
O barzinho é bem apertadinho e os toques eram inevitáveis.
Tomamos aquela garrafa de vinho e ela quiz esperimentar um licor que lhe apresentei, então pedi para que Bruna pegasse outras duas taças que estavam no alto da prateleira do seu lado.
Bruna virou de costas pra mim, tentou alcançar as taças, elevando os braços e inclinando um pouco o corpo pra frente.
Que visual!
Seu vestidinho já curto, se levantou mais um pouquinho dixando aparecer a curvinha daquele bumbumzinho delicioso.
Não alcançando as taças, olhou pra traz e pediu ajuda, notando que eu não tirava os olhos daquela bundinha gostosa, deu um sorrizo bem safadinho.
Me propuz a ajudá-la imediatamente, encoxando aquele trazeiro maravilhoso! Impossível que ela não sentisse o volume do meu cacete tocando aquela bundinha.
- Que isso cunhadinho!
Com ar de surpresa mas bem safadinha não ofereceu resistencia a minha investida, ao contrário, percebi que empinou mais a rabeta o que aumentou mais a pressão.
Sem responder nada a puxei contra meu corpo a abraçando, dando beijinhos em seu pescoço e a mão percorrendo cada pedaço daque corpo. Sente seu respirar ofegante e aceitando minhas caricias, já dizendo palavras desconexas.
A virei de frente e trocamos um longo beijo. Minhas mãos percorriam cada parte daquele corpo, que bundinha gostosa!
Fui beijando-a e retirando aquele minúsculo vestido, notando que minha cunhadinha era muito mais gostosa que parecia. Que delicia quando seus seios saltaram em meu rosto! Cai de boca enquanto minha mão tocava sua xoxotinha sob a calcinha ja toda molhadinha de tesão.
Corpos colados, conduzi minha cunhadinha até meu quarto a jogando na cama, afastando sua calcinha de lado, chupei aquela bucetinha lisinha e tesuda.
Bruna estremecia de tesão e pedia..
- Chupa sua putinha bem gostoso faz ela...
Enquanto ela falava deslizei minha lingua até seu cuzinho.
- Aiiiii vai cachorro está me fazendo gozaaaaaaar!
Minha cunhadinha se virou na cama e rapidinho pegou meu cacete e abocanhou com vontade, chupando ele todinho, ora chupando a cabeça, lambendo, chupando minhas bolas e punhetando. Que delicia!
Vi ali uma cunhadinha safada e putinha. Chupava meu pau como ninguem, enquanto recebia minha lingua naquela grutinha quente, com breves pinceladas naquele cuzinho, o que a fazia delirar e anunciar novo gozo na minha boca.
Sabia que ali naquele 69, em breve explodiria naquela boquinha deliciosa e foi o que aconteceu.
- Ahhhhhh! eu vou gozaaaaar safadinha! Toma meu leitinho putinha do caralho!
Enchi sua boquinha, ela continuou mamando nao deixando meu pau amolecer. Que safada!
- Tesão..Quero seu pau na minha bucetinha, me come de quatro. Quero ele arrombando sua putinha, vem meu macho gostooooso!
Se posicionou de 4 exibindo aquele rabinho gostoso!
Lambi sua bucetinha molhadinha e seu cuzinho.
Nossa! ela foi ao delírio quando pincelei meu pau na entradinha de sua bucetinha e forcei seu cuzinho. Parecia que iria gozar novamente.
- Vem cachorro safado enterra essa pica na bucetinha de sua cadelinha, vai faz ela gozar denoooovo.
Sentindo minha pica deslizar bem apertadinha naquela bucetinha ela rebolava e delirava dizendo palavrões e pedindo mais.
- Fode sua cunhadinha, voce sempre quiz me fuder né seu safado, eu tambem sempre desejei essa pica gostosa me arrombando, enterra tudo, vem com força, fode ela, vai safadinho! Fode filho da puta!
Em movimento ritimados e continuos fodia aquela bucetinha como nunca e como ela gostava de pica! Ela estava louca recebendo meu mastro todinho, como era gostosa.
Ficamos ali em várias posições, de 4, de ladinho, frango assado... mas quando ela resolveu cavalgar na minha pica....
Que delicia! ela sentando no meu pau, enterrando tudo naquela xoxotinha! Ela delirava! e anunciamos nosso orgasmo ao mesmo tempo.
-Aiii que pau gostooooooso! Eu vou goooooozar. Ahhhhhhhh
Sinto seu leitinho me inundaaaaaaar
Bruna não parava eu adorava, ali com meu pau meladinho e enterrado naquela bucetinha quente.
Caimos extasiados um ao lado do outro sem dizer nada apena curtindo aquele momento.
Trocas de carícias, ali sem dizer nada. Meu pau já estava no ponto novamente, quando senti aquela boca quente no meu pau. Bruna mamava gostoso minha benga. Olhou bem safadinha pra mim e pediu.
Quero que coma meu cuzinho agora.
Era tudo que queria ouvir.
A coloquei de ladinho, lubrifiquei meu pau e a entradinha do seu rabinho e direcionei, forçando sua entrada, ela deu uma empinadinha na bundinha, facilitando a entrada da cabeça do meu pau.
- Aiii gostoso, vai devagarzinho que nunca dei meu cuzinho.
Parei um pouquinho, deixei ela se acostumar um pouquinho e fui empurrando devagarzinho até que seu cuzinho receber toda minha benga.
Então comecei movimentos de vem lentos e acelerando depois entre estocadas fortes.
Ela gritava e pedia mais.
-Vai filho da puta, ta arrombando o meu cuzinho, come o rabinho de sua putinha, quero seu leitinho nele.
Ela estava de 4 com aquele rabinho empinadinho pra mim, recebendo meu pau, quando recebeu minha porra, inundando seu buraquinho, quando ela tambem anunciou que tambem estava gozando.
Aiiii eu to gozando no cu. ai como é gostoso! vouser sempre sua putinha, sempre meu gostoso!
E assim está sendo, tenho uma cunhadinha safada e putinha.
Se gostaram votem e comentem. Só me incentivam a escrever mais.
Grande beijo a todos.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario casada gordinha

casada gordinha Comentou em 19/03/2013

Adorei como queria ser tua cunhada q sorte dela...votei bju

foto perfil usuario cecy

cecy Comentou em 10/03/2013

Delícia de conto, fiquei excitada..bjs

foto perfil usuario fodo muito bem

fodo muito bem Comentou em 08/03/2013

hmmmmm cunhadinha, gostosa, delicia d puta ela e, meu pau, esplodio d tanta tesao...

foto perfil usuario felipecwb

felipecwb Comentou em 05/03/2013

Muito tesão! Votei!

foto perfil usuario pervetido

pervetido Comentou em 04/03/2013

show de bola. Q CUnhada hein!!!

foto perfil usuario travesso2

travesso2 Comentou em 04/03/2013

Muito bom, deveria arrumar umas fotos dessa delicia para vermos.

foto perfil usuario robecar

robecar Comentou em 04/03/2013

Otimo conto...muito safado e tudo na hora certinha...tens meu voto

foto perfil usuario amantecarinhoso

amantecarinhoso Comentou em 04/03/2013

Muito bom cara, parabéns! Cunhada é tudo de bom, eu sei...

foto perfil usuario liliu

liliu Comentou em 04/03/2013

Poxa que inveja,queria ter um cunhadinho safadinho assim com você, votei e gozei lendo seu conto, beijos




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


25450 - Vizinha, obra do acaso - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13

Ficha do conto

Foto Perfil picasso63
picasso63

Nome do conto:
Cunhadinha safada e putinha

Codigo do conto:
26701

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
03/03/2013

Quant.de Votos:
22

Quant.de Fotos:
0