Na rede com meu Tio ai ai...



O que vou contar aconteceu no final de 2006, eu estava de férias. Eu e meus pais havíamos viajado para Mato Grosso do Sul passar uns dias na chácara de tio Pedro, irmão de meu pai.

Nesta época eu já era meio sapequinha e meu Tio, nossa! Era um safado!

Desde o primeiro dia que cheguei meu tio sempre dava um jeito de brincar comigo me abraçando e tal, homem é tudo igual mesmo, sempre as mesmas técnicas para tirar uma casquinha das meninas. Mas enfim, mesmo assim eu gostava, sempre sentia o pau duro dele roçando em mim, ficava excitada.

De noite várias vezes eu escutava os gemidos de sua esposa, que eu chamo de tia Ana, sempre no meio da noite, aquilo me deixava com um tesão danado e sempre acabava me tocando enquanto ouvia os dois transando.

Num Domingo depois de um belo almoço minha mãe e tia Ana passeavam pela horta da chácara. Eu assistia TV na sala com meu pai que logo pegou no sono deitado no sofá; desliguei a TV e saí para o quintal.

Lembro que eu estava com um shortinho jeans e uma blusinha de alcinha estampada com florzinhas, olhei aos arredores procurando meu tio que sumiu depois do almoço, mas não encontrei, fui até a rede pra ver se estava deitado lá, mas não o achei.

Então desistindo de procurá-lo tirei meu tênis e deitei-me na rede. Estava um dia muito lindo! Sol, um vento gostoso foi que após alguns minutos curtindo aquela brisa sozinha, ouço passos chegando por trás de mim e quando chegou até mim vi que era meu tio, com aquele sorriso safado e perguntando se poderia deitar-se ali comigo, respondi que sim e que estava procurando-o.

Tio Pedro deitou-se comigo na rede (ô redinha forte aquela rs ...). Se encaixou atrás de mim, me encoxando, logo senti aquela rola dura me cutucando e logo começaram aquelas velhas conhecidas brincadeirinhas de fazer cócegas. Inclusive morro de sentir cócegas.

As mãos de Tio Pedro eram bem safadas e percorriam todo meu corpo, eu me virei de frente pra ele ficamos nos olhando por uns segundos, e então rolou um beijo, bem safado, línguas se entrelaçando e sua mão agora apertava meu peitinho.

Tio Pedro abaixou as alcinhas de minha blusinha e então começou a chupar meus peitos, que delícia! Como é safado, enfiei a mão dentro da bermuda de meu tio e segurei sua rola, e minha nossa, que piroca! Ele então tirou minha blusinha e nos beijávamos muito, estava muito gostoso.

Ele abriu o botão e o zíper do meu shortinho, senti sua mão invadir minha calcinha e tocar minha xaninha, molhada. Nunca me sentia tão excitada como aquele dia, ele então segurando minha bermuda e minha calcinha foi a abaixando e eu ajudei ele e então fiquei peladinha.

Meu tio me chamava de putinha, safada entre outras coisas e eu adorava, ajudei ele a baixar sua bermuda e cueca e aquele pirocão pulou pra fora, como era grande, nunca tinha visto um daquele, me deu até um frio na barriga.

Eu abri minhas pernas e meu tio ficou sob mim roçando aquele pirocão na minha xaninha, no meu grelinho (uhmmm) e chupando meu peitinhos. Foi então que levamos um susto, a rede cedeu e nos fez cair no chão, ficamos nos olhando e rindo por instantes, espiamos pra ver se tinha alguém por ali e então meu tio meteu sem dó aquela rola na minha xaninha, me fez ver estrelas no céu.

Ele estocava forte, me fazia gemer como uma putinha, nos beijávamos o tempo todo, sentia sua mão percorrer minha bunda apertando-a e logo senti um dedo safado invadir meu cuzinho. Que tesão!

As estocadas de meu tio ficaram mais intensas e o filha da mãe me fez gozar nesta hora e instantes depois senti o peso de seu corpo desfalecer sob o meu e minha xaninha ficar inundada com sua porra! Que delícia!

Curtimos aquele momento por uns minutos, depois ele segurou meu rosto e me beijou , depois mandou eu me ajeitar porque minha mãe e minha tia estavam para voltar. Me arrumei, mas ainda trocamos alguns beijos e não resisti e chupei sua rola fazendo o gozar novamente, mas agora na minha boquinha. Depois saí, voltando pra dentro de casa.

Bom, algumas coisas aconteceram nestes dias que passamos por lá, meu tio continuou me comendo e até meu cuzinho ele comeu, mas ele não foi o único, tinha dois peões lá, uhmmm que delícia, lindos, gostosos e safados! Mas enfim, outro dia eu conto … Beijos, espero que tenham gostado, não se esqueçam de comentar!


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario sou mas eu

sou mas eu Comentou em 28/05/2010

BACANA ESSE CONTO ADOREI .. PRINCIPALMENTE NA HORA EM QUE ELE METEU EM VC COM FORÇA !!ISSO É MUITO BOM***




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


9694 - O Velho Tarado da Lotação - Categoria: Coroas - Votos: 19
9695 - Meu Irmão me Comeu! - Categoria: Incesto - Votos: 7
9936 - O Diretor me pegou roubando a prova, aí ele ... - Categoria: Fetiches - Votos: 3
9937 - O pai da minha amiga me comeu! - Categoria: Fetiches - Votos: 6

Ficha do conto

Foto Perfil styphany
styphany

Nome do conto:
Na rede com meu Tio ai ai...

Codigo do conto:
9708

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
28/05/2010

Quant.de Votos:
12

Quant.de Fotos:
0