minha infancia pervertida



Eu tinha ?? anos quando flaguei minha primeira cena de sexo na vida,e foi de minha propria mae sendo currada pelo meu primo de 17 anos.Minha mae era uma balzaca muito bonita,alta,de olhos verdes,cabelos pretos curtos,seios enormes e uma bunda redondinha e arrebitada que parava o transito.Depois que ela ficou viuva de meu pai mimha mae teve poucos e discretos namoros,eu nunca vi nem mesmo um beijo mais ousado dela.Em compensaçao minha casa era o ponto de encontro dos meus primos mais velhos com quem minha mae sempre se deu muito bem,era um entra e sai de gente final de semana toda.Um desses primos era o Gustavo que todos chamavam de Guto,era pra ele que minha mae sempre reservou mais atençao,e chamava pra fazer serviços domesticos mais pesados e consertar algo que quebrava.Ela sempre dizia que ele era seu marido de alguel,depois de um tempo eu fui descobrir o verdadeiro significado disso.Certo dia eu fui dispensado do colegio mais cedo e voltei pra casa sem avisar ninguem.Ao chegar em casa ouvi vozes que vinham do quarto de minha mae,ao chegar no corredor porem ouvi um gemido que me fez parar.Foi o gemido senha,que me revelou a puta que vivia dentro de minha casa e eu nao sabia.Curioso eu sai de dentro de casa e dei a volta indo pra janela do quarto de mamae e expiei dentro pela cortina que tava entreaberta,o que vi me deixou paralisado,minha mae toda nua era currada na boceta pelo meu primo que se acabava de tanto meter naquela boceta suculenta e peluda-VAI FILHO DA PUTA COME SUA TITIA,VAIII!!!ENFIA ESSE PAU GODTOSO EM MIM!!!Minha mae gemia e suspirava enquanto o cacete de meu primo entrava e saia na sua buça.De onde eu tava da pra ver a cena nitidamente,as marcas de mordidas e chupoes nos peitos de mamae,o grelo saltando no meio dos pentelhos negros e espessos pela foda que tava levando.Eu fiquei sem saber o que fazer,se interrompia ou saia sem eles me verem.Nao fiz nem uma coisa nem outra,fiquei olhando minha mae sendo comida por um moleque que podia ser seu filho e me exitando muito com aquilo.Dentro do quarto meu primo tirava o pau de dentro de mamae e dava pra ela chupar antes de colcar ela de quatro e começar a comer o cu dela.Foi ai que eu pude ver que realmente ela era uma arrombada,pois o seu cu era um enorme buraco vermelho sem nenhum vestigio de pregas.Mamae so suspirou quando o pau do meu primo entrava em seu rabo,mostrando que ja tava bem acostumada a levar cu.-VAI GUTO ARREGAÇA O CUZINHO DA TITIA VAI!!!!!-CHULAPT!CHULAPT!Meu primo começou a dar tapas na bunda de mamae que nao aguentou e arqueou o corpo pra traz gemendo e gozando muito no pau de meu primo.-VOU GOZAR !!!!!Meu primo anunciou antes de inundar o cu de mamae de porra,era muita porra mesmo,escorria pela coxas de mamae e descia pelos pelos da boceta ate sujar o lençol.Guto ainda deu o pau pra ela chupar o que ela fez limpando toda a porra que ainda tava no cacete dele.
                                

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


9501 - minha infancia pervertida II - Categoria: Incesto - Votos: 6

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico carioca joven

Nome do conto:
minha infancia pervertida

Codigo do conto:
9283

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
04/04/2010

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
0