Que Casada Tesuda na Praia (exibida)



Foi na praia Grande Litoral paulista, eu fui com minha mulher e duas filhas ainda meninas e meu cunhadinho de 11 anos, eu na época tinha 32. Estava um sol gostoso como eu estava na frente logo procurei um local onde vi que próximo ligeiramente na frente uma mulher muito tesuda num micro bikine deitadinha de bruços tomando sol, numa cadeira de praia ao lado um coroa de bigode com um copo de caipirinha na mão. Era o acompanhante dela logo vi os anéis nos dedos, mas ela tava tão tesuda e eu t tenho anel no dedo, então....
Coloquei as coisas no chão armei o guarda sol coloquei as cadeiras a esteira, começamos a brincar fomos pra água mas sempre tinha que ficar alguém olhando as coisas, não fiz questão de ser o primeiro só pra não chamar suspeitas, mas estava tesudo pra ficra admirando aquele mulher tão tesuda. Depois de um tempo na água falei para a Carla (minha esposa) vou sentar um pouco pode ficar brincando não se preocupe...
Fui para o guarda sol sentei, nossa que espetáculo de mulher uma tanguinha minúscula azulzinha enfiadinha no meio das polpas os pelinhos loirinhos das pernas e na barriguinha em volta do umbigo, a parte de cima mal tapava os mamilos de um par de seios médios pontudinhos, nossa sentei observando com gula percebi que todos os caras por perto estavam comendo a tesuda com os olhos, meu pau foi endurecendo ate começar a latejar e como ela estava deitada logo a minha frente a uns 2 metros de distância não deu outra logo de cara ela e percebeu o volume latejando na sunga e eu ajeitando, a putinha em vez de fazer cara de brava ou se virar sentou coma planta dos pés apoiados no chão e joelhos dobrados de tal forma que dava pra ver o tecidinho minúsculo da tanguinha só cobrindo a racha da buceta gulosa e sumindo no meio do rego bem de frente e imagina não estava depilada aparecia o tufo de pelos querendo sair fora, humm que delicia de visão. O maridinho continuava sentado de costas pra mim olhando o mar. Comecei meio sem querer alisar a rolona, ajeitando as vezes, fui ficando descarado comecei a punhetar devagar por cima da sunga, a vadia começou a abrir e fechar as pernas ajeitava o paninho e a cada ajeitada eu via parte dos pentelhos, ela tb ajeitava a tirinha nos mamilos que queriam saltar fora, eu olhava em volta com receio de alguém perceber a safadeza, mas os caras estavam e de pau duro tb e um casalzinho não via nada outra família brincava despercebida... A coisa foi ficando tão tesuda que eu peguei uma toalha coloquei por cima das pernas, enfei a mão por baixo comecei tirando so a cabeçona e alisando melando pra ela perceber a grossura, a putinha as vezes passava a Mao por cima da xota empurrandoo tecido pro meio dos grande slabiso e não parava de olhar com cara de vadia, fiquei tão tesudo que tirei o pau e o saco pra fora pelo lado da sunga e arregacei bem descarado olhando a bucetona que ela escancarou abrindo bem as pernas, ela ficou corada mas não tirou os olhos. Eu cuspi na mão e melei a cabeçona olhando pra ela, vcs nem sabem ela abraçou as pernas passando as mãos por baixo das coxas e enfiou os dedos por dentro do tecido da calcinha e abriu os grandes lábios arreganhando bem, dava pra perceber ela abrindo mas o tecidinho da tanguinha tapava fique tarado comecei a punhetar e parar punhetar e parar, a vadia tirou as mãos e fez igual eu tinha feito pegou uma toalha e colocou por cima das coxas em seguida puxou a tanguinha enfiando no meio da buceta deixou toda atola no meio dos grandes lábios os pelos aparecendo e colocou os cotovelos na areia e ficou olhando eu mexer no pau duro grosso eu comecei a punhetar forte nossa estava pra esporrar na areia quando vem meu cunhadinho.. Oi Tio!! Parei a punheta guardei a rolona ela sorriu, mas não tirou a tanguinha do meio da buceta contiuou do mesmo jeito só fechou um pouquinho as pernas, falei alguma coisa pra ele como se tinha cansado de brincar ele disse que sim, eu super tarado falei um pouco alto pra ela ouvir, vai chamar sua tia que estou precisando terminar um coisa e vou me molhar tb, ele saiu correndo eu mais que depressa puxei a rola pra fora e comecei uma punheta rápida olhando ela abrir totalmente as pernas arreganhando bem mesmo sabendo que logo acabaria nossa brincadeira.. ela enfiou uma mão por baixo da toalha apertando por cima do bikine a bucetona e mordendo os lábios foi o que precisei pra dar uma esporrada tremenda na areia, melando minha mão...sem limpar a cabeça da rola guardei ainda saindo porra na sunga ela olhando fixamente fascinada, eu cobri a porra do chão com a própria areia e peguei uma garrafa de água molhei a sunga como pra refrescar, dei um sorriso pra ela nisso chegou a Carla, chegou sorrindo sentou do lado (por sinal estava muito gostosa tb), falei que tinha que ir me molhar levantei e fui pra água quando comecei a me molhar que surpresa a safada vem chegando devagar e fica pertinho... bom ai depois conto o que houve.

Procuro casais e mulheres que gostem de fantasias com muitos detalhes.

Foto 1 do Conto erotico: Que Casada Tesuda na Praia (exibida)

Foto 2 do Conto erotico: Que Casada Tesuda na Praia (exibida)

Foto 3 do Conto erotico: Que Casada Tesuda na Praia (exibida)


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


joanatuga Comentou em 23/04/2010

Obrigada pela excitação que teve... e muito obrigada aos elogios feitos ao meu corpinho ... acha que me comem com os olhos em todo o lugar que vou? Não sei, mas por vezes, fantasio em deixar os homens de pau duro.. tal como ela deixou voce no conto. Eu tomo banho de sol na praia normalmente, em cascais aqui em lisboa




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


9031 - Encoxada a iniciação - Categoria: Fetiches - Votos: 10
9037 - A noiva de Meu amigo Submisso - Categoria: Fantasias - Votos: 15
9059 - Safadeza No Parque para Morena e Coroa - Categoria: Exibicionismo - Votos: 11
9065 - Encoxando casada com marido na lotação. - Categoria: Fetiches - Votos: 13
9124 - Marido Bebado Mulher Safada - Categoria: Fantasias - Votos: 20
9369 - Abusei Mesmo da Vagabunda da Esposa do Silva - Categoria: Fantasias - Votos: 6
9412 - A Aprendiz - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 4
9806 - Eu e Minha Irmã (dois safados) I - Categoria: Incesto - Votos: 14
9984 - Eu e Minha Irmã (dois safados) II - Categoria: Incesto - Votos: 15
10108 - Safadezas no Parque do Ibirapuera Exibicionista - Categoria: Fantasias - Votos: 9

Ficha Do conto

Foto Perfil sérgio fernando sérgio fernando

Nome do conto:
Que Casada Tesuda na Praia (exibida)

Codigo do conto:
9229

Categoria:
Masturbação

Data da Publicação:
23/03/2010

Quant.de Votos:
14

Quant.de Fotos:
3