comendo a esposa do patrao



bom,eu sempre viajei muito, em uma dessas viajens fui trabalhar em Brumadinho uma pequena cidade no interior de minas,fui trabalhar de caseiro,na epoca era solteiro,meu patrao um senhor de seus 50 anos e sua esposa era uma mulher jovem de seus 25 anos,uma mulher de pele branquinha sem manchas,um corpo lindo,mas isto só constatei um mês depois que estava trabalhando,pois durante este periodo fiquei sozinho no sitio.quando chegou o feriado de sexta-feira da paixao,eles chegaram, e logo o patrao me apresentou para a familha,tudo parecia normal,pois nunca iria imaginar que uma mulher linda como ela olhar para mim,ate que no domingo pela manhan estava na orta e ela veio me perguntar o que um rapaz como eu esta fazendo naquele fim de mundo,eu disse que viajava muito,foi quando me perguntou se ficava com muitas mulheres nas viajens,responde que sim com algumas,ela saiu e voltou para a casa sede,passou o fim de semana e foram embora na segunda a tarde. para minha surpresa na quarta o patrao me ligou avisando que a patroa estava vindo para o sitio para descansar,no fim do dia ouvi a buzina fui e abri a porteira o carro entrou,para meu espanto ela desceu sozinha,me comprimentou,e entreguei as chaves da casa e fui embora,logo que anoiteceu estava na minha casa quando ela me chamou, fui atender,ao chegar fiquei paralisado pois ela estava usando um beybidou transparente vermelho,nossa fiquei sem folego,mas me contive ela pedio que entrasse, disse que queria converssar um pouco e me deu uma serveja e sentou-se na mimha frente,fazendo perguntas sobre minha vida,vi que nao iria resistir levantei-me para sair quando ela pegou no meu braço e disse ;pençei que os baianos fosse mais homem ,nao resisti e a puchei para o sofá,começei a beija-la fui descendo pelos seios branquinhos os bicos rosinhas e fui descendo ha aquele umbiguinho e chguei naquela bucetinha rosinha linda .senti ela estremecer toda quando enfiei minha ligua e em seguida os dedos ela começou a gemer e pedir mais,logo ela disse que iria gozar e encheu minha boca com sua parra,logo em seguida foi a vez dela pegou meus 22cm de pau e começou a chupar deliciosamente, a virei e fiz um 69 ecomecei a enfiar o dedo no seu buraquinho rosa ela chupava e gemia me pedindo para fodela eu a colquei de quatro e enfiei de uma so vez naquele cuzinho ela soutou um forte grito e pedio que tirasse a segurei forte e disse agora vai ver o que o baiano é capaz e socava com força,logo ela tava pedindo mais,quando estava perto de gozar tirei a virei e gozei em sua cara seus peitos.nesta noite ainda comi aquela bucetinha linda.depois ela me disse que estava ali com o consentimento do marido e que na proxima ele participaria,mas isto é outra historia.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


LINGUADOXUPADO Comentou em 23/01/2014

legal na proxima publique com fotos da putinha corno tem que semesmo é exposto deixa nois bve a buça da vadia branquela

sou únik Comentou em 21/01/2014

hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm............................

gugu7l Comentou em 21/01/2014

que sortudo hein, votado, patroinha gostosa e puta essa...




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha Do conto

amorim

Nome do conto:
comendo a esposa do patrao

Codigo do conto:
41483

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
19/01/2014

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0