Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Esposa Safadinha


O episódio abaixo descrito foi relatado por minha adorável esposa. Depois de muitos incentivos meus, ela resolveu atender meu pedido e dividir com os leitores um pouco do tesão vivido por ela.
Havíamos marcado, eu e meu marido, de viajar para São Paulo a fim de fazermos umas compras na Rua 25 de Março. Entretanto, quase no dia da viajem meu marido falou que não poderia ir por problemas em seu trabalho, mas que não teria problemas se eu viajasse só. Como não queria ir só, consegui com uma amiga que ela me acompanhasse.
No hotel que nos hospedamos estava ocorrendo um evento de pessoas ligadas ao grupo de bombeiros do Brasil inteiro. Num desses intervalos entre uma compra e outra, estávamos descansando no hall do hotel e conhecemos um desses bombeiros que vou chamar de Walter. Era mineiro, alto, muito bonito, agradável, charmoso e brincalhão. Sempre que minha amiga não estava perto ele dizia que eu era muito bonita e que meu marido era um homem de sorte por estar comigo. Lógico que eu ficava envaidecida, mas também um pouco envergonhada pois nunca havia traído meu marido, apesar dele sempre me incentivar a sair com outro homem, dizia que eu merecia ter muito prazer e que ele não era egoísta e que tudo seria só sexo e muita sacanagem. Mas nunca levei isso muito a sério, e sempre dizia que ele estava louco para me empurrar para outro homem. Mas de tanto ele insistir confesso que fui ficando tentada, só que nunca havia surgido uma oportunidade, nossa cidade não é muito grande e tinha medo de virar uma grande fofoca e acabar meu casamento, já que amo muito meu marido.
Voltando ao meu amigo bombeiro, sempre nos convidava para sairmos a noite e fazermos algum programa. Minha amiga bem que queria e dizia que devíamos aceitar, mas estava muito relutante, apesar de estar gostando do assédio do meu delicioso bombeiro, Mas não queria que ela desconfiasse que eu estava tentada, não que eu não confiasse nela, mas nunca se sabe onde uma fofoca vai parar depois que começa.
A noite ela resolveu sair para visitar uns parentes que moram em São Paulo e falou que se ficasse muito tarde iria dormir na casa de um deles e só viria no outro dia cedo. Eu me recolhi então no apartamento, tomei uma ducha, coloquei um shortinho e uma blusinha de meia e me preparei para dormir quando tocou a campainha do quarto. Imaginei que fosse minha amiga que havia desistido de sair e voltado para o hotel. Abri a porta e me deparei com meu lindo bombeiro parado na porta com uma desculpa esfarrapada de que queria um carregador de celular emprestado. Como fui pega de surpresa, não tinha me dado conta que minha roupa não era apropriada para a situação, Me dei conta que ele parecia me devorar com os olhos, já que minha roupa era um pouco transparente. Apesar de envergonhada senti prazer com aquilo e confesso que fiquei toda meladinha. Ele talvez adivinhando que fiquei tesudinha entrou no quarto fechando a porta, tentei argumentar que minha amiga estava para retornar e não ficaria bem encontrá-lo ali, no que ele rebateu dizendo que ela iria demorar pois tinha conversado com ela antes dela sair, voltou a me elogiar dizendo que eu estava maravilhosa e muito deliciosa. Num repente me abraçou e me beijou, tentei resistir, mas ao sentir seu cacete já duro me espetando por baixo, perdi completamente a noção da coisa e me deixei levar pelo tesão.
Ele foi beijando meu pescoço e pegando nos meus seios, suspendendo minha blusa chupou deliciosamente meus mamilos que já estavam todos intumescidos, suspirei de prazer, ele não perdeu tempo me deitou na cama, puxou meu short e começou a chupar minha bucetinha que a esta hora estava toda meladinha, gozei quase de imediato. Ele então me virou de costas e continuou a me beija o corpo todo, passando pela minha bundinha que ficou toda arrepiada. Tirou sua roupa rapidamente e em exibiu sua maravilhosa mangueira que deveria dar o dobro da do meu marido, não me fiz de rogada e abocanhei aquele cacetão e chupei com muita vontade levando a loucura. Ele então deitou em cima de mim e foi pincelando sua rola na entrada da minha buceta e enfiando bem devagar. Eu nunca havia experimentado um prazer daquele tamanho, fui relaxando e ele foi empurrando todo o seu cacete em mim e começou a bombar, primeiro devagar, depois com velocidade. Não agüentei e gozei de novo e de novo, nunca tinha gozado daquela forma e seguidamente.Fiquei toda mole, ele me virou de costa e começou a lamber meu cuzinho, nossa aquilo me deixou louca e falei pra ele meter no meu buraquinho. Ele começou a forçar a entrada e doeu um pouco por que não estava acostumada a um cacete daquela proporção, mas como adorava sexo anal, em pouco tempo eu estava recebendo a mangueira do meu bombeiro toda no cuzinho. Gozei outras tantas vezes, ele bombou no meu cuzinho durante uns quinze minutos até me inundar toda com seu imenso gozo. Praticamente desfalecemos, ficamos um tempo quietinhos recuperando nossas forças. Tomamos um banho e ficamos conversando e ele falando como eu era gostosa e tudo mais, quando reparei ele já estava com o pau duro de novo e começou a me chupar tudo de novo. Meu bombeiro me comeu por várias horas seguida em tudo quanto posição imaginável, eu perdi a conta de quantas vezes gozei naquela noite. Fiquei com minha bucetinha e cuzinho todo inchado mas muito feliz e dei razão ao meu marido quando ele dizia que eu deveria aproveitar os cacetes de outros machos, mas não sabia como eu iria contar pra ele que já havia trepado com outro homem.
Já era uma hora da manhã quando passei uma mensagem para meu marido dizendo se ainda estava de pé a proposta dele querer ser corninho. Era uma forma de preparar o terreno e ir contando aos poucos. Mas ele ainda estava acordado e respondeu de imediato dizendo que eu sempre havia recusado a proposta e se agora estava perguntando é porque com certeza eu havia conhecido alguém que tinha me despertado muito tesão. Respondi que de tanto ele insistir, acabou despertando tesão em mim e que realmente eu havia conhecido um cara muito charmoso e lindo e que de fato havia ficado com vontade de trepar com ele. Falei assim mesmo porque queria ver a reação dele. Ele respondeu que a proposta continuava de pé e se eu estivesse mesmo a fim de trepar com outro cara, que não haveria problema, pois sentia muito tesão em imaginar outro macho metendo em mim e que eu tivesse a chance eu poderia aproveitar. Eu respondi que se rolasse eu iria contar pra ele no outro dia, mas que depois não fizesse cena de ciúme pois não iria adiantar mais depois do fato consumado, e que se eu gostasse, ele teria que me liberar sempre que eu tivesse vontade de dar pra outro. Ele respondeu que fosse assim ele seria o homem mais feliz do mundo, pois eu iria realizar a grande fantasia dele.
E foi assim que me tornei uma esposa muito safadinha e meu casamento melhorou ainda mais. Amo demais meu marido por ser um corninho maravilhoso e deixar sua esposa provar os cacetes de outros machos.
Foto Perfil casado-pa

Ficha do Conto

Escritor:
casado-pa

Nome do conto:
Esposa Safadinha

Codigo do conto:
11006

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
18/12/2010

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: jrbianca em: 16/08/2011
oi queridos li este conto e me identifiquei muito com vcs , leia os meus é veridico e tenho muito ainda pra contar..sou corno assumida ma minha amada esposa... vou add no msn..vamos bater bons papos...abraços..ao casal...jrbianca.
Comentado por: linguado69 em: 22/12/2010
porque não deixou uma foto de seu delicioso rabinho para nós nos deliciarmos casadinha putinha, gostei muito de sua primeira fodinha gata sou de brasilia militar também cheiro na lega ou mesmo una bela linguada na leca rsrsrsrsrsr

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
9116 Descobri que sou corno e gostei Traição/Corno 12
9982 Minha esposa fudeu com um desconhecido Traição/Corno 4
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA