Duas rolas e uma bucetinha



Certa noite sai para dançar e conheci um cara bem interessante... Na época eu tinha 18 anos e ele 28. Logo que fomos para o sofazinho do andar de cima, sem cerimônia cai de boca na pica dele enquanto levava umas dedadas gostosas na buceta. Aquele noite eu estava a fim de foder bastante e meu desejo foi realizado. Como ali não dava para fazer nada ele convidou-me para ir até a casa dele. Sai de lá sem avisar minhas amigas e fui com a xoxotinha latejando de tesão. A casa dele era pertinho e ele morava em um quartinho nos fundos de uma casa. O quarto era simples com um banheiro, cama e um sofá. Lá conheci o irmão dele mais novo que tinha 22 anos. Sentamos no sofá eu no meio dos dois comecei a beijar um e pegar na pica do outro tirei minha blusinha e deixei que os dois mamassem em meus peitinhos durinhos com o biquinho rosadinho, minha xota que já estava molhadinha já começava a incomoda-me pois estava inchada querendo rola. Eles tiraram a roupa e eu tb fiquei peladinha, desesperada sentei na pica de um e abocanhei a pica do outro. Fiquei então cavalgando no mais velho enquanto ele chupava meus peitinhos e eu mamava no cacete do mais novo. Fui assim até gozar gostoso na pica dele e assim que gozei levei um jato de porra em minha carinha tentei tomar o máximo possível mas foi difícil e mal recuperei-me da porra na cara o que estava em baixo gozou tb.
Tomei um banho rapidinho para levar pica novamente e quando cheguei lá os dois já estavam com o cacete duro só esperando minha bucetinha. Pedi para eles levantarem deitei com a bundinha para cima o mais novo veio em cima de mim passando o pau em meu rabinho. Quando a cabeça do pau dele encontrou o buraquinho ele foi tentando enfiar, eu que nunca havia dado o cuzinho fiquei um pouco com medo e dor, mas sem graça de pedir para ele parar, deixei para ver até onde ia... Ele entrava e saia bem devagar no meu rabinho achei muito incomodo e gritei: fode com força! É assim que vc fode? Eu gosto com força seu viado! Fode! Então ele começou a meter com muita força eu por alguns instantes cheguei a me arrepender do que havia dito até a hora que senti que seu pau ia explodir em porra e ela veio quente e grossa no meu rabo, foi uma sensação muito boa...
Enquanto eu estava tomando no cú, o outro estava batendo uma punheta e logo após Quis me foder tb, pedi um tempo para recompor-me. Descansei um pouco e deitei-me de lado não demorou muito para o mais velho vir atrás, disse que queria meu cú tb, eu não podia negar, pois dei para um e o outro ia ficar sem? Não respondi, ele entendeu e começou a enfiar a pica. O outro ajoelhou-se no chão e começou a procurar minha bucetinha com aquela pica cabeçuda a única coisa que pude fazer era abrir minha pernas para ele entrar. Ele enfiava e chupava meus peitinhos, de vez em quando eu pegava no pau de um e do outro para ver o quanto eles estavam me rasgando... Gozei e levei muita porra. Fui embora de lá totalmente arregaçada, andando com as pernas abertas mesmo!
Depois de uns seis meses voltei a encontrar o cara mais novo e recebi um convite que não pude recusar...





                                

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


845 - Quando o cobrador me fodeu - Categoria: Fantasias - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico rela326167

Nome do conto:
Duas rolas e uma bucetinha

Codigo do conto:
961

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
21/02/2003

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
0