Enquanto minha enteada dormia.



Olá eu sou a Fernanda se não me conhecem leiam o conto minha enteada e eu, este conto se passou agora comigo. Bem eu tenho 25 anos, 1,65m, 55KG, cabelos e olhos pretos, seios médios (44), e uma bunda redondinha durinha e arrebitada. E minha enteada a Priscila agora com 15 anos 1,70m, 55Kg, cabelos loiros, olhos azuis seios bem avantajados e volumosos para a sua idade e uma bunda redondinha e durinha
Faz um tempo que eu e Priscila não nos envolvemos, uma certa noite eu cheguei tarde do serviço, e como a mãe de Priscila é medica e estava de plantão aquela noite, e fui tomar banho quando sair do banheiro de calcinha de um HOBBY de seda vi a luz do quarto de Priscila acesa e fui ver, e vi a Pri deitada de bruços com uma camisola minúscula onde via a calcinha dela bem enfiada, parecia que ela estava estudando e acabou dormindo. Quando vi fiquei totalmente pasma e super excitada e resolvi ir até a sal cama pra recolher os livros e guardá-los.
Eu fui cobri-la e não resistir e comecei a acariciar a sua bunda e a xana pois ela estava com as pernas entre abertas. E logo percebi que ela estava ficando excitada, e logo comecei a tirar a sal calcinha e comecei a lamber sua bunda, logo comecei a virá-la de barriga pra cima e vi um dos seus deliciosos seios a amostra e fui mamá-los e comecei a tirar sua camisola de deixá-la nua, comecei a abrir as suas pernas e a chupar a xana que maravilha até ela gozar em mim eu pensei que ela iria acorda e vi que ela ainda estava dormindo e fui aproveitar mais dela. Pois ela tinha puxado a mão tinha um sono pesado, e adorei o gozo dela dormindo, é muito bom chupar uma xana de uma outra mulher quando ela estiver dormindo e sentir seu gozo, podem experimentar eu recomendo.
A depois disso eu fui cobri-la de beijos e acariciando os seus seios e xaninha, fui acariciando seu anelzinho, ai eu percebi que ela estava ficando cada vez mais excitada e vi que ela estava acordando com os meus carinhos, e se virou pra mim se aproximando me dando um delicioso beijo e com umas das mãos acariciando os meus seios e a com a outra a minha xana, e foi tirando a o meu HOBBY e calcinha.
Depois de muitos beijos calorosos e caricias, Pri começou a chupar mês seios começou a mamá-los como se fosse um bebê faminto, ai foi descendo ate chegar a minha xana, que delicia ela me chupando, cedente de sede, e ela ia dizendo que estava louca de vontade de tomar meu mel, chupando loucamente, me fazendo gozar várias vezes até eu perder a conta de tanto que eu gozei nela até saciar a sua cede de mim.
Ela foi subindo de novo e foi mamar outra vez meus seios. Ai nos beijamos outra vez, ai ela me disse que me amava muito e que toda vez que via eu e sua mãe nos beijando e transando ficava louca de ciúmes pois queria estar do meu lado acordar grudadinhas, umas nas outra, xana com xana.
Eu me sentei em sua cama, ela sentou no meu colo ficando xana com xana e fomos rosando uma com a outra, e nos beijando ai ela me disse que sabia o que eu adorava e disse “tia pode chupar os meus seios como se fosse uma bezerra desmamada, eles são todo seu”, ai fique louca de vez e fui logo metendo a boca neles e a chupar seus deliciosos e apetitosos seios, que maravilha os seios dela.
Ficamos nos amando, eu disse que amava muito as duas tanto ela quanto a sua mãe, quando eu me interrompeu com um beijo, e me disse que não era pra largar de sal mãe, pois não queria magoá-la, que ela era melhor continuarmos assim nos encontrando quando puder mesmo que isso significasse ficar alguns meses sem transarmos uma com a outra, pois nem eu e muito menos a Priscila queria magoar os sentimento de Denise, pois eu amava muito a Denise e não queria magoar ela de forma alguma.
Quando estávamos nos beijando quando percebi que a Denise estava chegando fui logo pro meu HOBBY, e Priscila sua camisola fiquei sem a calcinha, pois a Pri estava usando a minha toda melada, eu estava toda desajeitada pois e tentando me recompor, ai fui pra sala liguei a tv e disfarcei enquanto Pri ia se recompor e em seu quarto arrumá-lo, quando Denise entrou em casa eu fui recebê-la com beijos e dizendo estar morta de saudades, dela ai ela me perguntou que horas tinha chegado e disse que tinha chegado as algumas horas atraz, quando entrou a Pri na sala com sua camisola e minha calcinha e Denise nem percebeu que ela estava com ela, deu um beijo e foi se deitar, quando eu e Denise fomos pro quarto, ai ela percebeu que estava sem calcinha e fomos a fazer amor, pois eu mamei sois de mãe e filha. Foi o Maximo. Ter mãe e filha é o sonho de qualquer uma lésbica isso ou não é? Se vocês gostarem disso me escrevam, pois eu tenho a melhor esposa e a melhor enteada do mundo. Beijos açucarados.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook


Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


3491 - Minha enteada e eu. - Categoria: Lésbicas - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico feraiko

Nome do conto:
Enquanto minha enteada dormia.

Codigo do conto:
3586

Categoria:
Lésbicas

Data da Publicação:
11/12/2004

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0