Peri minha esposa no jogo de cartas



   Sou casado 29 anos minha esposa tem 27 anos morena de praia pernas grossas bunda redondinha seios pequenos aquela marquinha de fio dental que me deixa louco cabelos longos lisos tipo india um rosto angelical vamos ao que interesa no sabado depois do trabalho sempre jogo cartas eu amigos depois do jogo ja estava anoitecendo ficou somente eu pedro amigo de trabalho um cara gente boa amigo de longa data nos conhecemos desde garoto ja estavamos altos da bebida eu covidei vamos termina esse jogo la em casa que o meu dinheiro aqui ja acabou ele disse ta legal quando chegamos minha esposa tava na sala me esperando vestida com camisa tomara que caia e uma saia tipo colegial ela so usa calinhas pequenad que eu sei que ela usa quando estar muito tarada porque voçê não me aviso que ia trazer visita amor eo pedro lenbra ela respondeu voçê foi em nosso casamento ele disse isso mesmo tudo bem amor dessa ves passar ta começamos jogar pedro elogiou por amigo sua esposa ficou mais bonita depois do casamento eu disse a e tarada tambem logo ela trouxe vinho e uns petiscos e ficamos os três na sala eu comecei a perde ate fica sem grana ja estavamos altos minha esposa disse voçê e louco perdeu esse dinheiro todo so faltou aposta eu no mesmo momento falei topa pedro ele respondeu na hora ela olhou para mim e disse ta brincando ai disse não vamos fazer nada demais se eu ganha o dinheiro fica para voçê se eu perde voçê so senta no colo dele por uns 5 minutos a aposta vai se 50 reais pedro respondeu eu topo minha esposa olhou bem para mim e disse ver se ganha dessa ves a primeira ea segunda ganhei mais na terçeira pedi ela foi na direçâo dele se virou e sentou no seu colo ai amor essa calça dele ta machucando o ziper e o botâo pedro espera um pouco ele baixou a calça pois estava vestido um short saba cançâo seu pau estava mole mais fugia do short ele puxava para dentro nesse momento eu lembrei que ele era o dotado da turma na epoca nem um das meninas queria dar para ele o apelido dele na época era de cavalo ela voltou a senta no colo dele a saia cobria tudo ele disse ela pode rebola rebola amor ela rebolava eu tomando o vinho quando acabou o tempo ela levantou o pau dele havia pulado para fora do short eu e minha mulher ficamos olhado minha mulher falou que negocio e esse se eu não tivesse de calcinha estaria arrobada eu pergutei pedro qual o tamanho disso ele respondeu 24 cm por 8 de grossura eu pensei por o meu e 16 cm e fino ja na loucura do habiente puxei me esposa para meu colo ela sentou no meu colo eu estava de bermuda de futel sem cueca ja tava de pau duro fastei a cacinha de lado e locoquei ate o saco tava toda melada entrou facil perdi outra ele disse essa eu fico sem short pois ta machucando eu no clima vai minha esposa disse eu ainda to de calcinha ela java pra la de bagda ele estava com o pau durissimo ela se posicionou e sentou olho para ela fazendo careta e sentado na altura do inbigo dele e começou a desse eu disse rebola amor vai ela disse aiiiiiiiiiiii eu fui em direçâo dela levantei a saia ela estava intalada no pau dele metade dentro amor vou levanta pedro segurou na cintura dela e disse ja passou os 5 minutos ainda não falta 4 minutos ele aposta e aposta ela disse tambom amor eu fico parada ela se apoiava com as mâos nas coxas dele faltava dois minutos ela não aguetou e escorregou tudo aiiiiiiiiiiiii amor ta batendo no meu utero foi uma mistura de cilme e prazer em ver outro homem comendo ela ela caiu de costas sobre o corpo dele ele levantou as pernas dela eu vir o saco dele somente isso derrepente ele começa a berra aiiiiiii apertado as coxas dela ela gemia aiiiiiiiii quando ela saiu de cima dele começou a escorre um litro de porra da buceta dela ele disse foi mal amigo eu não aguetei ela e muito apertada eu disse agora ja era fazer oque ela foi direto para o banheiro logo voltou pedro foi ao banheiro vamos continua o jogo se ela fazer eu gozar peco tudo eu disse minha mulher então vamos isso no prazor de meia hora ela chupou por 5 minutos nada cavalgou por 10 minutos nada ela olhou pra mim e disse amor agora vai ela pegou um lubrificante com as duas mâos passou sobre o pau dele o pau brilhava encaixou na budinha e começou a desce pedro começou a gozar essa foi uma loucura isso acoteceu semana passada nosso primeiro menager.\par
       \par

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Twitter Facebook

Comentários


foto perfil usuario sylfefa

sylfefa Comentou em 01/06/2010

dificil de ser lida

foto perfil usuario escopiao

escopiao Comentou em 30/05/2010

Ai cara adorei teu conto uma mulher assim que eu queria ter com esposa.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


9317 - Troca de casal entre pai e filho por egano - Categoria: Incesto - Votos: 6
9547 - Iniciei minha esposa no menager e swing . - Categoria: Fantasias - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico maximus31

Nome do conto:
Peri minha esposa no jogo de cartas

Codigo do conto:
9726

Categoria:
Grupal e Orgias

Data da Publicação:
29/05/2010

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0