Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





LOUCURAS DE IRMÃOS


Tudo aconteceu, em meados de julho de 2002, quando fui viajar a passeio para a fazenda de meus tios em Goiás.

Estava meio cansado do trabalho, pois já havia uns cinco anos que não tirava férias e viajava a passeio. Recebi um telefonema de meu tio, perguntando como andavam as coisas e disse-lhe que estava tudo bem mas que estava muito cansado, e precisando relaxar um pouco. Foi quando ele me disse que meus primos iriam passear na fazenda em Goiás, e que se eu quisesse poderia ir com eles. Meu primo é um sujeito baixo, mais ou menos 1,68m, branquinho, afeminado e com uma bundinha que dá baile a muitas mulheres. Minha prima uma loirinha queimada do sol, seios médios, bumbum saliente e muito sex, só anda de salto alto mostrando ainda mais seus dotes, linda de morrer. Não perdi tempo, sabendo que eles adoravam sacanagem, disse sim de pronto ao meu tio. Liguei para eles e marcamos tudo.

No dia combinado os dois me pegaram em casa, quando entrei no carro (banco da frente) e vi minha priminha, fiquei louquinho, ela estava de mini saia, um tomara que caia, mostrando suas marquinhas de sol, fiquei logo de cacete duríssimo, e ela percebeu, mas fingimos que nada aconteceu.

Chegamos na fazenda, que era um lugar muito bonito, nos acomodamos, nos três em quartos separados, e fomos à cozinha pois estávamos famintos.

Minha priminha não saia de minha cabeça, imaginava loucuras com ela, e teu irmão por sua vez imaginava comigo. Ficávamos nos flertando o tempo todo, nos comendo com os olhos. Foi quando chegou o caseiro da fazenda com mais dois funcionários, todos parecendo cowboys, bem vestidos e simpáticos, logo percebi que eram bem íntimos dos meus primos. Despediram-se e foram embora, se prontificando de preparar uns cavalos para nos passearmos no dia seguinte. Meu primo foi dormir, deixando eu e minha Deusa.

Voltamos a nos comer com os olhos, foi quando ela foi chegando mais perto e me dizendo, ?vem eu te quero?, não resisti, fui logo a beijando, e passando as mãos em suas pernas ate chegar na sua xaninha toda carequinha e tbm muito molhada.

Ela ia dizendo: ?Vai meu priminho me chupa bem fundo e gostoso, estava louquinha por esse momento.....aiiiii?, abaixei e fui logo chupando aquela xaninha rosada e cheirosa, que sabor tem aquela menina. Ela ficou de quatro e quis que a comece assim, fui encostando a cabeça de meu kct em sua grutinha ela gemeu gostoso, e fui devagar colocando cm por cm ele lá dentro, e a cada cm eu sentia ela apertar a xaninha e fazendo piscar seu buraquinho, estava maluco, com aquela cena, comecei a dar bombadas fortes e viris foi quando percebi na porta da sala o meu primo vendo a nossa transa, mas fiquei quieto e continuei, ele foi chegando perto de mim e me disse eu tbm quero essa vara em mim, quero sentir esse kct em mim também, foi quando ela se afastou e ele começou a chupar meu kct, já não estava mais acreditando em tudo aquilo, ele chupava e voltava a enfiar na irmã, tirava e chupava e enfiava de volta, foi uma loucura total, ai ele tirou a roupa pegou uma camisinha, voltou a chupar e colocou a camisinha e ficou do lado da irmã e abriu a bundinha com as duas mãos e pediu vem me come logo, já estava fora de mim, dei uma cuspida no seu cuzinho e coloquei a cabeça do meu kct na entradinha, ele gritou, pediu para ir de vagar, pois era pouco usado, voltei a enfiar, agora mais rápido e mais forte, ele gritava urrava, e tua irmãzinha deitou-se por baixo e começou a chupar o kctinho dele, até ele não agüentando mais gozou em sua boquinha, coisa que logo, eu tbm estava fazendo, inundando sua boquinha carnuda com minha porra.

Fomos dormir, no dia seguinte, acordei, fui à cozinha, não vi ninguém, mas percebi que meus primos já haviam acordado e saído, fui para o estábulo, quando cheguei mais perto não acreditei no que vi.

Era minha prima de quatro sendo comida pelo caseiro e chupando uma pica monstruosa do outro empregado, e meu priminho sendo enrabado por outro kct descomunal, ela berrava urrava de prazer, meu primo agia da mesma forma, foi quando o cacetudo que minha prima estava chupando disse ?agora vou comer seu cuzinho sua safada?, o caseiro a segurou pela cabeça enquanto ela chupava sua rola, o outro enfiou com tanta força que minha prima começou chorar e pedir para ele parar, pois estava doendo muito, mas ele nada fez.

Resolvi então defendê-la, cheguei mais perto eles, quiseram parar mas ela disse tudo bem priminho, já vou logo acostumar com ele, vem se divertir com a gente vem. Não me fiz de rogado, fui logo tratando de tirar a roupa e me juntar ao quarteto.

Dei meu kct já duríssimo para minha prima chupar, enquanto era enrabada pelo caseiro, ela se revesava ora me chupava ora chupava o outro, derepente o outro que estava sendo chupado saiu de perto de nos. E fiquei sozinho recebendo a deliciosa boquete. Escutei um grito, me virei era meu primo que estava sentado na pica de um e recebendo o outro por trás, era uma visão tesudissima.

Ela sugeriu que tbm queria experimentar aquilo, pediu para o cacetudo do caseiro deitar-se e sentou em cima, e me pediu, ?vem priminho me rasga com sua vara no mesmo buraquinho que ele?, peguei um creme que ela havia levado passei em meu kct e fui com calma, enfiando ele devagar, ela gritava, gemia, até os cavalos estavam loucos, relinxavam davam coices nas baias, foi uma loucura, ela agüentando dois machos cacetudos e seu irmão tbm. Foram mais de 3 horas nos revesando?.

Ai os dois se deitaram no chão e pediram para que nos gozássemos na cara dos dois, nunca vi tanta porra assim, os dois ficaram todos melados e saciados, depois se beijaram.

Foi assim durante uma semana, de dia eles davam para os empregados, a noite eu os comia, curti muito minhas férias, foram as melhores que já tive.

Meu primo foi morar nos EUA, e minha prima casou-se com outro fazendeiro e foi morar no Mato Grosso.



Ficha do Conto

Escritor:
FÊNIX FRANCANO

Nome do conto:
LOUCURAS DE IRMÃOS

Codigo do conto:
12110

Categoria:
Grupal e Orgias

Data do Envio:
04/04/2011

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
12109 UM CASAL SACANA Heterosexual 2
12111 UNIVERSITARIA SAFADA Heterosexual 1
12112 NÃO RESISTI AO CDZINHO Gays 2
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA