PERDI MEU CABAÇO NO ESTUPRO



Meu nome é ana, tenho 18 anos, sou loira, tenho olhos azuis, seios fartos e uma bundinha empinada, que chama atenção.Isto aconteceu comigo há dois anos e meio.
Estava eu e minha amiga, indo pro trabalho, num ponto de ônibus.De repente, parou um carro prata em frente da gente e um cara que estava dentro disse: - Ei, gata, quer uma carona? Logo, me afastei, mas ele saiu do carro e me puxou pra dentro, saindo voado.
Começei a fazer o maior escândalo,e um dos caras de dentro do carro apontou uma arma pra minha cabeça e me mandou ficar quieta, senão levava um tiro.Depois de um tempo, chegamos a um condomínio bem grande.Entramos nua casa branca, me vendaram e me amarraram, ainda dentro da garagem.Subimos uma escada e me prenderam com braços e pernas bem abertas.Disseram:Gostosa, agora você é uma escrava, uma puta.Rasgaram minha roupa, e abriram meu bumbum, expondo meu cuzinho virgem.Passaram vaselina e começaram a tentar penetrar alguma coisa, que por sinal era bem grossa.Eu tentava gritar de dor, mas a mordaça não deixava.Meu cu ardia muito, e eu quase chorava de dor.
Quando conseguiram enfiar tudo no meu cuzinho, deixaram aquele treco lá dentro, e foram pros meus peitos.Disseram um pro outro:Biquinhos duros...o que você acha? E prenderam os meus biquinhos com alguma coisa, que mais parecia um prendedor de roupa.Começaram a mexer nos meus peitos, dando tapinhas.Depois foram pra minha bucetinha virgem.Tentei fazer com que saíssem, mas apontaram uma arma na minha cabeça e me mandaram calara a boca, senão eu ia levar um tiro na buceta e no cu.
Começaram a mexer no meu cabaço, dando leves pressões nele.pegaram uma pica de plástico, e enfiaram sem dó.Dei um berro, ou pelo menos tentei.Já estava a ponto de chorar.Mas o que estava no meu cuzinho começou a se mexer, a enfiar mais ainda.Entrava e saía.Cheguei a conclusão que era uma maquina com uma pica grande.E também foderam sem dó a minha bucetinha apertada.
Trocaram por uma pica maior a pica pequena da minha bucetinha.E foi indo cada vez mais rápido, e dando puxões nos meus biquinhos dos peitos,e colocaram um vibrador no meu clitoris.Gozei loucamente.
Tiraram o pênis de plástico da minha buceta e colocaram outro, que parecia ser de verdade.Fodeu bastante, até gozar na minha bucetinha.
Eu sentia a porra quente escorrendo da minha buceta, e alguém fez um buraco no pano que cobria minha boca.Colocaram outro pênis na minha bucetinha, e dessa vez não gozaram nela, gozaram na minha boca, elo buraco do pano.Apontaram arma e me disseram pra engolir.Engoli, tiraram a coisa do meu cuzinho, que estava arrombado.Tiraram minha venda assim que me jogaram no meio da rua, pelada, com uma laca escrita: FODA-ME DE GRAÇA.
Um cara de 20 anos me achou e me levou pra casa dele.
Mas isso fica pro próximo capítulo, tchau!

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook



Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


9615 - Abusada pelo meu padastro - Categoria: Incesto - Votos: 8
9618 - Por causa da Zoofilia eu virei escrava - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 12
9619 - Torturada pelo irmão - Categoria: Incesto - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil anainha17
anainha17

Nome do conto:
PERDI MEU CABAÇO NO ESTUPRO

Codigo do conto:
9616

Categoria:
Sadomasoquismo

Data da Publicação:
18/05/2010

Quant.de Votos:
10

Quant.de Fotos:
0