Quero Dar



Ola, sou conhecido com o Gordinho já tive oportunidade de escrever um conto pra vcs, sou loiro 1,70 olhos azuis 77 kgs, sou noivo e moro no interior de Minas Gerais, especificamente no triangulo mineiro. No conto que relatei contei que tive uma experiência com um primo meu na minha adolescência, nesta época não fui nada alem que uma chupada que eu dava nele e vice-versa, e vez em quando ele queria me comer e eu não queria pois tinha medo e receio ao mesmo tempo, semanas se passaram e resolvi dar pra ele, foi ai quando ele não apareceu, com isto fiquei muito frustado e depois disto não tivemos mais este tipo de contato, hoje com 25 anos sou noivo minha noiva é linda e é apaixonada por mim e eu por ela, só que desde desta epoca que eu não tive mais contatos com meu primo, resolvi experimentar como era uma penetração, comecei com um cabo de rodo bem fino, no começo doía muito, por não estar acostumado com aquilo, como o tempo foi passando e queria experimentar uma coisa mais grossa, foi quando eu pequei um papelão enrolei ele em volta de um pedaço de pau que tinha aqui na minha casa a fixei ele na minha cama por baixo do colchão e acima da grade, e fiquei na posição de 4, posicionei meu cu no rumo daquele pau e comecei a me penetrar, custou a entrar pois era um pau ate grosso, e no começo doeu um pouco ate me acostumar com a grossura, mas depois ficou gostoso, com isto ficava sempre complicado de fazer este tipo de coisa dentro do meu quarto, com o passar do tempo tive a idéia de pegar minhas meias e vestir ela com uma camisinha, daí faço da grossura que quero, (por exemplo quando vejo que não agüento muito, eu coloco apenas uma agora quando estou com muito tesão eu chego a colocar ate 3 meias, dobradas ao meio fica grosso pois tem vez que não consigo encontrar meus dedos envolta do pinto emprovisado), só que agora já estou meio cansado destas coisas o que eu queria mesmo era ter um pinto de verdade, poder pegar ele, poder sentir o cheiro dele igual eu fazia com meu primo, poder ter um caralho nem que seja por alguns instantes ser somente meu, poder me penetrar, eu sentir ele no meu cu, ele poder gozar na minha boca, pois eu quero mesmo é sentir um caralho pulsando, só que aqui na minha cidade acho muito difícil pois é uma cidade ate certo ponto pacata, e sou ate bem conhecido, e não teria a disposição de sair da minha cidade, pois não tenho costume de viajar então não tenho desculpas para dar. Se alguém se interessasse em ser meu ativo e me fuder gostoso me escreva pois se estiver disponibilidade e poder ficar em um hotel na cidade eu teria o enorme prazer e te dar todo o prazer que vc merece, pois faria de tudo que vc quizesse desde um gostoso boquete ate ter o prazer de sentir o gostinho do leitinho quente na minha garganta, ficarei aguardando retorno, para quem sabe alguém possa me oferecer este prazer.
                                
                                

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha Do conto

gordinho

Nome do conto:
Quero Dar

Codigo do conto:
2736

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
19/07/2004

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0