Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Entrar em contato   Bate Papo
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Curraram sem dó minha mae e minha irma-COMPLETO!!


Capítulo 01 – O primo pivete faz festa com a mãe – by carioca

        Meu nome é Pedro, tenho 18 anos, acabei de entrar na faculdade e vou começar a contar a história de como descobri que minha mãe era uma vadia. O nome dela é Evelyn, é uma morena maravilhosa, 32 anos (me teve com apenas 14), corpinho malhado, seios durinhos, bunda grande e redonda, pele branquinha, cabelos cacheados até o ombro, 1,65m, 50kgs. Minha mãe sempre foi um problema com meus amigos, que vinham até a minha casa e ficavam babando no seu corpo ou que faziam academia no mesmo lugar e ficavam depois comentando sobre o bucetao dela fazendo volume na calça de ginástica. Eu mesmo tinha o maior tesão em minha mãe, mas morria de culpa. Meu pai tem 55 anos e devido ao seu trabalho vive viajando e não pode cuidar das necessidades de minha mãe.
        Tudo começou quando estava voltando para casa. Minha mae ainda não conhece meus horários novos da faculdade e acho que foi por isso que a flagrei. Estava entrando em casa quando ouvi gemidos fortes vindo de dentro. Era minha mãe. Meu pai estava viajando e por isso percebi que ela estava transando com outro. – OHHHHHHHHH......AHHHHHHH.... ENFIA ESSE PAU GOSTOSO EM MIM, ENFIA!!!   - minha mãe gritava feito uma puta, gemendo e soluçando com o macho que a comia. – AI, AI, AI, AI......PORRA, VOCE ESTA CADA VEZ MELHOR!! AHHHHHH.. OHHHHH.... COME, COME, COME, COME SUA VADIA, COME!!!! SLAPT!!!!! SLAPT!!!!!!!! - ouvia sons de tapas!!! Ela estava apanhando!!!! – AAIIIII, ME BATE GOSTOSO!!!!
        De pau duro, e puto da vida, entrei em casa sem fazer barulho. Ouvia s gemidos, o soluços, a cama fazendo barulho batendo contra a parede. Juro que dava pra ouvir o barulho do pau na buceta molhada de mamãe. Quem era o filho da puta sortudo que comia aquele monumento? Me aproximei da porta que estava entreaberta e meu coração disparou!!! Era meu primo Carlos!!!!!! O filho da puta tinha 18 anos, tinha a mesma altura que minha mãe que rebolava debaixo do corpo do moleque que enfiava sem dó a jeba na xana da vagabunda de minha mãe. – PORRA TIA, QUE BUCETA GOSTOSA!!!! VOU TE COMER INTEIRA!!!!! TOMA CACHORRA!!! TOMA!!!! APANHA!!! – Carlos então deu uma bofetada na cara de mamãe – AHHHHHHHH!!!!! GOSTOSO!!!! MOLEQUE PINTUDO E GOSTOSO!!!! - minha estava gostando da foda rápida e violenta que Carlos estava lhe proporcionando. – COME A TITIA, COME!!!! COME!!! ENFIA ESSE PAU GOSTOSO E GOZA TUDO AI DENTRO!!! GOZA!!!!!QUERO SENTIR SEU LEITE!!!
        Estava com o pau duro na calça vendo aquilo. Não conseguia me mexer e acabar com aquela putaria. O corpo suado dos dois exalava cheiro de sexo, a cama se estourava contra a parede, minha mãe berrava a cada bombada daquele moleque cretino na sua buceta.MEU PRIMO DE 18 ANOS ESTAVA COMENDO MINHA MAE E QUASE FAZENDO-A GOZAR!!!!! ELE IA GOZAR NA BUCETA DELA!!!! ESTAVA APERTANDO SUA BUNDA, MORDENDO SEUS SEIOS, GEMENDO EM SEU OUVIDO, BATENDO NAQUELE ROSTINHO LINDO!!!! FILHO DA PUTA!!! COMO ELA ESTAVA TRANSANDO COM UM MOLEQUE??? Estava com tanta raiva que comecei a chorar...
        BATE EM MIM DE NOVO, BATE!!! SLAPT!!! SLAPT!!!!! AI!!!!! - minha mae gemia a cada tapa, a cada enfiada do pau de Carlos. – VIRA QUE VOU COMER SEU CÚ! - não, aquilo era demais!!!!! Minha mãe ia dar o cu????? Carlos tirou o pau de dentro dela, não era tão grande assim, mas estava todo melado, todo duro de comer aquela buceta. Minha mãe se levantou e deu pra ver que era um bucetao,raspadinha, toda inchada e carnuda. Ficou de quatro na cama e apontou a bunda redonda e gostosa para o moleque, meu primo filho da puta, que estava comendo a própria tia sem dó. E o cachorro era meu amigo, comendo minha mãe!!!!!! Cuspiu no olho do cu dela e enfiou o instrumento. – AAAHHHH!!!!!! OHHHHHHH...... PIVETE COME SUA TIA, COME MEU CÚ!!!!! COME MEU CÚ!!!!!! COME MEU CÚ!!!!!! - minha mãe ficava gritando isso o tempo inteiro enquanto o cretino arrombava suas pregas, com força, como se estivesse comendo uma puta profissional!!! - AIIIIIIIII......OHHHHHHHHHHH!!!! ARROMBA!!! ARROMBA!!!!! TRIIIIIIIIIMMMMMM!!!!!!! - toca o telefone – TRIMMMMMMMMMM!!!! TRIMMMMMMM!!!!   PARA CARLOS, PARA!!!! - minha mãe saiu com dificuldade e alcançou o telefone, toda suada, o pau de Carlos ainda metade enfiado no seu rabo – Oi Pámela!!!! – era minha Tia, irmã de minha mãe e mãe de Carlos – naaaaaoooo, o Carlinhos não esta aqui não. Por que, ele sumiu de novo? – A filha da puta estava mentindo para a pro’pria irmã par continuar levando pau no rabo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Carlos começou a comer o rabo de minha mãe de novo,ela tentou fugir mas ela a agarrou pela cintura e enfiou sem dó. O cretino ria, ela gemia – AHHHHHHHH!!!!! OHHHHHHH......NA-NA-NÃO...NA-NADA...PAMELA..NA-NA-NA...OHHHHHH...É QUE ESTOU ME SENTINDO UM POU-POU-CO-CO....AI...TONTA.....VOU DESLI....AIIIIIII.....HMM...HM...SE ENCONTRAR COM ELE EU AVI-VI—VI-SO.....TÁ...TCHAU.... AHHHHHHHHHHHHH!!!!!!! PORRA!!!!!! ANDA!!!! VIADO, COME SUA TIA!!!!! AI!!!!!!! - Carlos voltou a enfiar sua geba no cu de minha mãe que de repente deu grito, esticou todo o corpor – AHHHHHHHHHHHHHHHH!!!! VOU GOZAR!!!!!!!!!   - Carlos havia feito ela gozar pelo cu!!!!!!!!!! - TOMA MEU LEITE VADIA, TOMA!!!!! - e gozou logo em seguida, enchendo o cu de minha mãe de porra e desmaiando em cima da potranca. Ficaram se beijando...eu morria de raiva, chorava e tinha o pau todo gozado dentro da calça depois que vi aquele moleque enrabar minha mãe....queria entrar la e encher ele de porrada, estapear aquela puta e enfiar me pau ali também. Mas sai de casa sem fazer barulho e fiquei esperando ele sair também. Minutos depois voltei a ouvir minha mãe gemendo, a cama batendo na parede – AIIIIII!!!!!! MOLEQUE GOSTOSO!!!!! AHHHHHH......ISSO!!! ISSO!!!!! COME ASSIM, ME BATE!!!!!!! BATE!!!!!! BATE!!!! AHHHHHH..... OHHHHHHHH..... OH........ HOJE VOCE VAI ME COMER A TARDE INTEIRA!!!! – ouvi isso e fiquei ali, chorando debaixo da janela, morrendo de inveja, ouvindo meu primo de 18 anos currando minha mãe na cama dos meus pais...... no próximo conto continua a historia com minha mãe e uma festinha com meus melhores amigos.



Capitulo 02 – meus melhores amigos arregaçaram minha mãe. – BY CARIOCA

        Meu nome é Pedro, tenho 18 anos e minha mãe 32. Ela é maravilhosa, corpo perfeito, morena dos cabelos cacheados até os ombros, peito e bunda fenomenais. Sempre tive muito tesão por ela mas mantinha isso em mim com muita culpa.Quem leu o conto anterior ficou sabendo como flagrei minha mae dando a buceta e o cu para meu primo de apenas 18 anos. Fiquei a tarde inteira ela gemendo e gritando e gozando na piroca daquele pivete que estourava as pregas do cu de minha mãe sem dó nenhum. Passei os dias seguintes revoltado e sem saber o que fazer: deveria contar tudo para meu pai? Deveria falar para ela que vi tudo? Fiquei quieto. Quem sabe poderia ter sido só uma fraqueza momentânea?
         Dia desses estava voltando mais cedo da faculdade, eram umas nove e meia da manha porque não tive aula. Quando estava entrando em casa, ouço minha mãe soluçando e gemendo muito. – AHHHHHHHH.....OHHHHHH.....GGAAHAAHHHH.... AHHHHHHH.. OHHH....ASSIM, ACABA COMIGO...HMMMMMMMMMM
        Meu sangue ferveu! Meu primo devia estar carcando minha mãe de novo. Puta que pariu aqueles dois! O que ela via em ser enrabada??? – AI,,AI,AI!!!! VCS DOIS VAO ME MATAAAAAAAR!!!!!!! OHHHH, QUE ROLAS!!!
        Não acreditei no que ouvia. Merda!!! Tinha mais um?? Dei a volta na casa e fui para a janela do quarto dela espiar. A cena era impressionte. Fiquei chocado, meu pau endureceu na hora. Mario e Luiz, meus melhores amigos, que conheço desde sempre, estavam fazendo uma dupla penetração em minha mãe. Ambos tinham 19 anos, tinham tentado o vestibular comigo e nenhum dos dois havia passado. Nunca estudavam. Agora sabia porque: seu único estudo era a buceta e o cu da vadia da minha mãe que gritava de forma delirante enquanto as pirocas a invadiam Mario era forte, musculoso, fazia academia com minha mãe; Luiz era mais magro, tipo eu. Minha mãe estava no meio dos dois, que faziam um sanduíche dela, metendo ao mesmo tempo no cu e na xana. Mario por cima dos dois, espremia minha mãe que atochada no caralho de Luiz só gemia e gritava: - OHHHHHHHH...AHHHHHH.. SOCA, SOCA......COME, COME, COME….AI, MEUS MENINOS!!!! QUE PIROCAS GOSTOSAS.... COME A TITIA, COME!!!!!! AI,,AI,AI,AI - Mario metia sem dó no cú de minha mae, que contorcia o rosto em extase! Luiz mordia seu pescoço e enfiava o pau na buceta de minha mãe quando Mario se afastava para bombar dentro dela novamente. – CACHORRA!!!!!!! CACHORRA!!!!!!   TAO BOM DE ARROMBAR!!!!!! QUASE UMA SEMANA QUE NÃO COMEMOS ESSE CORPO GOSTOSO!!!!! - gritava Luiz.
        Fiquei desesperado!!! Quase uma semana??? Há quanto tempo essa putaria já estava acontecendo debaixo do meu nariz??? Meus melhores amigos arregaçavam minha mãe bem diante de meus olhos, estouravam suas pregas, enquanto ela gemia, gritava, a cama fazia barulhos terríveis, parecia que ia quebrar com o peso dos três. – AIIIIIIIIIIII,...MEUS AMORES.......COMAM A MINHA BUCETA, MEU CÚ....ME ABRAM TODA!!!! ME ABRE TODA PORRA!!!!!!! ENCHE MEU CORPO DE PORRA!!!!! ENCHE MEU CORPO DE PIROCA!!!!!! PIROCA GOSTOSA!!!!!! AIIIIIIIIIII - Minha mãe berrava em plenos pulmões... todos os vizinhos já deviam saber por essa hora. Ficava ali vendo os paus entrando e saindo em compasso dos orifícios de minha mãe que começava a chorar e gritar. Ela estava gozando enquando os dois faziam a DP nela!!!! - GOZA PIRANHA, GOZA!!!!!! AHHHHHH O PEDRO NÃO SABE A PUTA QUE TEM EM CASA!!!!!!! TA GOSTANDO DA PIROCA ATOCHADA NO CÚ!!!!!!! - Mario gritava com minha mãe. Como eles tinham coragem de fazer isso comigo????? Gozei muito na minha calça vendo aquilo, chorava de raiva, rangia os dentes vendo eles comerem o que devia ser meu!!!   - NÃO, ELE NÃO SABE!!!! ELE NÃO-NÃO-NÃO-NÃO!!!!! AHHHHHHHHHH !!!!!! - minha mãe gritava, todos riam, eles gemiam enquanto arrebentavam o corpo delicado de minha mãezinha. Então eles saíram de dentro dela, minha mãe ficou desmaiada na cama, a buceta carnuda toda melada.... Mario deitou, fazendo minha mãe chupa-lo, enquanto Luiz foi comer seu orifício anal. O cu de minha esta todo arrombado, dava pra ver o buraco cavado na sua carne. Mario comia a boca de minha mãe como se fosse uma buceta, Luiz era ainda mais selvagem arrebentando seu anus. – OHHHHHHHHHH......HMMMMMMMM...HMMMMMMM.. HMM... AIIIIII... AIIIIII... HMMMMM.... OHHHHHH   - minha mãe só gemia sentindo os caralhos no seu corpo, não conseguia falar pq Maria pegava sua cabeça e enfiava a geba até a goela de minha mãezinha. Ai mãezinha..... – AHHHHHHHH.......HMMMMMMM..HMMMMMM.. HMMMMM !!!!!! AI!!!!! PORRA!!!!!!!!!! - Minha mãe soltou-se de Mario e empinou o corpo - VOU GOZAR DE NOVO, SOCA ESSE PAU NO MEU CÚ, SOCA ESSE PAU NO MEU CÚ!!!!!! SLAAAAAAAAAAAPTTTTTTTT!!!!!!!!!! - Mario de um tapa sonoro na cara de minha mãe – ENGOLE MEU PAU, PIRANHA!! SOLTA NÃO. Minha mãe voltou a chupa-lo, submissa e contente. – HMMMMMMMMMMMMMMM!!!!!! O gozo balançou todo seu corpo. Mario soltou litros de porra na sua boca , dava pra ver tudo escorrendo. Luiz soltou o gozo no cu de mamãe.
        Ficaram ali mais um tempo, depois se vestiram e saíram. Minha mãe os acompanhou até a porta quando deu um beijo na boca de cada um e ainda chupou as pirocas dos dois juntos, fazendo uma chupeta dupla. – HMMMMMMM... QUE PAUS DELICIOSOS......HMMMM.....PAU GOSTOSO....         - eles riam – ISSO TIA EVELYN, ISSO, CHUPA MESMO HAHAHAHAHAHAHAH QUE PUTA! QUANDO O PEDRINHO SAIR DE NOVO A GENTE VOLTA, PIRANHUDA.
        Depois foram embora. Minha mãe voltou para a cama, toda melada e arregaçada e dormiu. Entrei em casa e sentia o cheiro de porra no ar....o lençol todo manchado de gozo....eles deviam ter gozado muito mais do que aquilo que vi...minha mãe tinha o rosto do melado, as orelhas e o cabelo sujos de porra. Deviam estar transando desde a hora que eu sai....fui para meu quarto e bati uma punheta pensando nos meus melhores amigos comendo minha mãe. O que eu devia fazer?


Capítulo 03 – Escutando minha mãe e meu primo novamente pela porta do quarto

        Depois disso fiquei vigiando minha mãe de perto, mas nada aconteceu por uns dias. Meu primo me ligou algumas vezes, mas eu nunca o atendia, sempre inventava alguma coisa. Mas percebia que minha mãe ficava conversando com ele durante muito tempo. Meu pai, de 55 anos, não tinha pique para acompanhar minha mãe e ficava me perguntando se ele sabia de algo.... Então minha tia Pámela, mãe de Carlos (meu primo de 18 anos que arregaçou o cu e a buceta de minha mae no primeiro conto) nos chamou para um almoço. Meu pai não pode ir, então fomos minha mãe e eu. La estava o pivete escroto que havia me mostrado como minha mãe era uma puta. O moleque chegou e deu-lhe logo um apertado abraço – Oi, titia! – Oi meu lindo, disse minha mãe dando-lhe um cheiro no pescoço...raiva, ódio!!!! Fomos almoçar: tia Pamela, minha mãe, eu, Carlos e Diego, meu outro primo de apenas 7 anos. Carlos ficou ao lado de minha mãe. Ao longo do almoço, depois de muito vinho, percebia uma movimento estranhos dos braços de Carlos, minha mãe ficava suspirando enquanto conversava com minha tia e Tia Pámela estava tão alegre do vinho que acho que não nada de mais... deixei cair alguma coisa e olhei por debaixo da mesa: minha mãe estava com a saia levantada, a calcinha afastada , enquanto os dedos de Carlos ficavam explorando sua buceta carnuda e molhada...ela já tinha gozado com os dedos de Carlos, adva pa perceber. FILHOS DA PUTA!!! Depois disso todos nós nos levantamos. Minha tia acabou cochilando no sofá, meus primos foram jogar vídeo-game, eu fiquei na sala e minha mãe foi lavar as louças. Minutos depois, meus primos começaram a discutir para ver quem ia jogar, de quem era vez no vídeo-game. Fizeram tanta algazarra que veio minha mãe – Meninos!!!! Parem com isso!!! Carlos, deixa seu irmão jogar que ele é mais novo. Você já é um homenzinho, vem, vamos conversar la em cima para deixar sua mãe dormir. – percebi os olhos de Carlos pegarem fogo...não, de novo não... ela não ia fazer comigo... – Filho (isso era dirigido para mim), cuida do seu primo e lava as louças enquanto converso com o Carlinhos. Vem Carlinhos, titia ai te mostrar algo melhor, para de brigar com seu irmao – e saíram da sala, subiram as escadas e foram para um dos quartos. Puta que pariu!!!! Sera que ela fazia aquilo para me provocar!! A vagabunda ia dar para o meu primo pivete de novo!!! E debaixo do nariz da minha tia e do meu???? Fiquei ali sem saber o que fazer..... fiquei imaginando minha mãe dando uma chupada naquela pica, engolindo a porra do meu primo....
        Resolvi subir. Minha tia estava dormindo, meu primo no vídeo-game. Ouvi o quarto onde estavam.....Carlos estava gemendo baixinho....dava pra ouvir pela porta o barulho de minha mãe chupando sua pica. Forcei a porta de leve, mas estava trancada. Caralho! Devia acordar minha tia? Meu pau estava duro.....colei o ouvido na porta e fiquei me masturbando enquanto ficava ouvindo os dois:   HMMMMMMMMM.... TITIA...HMMMM.....ME CHUPA ASSIM...... CHUPA........ AI, AI, SUA BOCA É TAO QUENTINHA!!!! - CALMA CARLOS, FALA BAIXO, MEU FILHO ESTA ALI EMBAIXO...... – TÁ TITIA, MAS CHUPA, NÃO PARA....HMMMMMMM,,,,HMMMMMMM - fiquei ouvindo...SLUUUUURPPPPP, SLUUUUURP....SLUUUUUUURPPPPPPPP... OHHHHHH... AHHHHHH.....CHUPA, CHUPA, CHUPA.........AI, QUE VOU GOZAR NA SUA BOCA, ENGOLE PUTA, ENGOLE VAGABUNDA......SLUUUUUURRRPPPP SLUUUUUUURRRRRRRRRPPPPPP.....HMMMMMMMMMM........ – Carlos devia estar despejando sua porra na garganta de minha mãe....pude ouvir ele rir, minha mãe gemendo baixinho...devia ter engolido tudo, devia estar lambendo os lábios aquela vadia!!! Ele ficava rindo, ficava rindo da minha cara, da minha mãe que estava ali fissurada no seu caralho - VEM ME CHUPAR, VEM CHUPAR A BUCETA DA TITIA.....OHHHHHH....AI, CARLINHOS!!! AI, AI, AI, CHUPA A TITIA, CHUPA..... – minha mãe devia estar ficando muito excitada pq sua voz ia aumentando de tom, ela ficava cada vez mais barulhenta, gemendo cada vez mais alto – OHHHHHHHHH....AHHHHHHHHH.... PIVETE GOSTOSO, CHUPA A TITIA, CHUPA COMO TE ENSINEI MEU MENININHO!!!! AI, AI, AI, AI CHUUUUUUUPA, CHUUUPA........OHHHHHH.... OHHHHHH.... OHHH....QUANDO VC VAI VOLTAR VISITAR A TI-TI-TI.....AHHHHH....AI!!!!!!! - minha mãe estava perdendo a noção do barulho, fiquei com medo de eles acordarem minha tia com tanto barulho.....gozei na mão ouvindo minha mãe e meu primo....estava morrendo de ódio, estava com olhos cheios de lágrima sabendo que minha mãezinha traia meu pai com um pivete de primo!!!!! - AAAAAAAAAAAIIIII!!!! CHUPA, CHUPA.....AI, VOU GOZAAAAAAAAAAAARR!!!! CHUPA MEU GRELO, MEU GREEEEEEEEELO!!!! MEU GRELO!!!!!! AIIIIII!!!!!   GOZAAAAAAAAR!!! HMMMMMMM..HMMMMMMM.. OHHHHHHHH....SHHHHHHHHHH.. – ficaram em silencio por algum tempo.... filho da puta, aquele moleque estava com o grelo da minha mãe na boca, chupando ele, mordiscando...sentindo o cheiro da sua buceta molhada – shhhhhhh, silencio, temos que ficar quietos....vamos descer? Não, não....meu filho esta cuidando do seu irmão, ele não vai subir aqui não.... – Minha mãe estava convencendo meu primo para ficar... – VEM COMER A TITIA, VEM – um barulho na porta, dei um pulo de susto!!!!!! Mas era minha mãe se apoiando na porta!!!! Porra!!!! Grudei a cabeça na porta....imaginava minha mãe em pé, com a palma das mãos na porta para ter apoio, as pernas abertas para receber o pau do meu primo na sua xana, espremendo seu corpo contra a porta. – VOU ARROMBAR SUA BUCETA TIA, AIII,,QUE BUCETA QUENTINHA....AIIIIIII.......SUA BUCETA TA MORDENDO MEU PAU.... – Carlos já estava dentro dela....começou a bombar dentro de sua buceta, começou a jogar o corpo contra minha mãe, a enfiar-lhe a pica dura que avançava por suas carnes. A porta ficava batendo, batendo – TUM, TUM, TUM! TUM, TUM, TUM!! Cada estocada de meu primo na sua buceta fazia a porra da porta ficar batendo. TUM, TUNM, TUM!! – AIIIIIII.......AI MOLEQUE, AI, MOLEQUE!!!!!! TUM! TUM! TUM! TUM!!! COME SUA TIA, COME!!!!! – a porta ficava batendo TUM! TUM! TUM! - QUE PAU GOSTOSO!!!! AHHHHHH...OHHHHHH..... – me apoiei também na porta, sentia a vibração das estocadas, a porta batendo, ficava ouvindo os gemidos vindo do outro lado da porta e imaginando minha mãe aberta, espremida na porta, arregaçada – OOOOHHHH.. AAIIIIIII!!!!!!!!! HMMMMMMMMM. .HMMMMMMMM.. ..HMMMMMMMMM… .HMMMMMMMMM...QUE PAU GOSTOSO!!!! GOZA MEU BEM, GOZA!!!!!! GOZA!!!!!! GOZA DENTRO DA TITIA – TUM TUM TUM TUM!!!!!! As batidas da portas ficavam mais aceleradas!!! – OHHHHHHHHHHHH... AIIIIIIIIII....AIIIIIIIII.... PAUUUUU!!!!! – TUM TUM TUM TUM TUM!!!!!!!!!!!!!!!! - GOZA!!!!!!!!!!!! AIIIIII...AIIIIIII...AIIIIIII....AI..........HMMMMMMMM.... de repente meu primo deu um gemido, a porta parou de balançar.... – OHHHHHHHH......AI, TIA...OHHHHHHH....
Desci as escadas rapidamente...coloquei o pau para dentro da calça e limpei minha mão melada de gozo de punheta. Tudo como antes, minha tia dormindo e meu primo jogando...Os dois desceram logo depois disso. Carlos me olhou e sorriu, depois saiu. Minha mãe me perguntou: Filho, vc não lavou nada, não é???? Não mãe....eu...eu fiquei jogando...(menti, não sabia o que falar)...- Ai filho....pq vc não pode ser responsável como o Carlinhos??? - Quando ela virou fiquei ali sem saber o que fazer....dava pra perceber a mancha de gozo na sua perna....com raiva, morrendo de ódio fui embora dali. Minha mãe demorou horas para voltar para casa....horas!!! Quando chegou disse para meu pai que minha Tia ficou meio bêbada e que ela teve que ficar para cuidar dos meninos....Pivete filho da puta!!!! Deve ter currado minha mãe de novo..... fui pro banheiro bater uma punheta.... filho da puta!


Capitulo 04 - Minha meia-irma dá a buceta para meu primo também!!!

        Esse conto não é sobre minha mãe, mas sobre minha irmã, que também entrou nessa roda de orgia com meu primo. Como eu disse em um conto passado, meu pai tem 55 anos. Engravidou minha mãe, uma ninfetinha, e largou sua antiga família para ficar com ela. Meu pai já tinha uma filha dessa casamento, Patrícia, hoje com 22 anos, uma mulatinha de 1,70m, 52 kgs, peitinhos duros, uma bunda arrebitada e redondinha, suas coxas eram grossas, fortes, sua boca carnuda, os lábios pareciam uma tentação. Minha mãe e Patrícia ficaram amigas e ela sempre estava por aqui. Dia desses patrícia voltou para passar um final de semana com meu pai aqui em casa. Eu ficava ciscando atrás dela o tempo inteiro, mas nada de me dar bola. Nunca deu, me achava muito novo. Ela e minha mãe viviam grudadas, sempre aos cochichos....elas dividiam algum segredo. Naquela mesma noite meu primo Carlos veio dormir aqui em casa. Não entendi nada....minha mãe ia ficar com meu pai hoje, era óbvio e minha meia-irma...aquela ali era jogo duro! Naooo....sem chance!!! Ri daquela situação. Se aquele moleque de 18 anos achava que ia conseguir algo, estava enganado. Dessa vez ele ia se fuder.
        A merda é que depois que Carlos chegou, Patrícia foi tomar banho e voltou usando um shortinho minúsculo mostrando toda seu coxao mulato e gostoso. A blusinha não tinha sutiã por baixo, dava pra ver os peitos balançando. Que porra era aquela? Ela ficava puxando conversa com meu primo, tocando nele, cochichando no seu ouvido.... meu pai até comentou que gostou de ver eles se dando tão bem!!! Não, não!!!! Pude perceber que minha mãe e ela trocavam olhares e deles para Carlos e dele para elas. Não, não!!!! Puxei conversa com Patrícia, mas nada de ela continuar. Chamei para sair, mas ela não aceitou, disse que ia dormir cedo e se recolheu. Carlos também foi dormir. No mesmo quarto. No mesmíssimo quarto. Os dois juntos. Minha cabeça começou a dar voltas e voltas. Meu pai óbvio não tinha porque ficar desconfiado de nada! Minha mãe puxou meu pai para o quarto deles e pelo sorriso no seu rosto acho que ela propôs deles transarem.....não!!!!!! Ela ia deixar meu pai distraído para que patrícia e Carlos ficassem sozinhos no quarto!!!!!! FILHOS DE UMA PUTAS TODOS ELES!!!!!! Minha mãe e minha irmã tinham combinado de ficar experimentando o pivete do meu primo!!!!!! Era seu segredo, eram cúmplices em serem curradas pelo moleque cretino!!!!!!   As vadias.... Propus ir dormir com patrícia e Carlos, mas minha me repreendeu na mesma hora : NÃO!!!! NÃO!!!! PEDRINHO, VC TEM O SEU QUARTO!!! O SEU! DEIXA SUA IRMA E SEU PRIMO DORMIREM EM PAZ NO QUARTO DE HOSPEDES. – MAS, MAS, MAS..... tentava falar qq coisa, eles não podia ficar sozinhos – SEM MAS!!! PEDRINHO, DEIXA OS DOIS JÁ, ELES ESTAO CANSADOS!!! – e foi puxando meu pai....Então foi assim, sozinho na sala, vi meus pais também entrarem no quarto deles e logo depois comecei a ouvir meus pais rindo e alguns gemidos. Procurei a porta do quarto de hospedes e fiquei escutando minha meia irmã gostosa, que eu sempre quis comer e que sempre ficava me cortando: - ENTAO VC É O CARLINHOS QUE TANTO A EVELYN FALAVA.....HAHAHAH ...NÃO, NÃO, NÃO, CALMA.. VC TEM A NOITE INTEIRA!!! HAHAHA .....ISSO....HMMMMM.....MAS VC É APRESSADINHO MESMO............HAHAHAHAH.. NÃO, MENINO.......... .AIIIIII........ .AIIIIII.......... AIIIIII.....HEIN? NÃO, NÃO....FICA CALMO QUE A EVELYN ESTA DITRAINDO MEU PAIZINHO....HMMMMMM......SIIIIIIMMMMMM...SIIIIIMM.... SOU TODA SUA MEU MOLEQUE – então era verdade....ela ia dar pra aquele pivete escroto porque minha mãe fez toda a propaganda!!! Toda a propaganda!!! Carlos ia comer minha irmã tezuda, que eu sempre quis ! Ia comer de bandeja por conta da minha mãe, que era outra vadia! Sai de casa e dei a volta para ver pela janela do quarto de hospedes. PUTA QUE PARIU!!!!!! Patrícia estava nua, o corpinho mulatinho e gostoso de quatro na cama, com o cu e a bucetona na direçao da cara de meu primo que lambia gostoso como um faminto sua xana: - ISSO PRIMINHO, ISSO!!! HAHAHAHAH AIIIIIIIIIIIA AAAAAIIIIIIIIIIIII OHHHHHHH.. CHUPA A BUCETONA DA SUA PRIMA, CHUPA!!!! AI CARLINHOS VC CHUPA GOSTOSO MESMO COMO A EVELYN DISSE!!! AI, AI, AI, - Patrícia se contorcia na cama, agarrava com força o lençol e mordia o travesseiro – HMMMMMMM... HMMMMMM.. HMMMMMM.. AI, NUNCA DEI PRUM GAROTO TAO NOVINHO....AI....AIIIIII...... CHUPA, CHUPA........AIIIIIIIII.......AI, A EVELYN É FODA MESMO, AQUELA PIRANHUDA!!!!!! AI, TENHO QUE AGRADECER DEPOIS.....AIIIIII...AIIIIII...CHUUUUUUUPPPPPPA!!!!!!   
        Meu primo estava entrando na buceta dela de tanto que chupava e mordia o grelo, chupava o ânus e vinha descendo pela buceta enlouquecendo Patrícia que soltou um grito: - AAAAAAAAAHHHHHHHHH!!!!!! ASSIM!!!!!!!! CHUPA MEU CÚ!!!!!!!!!!!! AI!!!!! ISSO, CHUA MEU CÚ E MASSAGEIA MEU GRELO, PIVETE, ANDA!!!! - Carlinhos então montou na cama e apontou o pau pra bucetona mulata e tascou-lhe tudo! – OOOHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!! AIIIIIIIIIIII AIIIIIIIIIIII AIIIIIIIIIII AIIIIIIIII!!!! COME COMMMMMMMEEEEEEEEEE!!!!!!!!! ARREGAÇA A BUCETA DA SUA PRIMA VAI, VAI VAI VAI!!!!!!!!!! AI, COME FOORTEEE MOLE-LE-QUE-QUE, AIIIIIII!!!!!FORTE! MAIS FORTE!!! MAIS FORTE!!!! – Carlos estava que nem um louco montado na minha irmã de quatro que jogava a bunda para cima, mordia o travesseiro, jogava a cabeç para trás, gemia, agarrava o lençol e ia a loucura com a pica de Carlinhos que de repente tirou da buceta e enfiou no cu, de uma vez só – OOOOOOOOOOOOOHHHHHHHHHH AIIIIIIIIIIIIIIIIIII MEU CÚ PORRA!!!!!!! MEU CÚUUUUUUUUUÚ!!!!!!! PUTA QUE PARIU!!!!!!! MOLEQUE SAFADO!!!!! CRETINO!!!!!! EU NÃO IA DAR O CÚ!!!! NÃO, NÃO, NÃO,.....OHHHHHHH... NÃO PARA!!!!! NÃO PARA!!!!!! NAO PARA!!!!!! ARROMBA MEU CU, ARREGAÇA PIVETE, ARREGAÇA!!!!! AI............... – cada estocada de Carlinhos fazia seu corpo ir descendo até que eles estavam deitados na cama e Carlinhos encheu seu cu de porra!!!
        Eu ficava me masturbando feito um louco, gozei no jardim, na parede da janela, melei a mão toda......PIRANHA!!!!! PIRANHA!!!!!! PIRANHA!!!!!! Como elas faziam isso comigo????? Como?????? Patrícia ficou ali chupando o pau de carlos, que usava sua boca como uma buceta, xingando minha irmã e dando-lhes alguns tapas. Ela tirava o pau da boca, ficava lambendo a cabeça, o buraquinho, lambia as bolas, engolia tudo enquanto ficava se masturbando. Ria, lambia seus peitos, a barriga, beija sua boca e voltava a chupar seu pau. Depois fez Carlos deitar a cama e montou sobre o garoto : - AIIII AIIIIIIIIIII...... HMMMMMMMMMMMM...... OHHHHHHHHHHH.... PAU GOSTOSO... VOCE É TAO GOSTOSO!!!!! TAO GOSTOSO!!!!!! VAI ME COMER DE NOVO NÃO VAI MOLEQUE? NÃO VAI? VAI QUERER ME COMER DE NOVO? VAI QUERER ENCONTRAR SUA PRIMINHA DE NOVO?? HEIN ? HEIN?? COME, COME, COME!!! – Carlos pegou patrícia pelos cabelos e deu-lhe um beijo de língua longo e demorado. Jogou a mulata gostosa na cama e montou por cima enfiando-lhe a geba dura: -AAAAAAAAAIIIIIIII....AIIIIIIIIIIII AIIIIIIIIIIII OHHHHHHHHHH OHHHHHHHHH HMMMMMMMMMMM COME SUA PRIMINHA, COME SUA PRIMINHA, COME ESSA BUCETONA MEU PINTUDO!!! COME HOJE QUE VOCE VAI COMER SEMPRE!!!!!!!!! COME COME ENFIA TUDO, ENFIA ATÉ AS BOLAAAASSSS!!! AIIIIIIIIIII........ AIIIIIIIIII.. AIIIIIIIIIIIII..... GOSTOOOOOOOOSO!! COME HOJE QUE VOCE VAI CO-CO-CO-MEEEEEERRRRRR SEEEEEEEEMPRE!!!! AAAAAAHH
        Ficaram se comendo, se chupando por horas. Eu não conseguia tirar os olhos do corpo lindo de minha irmã, da sua buceta sendo violentada por aquela piroca, o sorriso de vitória na face de meu primo. O pirralho já havia comido todas as mulheres da minha casa!!!! Ficaram ali, trocando de posições varias vezes durante a noite. Patrícia ficava chupando sua piroca deixando-a dura de novo e depois montava, dava o cu, montava, dava o cu, chupava, gemia e gemia e gemia e gemia e gemia e gemia rebolando na piroca do pivete do meu primo, dava o cu, gozava gostoso!!!!!!!!! Sua buceta carnuda soltava todos os líquidos, recebia toda a porra!! Gozava e gozava e gozava. Gozaram a noite inteira. Ele a comeu de todas as formas, de todos os jeitos. Gozou na sua boca, no cu, na buceta.....Teve uma hora que ele gozou na sua cara toda, respingando porra nos olhos e nos cabelos de minha irmã. O pivete ria, mandava ela ficar de quatro, ficar miando, ficar andando de quatro pelo quarto quando então ele vinha e engatava nela comendo-a no chão. Horas e horas e horas.......
No dia seguinte, meu pai saiu para o trabalho. Minha mãe estava inquieta, indo e vindo na porta dos dois. Eles só levantaram no final da tarde. Carlinhos foi embora depois de ouvir de minha mãe que adorava quando ele vinha visita-los e que voltasse sempre. Ainda me deu um abraço, sentia o cheiro de minha irmã. As duas se trancaram no quarto de meus pais e eu só podia ouvir alguns comentários de minha mae: ELE FEZ ISSO, TE COMEU ASSIM? ELE NÃO É BOM? EU ENSINEI TUDO!.... Fui para o quarto de hóspedes e cheirei os lençóis, sentindo o cheiro de sexo e tudo mais.... as manchas de porra se espalhando pela cama e pelo carpete.... ele havia comido mais uma das minhas mulheres de novo....

Parte 05 – Minha irma e minha mãe juntas são curradas pelos meus amigos.

        No dia seguinte meu pai viajou novamente. Minha irmã decidiu ficar com minha mãe por uns dias. Já percebia que aquilo não ia terminar bem, pois as duas juntas e sozinhas iam acabar liberando as bucetas.. Engoli minha raiva e meu desejo, revoltado com tudo aquilo. No mesmo dia, Mario e Luiz começaram a me convidar para irmos todos e mais alguns amigos numa boate naquela noite. Insistiram tanto que aceitei. Na hora H os dois não foram. Como já tinha me prontificado a dar carona para algumas pessoas, não pude deixar de ir pq senão ficava chato para mim. Uma hora depois, dentro da boate, imaginei o que elas estariam fazendo e o que levaria meus amigos a não irem na boate naquela noite....os cretinos deviam estar comendo minha mãe e minha irmã!!!!! PUTA QUE PARIU!!!!!   Sai da boate, peguei o carro e fui direto para casa. Parei o carro longe e fui me aproximando a pé. A luz da sala estava acesa, dava pra ouvir os gemidos de minha mãe e os gritinhos de minha irmã.
        Elas estavam nuas, carnudas, lindas e excitadas. Minha mãe, uma morena de 32 anos malhada e de seios médios e duros estava lado a lado com minha meia irmã, uma mulata linda de seios grandes e bunda redonda e gostosa de 22 aninhos. Elas gemiam, gritavam e se lambuzavam no meio de quatro pirocas!!!!!! Quatro!!!! Eram quatro amigos meus comendo minha mãe e minha irma. Uma orgia com quatro traidores que haviam planejado me afastar de casa aquela madrugada para fazerem a festa com minha mãe e minha irmã, para enraba-las e arregaçar ainda mais aqueles cus!!!!! Mario e Luiz faziam uma dupla penetração na minha irmã que urrava sentindo os dois caralhos esfolarem seus orifícios. Jaime e Sergio comiam minha mãe. Ela estava de quatro no chão da sala, com Sergio enfiado na sua buceta enquanto Jaime metia a rola na sua boca.
OHHHHHHH!!!! OHHHHHH!!!!!! AAAAAAHHHHHHHHHH!!!! AIIII AIIII AIIIII AIIIIII AIIIIII   EVELYYYYYYYYNNNNNN, EU NÃO VOU AGUENTAR!!!! - gritava minha irmã para minha mãe – AGUEN-AGUENTAAAAAAA SIM PATRICIA AI AIIII AIIIIII OHHHHHHH AGUENTA!!!!!! AI QUE PORRA AI QUE CARALHAO!!!!!!- gritava minha mãe se libertando da pica na sua boca. Os seis fodiam e fodiam muito. Todos os quatros eram meus amigos, freqüentavam minha casa, conheciam minha mãe há anos....e conheciam melhor do que eu pelo visto!! Os quatro ficavam se revezando, comendo ora minha mãe, ora minha irmã, ora o cu de uma ou a buceta da outra!!!!! Meu pau estava estourando dentro da minha calça!!! Não agüentava vendo aquilo e comecei a bater outra punheta!!! Não agüentava mais aquilo!!!!! Minha mãe era quem mais gritava, urrava, mordia meus amigos que entravam sem dó na sua xana e arrebentavam as pregas do seu cu, se é que ainda tinha alguma. Minha irmã ficava chupando as pirocas dos meus amigos que gozavam na sua cara ou enfiavam-lhe a pica no ânus ou na buceta em dupla penetração. Elas riam, mexiam com eles, fic
                                
                                


Ficha do Conto

Escritor:
rela482514

Nome do conto:
Curraram sem dó minha mae e minha irma-COMPLETO!!

Codigo do conto:
1022

Categoria:
Grupal e Orgias

Data do Envio:
15/03/2003

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
1012 Putinha do Condominio Grupal e Orgias 2
1013 AS PUTAS DA CASA DO WILSON - PARTE 01 Heterosexual 3
1014 Curraram minha mae no assalto Grupal e Orgias 4
1015 Fudendo atras das pedras Incesto 3
1016 Comendo mae e filha Incesto 5
1017 Comi todas as mulheres do meu tio Heterosexual 3
1024 Mae e filha - duas putas na familia Incesto 3
1025 FUI TRAÇADA PELO AMIGO DO MEU FILHO Grupal e Orgias 2
1027 Curraram sem dó minha mae e minha irma- 2a versao Incesto 3
1223 FUDENDO GOSTOSO PARTE 004 - comendo minha tia! Incesto 3
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA