Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Entrar em contato   Bate Papo
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





A primeira vez com meu filho.


Eu comecei a desconfiar de que meu filho Daniel, de quatorze anos, não era mais uma criança quando ele começou a aparecer nos momentos mais insólitos onde eu estivesse.
Por exemplo, por mais de uma vez ele entrou no banheiro quando eu estava usando o vaso. Uma vez, ele entrou no banheiro quando eu estava saindo do box e me flagrou toda nua de costas.
Tenho trinca e cinco anos e me dizem que tenho o corpo de dançarina poposuda, e o que passo e narrar agora aconteceu quando eu tinha me separado do pai de Daniel e havia traido ele com um professor desse meu filho.

Em apenas uma semana, passei de uma reclusa e tímida dona de casa para uma mulher segura e liberada sexualmente.
Infelizmente o amor da minha vida que me abriu as portas de todos os prazeres sexuais, estava preso, devido a uma denúncia covarde de meu marido.

O motivo foi que Bruno, meu amante e professor do meu filho, me ajudou a transferir ele de colégio, evitando assim que ele fosse jubilado.

Assim eu acabei me envolvendo com Bruno e no mesmo dia que o conheci ele gozou duas vezes na minha boca e deflorou meu cuzinho!

Assim, já chegando na segunda semana sem ver Bruno e ardendo de tezão, paixão, loucura por ele, comecei a notar que Daniel já estava com um pouco mais de um metro e oitenta.
Eu fiquei curiosa em saber como ele estava se virando sexualmente, já que ele era bastante tímido devido a opressão que Antonio exercia em todos nós.

Não tinha certeza, mas acho que ele me espiava quando eu dormia ou trocava de roupa.
Eu achava abonimável, o filho sentir atração sexual pela mãe!

Mas, eu tinha que lidar com aquilo. Pensei em interná-lo no colégio. E então, passando pelo quarto contíguo pra onde tínhamos mudado, vi Daniel trocando de roupa.

Fiquei parada, distante da porta entreaberta mas o suficiente pra espiá-lo se despedindo da toalha em volta da cintura e mostrando toda sua grandeza juvenil!

E que grandeza! Só não entendi porque estava endurecida! Foi cômico pra ele vestir a cueca e depois as calças! Por pura picardia feminina, resolvi brincar com ele, sem nenhuma outra intenção além de pura traquinagem!

Me despi da cintura para baixo, me deitei no sofá de costas para a porta, que deixei sem trancar e iniciei uma suposta masturbação, com gemidos e sussurros!

Em minutos, sinto que a porta se abre. Sei que que agora Daniel deve estar maravilhado com a visão de minha bela bunda! Eu acreditava que qualquer bunda, ou melhor, qualquer outro corpo de mulher faria o mesmo efeito nele!
Sem lhe dar tempo, eu me viro e deito de costas.
Escuto ele, estabanado, fechar a porta e sair dali correndo!

Minha intensão era fazer Daniel ficar perto de mim até ele ter idade suficiente pra conhecer uma boa moça e casar. O ideal seria que antes ele conhecesse uma mulher experiente que o ensinasse as artes do amor!
- Deus do céu! O que estou pensando?!- Filosofava comigo mesma. No fundo eu sabia que eu gostaria de conhecer um garoto bobo como ele pra ensinar tudo o que Bruno tinha feito comigo.

Eram por volta de duas horas da manhã quando notei um leve claridade vinda do banheiro. Voltei a fechar os olhos na tentava de dormir, pois já tinha me masturbado três vezes e ainda continuava insone. Quase vinte minutos depois e a luz ainda estava acesa. Resolvi acabar com o que quer que seja que Daniel estava fazendo.
- Daniel! Vai dormir! - mas não consegui acabar a frase!

Ele portava uma rola digna de admiração! E minha primeira reação foi de fechar a porta, quando vi o desespero dele, sacudindo minha calcinha nas mãos tremulas!

Aquilo já era demais! Ficar me espiando era uma coisa! Mas se masturbar pensando em mim era pecado! Então dei-lhe um tapa no rosto com toda a força!

Daniel parecia que não sentiu o tapa, pois não parava de falar. Parecia um fanático se auto-penitenciando. ele me pedia que o perdoasse. Que nunca mais faria aquilo, etc etc.
Ele estava tão fora de si que não notava seu rígido pênis balançando de um lado pro outro!

Não sei realmente o que aconteceu, mas aquele pauzão me transformou! Eu só via Bruno na minha frente! Eu só via o pau de Bruno na minha frente! Eu não podia olhar no rosto de Daniel, eu só queria ver Bruno e ter aquele tronco de músculos dentro mim! Em todos os lugares dentro de mim!

Sem mesmo saber porque, apaguei a lusinha do armário, sentindo o calor do corpo de meu filho e imaginei que era Bruno!
Na penumbra dava pra ver perfeitamente o ainda corpo juvenil e a imensa rola apontada pra mim, acusando do pecado que eu estava prestes a cometer!

Enquanto me abaixava, ia pensando "É o Bruno. É o Bruno!". e abaixei a cueca de meu filho até os tornozelos, sem antes capturar a boluda glande de sua rolona com minha boca!

Daniel gemia alucinado com esta sua primeira felação, me chamando de mamãe! Eu não queria isso! Eu não queria ser lembrada que estava praticando incesto! Eu queria acreditar que era Bruno, de quem eu estava engolindo rola!
- Me chama de Helga! Ou melhor, de dona Helga!

Em pouco tempo Daniel gozou abundantemente enquanto eu tinha suas bolas dentro da boca, sentindo com a língua a efervescência dos milhões de esperma correndo como lava de um vulcão!

O esperma de meu filho era tão saboroso quanto o de Bruno, só que diferente! Assim, nas futuras orgias que participei com meu novo marido, eu sabia que quem era quem pelo sabor de esperma que eu engolia!

Lavei meu rosto e puxei Daniel/Bruno para meu quarto segurando naquela rolona, objeto do meu desejo! E este desejo era tanto, que eu o chupei de novo!

Me postei a sua frente, sentada em minhas panturrilhas, ficando a rola de meu filhinho na altura ideal pra minha boquinha gulosa!
Me masturbava e o sugava com toda aflição que a tezão nos antecipa! E danadinho me inundou de novo de esperma! E gozei como louca, engolindo seu lindo caralho inteirinho, me sufocando, me matando, me fazendo saciada e feliz!!

Eu e Daniel quedamos exaustos. Ainda assim sua rolona estava endurecida!
- Voce quer que a dona Helga lhe chupe de novo, quer benzinho?- lhe perguntei carinhosa
- Eu queria... queria... como se diz...queira meter... em voce?
- Mas aí... é pecado! Posso engravidar... seria pecado mesmo!
- Mas mamãe... dona Helga, eu lhe amo! Quero que voce seja minha mulher!
- Oooh, meu amorzinho! Voce me ama? De verdade? Voce ama dona Helga, não é? É a Helga quem voce deve amar como mulher, tá bem? Vamos fazer o seguinte: eu serei sua namoradinha e voce meu machinho querido, tá bem!?
- Aah, que bom! Que bom! Eu te amo Helga!

E sem que eu esperasse, ele me abraça desajeitadamente e me dá um longo e molhado beijo, que me derreteu toda!

Ato seguinte, Daniel se acomoda entre minhas coxas, que convidativamente se abrem pra ele! E sinto seu imenso caralho me penetrando soberbamente!
- Espere! Espere! Não podemos fazer isso! Eu lhe disse...corro risco de ficar grávida! Não meta em mim até conseguir um preservativo! Como é mesmo o nome que todos falam? Camisinha! Uma camisinha!
- Mas...mas mãe! Quero dizer, dona Helga! Como eu vou... como eu...fico?
- Não precisa mais me chamar de dona. Só Helga, a partir de agora! Bom... venha aqui, levante-se!

Coloquei Daniel quase sentado no encosto do sofá e entrei entre as pernas dele. Peguei sua vergona, já pulsando de excitação e a coloquei entre minha coxas, roçando a entrada de minha xaninha!
Não precisou de nenhuma aula para que em segundos Daniel soubesse o que fazer!

Eu voltei a ficar super excitada! Meu filhinho estava se saindo tão bem quanto meu Bruno! Me deu vontade de me abaixar e cair de boca de novo! Mas eu sabia que só isso não iria me saciar! Eu precisava ser penetrada, dilatada! Sentir a maravilhosa pressão de ser entalada!

A luxuria decidiu que eu tinha que dar meu cusinho pro meu filho!
Interrompi a troca de saliva que fazíamos com nossas bocas e olhando-o bem nos olhos, lhe disse;
- Vou provar o quanto te amo agora! Mas voce tem que prometer que nunca dirá nada a ninguém, pois isto é meu ponto fraco!
- Prometo mamãe.. dona Helga! Helga! Mas é o quê?
- Vou dar meu cuzinho pra voce! Eu devo estar louca por fazer isso! Mas em voce posso confiar! E voce não contar isso pra ninguém, né? Voce não vai contar que comeu meu cusinho! Só voce vai saber o quanto eu adoro ser enrabada! Como eu adoro!! Que Deus me perdoe... mas eu simplesmente adoro sentir uma rola entrando e saindo de meu anus!
- Era por isso que voce não se separou antes de papai!?
- Não, meu querido! Não seja tão burrinho! Deixa pra lá! Só quero que voce prometa isso! Venha aqui!

Dei a volta no sofá e antes de ficar de quatro no assento, me abaixei e paguei mais boquete pra me acender e manter enrijecida a pirocona de meu filho!
Depois me acomodei de quatro e com uma das mãos, abri uma das minhas nádegas e com a outra procurei pela rola de Daniel!

Surpresa! Meu filho prometia! Sem que eu lhe pedisse, ele se ajoelhou em frente minha bundona e por um momento ficou acariciando meus glúteos e minhas coxas.
Isto meu deu um tremendo frisson que gotinhas escorreram de minha bocetinha!
Eu voltei a gemer de tezão, meu corpo se arrepiava todo e meus mamilos doíam, implorando pra serem beijados chupados, mordidos!

Quem imaginaria que um adolescente magrelo tinha o talento de chupar uma mulher até deixá-la implorando para que a penetrasse... aonde ele quisesse!
Minhas coxas e minha xotinha foram beijadas e longamente lambidas! Eu não sei explicar, mas Daniel, de repente, separou carinhosamente as meias luas de minha bunda, deixando a mostra todo meu pregueado cusinho cor de rosa, e antes de beijá-lo, deixou cair um bom bocado de saliva nele!

A saliva escorreu em direção a minha xotinha. Eu rapidamente tentei abrir meu anus, como se fosse defecar, para que parte da saliva penetrasse lá!
Então senti os lábios de meu filho encostarem no meu anel do cusinho, pra logo em seguida tentar penetrá-lo com a língua! Eu o ajudava forçando o máximo de abertura com meu esfíncter!

Daniel estava alucinado com meu buraquinho! Chupava e chupava, pra em seguida tentar empurrar sua rombuda linguinha nele! Eu já não me agüentava mais!
- Daniel, filhinho... mete! Mete na mamãe, mete! Mete no cuzinho da mamãe!
- É pra já, dona Helga!

E a felicidade foi completada! A maravilhosa rola de meu filho venceu a primeira resistência de meu anelzinho e meu cuzinho ansioso a abraçou com todo prazer, me dando o primeiro orgasmo anal incestuoso!

Daniel urrava de mansinho e nem parecia o garotinho assustado de meia hora atrás quando foi pego no banheiro! Agora ele era um macho!
Um macho carinhoso, mas dominador com sua excelência de piroca! Ele tinha cadencia no vai e vem de sua rola em meu cusinho ardido de luxuria e libidinagem!
-Ai! Ai! Ai, amorzinho! Dá uma paradinha... assim. Não se mexe... deixe sua piroquinha assim, dentro. Deixa agora sua Helguinha... sua namoradinha... sua putinha, dar o cuzinho pra voce?

E ante aos gemidos e olhar de satisfação de meu filhinho querido, eu iniciei um suave rebolado, deixando toda sua tora sair de meu cuzinho até a base da cabeçorra, pra em seguida eu recuar minha desejável bundona, engolindo todo o caralho até minhas nádegas encostarem nos escassos pelos pubianos dele!
Aí então eu apertava com meu esfíncter o cusinho volta da piroca dele e rebolava e rebolava sem desencostar de sua virilha! Então gozei!
-Aaaaaaah! Vai fundo... mais fundo! Não pára... não pára! Aa! não...agüento! Aaai aai, tô gozando... filho querido! Sua.. mãezinha... tá ...tá gozando..gozando! Tõ gozando...gozando...com a ro..rola de meu filho... em meu...cu!!Aah!

Não sei o que aconteceu após, mas quando voltei a mim, Daniel urrava loucamente, segurando nas partes da frente das minhas coxas enquanto batia freneticamente com sua pélvis em minha bunda!
E deixei que ele gozasse com sua terna brutalidade dentro do cusinho de sua mãe querida!
Beijinhos e divirtam-se. Não esqueçam de comentar, também, as fotos. Grata.
                                

Foto Perfil Helge

Ficha do Conto

Escritor:
Helge

Nome do conto:
A primeira vez com meu filho.

Codigo do conto:
13684

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
08/09/2011

Quant.de Votos:
162

Quant.de Fotos:
5

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: A primeira vez com meu filho.

Foto 2 do Conto erotico: A primeira vez com meu filho.

Foto 3 do Conto erotico: A primeira vez com meu filho.

Foto 4 do Conto erotico: A primeira vez com meu filho.

Foto 5 do Conto erotico: A primeira vez com meu filho.




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Foto Perfil Dionisio Comentado por: Dionisio em: 14/03/2014
Comentario: nossa adorei seu conto intenso
Foto Perfil nenem danado Comentado por: nenem danado em: 11/02/2014
Comentario: Belo conto muito excitante
Comentado por: Pipitodoce em: 22/01/2014
Comentario: Gostei do conto vc é d+
Comentado por: Seductor em: 15/01/2014
Comentario: Cara Helga, vc não imagina como está minha pica agora,gostaria de receber fotos suas, manda vai, bjs e chupadas nessa xoxota deliciosa
Foto Perfil SEDUTOR PICUDO Comentado por: SEDUTOR PICUDO em: 13/12/2013
Comentario: há dona helga queria que voçe fosse a minha mamae......
Foto Perfil adorolokuraspro Comentado por: adorolokuraspro em: 20/11/2013
Comentario: dlçççççççç de mamae
Foto Perfil rocardsp Comentado por: rocardsp em: 16/10/2013
Comentario: Conto mt excitante o prazer de ler eles mais ainda,principalmente pela boa escrita e riquesa de detalhes hum vc eh um, espetaculo de mulher.
Foto Perfil prof marcos2013 Comentado por: prof marcos2013 em: 01/10/2013
Comentario: adorei o conto so louco pra comer de novo minha irma. parabens.
Foto Perfil negro ebano 42 Comentado por: negro ebano 42 em: 11/09/2013
Comentario: Deliciosa e muito excitante, quero vc bjos
Foto Perfil Josizoo Comentado por: Josizoo em: 22/08/2013
Comentario: Delicioso esse conto muito picante...
Foto Perfil gauchocaraz Comentado por: gauchocaraz em: 02/08/2013
Comentario: delicioso conto hummm
Comentado por: flaviomaster em: 22/07/2013
Comentario: bom demmmaaiiis,,me deixou louco de tesao por vc
Foto Perfil 5091 Comentado por: 5091 em: 13/07/2013
Comentario: Que delicia você m deixou com um baita tesão .......
Foto Perfil casado flex Comentado por: casado flex em: 11/07/2013
Comentario: Muito bom, vc descreve muito bem as situações estou morrendo de tesão, lindas as fotos. Você é gostosa demais.....noosssaaa... Parabéns pelo conto e um Beijo.
Foto Perfil Casado50taobise Comentado por: Casado50taobise em: 10/07/2013
Comentario: Eu não tive a sorte de ter uma mãe ou irmãs gostosas como vc. Se tivesse certamente foderia com elas também. Bjs
Foto Perfil DoceMoreno34 Comentado por: DoceMoreno34 em: 08/07/2013
Comentario: Dona Helga senhora ta de parabéns hein conto muito intenso parece que agente que ta alendo ta ali sentindo tudo o que acontece da um tesão alucinate gosei demais ate o fim do conto me imaginando no luga de seu rebento . como diz o velho ditado o proibido é o mais apetecido beijinho venhas mais relatos deliciosos como esse
Comentado por: rgneto em: 01/07/2013
Comentario: ummmmmmmmmmmmmm q delicia ,meu pau latejando de tao duro, gozei 3 vezes lendo esse teu conto maravilhoso..!!!me add
Foto Perfil M@rquinhomarco Comentado por: M@rquinhomarco em: 24/06/2013
Comentario: Adorei o conto e vou ler todos os outros que vc escreveu! Moça grande bjo gozei gosto com o conto e as fotos!
Foto Perfil johnatas10 Comentado por: johnatas10 em: 22/06/2013
Comentario: adorei agora se eu pegasse esse seu cuzinho eu deixaria ele todo ardido mas vc ainda iria me pedir pra colocar na sua xaninha sua gostosa
Foto Perfil Extaze Comentado por: Extaze em: 30/05/2013
Comentario: Parabens vc é 10, mae excelente votei

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
9899 Sodomizada na porta da igrja 2 Traição/Corno 11
9900 Sodomizada na porta da igreja 1 Traição/Corno 6
9946 Iniciação Anal da ninfeta modelo III Traição/Corno 8
9949 Iniciação Anal da ninfeta modelo I Virgens 10
9962 Flora e seu poney Zoofilia 15
9964 Iniciação anal de uma ninfeta 1 Virgens 6
9975 Helga e os presidiários II Traição/Corno 6
9981 Safadas santinhas III Virgens 5
10070 Amadureci chupando um pivete Fantasias 16
10076 Rasgando as calcinhas da mãe Incesto 14
10103 Dando a bundinha com classe Traição/Corno 7
10104 Meu marido aceitou minha tara 3 Interrraciais 6
10105 Meu marido aceitou minha tara 2 Interrraciais 6
10106 Meu marido aceitou minha tara 1 Interrraciais 7
10121 A juiza e o filhinho gay 4 Incesto 7
10184 O Deputado e sua esposinha safada 4 Traição/Corno 3
10185 O Deputado e sua esposinha safada 3 Traição/Corno 3
10186 O Deputado e sua esposinha safada 2 Traição/Corno 3
10187 O Deputado e sua esposinha safada 1 Traição/Corno 3
10188 O deputado e sua esposinha safada Traição/Corno 5
10241 Rasgando a calcinha da mãe 2 Traição/Corno 6
10329 Só o amigo de meu marido que me enraba Traição/Corno 6
10330 Minha primeira traição foi dar o cusinho Traição/Corno 5
10340 Forçada ao incesto III Incesto 3
10341 Forçada ao incesto II Incesto 3
10342 Forçada ao incesto I Incesto 9
10430 A juiza e o filhinho gay 5 Incesto 10
10455 Namoro o filho, mas o api que me come 1 Traição/Corno 9
10545 Sodomizada por acaso II Incesto 4
10546 Sodomizada por acaso I Incesto 6
10584 Namoro o filho, mas o pai é que me come II Traição/Corno 17
10671 Anus acolhedor da Luterana III Traição/Corno 3
10672 Anus acolhedor de uma Luterana II Traição/Corno 4
10673 Anus acolhedor de uma Luterana I Traição/Corno 6
10682 Sodomizada no navio 4 Traição/Corno 4
10683 Sodomizada no navio 3 Traição/Corno 7
10705 Namoro o filho, mas é o pai que me come 3 Traição/Corno 8
10751 Melissa e seu sogro (parte 2) Traição/Corno 7
10752 Melissa e seu sogro (parte 1) Zoofilia 13
10913 Meu marido jura que lhe sou fiel II Traição/Corno 7
10914 Safadas santinhas IV Traição/Corno 5
10974 A safada esposinha do parlamentar I Traição/Corno 11
11022 A esposinha safada do parlamentar II Traição/Corno 5
11183 Diana e o estagiário negro I Traição/Corno 10
11204 Diana e seu estagiário negro II Interrraciais 11
11315 Diana e o estagiário negro III Interrraciais 9
11347 Diana e o estagiário negro IV Incesto 7
11400 Virei gay por amor a uma mulher I Incesto 11
11605 Virei gay por amor de uma mulher II Incesto 10
11705 Melissa e o primo gay I Incesto 9
11863 Quem acredita num corno? Incesto 8
12053 O lado obscuro da esposa perfeita 1 Traição/Corno 11
12116 O lado obscuro de uma esposa perfeita II Traição/Corno 7
12117 Dando a bundinha com classe II Gays 11
12183 Buttplug de Marta Traição/Corno 7
12184 Divórcio Incestuoso Incesto 6
12273 Rasgando as calcinhas da mamãe III Incesto 7
12276 Rasgando as calcinhas da mamãe IV Incesto 6
12397 Rapto e defloração anal de Ylena Sadomasoquismo 6
12398 Rapto e defloramento anal de Ylena 2 Sadomasoquismo 7
12515 Meus maridos, meus cornos I Traição/Corno 18
12689 Meus maridos, meus cornos II Traição/Corno 8
12815 Viuva insaciável Zoofilia 15
13096 A sogrinha e o genro cafetão Traição/Corno 10
13363 Arrependida, porém satisfeita. Traição/Corno 10
13386 Arrependida, porém satisfeita II Traição/Corno 9
13528 Que culpa tenho por ser gostosa? Traição/Corno 7
13871 Infidelidade em familia Traição/Corno 10
14000 Esposa e sogra enrabadas pelo vizinho I Traição/Corno 19
14082 Infidelidade em familia II Traição/Corno 8
14225 O canalha que me seduz III Incesto 8
14463 Helga descobrindo o prazer Anal Traição/Corno 25
14550 Compulsão Anal do noivo e da noiva Traição/Corno 26
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA