Cunhadinha safada



Sempre admirei o corpo da minha cunhadinha, desde que conheci minha noiva não pude deixar de admirar aquela delicia que era minha cunhada, Letícia hoje tem 23 anos, baixinha, seios médios, uma bunda grande e durinha e uma carinha de safada que deixa qualquer um maluco.
Nunca havia rolado nada entre a gente, a não ser olhares e desejo contido, mas tudo mudou após alguns fatos, após algum tempo que freqüentava sua casa comecei a notar que minha cunhadinha sempre dava um jeito de esbarrar em mim, me abraçava do nada e algumas vezes deixava sua calcinha aparecendo, não foram poucas as vezes que a vi de mini saia e ela deixava as pernas abertas, varias vezes ela me pegou olhando e nada falava, apenas sorria e mudava de posição.
Certo dia numa dessas vezes em que ela estava no sofá ao olhar para ela percebi que ela estava sem calcinha, fiquei louco que bocetinha mais linda, toda depilada não conseguia parar de olhar, ela percebeu que eu estava olhando e em vez de fechar as pernas abriu um pouco mais me dando uma visão completa daquela bocetinha.
Levantei do sofá e disse a minha noiva que iria no banheiro, quando sai de lá me deparo com minha cunhadinha na cozinha bebendo água, ela vira pra mim e diz e aí Rô gostou do que viu, adorei respondi, mas quem mais gostou foi meu pau olha só como ele está e apontei pra minha calça, meu pau explodia de duro ela então me puxou me levando pro banheiro, fechou a porta e já foi tirando meu pau pra fora, sempre tive vontade de fazer isso cunhadinho e já foi chupando, como era bom aquilo, aquela ninfetinha linda engolindo meu pau, ela já chupava muito bem.
Como não podíamos perder muito tempo, sentei na tampa do vaso e mandei ela sentar na minha rola, ela obedeceu e já foi cavalgando gostoso, puxei sua bruzinha pra cima e suguei seus seios, mordi seu pescoço, chamei ela de putinha safada ela apenas gemia baixinho mordendo meu ombro e dizendo que ia fazer sua irmã chifruda muitas vezes que ia me dar sempre, não agüentei muito e gozei gostoso naquela bucetinha careca, deixei ela toda melada, me arrumei e sai do banheiro, ela continuou lá e foi tomar banho, voltei para a sala onde minha noiva dormia deitada no sofá, minha cunhadinha voltou pouco tempo depois enrolada na toalha, passou por mim viu que a irmã estava dormindo e antes de entrar no seu quarto abriu a toalha me mostrando aquele corpinho delicioso. Me deu uma piscada e entrou pro seu quarto.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario matheus18

matheus18 Comentou em 27/07/2013

Sempre leio os incestos daqui... e esse me excitou demais...

foto perfil usuario zeus o gde

zeus o gde Comentou em 25/07/2013

Ah, essa garota vai te levar à loucura...




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


32625 - Iniciação - Categoria: Gays - Votos: 26
32638 - Priminha safada e amigo pauzudo - Categoria: Fetiches - Votos: 20
32643 - Entrei na academia e ganhei uma chupeta - Categoria: Gays - Votos: 18
32679 - Festa na praia - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 20
32759 - Festa na praia 2 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 11
32797 - Festa na praia 3 - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 24

Ficha do conto

Foto Perfil noivo bi
noivobi

Nome do conto:
Cunhadinha safada

Codigo do conto:
32674

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
24/07/2013

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0