Fui infiel e enrabada pela 1ª vez!



Me chamo Cínthia, ou mais popular, Cintia. Sou casada, 41 anos , temos um casal de gêmeos de 19 aninhos, Talita e Junior. Meu marido Tadeu tem 48 anos, presidente de uma das empresas do nosso complexo industrial. Enfim, somos riquíssimos. Nunca amei Tadeu. Seu sócio, Rafer tem sido meu dono por quase vinte anos. Eu o amo e sou retribuída. Rafer abusa e me usa de todas as formas e maneiras, sem nunca ser brutal ou porcalhão. Ele faz isso na esperança de não ser totalmente dependente de meu domínio masoquista para com ele. Sempre fui a cópia fiel da modelo Mari Alexandre. Me tornei tão charmosa quanto ela graças a Rafer, que me sugeriu e educou meu comportamento na vida social. Rafer não me disvirginou a xaninha, quanto ao resto ele foi o pioneiro, o explorador meu único macho!!Eu estava com 21 aninhos quando Rafer conseguiu encostar sua pelvis em minhas nádegas com seu pauzão sugado pelo meu cuzinho!! Eu delirava de surpresa, espanto, luxuria, de felicidade!! Eu alcançava extasis e mais extasis com o anel de meu anus na roçassão vai e vem do pau de Rafer!! Minha defloração anal ocorreu num modesto quarto de hotel em Buenos Aires. No dia anterior eu tinha descoberto que estava grávida e que meu marido Tadeu estava tendo um caso com minha cunhada Elena. Encurtando uma longa história, Rafer deixou de ir à reunião dos excutivos para ficar comigo e me consolar, porque aquela altura todos já sabiam do meu drama. Eu já era apaixonada pelo Rafer desde antes de casar!! Sua discreção, mas a firmeza em suas atitudes, além daquele sorriso e olhares docemente diabólicos, me derretiam toda!!Assim, bastou que minha carencia se transmitisse em meus hormonios para que Rafer me possuisse completamente. Foi neste dia que pela primeira vez saboreei esperma humano, fui divinamente saboreada pela boca e tortuante língua de Rafer em minha xotinha e cuzinho!! Meu instinto de ser uma femea completa me urgia em ter todos meus oríficos enchidos, atolados, dilatados, inchados pela rolona de Rafer!! Então, quando a sinuosa língua de Rafer se abatelou quase dois centimetros dentro de meu cuzinho, eu suplicantemente ordenei que ele me enrabasse!! O estado bestial de Rafer em me linguar o cuzinho, fazia com que ele não abandonasse sua posição. Foi preciso eu puxar-lhe pelos cabelos e esbofeteá-lo ordenando que me enrabasse já!! Com o tapa, Rafer voltou a lucideze me agarrando pela nunca me deu um beijo, não, o beijo!! Molhado, suculento, chupante!! Saliva escorria pelos cantos de nossas bocas!! Meus tornozelos apoiavam-se nos ombros de Rafer. Com sua enorme mão esquerda ele segurou meus dois pulsos, levantando meus braços e segurando-os acima de minha cabeça. Com a mão direita fechada em torno de quase metade de sua coluna de muscúlo, ele saboreava com a glande, como se fosse sua língua, esfregando-a em redor do meu anelzinho rosado, fazendo com que eu me contorcesse toda, implorando pela penetração, enquanto minhas preguinhas inchavam como se estivessem levando choques elétricos cada vez que a cabeçorra passava nelas!! Suor, cuspe e saliva, mais fluídos de nós dois, tudo corria para a entrade de meu anus. Não sei se Rafer pressentiu o acumulo desses líquidos entre sua rola e meu cuzinho, pois foi aí que ele começou a abrir um novo portal de prazer em meu corpo!! Até eu me acostumar com a passagem da glande arroxeada pelo meu anelzinho, eu urrei muito e me mexia bastante. Era uma sensação de entupimento ao mesmo tempo que infinitas cocégas percorriam ao redor de meu cú cada milimetro que a rola de Rafer me invadia! Foi necessário que Rafer largasse sua rolona, já com quase toda cabeçorra dentro de meu cuzinho, e me desse um tapa!! O estalo me assustou, mas a quentura de sua mão deixada em minha face, me acompanhou por todo o processo do infinito gozo que eu estava prestes a sentir!! Relaxei e comecei a gozar-me toda!! Então meus olhos em penumbra viram a tristeza nos olhos de Rafer me implorando perdão por ter me espancado ao mesmo tempo em que parte do comprimento de sua rola penetrava no paraiso do meu cuzinho fazendo eu perder a respiração por uns segundos! Quando relaxei novamente a pelvis de Rafer beijou a entrada do meu anus como uma boca louca!! Ele largou meus pulsos e trouxe minha cabeça para perto para me dar outro daqueles beijos com sua língua toda em minha boca em uníssimo com todo seu imenso penis entrado em meu cuzinho guloso!! Minhas pernas agora enlaçavam os quadris de Rafer aprisionando-o e puxando para mais dentro de mim!! Seu baixo ventre se esfregava em toda extensão física e neurológica de minha xaninha!! Nossos fluídos se misturavam em abundancia fazendo nossos corpos funcionarem como engrenagens de uma máquina em perfeita harmonia mas de uma potencia avassaladora, devido aos embates de ambos nossos quadrís!! Meu apetite por agasalhar a rolona de Rafer em meu cuzinho era insaciável!! Minha entrega, meus desejos, meus gozos dominavam Rafer!! Ambos nos tornamos ciente disso!! Eu engulia Rafer, deixava-o se livrar por segundos e o sugava deslizante para dentro de mim novamente!! Rafer não tinha mais controle se por acaso quizesse parar com tudo. Ele iria continuar a me invadir o cuzinho sempre e sempre!! Rafer sabia que teria liberdades esporádicas... só quando gozasse!! Rafer tinha a expressão dos rendidos em sua mascúla face. Doce e suprema rendição!! Eu via e sentia tudo isso rebolando, beijando-o, pedindo por mais, não querendo desencostar meu anus de sua pelvis!! Rafer respondia que me amava, que eu era sua amada boqueteira, que meu cuzinho era dono do seu pau e me beijava e beijava!! De repente eu me lembrei de Tadeu, meu marido!! Agora estava eu alí com o cuzinho atoxado pela rola de seu sócio, seu melhor amigo e nosso padrinho de casamento!! Me comendo com todo vigor que um verdadeiro macho sabe fazer em uma femea esfomeada!! Meu Deus, como Tadeu foi babaca!! Nunca viu a besta-femea que eu era!! Gozei. Gozei apertando meu esfínceter em volta do penis de Rafer como se fosse um anel de puro extase e prazer!! E o toque de elegancia de meu estrondoso gozo foi a imagem que eu tive de Tadeu me abraçando por trás, com as mãos levantando meu torso e minha bem torneada bundona, oferecendo meu anelzinho rosado prá pica de Rafer!!

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


2926 - Belas infidelidades - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
2940 - Cintia Bela infiel - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
2950 - Belas infidelidade de Cintia - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
3018 - Cintia a Bela infiel sodomizada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
3038 - Ylena INOCENTE BELA INFIEL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
3084 - Silvia Infiel Sodomizada 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
3125 - Chantageada pelo titio 2 - Categoria: Incesto - Votos: 3
3153 - Silvia Bela Infiel - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3170 - Silvia Bela Infiel 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3196 - Silvia Infiel enfim sodomizada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3216 - Ylena adepta da Sodomia 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3249 - Silvia Analmente Satisfeita - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3263 - Silvia sempre Infiel - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3264 - Ylena Noiva Incestuosa - Categoria: Incesto - Votos: 3
3266 - Silvia Analmente liberada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3267 - Ylena Casada Incestuosa - Categoria: Incesto - Votos: 2
3269 - Silvia deusa Anal - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3273 - Ylena Casada Incestuosa 2 - Categoria: Incesto - Votos: 2
3284 - Ylena novamente Infiel. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
3305 - Abusada pelo titio - Categoria: Incesto - Votos: 3
3306 - Silvia corneando o Machão 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3307 - Silvia corneando o Machão - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3327 - Incesto vespéra do casamento - Categoria: Incesto - Votos: 2
3417 - Kelly Incestuosa e Infiel - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
3420 - Kelly Incestuosa - Categoria: Incesto - Votos: 4
3425 - Kelly Neta Incestuosa - Categoria: Incesto - Votos: 3
3469 - Cátia e o Sogro - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
3476 - Kelly incestuosa 2 - Categoria: Incesto - Votos: 3
3601 - O Quarentão e a Ninfeta Evangélica - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
3671 - A Vingança de Cátia - Categoria: Incesto - Votos: 2
3816 - Tormento Anbal de uma esposa Religiosa II - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
3915 - Ylena Infiel e o Sequestrador - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3941 - Cintia- compulsão ao incesto - Categoria: Incesto - Votos: 3
3942 - Cíntia Incestuosa - Categoria: Incesto - Votos: 4
3966 - Silvia Sodomizada - final - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3967 - Silvia sodomiza Ana - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3968 - Silvia plenamente sodomizada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3969 - Silvia iniciada analmente II - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
3970 - A sodomização de Silvia - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
3980 - Incesto na véspera do Casamento II - Categoria: Incesto - Votos: 1
4134 - Esposa infiel preparada para a sodomia - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
4162 - A traição de uma Casada Religiosa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
4163 - Traição Anal de uma bem-casada. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
4199 - Tormento Anal da Casada religiosa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
4389 - Sodomizadas por Travestís II - Categoria: Lésbicas - Votos: 2
4390 - Silvia e Ana sodomizadas - Categoria: Lésbicas - Votos: 2
4506 - Ninfeta religiosa raptada e sodomizada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
4534 - Infidelidade de uma ex-Miss - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
4556 - DP anal da Ninfetinha religiosa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
4626 - O prêmio do resgate da ninfeta sodomizada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
4739 - Infidelidade de uma Miss incestuosa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
4743 - Infidelidade consentida - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
4749 - A ex-Miss e o Surinamês - Categoria: Interrraciais - Votos: 3
4750 - A ex-Miss Incestuosa e enrabada - Categoria: Incesto - Votos: 2
4752 - A Ninfeta mulata sodomizada pelo quarentão - Categoria: Interrraciais - Votos: 1
4877 - Incesto no funeral - Categoria: Incesto - Votos: 3
5070 - Meu sogro foi o 1° a me enrabar! - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 2
5071 - A 1ª Orgia da Evangélica - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
5072 - Meu tio me iniciou nos prazeres anais - Categoria: Incesto - Votos: 4
5073 - Entrando na igreja com o cusinho ardido - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
5187 - Incesto no Funeral - Categoria: Incesto - Votos: 1
5483 - Meu tio é também meu sogro e amante! - Categoria: Incesto - Votos: 1
5582 - A infidelidade da executiva com o estagiário negro - Categoria: Interrraciais - Votos: 2
5637 - Meu pai me corneava! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
5698 - Minha esposa me traia com meu pai!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 1
6363 - A vingança de Ylena - Categoria: Traição/Corno - Votos: 2
7079 - A esposinha chantageada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico rela371198

Nome do conto:
Fui infiel e enrabada pela 1ª vez!

Codigo do conto:
5069

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
18/06/2005

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0