Minha pobre menina foi arrombada.



Já há cerca de um ano eu e minha namoradinha nos envolvemos frequentemente em surubas de todo o tipo, mas essa que vou relatar foi muito especial para nós.Minha namorada tem 19 aninhos, 8 a menos que eu.É magricela,baixinha e muito gostosinha a vadia:dois peitinhos miúdos e duros, uma boceta depiladinha e inchada, uma bunda redonda e lisa, um rostinho de anjo.Ninguém que a conheça pode imaginar que ela, com aquela carinha de virgem,seja tão piranha.

Bem, tínhamos sido convidados para um bacanal que fazemos frequentemente na casa de uma amiga, chovia muito e fomos de ônibus, Caroline estava com um vestidinho branco que na chuva tinha ficado transparente e colado, estava muito tesuda naquele dia realmente.Ao chegarmos na casa de Virgínia ela foi logo tirando a roupa e jogando pela sala.Foi até a cozinha catar umas cervejas pro pessoal que já estava entrando no clima.Rolava um filminho da Ana Bela no vídeo pra esquentar os ânimos.

Tocou a campainha, era Marcelo.Minha vagabunda já tinha fodido com ele uma vez, na garagem da casa dele e me dissera que a pica dele era imensa, quase o dobro da minha, que tem 16 cm.Quando ele apareceu na porta, a vadia , que estava sentada no meu colo,nua em pelo, sussurou em meu ouvido.Hoje você vai ver em ser arrombada seu corno.Não tive nem um pingo de raiva, mas de tesão e nervosismo:ia ver o amor da minha vida enfrentando um caralho de verdade.Já tinha feito várias orgias com ela, mas sempre os caras que a fodiam eram médios dotados, como eu.

A putaria não demorou a rolar:propus um jogo:éramos seis casais, faríamos uma rodada de sueca entre os meninas:três partidas de duas jogadoras.As três ganhadoras.As meninas que ganhassem teriam dois homens a sua disposição exclusiva para um ménage, as perdedoras ficariam trancadas no quarto, se satisfazendo mutuamente.Sempre fazíamos brincadeiras assim e eu não sabia que estava cavando meu próprio túmulo.Carol tinha disputado uma partida com Luana, uma vadia magra e alta, muito bonita e foguenta.Eu estava a fim de foder com a Luana de novo.Tinha boas lembranças do boquete que ela tinha me pago algumas semanas antes, e daquela boceta quente.

Mas quem ganhou foi a minha puta, pelas regras as três vencedoras disputariam um zerinho ou um seguido de um par ou impar para saber quem ficava com quem:Vanessa,uma negra deliciosa, cusão fenomenal,seios fartos...escolheu a mim e ao Fernando.Mas a puta da Caroline escolheu o Marcelo e o Vinícius...o Vinícius não era tão jegue mas também tinha uma pica maior que a minha.

Comecei a lamber o corpo tesudo da doce Vanessa,mas não conseguia despistar o nervosismo por saber que ia ver a minha namoradinha sendo arrombada.Não estava conseguindo me controlar:o tesão subia cada vez mais e eu chupava a boceta da Vanessa com que chupa uma manga.Sorvia esfomeado o suco daquela xota.Fernando sentou no sofá e mandou a negra sentar da sua pica, foi neste momento, em que Vanessa aconchegava a piróca do negro em seu rabo, que eu vi o filho da puta do Marcelo arriar a bermuda e fazer brotar um caralho imenso.Caroline era a face do prazer, abocanhou a cabeça daquela jeba enquanto sua boceta experimentava o caralho do outro amigo pra preparar o caminha.

Eu continuava chupando a vagina da negra deliciosa e tocava uma punheta pra relaxar o tesão.Resolvi fazer uma DP e consegui, por alguns instantes,esquecer minha namoradinha abandonada ao seu cavalo.Fodia com força a boceta de Vanessa, me saco batia no saco de Fernando e a menina hurrava.Foi quando comecei a ouvir os berros atrás de mim, no tapete Carol estava acocorada,tentando fazer o vergalhão de Marcelo subir à sua gruta.Madei que carol ficassea de quatro.Botei- a numa posição que permitia que eu fodesse seu cú assistindo minha princesa sendo arrombada, não demorou até que toda a pica descomunal do monstro fodedor estivesse na xota de minha menininha, eu fodia o cú da preta com fortes estocadas que a faziam urrar, do quarto onde estavam Luana, Márcia e Cristielen vinham gemidos apertados de menininhas.

Carol me dizia putarias:olha seu filho da puta, isso que são machos, olha que dois pirus gostosos na minha boceta e na minha boquinha olha.Eu chorava de tesão enquanto Vanessa e Ferando hurravam.Quando ia gozar tirei a pica do cu de Vanessa, me livrei da camisinha e fui a te meu amor, ela sorveiu todo o restinho de porra quente e anunciou o gozo junto com seu cavalo de raça.Mamou a benga do pobre coitado também,até ficar limpa.

Isso foi só o começo.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


6631 - Meu primeiro bacanal - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 1
6672 - Meu namorado me mandou fud com meu padrasto - Categoria: Heterosexual - Votos: 1

Ficha Do conto

rela148102

Nome do conto:
Minha pobre menina foi arrombada.

Codigo do conto:
6662

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
26/12/2005

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0