Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Entrar em contato   Bate Papo
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





No natal tem rabanada e enrabanada


       No natal é época de festas e tradições. Uma delas é a rabanada, prato quase que essencial em muitas festas e muito saboroso.
       Nesse ano, a festa foi feita na casa do enteado no interor de sp e acho que começamos uma nova tradição..rsrsrs
       As meninas, a nora, a esposa e a cunhada, ficaram incubidas dos pratos quentes e os meninos, eu, o enteado e o cunhado com os pratos frios e as bebidas.Fomos todos ao mercado e foi uma zona só, pois nós homens não somos muito apegados a essas tarefas e as meninas perderam um tempão trocando os produtos do nosso carrinho pois eram os mais caros e alguns vencidos..rsrsrsr.
       Após o almoço os meninos foram para a piscina enquanto as meninas preparavam a seia. Depois de alguns mergulhos e papos, fui até o quarto me trocar e ao passar pela cozinha as meninas me intimaram...
       - Ei sogrinho, voce não quer ir fazendo a rabanada não...rrsrsrs
       - Tá bom, esperem um pouco que vou me trocar...
       - Não precisa não? vem aqui que dou um jeito...
       Fui até elas e minha nora tirou a minha calcinha molhada e me colocou um avental para poder fazer as rabanadas.
       Fiquei na mesa fazendo as rabanadas, quando meu enteado passou pela cozinha em direção ao banheiro e deu de cara comigo fazendo rabanada, de avental e com a bundinha de fora. Ele foi até o banheiro e na volta parou ao meu lado e comentou...
       - Nossa, não sei qual delas esta mais gostosa? acho que vou comer as duas? pegou uma e comeu e a outra ficou apalpando e passando a mão.
       - Qual delas? perguntou a nora?
       - É, qual dessas duas, segurando uma rabanada com uma mão e a minha bunda com a outra.
       - Se for comer, come só uma senão não vai sobrar pra ninguém...rsrsrsr.
       - Tá bom, espere aí que já volto....
       Ele foi até o banheiro e voltou nuzinho, vestindo uma camisinha e com gel em uma das mãos.Parou atrás de mim, pegou uma rabanada e começou a passar gel na camisinha e na minha bunda.
       - Estou passando açucar na minha...rsrsrsr.
       - Açuçar?, não precisa, o sogrinho já passou, disse a nora antes de virar-se e ver o que estava acontecendo.
       - Caraca, eu falei que podia comer a rabanada e não o rabo do sogrinho?
       - É, mas não pude resistir...rsrsrsr
       Quando as meninas se viraram para a mesa, a esposa e a cunhada, o enteado já estava com a rabanada na boca e com as mãos na minha cintura saboreando a outra rabanada, quase com o pinto todinho enfiado.
       - Caralho, voce já esta comendo rabanada, disse a esposa...., não vai dar pra todo mundo.....rsrsrs
       - Hum, acho que vai dar sim maninha, olha a enrabada, que delicia..rsrsrsr
       Enquanto elas olhavam e comentavam, eu delirava, de avental e com o pau do meu enteado enterrado na minha bundinha, eu gemia e rebolava muito enquanto ele comia as rabanadas. Não demorou muito e ele gozou na minha rabanada e antes de tirar o pau, meu cunhado entrou na cozinha também, aquele que tem uma vara enorme e apetitosa.
       - Puta merda, já estão comendo.......eu também quero.
       Ele passou direto pro banheiro, enquanto meu enteado tirava o pau da minha bundinha, que ainda latejava de tesão.
       As meninas voltaram para a pia, onde estavam preparando as comidas e meu enteado foi até o banheiro se lavar.
       Continuei a passar açucar e canela nas rabanadas e logo chegou meu cunhado com a sua vara duraça e lambuzada de gel e logo foi me encoxando e dizendo....
       - Eu também quero comer essa rabanada.....colocando a cabeça enorme da sua vara na porta da minha rosquinha...
       - Nossa, assim não vai sobrar nada disse a norinha sem olhar pra trás...
       - Pode deixar que tem pra todo mundo retrucou meu cunhado já começando a me penetrar bem devagar...
       - Puta que pariu, olha isso, disse a cunhada, eu não acredito que ele vai comer a rabanada do cunhadinho..rsrsrs
       Nessa hora a cabeça da rola do meu cunhado já tinha entrado toda e dei um suspiro de alívio e tesão. Não demorou muito para começar a rebolar enquanto ele socava delicadamente a sua enorme vara para dentro da minha rabanada, até sumir quase tudo. Minha nora não acreditava no que via e a esposa e a nora com os olhos arregalados estavam com tesão só de ver aquela vara toda me penetrando.
       Meu enteado voltou do banheiro com uma sunga preta que logo ficou apertada ao ver meu cunhado me enrabando e sua vara quase sumir toda.
       - Caralho Paulo, tá todo mundo comendo a sua rabanada hein, só falta as meninas agora..rsrsrsrsr
       - Pode deixar amorzinho, à noite vai ser a nossa vez, depois da seia...disse a nora toda tesuda....
       O cunhado já estava socando a mais de cinco minutos e nada de gozar, então aumentei o rebolado e começei a fechar as pernas apertando sua rola dentro de mim, aí não demorou muito e senti seu gozo quente jorrando e vazando pela camisinha.
       - Pronto, agora chega, senão não vai sobrar nada pra nós, disse a esposa.
       Terminamos as comidas e à noite depois da seia, na piscina foi a vez das meninas saborearem a minha rabanada, mas isso já é outro conto, por enquanto fiquem com a foto da minha rabanada servida no natal..rsrsrs
Foto Perfil sogro

Ficha do Conto

Escritor:
sogro

Nome do conto:
No natal tem rabanada e enrabanada

Codigo do conto:
11079

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
28/12/2010

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
1

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: No natal tem rabanada e enrabanada




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Foto Perfil Marcia Fernan Comentado por: Marcia Fernan em: 26/03/2013
Comentario: ... eu tbm quero!

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
9470 Como começei a dar para a esposa Incesto 17
9471 Pêgo de surpresa pela nora Incesto 9
9476 Meu primo me iniciou Incesto 5
9522 No cuzinho é mais gostoso Incesto 7
9555 Da série,No cuzinho é mais gostoso:Dando a vontade Incesto 3
9556 No cuzinho é mais gostoso:Minha cunhada e cunhado Incesto 3
9778 Eu e a diarista Incesto 3
9786 E a diarista me comeu. Incesto 3
9816 A esposa me pegou dando para a diarista. Incesto 4
9834 Meu primeiro travesti. Gays 1
9845 Saudades da nora. Incesto 3
9846 Suruba na copa Incesto 4
9857 A primeira vez com o enteado Incesto 4
9867 Como a orgia na familia aumentou Incesto 7
10078 A faxina completa Incesto 3
10079 Orgia com os primos Incesto 3
10088 Orgia no parque Incesto 2
10263 Relembrando a primeira vez com a nora. Incesto 2
10433 A armação das irmãs e da nora Incesto 2
10447 Quinze dias de prazer, parte 1 Incesto 2
10450 A neta curiosa. Incesto 3
10456 Quinze dias de prazer, parte 2 vestida de meninina Incesto 2
10458 Quinze dias de prazer parte 3 menininha do enteado Incesto 1
10466 15 dias de prazer parte 4 a sobrinha Dra e a nora Incesto 3
10470 Quinze dias de prazer, parte 5, o churrasco. Incesto 2
10560 O fraga dos netos Incesto 3
10610 Quinze dias de prazer, parte 6, o dia seguinte do Incesto 3
10669 Quinze dias de prazer, parte 7, a última semana. Incesto 3
10770 15 dias de prazer, parte 8, o maior premio. Incesto 5
10771 15 dias de prazer, parte 9, a volta ao normal. Incesto 3
10940 O canudo da nora Incesto 2
11156 A virada sincronizada Incesto 2
11375 Check up anual Incesto 1
11767 Esperou 40 anos mas conseguiu! Gays 2
11918 O que será? Incesto 2
12381 Coelhinho da Páscoa.... Incesto 2
13712 Com a rosquinha ardendo Grupal e Orgias 1
13738 No aconchego do inverno Grupal e Orgias 1
13777 O costureiro da nora Gays 2
14348 Presentes da neta. Incesto 4
14508 A primeira vez com o enteado, confissões. Incesto 5
20799 Programando as férias Incesto 4
20851 O caminhoneiro, O início das férias Gays 12
20905 Chegando da viagem - A eleição... Incesto 5
21871 O passeio na cachoeira Coroas 4
22106 O professor gay da minha neta Gays 4
23339 O rapaz do escritório Coroas 4
35286 A neta e os amigos Incesto 2
37001 As armadilhas da neta Incesto 3
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA