Minha Irmã Grávida



Olá a todos,meu nome é João Carlos, tenho 23 anos, sou branco, moro em São Paulo com meus pais, tenho uma irmã de 27 anos, Ana Rita, um espetaculo de mulher, branca, pele bem clarinha, cabelos negros, não muito alta, um tesão de mulher, durante minha vida bati muitas punhetas em sua homenagem, hoje ela é uma mulher casada, porém ela não é feliz no casamento, e para piorar a situação, ela está no sexto mês de grávidez, a situação do casal chegou a tal ponto que eles resolveram dar um tempo, ela voltou fazem doze dias aqui para casa,anda muito triste, desanimada, outro dia ouvi uma conversa dela com minha mãe, de que o marido não a procura na cama já fazem quatro meses,achei aquilo um desperdicio, porque apesar de grávida ela está mais gostosa do que nunca, sua coxas ficaram mais grossas, a bunda maior, os peitos nem se fala, a cada dia que passa ficam mais lindos, fiquei com um puta tesão na hora, comecei então a arquitetar um plano para come-la, e teria que ser rápido, não poderia perder a oportunidade, fui então me aproximando mais dela, sendo mais gentil, fazendo suas vontades, levando-a para passear e o mais importante, escutando ela, sim, virei seu confidente, e ela me contou tudo, o motivo de suas brigas, sobre sua separação, sua carência pela falta de sexo, ai chegou o ponto onde eu queria, abracei-a e comecei a passar a mão nela, primeiro em seu cabelo, seus ombros, depois nas costas, na cintura, de vez em quando dava-lhe beijinhos, fomos nos envolvendo de tal modo que quando fomos dar por nós, estávamos nos beijando ardentemente, e minhas mãos já estavam em sua pernas, pois ela usava aqueles vestidos de grávida, aquela situação não tinha mais volta, em poucos minutos estávamos em meu quarto, na minha cama nos amando, chupei aqueles peitos como nunca havia feito antes, foram vários minutos só nos peitos, fui descendo, beijando sua barriga, lambendo, cheguei na xoxota dela, meu objeto de desejo durante anos, meti minha lingua naquela buceta inchada, ela ficou doida, já estava toda molhada, chupei-a bem e depois voltei a beijar-lhe na boca, enquanto isso posicionava minha rola na entrada daquele bucetão, deslizou facilmente para dentro, eu não acreditava no que estava acontecendo, estava eu ali na minha cama fazendo um vai e vem inacreditavel com minha rola na buceta da minha irmã grávida, não demorou muito e gozei, gozei logo porque o tesão era demais, só quem já passou por isso sabe como é, é impossivel descrever aqui o que eu estava sentindo, pedi então à ela que ficasse de pé em cima da cama, ela achou estranho mais fez minha vontade, pude então ve-la por completo, nua, via cada detalhe do seu corpo,aqueles seios, aquela barriguinha maravilhosa, que bunda, que coxas,logo estava de pau duro novamente, fique de pé junto à ela, nos beijamos, mordi seus seios, agarrei sua bunda com força, e enfiei minha lingua na sua boca, nos deitamos e começamos a transar novamente, com muito tesão, gozei novamente dentro dela e desfalecemos ali, exaustos de tanto fuder, quando acordamos já era bem tarde e nossos pais já estavam por chegar, isso aconteceu ontem, não vejo a hora de repetir tudo novamente, estou com o pau super duro e com um puta tesão, acho que vou procura-la, isso mesmo, vou até seu quarto, depois eu conto como foi. Até mais.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico caligula-nero

Nome do conto:
Minha Irmã Grávida

Codigo do conto:
4438

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
05/04/2005

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0