Chupando minha irmã virgem enquanto ela DORMIA



Olá, este fato que vou narrar aconteceu de verdade. Tenho22 anos e minha irma tem 18, modestia a parte ela é bem gostosinha. O fato aconteceu há tres anos e de la pra ca foram varias vezes. Gosto muito de assistir filme pornô e numa destas fitas, "A Sobrinha" vi uma cena em que eu pensei que podia acontecer comigo tambem, o cara ficava se deliciando em sua sobrinha enquanto ela dormia. Minha irma tem 18 anos,olhos e cabelos castanhos, mais ou menos 1,68, 50 kg, seios fartos e empinadinhos, bundinha durinha e bem volumosa, um espetaculo de mulher e para complentar ela é virgem, omeu sonho é ver ela perdendo a virgindade, queria ver ela gemer de tesão com seu cabaço indo pro ar. Ela sempre dormia com a porta do quarto aberta, o que facilitava bastante as coisas.Na época ela tinha apenas 15 anos e virgem, continua sendo.Comecei a reparar ela em casa qdo ela arrumava a casa para minha mae, ela sempre ficava com shortinhos bem gostosinhos que davam um realce maior em sua deliciosa bundinha. Eu sempre ficava atento na hora que ela ia tomar banho para olhar pelo buraquinho da porta aquela escultura. Não aguentando mais de tesão em minha irmanzinha, resolvi por o plano em pratica, fiquei fazendo hora assistindo TV até mais tarde para dar tempo ate ela dormir. Por volta das 01:00hs resolvi dar uma checada para ver como estavam as coisas, estavaem epoca de calor e isso tambem ajudou bastante, ela dormia em um colchao de casal que estava no chao, nao sei por qual motivo, mas foi melhor ainda. Peguei uma lanterna e fui ate seu quarto, chegando la vi mais ou menos onde ela estava e fui, chegando la tirei a cobertura dela e joguei a luz em sua direção, ela estava com um vestido bem largo e aquela maravilhosa bundinha estava a vista, que visão. Então virei ela de barriga para cima e levantei seu vestido ate a altura do pescoço, ela estava sem soutien e aqueles peitinhos durinhos e bem empinadinhos ja estavam a minha disposição, comecei a mamar que nem criança, que delicia seus biquinhos endureciam em minha boca, comecei a descer um pouco mais fui ate a barriguinha e chupava seu humbiguinho, aí resolvi tirar a calcinha dela, que por sinal era bem bonitinha, cor de rosa, abaixei ela ate o calcanhar e fiquei diante daquele monumento, aquela bucetinha de 15 anos de idade, que ainda estava com os cabelinhos em crescimento,não aguentei ficar somente com a luz da lanterna e acendi a luz do quarto, a visão foi melhor ainda, então comecei a tocar seu grelinho, até então nunca tinha sido tocado por ninguem, fui ao delírio, era uma mistura de tesão e medo, medo de alguem ver. Comecei a bater uma punheta e caí de boca em sua grutinha, que buceta gostosa, nunca tinha visto uma buceta tão gostosa em minha frente, quentinha, apertadinha e aos poucos estava ficando molhadinha, tentei enfiar um dedo dentro de sua xaninha e nao consegui colocar ele todo de tão apertada que era sua buceta, aquilo me deixava com ainda mais tesão, não aguentei e tirei toda a minha roupa e fiquei peladinho em frente ela e deitei por cima dela beijando-a na boca e com meu pau raspando em sua perna. Comecei entao a passar a cabecinha na portinha da bucetinha dela, não quiz enfiar pra não tirar sua virgindade, fiquei com medo dela acordar com a dor. Depois virei ela de ladinho e comecei a chupar seu anelzinho, passei minha cabecinha com um pouco de porra em seus labios, como se fosse batom, entao tentei comer seu cuzinho, mas foi em vão, não entrou nem a cabeça, era mto apertado, mesmo assim comecei a empurrar ele contra seu cu, comecei a sentir muito tesão e qdo vi que ia gozar tirei e comecei a bater uma punheta, nunca gozei tanto na minha vida, peguei um pouco de porra com o dedo e passei no cuzinho dela e na bucetinha para eles conhecer o que era porra, depois passei um puquinho nos peitinhos dela e comecei a chupa-los. Olhei pela janela e o dia ja estava amanhecendo, ja eram 05:30 da manha, tratei logo de vestila e sai, bati mais uma punheta na minha cama e fui dormir. No outro dia qdo acordei ela ja estava acordada,nao percebi nada de diferente nela, ela apenas parecia estar um pouco feliz, estava com uma calça coldinha deixando sua bunda e sua bucetinha bem definida, eu olhava para aquilo e imaginava que em algumas horas atrás aqueles buraquinhos eram todinhos a minha disposição. Depois disso eu ia todos os dias em seu quarto pelo menos pra chupar aquela grutinha, 5 minutinhos que fossem, mas ja me dava muito tesão. Minha irmã realmente é um Show de mulher. Se gostaram da minha história me mandem e-mail. Até o próximo conto sobre minha irmanzinha.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico humberto

Nome do conto:
Chupando minha irmã virgem enquanto ela DORMIA

Codigo do conto:
3584

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
11/12/2004

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0