Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO


Como muitos ja leram nossas histórias, vou contar agora mais uma, somos casados a 11anos, ela loira gostosona 36anos, começamos no menage no primeiro ano ja de casamento pois ja fantasiavamos qdo solteiros, atualmente fazemos menage e tbm a libero para sair sozinha, ela tem dois amantes fixos um que sabe que sei e outro que ela sai sozinha porque ele acha que eu não sei, portanto saem sozinhos, temos tambem outros amigos com quem saimos que são contatos antigos da net, mas como ela anda bem ocupada quase não arranja novos rsss, vou contar agora um encontro que aconteceu a um tempo atrás, como ja disse somos muito experientes, tivemos muitos encontros mas agora que estou tendo tempo de escrevelos.
Vou contar agora uma saida que demos com o antigo amante fixo dela, como ja disse ela tem dois fixos um antigo q a come a dez anos e um mais novo que é colega de trabalho dela, desta vez foi com o antigo e eu de certa forma participei rss.
Ja fazia algumas semanas que nosso amigo antigo não a encontrava nem em nossa casa nem ela indo a dele, então ele nos avisou que passaria em nossa cidade e que gostaria muito de encontrarnos, mas infelizmente neste fim de semana estavamos com parentes em nossa casa o que tornaria impossível, em nossa cidade que não é grande há somente um motel e é quase certo que nós conheçamos o atendente rsss, portanto tbm é impossível frequentalo para estes fins, então o qeu sugeri foi que quando ele chegasse ele me avisasse por fone que o encontrariamos para nem que fosse um arreto no carro ja que seria no fim de tarde pelo horario que ele falou, e assim foi, as 18h10 ele me ligou dizendo ja estar em nossa cidade, combinamos com ele na Br que cruza nossa cidade, deixamos o carro dele num posto de combustível e saimos em nosso carro, nosso carro é grande tipo perua, possui os bancos trazeiros bipartidos o que da pra deitar ficando quase como uma cama.
Bem, mau saimos eu na direção, peguei a BR em direção a fronteira, e segui a no máximo 80km pois a intenção não era ir a algum lugar e sim rolar algo no carro, logo minha esposa ja pulava para tras e meu coração disparava, rapidinho ja estavam se agarrando la atras, meu carro com peliculas bem escuras fica impossivel de notar algo, regulei meu espelho para poder velos melhor e claro que tbm virava a cabeça qdo dava rss, eles pareciam nem se importar com minha presença(como sempre rss). Enquanto se beijavam a puta foi baixando a bermuda do cara até o joelho liberando o pauzão ja extremamente duro, apesar do ar condicionado estar ligado eu ja sentia o xeiro do pauzão que tantas vezes ja senti nela, claro que minha esposa ja estava sem calcinha o que fez questão de tirar enquanto ainda estava no banco da frente do meu lado, ficando só de saia, tbm ja estava com a blusa desatada do pescoço e os seios expostos, eu enqaunto prestava atençao na estrada acabava perdendo alguns dos movimentos deles mas como os ouvidos estavam ainda prestando atençao pude ver que a puta ja punhetiava o cara pelos seus gemidos, que aumentaram ainda mais quando ela abaixou a cabeça e iniciou um bokete, regulei novamente meu espelho para apreciar a chupada que ela dava em seu amante, erea uma delicia de xupada, de mulher que esta tesuda mesmo, ela xupava, lambia a cabeçona, agarrava e lambia o saco enquanto isto a safada ficou de 4 no banco do carro para o amante poder acariciar sua xota que tbm ja exalava o xeiro caracteristico de puta no cio, o safado acabou tirando a camisa e td mais ficando completamente nu no carro enquanto minha puta continuava com suas poucas roupas presas ao corpo mas mesmo assim pronta para a trepada, eu de pau extremamente duro agora dirigia no máximo a 70km/h fazendo com que vários carros nos ultrapassassem mas acho que infelizmente rss ninguem notava o que acontecia ali atras, cheguei a imaginar o perigo de uma blitz policial, o que diriamos pois certamente não daria tempo dos dois se recompor mas por sorte nada disto ocorreu, depois de alguns minutos nesta posiçao, ela mamando desesperadamente no macho e ele ja com dois dedos dentro da xota dela, ela então falou: AI AMOR DEIXA EU SENTAR QUE NÃO TO AGUENTANDO MAIS QUERO TEU PAU e ele TA PUTA VEM, SENTA GOSTOSO, então ele se posicionou bem no meio do banco traseiro o que facilitaria a montada dela, e claro minha visão, pude ver enquanto ela se arrumava o pauzão dele duríssimo batendo acima do umbigo, extremamente ensopado, e pelo espelho vi minha esposinha partindo para cima dele, foi para o colo do macho, pude notar ela procurando o cacete com a xota, até que ela mesmo levou a mão para tras segurou o pau e apontou para a buceta molhada, ao mesmo tempo que eu via o corpo dela arriando sobre o dele com sua xota engolindo o cacete ouvia os gemidos dos amantes, ela num AHHHHHHHHHAHHHH, e ele GOSSSTOSAAAAA UMMMMM, então logo ela ja estava com os 22cm do amante enterrados em sua xota, nakela posição ele sentado ela cavalgando certamente o pau ia la no fundo onde ela gosta de sentir cutucar, onde ela gosta de sentir a ejaculada do amante, agora eu via os movimentos frenéticos dela de vai e vem enquanto pedia MAMA GOSTOSO MAMA EM MEUS SEIOS, DEIXA TUAS MARQUINHAS DEIXA AHHHH, e ele certamente se deliciava nos seios fartos de minha esposa, e pelos gemidos de dor e prazer dela eu sabia que ele estava deixando ela xeia de xupoes nos seios o que ela adora e claro eu tambem, as vezes ela mechia mais devagar enquanto beijava alucinadamente o parceiro, e ele a esta hora ja havia levantado a saia dela expondo seu bundão gostoso e safadamente ja cravava um dedo em seu cuzinho, não vi o momento da penetração mas ela não deixou de me revelar quando disse: AI SAFADO, AI MEU CUZINHO AHHHH TIRA, TIRA O DEDO, apesar dos pedidos eu sabia que ele não tiraria e que na verdade ela não queria isto, eu ja nem sabia onde andava, só prestava atençao para não bater o carro e alternava olhadas pelo espelho e tbm as vezes qdo dava virava a cabeça para observalos em certa hora quando vi que ele havia retirado o dedo do rabo dela para segurala pelos seios, eu consegui levar minha mão para tras e sentir o bundão dela, sentir o corpo extremamente quente de minha esposa, ela ao sentir minha mão gemeu gostosamente e caprixou no rebolado no pau do amante, pude escorregar meus dedos e sentir o cu de minha esposa ja abertinho pelo dedo do safado e ela mais uma vez gemeu deliciosamente e por fim escorreguei os dedos até o saco do amante para sentir como estava a buceta de minha esposa, pude sentir o pauzão extremamente duro, o saco dele lambuzado agora pelos liquidos da puta e ver que ela rebolava quase sem retirar um centimetro do pau de dentro, então retirei a mão limpei meus dedos num paninho do carro e continuei a dirigir, não podia nem encostar no meu cacete senão gosaria ainda mais quando ouvi minha esposa começar a pedir, AI GOSTOSO QUERO GOSAR AIIIII AHHHH ME COME GOSTOSO AHHHH METE AIIII GOSA NO FUNDO GOSA AMOR AHHHH ouvia e via os movimentos do bundão começarem a acelerar e sabia que ela estava partindo para o goso,   AHHH PAUZUDO AHHH BOTA, BOTA O DEDO DENOVO, era a puta pedindo novamente que ele enfiasse o dedo no rabo dela e ele o fez, e ela AHHH GOSTOSO AIIII AMOR DEVAGAR AIIII, NÃOOOO DOIS NÃOO AHHHH QUERO GOSAR AHHH, e vi ela rebolando no pau dele ja com dois dedos enfiados no rabão, seu cabelão solto agora batia na bunda uma delicia de ver, o cheiro no carro fechado era de matar de tesão como eu ia devagar podia curtir cada barulho da foda dos dois, ouvia a buceta dela ensopada engolindo o pau, o barulho dos corpos dos dois suados colando e descolando os estalos da mamada que ele dava nas tetas da puta, quando achei que ela iria gosar pois seus gemidos eram muitos vi quando ele pegou ela quase que no colo e atirou ao seu lado, fazendo com que ela desmontasse do caralhão, ouvi então ela AHHHH, NÃOOO AMOR, QUERO GOSAR AMOR DXA EU SENTAR AHH, SAFADO DEIXA, e tentou voltar a montalo e ele bem dominante disse, NÃO É CEDO PUTINHA, QUERO APROVEITAR MAIS ANTES DA TUA GOSADA, assim como eu gosto de fazer as vezes com ela, ele tbm gosta que é fuder o rabo dela quando ela ta com bastante tesão, claro que sempre é bom fuder aquele rabão mas depois que ela gosa não é a mesma coisa apesar de fazer acendela tbm, mas demora mais, então ele disse, QUERO COMER TEU CU ANTES DE TU GOSAR, ela não gostou muito da ideia, mas ja estava segurando o pauzão na maozinha que agora ficava lambuzada tbm, ela beijava ele apaixonadamente e dizia em tom baixo como que para eu não escutar AI AMOR DEIXA EU GOSAR DEIXA, NO CUZINHO NÃO, AQUI É RUIM, DEIXA AMOR EU SENTAR DEIXA, e beijava a boca dele o pescoço o peito enquanto punhetava ele, ele sem falar nada pegou a cabeça dela e forçou para baixo pude ver que ela resistiu mas ele insistiu e ela cedeu. logo ja estava xupando novamente aquele pau que agora misturava o xeiro e gosto de pau e buceta, ela com todo aquele tesão parecia não se importar e xupava maravilhosamente, mas ele não deixou ela aproveitar muito ja foi puxando ela para cima dele mas agora de costas para ver o que ele adora que é o pauzao sumindo no cu de minha esposa, apesar do carro ser grandeo teto não é alto e ela não conseguiu nesta posição sentar no pau dele então ele pegou o banco do meu lado colocou todo para frente e tbm dobrou o encosto de costas o máximo para frente, vi que o safado queria ela de quatro para ele, enquanto ele arrumava o banco ela de joelhos esperava as ordens do amante, eu ainda aproveitava o pouco de claridade que havia do dia para velos, via os seios dela com mais de 5marcas de xupoes vermelhos pela barba por fazer dele, o rosto dela vermelho transtornado de tesão como to acostumada a vela, ela me olhou por poucas vezes e sorria safadamente mas o que ela não deixou de fazer foi tirar a mão do pau dele, ela acompanhou todos os movimentos do macho sempre punhetiando akele pauzão lambuzado, e eu mau sabia que meu extase de corno estava por vir, depois dos planos dele prontos ela foi até ele novamente pedir para que ele não a enrabasse(se ja leram meus outros contos, sabem que ela sempre faz este charminho ela adora se sentir dominada por ele quase que estuprada pelo rabo) enquanto beijava e punhetiava ele ela falava ao seu ouvido novamente baixinho mas audivel pra mim NÃO AMORZINHO AQUI NÃO, POR FAVOR ME FAZ GOSAR, GOSA NA MINHA XOTINHA AMOR GOSA, e desta vez ele respondeu CALMA PUTINHA VOU GOSAR NA TUA BUCETONA MAS PRIMEIRO VOU COMER TEU RABINHO GOSTOSA, VAI, DA MAIS UMA CHUPADA VAI, e ela com cara de xoro novamente abaixou para fazer mais um bokete no macho, novamente de quatro no banco para que ele pudesse explorar os buracos dela com os dedos e eu ja advinhava que agora ele iria era enfiar novamente uns dedos no rabo dela pois apesar dela fazer anal com ele o pau dele é mto grande e grosso sempre é melhor dar uma laciada antes, pude ver ele guspindo na mão e levar os dedos ao rabo de minha esposa que agora estava mais virado para mim, a puta a esta hora boketeava ele e passava seus dedinhos na xota ja gementdo baixinhos, seus gemidos só aumentaram quando o safado enfiou um, dois dedos no rabo dela, para quem não a conhece pareciam gemidos de dor, mas o corpo dela denunciava que não pois ela ja rebolava o rabão nos dedos dele. Não demorou muito ele ja estava orientando ela na posição que ela deveria tomar, então vi minha mulherzinha em meio suplicas ir virando a bunda para ele, ela ficou de quatro, com o rosto e peitos escorados no encosto do banco do carona o que de passagem estava bem ao meu lado os joelhos escorados tbm no banco do carona o que fazia com que sua bunda ficasse completamente empinada para ele, ele foi para tras dela mas não ficou de joelhoes, continuou sentado no banco traseiro só posicionandose mais a frente onde o encaixe era perfeito para a enrabada que estava por acontecer, apesar das dificuldades de transar num carro devo confessar que aquela posiçao era perfeita para uma enrabada, ele sentado teria a visão mais bela do mundo que era o rabão aberto engolindo cm por cm do seu cacete, minha esposa estava bem ao meu lado com seu rosto vermelho colado no banco, seus cabelos suados colados ao rosto e costas, seus seios ja apertados contra o banco se agarrando ao encosto sabendo o que estava por aguentar, que apesar de adorar sempre é complicado no inicio, eu nao sabia se parava o carro para curtir o momento e se conseguiria prestar atençao na estrada rss, mas continuei, pude verl ele aproximando o cacete da bunda dela pude ver que pulsava de duro na sua mão, vi o arrepiu que deu no corpo dela quando ele fez questão de dar uma guspida no rabo dela, escutava ele punhetiando o pau preparando-o para penetrala, e escutei então o primeiro suspiro dela quando sentiu o cabeção encostado no rabo, ouvi ele dizer NOSSA QUE DELICIA ESTA POSIÇÃO, PUTINHA NEM VAI PRECISAR TU ABRIR COM AS MÃOS JA TA ABERTINHA ASSIM, olhei para tras e o safado agora pincelava o cacetão entre o cu e a xota dela arrancando agora gemidos de prazer da puta que estava com o rosto virado para mim mas com os olhoes fechados como em transe, o carro no asfalto quase nao balançava o que não atrapalhou o momento e finalmente pude curtir uma das mais belas cenas para um corno, escutei quando o gemido dela alterou para o de dor, e prestei atençao no rostinho delicado de minha esposa agora com testa franzida fazendo careta enquanto suportava o cabeção que a invadia pelo rabo, o safado que as vezes a enraba a seco e com violência agora ia devagar, não por pena mas para curtir a cena e o momento dakela trepada diferente, deve ser o extase tbm para um comedor enrabar uma casadinha enquanto o marido dirige e com ela do lado ainda do corno rss, assim que o cabeção entrou pude ouvir pela primeira vez palavras ao invés de gemidos AIIIII AIII AHHH AMOR TIRA TIRA AHHH AIII, e ele, CALMA PUTINHA CALMA e ela NÃOOO AIII TA DOENDO AHHH, então senti a mão dela agarrar minha perna com violência, apertando forte, pude ver agora que a palavra amor agora era direcionada a mim pois ela olhava com carinha de suplica para meu rosto, AHH AMOR TA DOENDO AMOR TA ENTRANDO AHHH UMMM e a mão dela em minhas coxas pressionava mais ainda, a penetração demorou um pouco mas pareciam horas e para mim poderia durar horas pois era muito excitante minha esposa ali arreganhada para um cavalo dakeles que a enrabava enquanto ela praticamente pedia ajuda a mim, então meu coraçao quase explodiu quando senti ele dar um tranco forte no rabo dela e ela me apertar até quase arrochar minha coxa enquanto soltava um grito alto e prolongado AHHHHHHHHHHHHAHHHHHH AIIIII FILHO DA PUTA AHHHHH, o safado meteu acho q até a metade devagar e por fim deu uma cravada forte enfiando o resto no rabo da puta, olhei para tras e vi a cara de satisfação do comedor com um sorrisinho nos olhos olhando fixamente para o rabo dela que estava completamente entalado com o pau dele, então ele começou os movimentos de vai e vem em ritmo lento, enquanto isto ela agora cravava o rosto no banco e continuava apertando minha perna como pedindo socorro, mas não demorou muito aos gemidos dela passarem de suplicas a gemidos gostosos e descontrolados, AHHH AIII UMMM AHHHH, AI MEU CUZINHO AHHH UMM, e tive certesa que ela ja curtia a penetraçao anal quando sua mão soltou minha coxa e procurou meu pau extremamente duro por baixo das calças, ela então virou o rosto para mim e percebendo minha excitação, me olhava e sorria enquanto o macho a fodia, no inicio ele controlava a penetração mas logo se acomodou no banco e ordenou que ela agora fizesse os movimentos de vai e vem mais uma vez fazendo a alegria de qualquer marido, então eu via o corpo dela balancando para frente e para trás, via que ela agora torturava ele pois as vezes alem de ir e vir para frente aas vezes ela dava uma gostosa rebolada com o traseiro, depois ele me confidenciou que foi uma das melhores enrabadas que ele deu nela pois ele ficava sentado de pernas abertas enquanto observava ela se movimentando no cacete dele, as vezes indo e vindo até a metade, as vezes metendo tudo e mexendo gostoso alternando com reboladas dignas de dançarina de axé rsss, ela ja havia largado meu pau pois senão eu ejacularia nas calças então ela concentravase em satisfazer o comedor literalmente fudeno o pau dele com o cu, por vezes eu escutava os tapas nakele bundão dela o que fazia com que arrancasse dela gemidos mais tesudos ainda, e para meu delirio novamente escutava o dialogo dos amantes como se eu não estivesse ali, AHHH AMOR AI MEU CUZINHO, TA COMENDO TEU CUZINHO GOSTOSO TAAAA, e ele TO GOSTOSA, VAI REBOLA VAI, ISTO METE TUDO AHHHH TOMA PUTA e dava tapa na bunda dela AII AMOR NÃO BATE NA TUA CASADINHA AHHH, COME O CU E AINDA BATE, AHHHH UMM QUE DELICIA DE PAU AHHH, VOU FICAR SEM SENTAR O DIA TODO CACHORRO AHHH UMMMM e para meu deleite escutava tudo isto e via a cara de puta dela dando o cu para um cavalo dakeles, para completar minha satisfação agora ela se agarrava a mim, veio mais para perto e ao invés de se agarrar ao banco me abraçava por tras escorava sua cabeça em meu ombro ficando com sua boca ao meu ouvido, me beijava o pescoço e falava ao meu ouvido baixinho agora, AII AMOR AHHH ELE TA ME RASGANDO AMOR AHHH COMO QUE TU DEIXA PAIXÃO, COMO TU DEIXA ELE COMER TUA ESPOSINHA ASSIM, AHHHH UMMM, AHHH, eu via pelos seus movimentos circulares com o rabo que ela torturava ele com a visão que ele tinha dela, e ela continuava a falar comigo nem sei como não bati o carro que por vezes quase parava pois eskecia de precionar o acelerador rsss, CUIDA A ESTRADA AMOR CUIDA AI QUE TUA ESPOSINHA TA SENDO ESTUPRADA NO CUZINHO AHHH, COMO É GRANDE AHHHH, algumas vezes ela me mordia o ombro com violencia enquanto ele cravava nela, a tortura nem sei quanto tempo durou, até que vi que ele pelos gemidos não suportava mais e iria logo gosar, então ele agora pediu para ela acelerar os movimentos, VAI PUTA METE QUE QUERO GOSAR METE, MEXE AHHH UMMM, ASSIM METE TUDO AHHH, ela então me apertou mais nos seus braços para apoiarse e começou um vai e vem no pau do safado, por instantes só ouvia gemidos de ambos até que ela kebrou o silencio, AHHHH GOSA GOSA QUE QUERO GOSAR AHH UMMM AHHH, quando ela falava ao meu ombro eu sentia o hálito dela uma mistura do xeiro forte do pau dele com o xeiro da buceta dela, o rostinho dela todo fedia a pau que certamente ela esfregou enquanto xupava, não aguentando mais parei o carro no acostamento liguei o pisca alerta vi que nao tinha ninguem por perto então virei meu rosto e takei um beijão nela querendo aproveitar seu beijo mais delicioso ainda enquanto gosa, os amantes perceberam e caprixaram nas metidas, ela me beijava mas tbm tirava a boca de mim para falar AHHH COME, METE, RASGA TUA PUTA, AHHH AMOR ELE VAI ME RACHAR AO MEIO, pude ver melhor o amante la atras que aproveitava a foda de olhos fechados, com as duas mãos entrelaçadas atras de sua cabeça, como um lord onde a puta que fazia todo o trabalho, só o ouvi dizendo AHHHHHHHHHHHHHH VOU GOSAR PUTA AHHHHHHHHHH VOU GOSAR AHHH TO GOSANDO, e a safada disse NÃOOOOO NÃOOOOO, então rapidamente ela tirou as mãos de meu pescoço, eu sem entender o que ela keria, mas vi ela levar uma das mãos para tras e rapidamente a piranha tirou o pauzão do cu e enfiou com toda violencia possivel na xota sem ao menos parar de mexer a puta aproveitou a posição de comando e retirou o pau do cu no inicio da gosada do macho e rapidamente atoxou o cacete na buceta, foi um golpe genial, então pude ver minha mulherzinha agora rebolar com mais vontade dizendo, AHHHHHH AGORA SIM GOSAA GOSA Q TO GOSANDO AMORRR AHHHHH LA NO FUNDO AHHHHH ME ENCHE, e ele só dizia, SAFADA, SAFADA AHHHH TOMA SAFADA AHHHH AHHH UMMMMM, e assim ela mexeu até certamente retiralhe as ultmas gotas do pau, saciada deu uma gosada gigante com o amante, enquanto ela perdias as forças ali de quatro sem tirar o pau da buceta ela foi para tras e sentou no colo co amante que tbm desfalecia no banco, pude agora ver a xotinha de minha esposa entalada nakele cacetão, os dois de pernas abertas, via que ja escorria porra, então eu mesmo peguei o pano e com ajuda dos dois que levantaram os corpos colokei por baixo dele para proteger um pouco mais o banco do carro que ja estava molhado do suor da bunda do macho e assim ficou por dias rss, agora ele beijava ela e agradecia a trepada deliciosa e ela tbm, disse a ele ainda que o cuzinho dela tava dolorido, ficamos com o carro parado até que ela desmontasse do pau do macho para mim poder ver a buceta vazando que é uma delicia, dei o papel higienico do porta luvas a ela e ela limpou a buceta bem como puta faz mesmo, caiu do lado dele desfalecida,agora eu via minha esposa com as pernas abertas suada, exausta pegava mais e mais papel higienico para conter o riu de porra que saia dela, soltava o papel usado no chão do carro, o comedor ria de olhos fechados enquanto recuperava o folego da gosada, o pau meio mole caido para o lado onde tbm vazava porra e só não molhou o estufamento porque a puta pegou com sua maozinha e limpou o cacetão admirei a cena dos amantes, sentia o cheiro extremamente forte de pau, xota e porra dentro do carro,aguardei um pouco dei meia volta no carro e começei a voltar, estavamos longe de casa, fui devagar imaginando ter acabado a putaria rss. Vi que estavamos mais longe do que poderia ter imaginado, enquanto dirigia ainda devagar imaginando que logo os dois colocariam as roupas, mas me enganei, claro, pelos anos que conheço o comedor dela, ele nunca se contentou em uma gosada apenas, percebi pelos barulhos agora que eles se beijavam novamente, ele mais entusiasmado que ela, riam baixinho, ele falava algo no ouvido dela e eu ouvia ela rir e dizer SAFADO e tambem ria, novamente eu via pelo espelho ela beijandoo segurando o cacetão que ja dava sinais de vida,ele só a beijava mas a safada tbm ja gemia gostoso, ela adora sentir o pauzão dele criar vida novamente na mãozinha dela ou na boca, desta vez na mão, eu intervi e disse que iria parar em algum lugar pois talvez não desce tempo de voltar antes deles acabarem a segunda foda, eles não responderam nada, então parei num lugar que eu conhecia a beirada da BR, é do lado dum poste dakeles da concessionária de pedagio onde tem um rádio para se pedir socorro, ali é seguro pois tem um recuo onde tu nao fica no acostamento e dava para mim cuidar os movimentos caso alguem se aproximasse, o macho que ja estava com o pau duro novamente procurava uma nova posição até que eu disse que poderíamos deitar os bancos traseiros, ele gostou da idéia e seguindo minhas orientaçoes o fez, meu carro como disse é uma perua possui os bancos traseiros bipartidos, onde ele deitou dois dos bancos ficando um espaço amplo onde mesmo ele tendo quase 1,90m poderia se espichar tranquilamente, o terceiro banco ficou no lugar, caso tivessemos que sair as pressas ela passaria para a frente e ele sentaria neste que sobrou, ele ainda pelado ela agora ficava completamente nua tirando o top e a saia, para meu delirio os safados deitaram com as cabeças viradas para trás coladas ao vidro traseiro do carro claro isto para me fornecer a visão que mais gosto da bunda e buceta de minha esposa. Assim que se posicionaram deitados, a puta ja estava de pernas abertas pronta para receber o pau do macho que agora estava novamente completamente duro e assim foi, pude assistir por trás a penetraçao, o pau entrou contudo, em uma única estocada, arrancado gemidos de prazer da puta ao mesmo tempo que mais porra vazava da sua xota agora para o carpete do carro, enquanto ele metia a safada cravava as unhas em sua bunda uma dos pés ela calçou no banco que ainda estava no local auxiliando assim nas mexidas que ela dava e fazendo com que ficasse mais arreganhada para ele, via agora que o cansasso ja havia passado e a puta fudia com vontade, eu que estava virado para trás nao resiti e rapidamente passei para aquele bankinho traseiro que ainda estava no lugar onde minha visão era muuuito melhor muito mais próxima, agora com o carro parado sem circulação de ar o cheiro era ainda mais forte, agora alem de xeiro de pau, buceta e porra havia agora o xeiro forte de suor do macho que metia violentamente em minha esposa, ela ao notar que eu estava ali agora apoiava a perninha dela em mim enquanto fazia de tudo para suportar o cacetão que a fudia, eu a acariciava e abria ainda mais a perna dela a deixando mais louca ainda, via o pau entrando e saindo, o baita saco batia nas nádegas dela com violencia, via o suor do macho escorrendo pelas costas até o saco dele, em outra situação eu não suportaria aquele cheiro todo mas nesta hora era inebriante, delicioso, eu que ainda não havia gosado novamente nem tocava o pau para nao ejacular. Desta vez eles quase não falavam só mexiam e gemiam, quando achei que os amantes estavam quase gosando vi ele desacelerando as metidas, achei até que tinha gosado em silencio mas não, ele queria o premio, queria o que ela havia prometido quando cuxixavam, então vi o cavalo saindo de dentro de minha esposa que ainda tinha a xota com restos de porra, tive a visao maravilhosa dakela xota estremamente inchada, vermelha e principalmente arrombada vi o buraco que ficou quando ele sacou o pauzão dela, parecia mais puta ainda por ter ainda pedaços de papel higienico colado nos grandes e pequenos lábios rss, então vi ele deitando ao lado dela, e ela prontamente virando de costas para ele, então entendi o que estava por acontecer, claro que ela ficou de lado mas virada de frente para mim para eu poder continuar tendo o máximo de prazer com a visão, ele rapidamente se arrumou por tras dela acertando a altura então rapidamente ja estava segurando o pau com uma das mãos procurando novamente os buracos de minha mulher, agora ela gemia baixinho de olhos fechados esperando novamente ser fudida no cu mas ele foi carinhoso a beijava muito e esfregava o pauzão da xota até o rabo fazendo assim com que a lubrificação da buceta passasse ao cu para ajudar na penetração, a cada passada com o cabeção na buceta ela gemia deliciosamente e rebolava, ele claro a atendeu e deu mais uma metida nakela buceta ensopada para meu delirio, agora ele fudia minha esposinha de lado por tras e eu sabia que logo o cu dela seria novamente deflorado mas ainda ela aproveitada as cravadas na buceta sedenta, enquanto isto ele a beijava e apertava um dos seios com a outra mão, ela deitada no braço dele procurava a boca dele desesperadamente, os movimentos dos dois eram cadenciados de amantes que ja se conhecem a tempos, enquanto ele afastava o corpo do dela ela tambem o fazia com isto quase só o cabeção ficava na sua buceta então novamente eles direcionavam seus corpos um ao outro fazendo com que a penetração fosse longa e profunda, isto era meu extase, agora ela gemia gostoso e falava VAI XUPA, MARCA O PESCOÇO DA TUA PUTA TAMBEM AHHHH DELICIA SAFADO SABE QUE ADORO AHHH então eu via ele grudado no pescoço dela quase nuca deixando novas marcas o que ela adora, ela sempre pde, são xupoes mais discretos que fazem com que ela por um bom tempo não possa soltar o cabelo mas ao mesmo tempo excitanos a ideia de alguem vela marcada, mecheram assim sincronizados por um tempo a puta quase gosou novamente mas ao ver isto ele então retirou o pauzão de dentro dela deixando novamente aquele buraco enorme em minha esposa, ela protestou mas nem tanto como da outra vez, agora ele novamente segurava o pauzão e ainda falou ABRE A BUNDA GOSTOSA, ABRE PRA MIM TE ENRABAR, ela de olhos fechados levou sua maozinha a nádega e a puxou com força expondo ainda mais o cuzão, ele se arrumou eu agora via o cu dela ja vermelho e laceado da foda anterior, ela empinou mais a bunda esperando o que me deu uma melhor visão, não resisti e enquanto ele apontava o pau procurando o anus dela eu comecei a acariciar o clitoris vermelho e inchado que estava, ela notou e soltou um gemido gostoso, vi o cabeçao forçar a entrada e quase num estalo sumir na bunda de minha esposa, diferente da outra vez agora ela gemia gostoso com meus carinhos e assim assisti aquele pau gigante sumir no rabo dela novamente, assim que ela sentiu o corpo dele colar ao dela, ela tramou a perna que estava no ar por tras dele puxando o macho mais para dentro dela e para poder novamente rebolar com o cu no seu pau, eu continuava acariciando aquela bucetona fudida, quando ela começou a rebolar eu introduzi facilmente dois dedos em sua vagina o que a fez delirar, os dedos entraram facilmente apesar do cu estar dilatado com o pau, eu podia participar dakela foda maravilhosa sentindo o cacete do macho com os meus dedos por entre a buceta dela, sentia a potencia do macho com aquele ferro cravado nela enquanto ela novamente rebolava,o pau aparecia e sumia dentro do cuzão arrombado de minha esposa, novamente eles alternavam entre beijos e xupoes em seu pescoço, a outra mão do safado apertava hora um hora outro mamilo de minha esposa como se fosse arrancalo, mas só arrancava gemidos e delirios dela, em minha posição cançei e troquei de mão a penetrala, novamente ela estremeceu qdo enfiei os dois dedos nela e pude sentir em meus outros dedos o cheiro da sua buceta com porra que ja fedia a seca, novamente ela rebolava gostosamente eu sentia o entra e sai na sua buceta do pau que a alargava o seu rabo, ela para me provocar retirava a perna que estava trançada nele e colocava no meu ombro mas isto fazia com que a penetração ficasse mais dificil, mas, em compensação a sensaçao de estar auxiliando o macho a fudela era deliciosa, certa hora retirei meus dedos de dentro da sua buceta, então ela talvez por cansaço retirou a perna de meu ombro ficando de lado quase de bruços, o safado que adora a pegar assim então nao pensou duas vezes em colocala de bruços e subir para cima dela pois assim ele controla as metidas e pode esfolar o rabo dela, ela novamente pouco protestou só ouvi o gemido quando ela sentiu aquele enorme homem subir em cima dela e cravar o pau o mais fundo possível em seu cu, minha visão não era tão privilegiada como antes, mas os amantes logo se arrumavam abrindo as pernas para que eu pudesse ver o entra e sai do pau nela. Ele agora estava em cima dela, forçava ela a abrir as pernas com os próprios pés dele, o corpo todo sobre o dela e as metidas agora eram vigorosas, ele tirava mais da metade do pau do cu de minha esposa e voltava a cravar até o talo e ela gemia sufocada mas eu notava que com extremo tesão, quando ele retirava o pauzão eu via a bucetinha dela vermelha e literalmente tambem fudida, molhada, por vezes o macho erguia o corpão e ficava só com o pau conectado nela, fazia fortes movimentos de vai e vem e ainda ordenou que ela abrisse as nadegas, ela que tem um bundão grande, com suas duas mãos obedeceu o macho abrindo e expondo o cu que de pequeno não tinha mais nada, e ele curtia cada metida, por vezes deixou o pau escapar claramente para mim poder ver o estrago, um burado quase do tamanho duma pekena laranja pois este era o calibre da base do seu pau que era a parte mais grossa, quando ele metia novamente eu via que não havia mais resistencia nenhuma em seu cu arrombado, ouvia os deliciosos gemidos dela, depois desta sessão de meteçao no rabo arreganhado novamente ele caiu sobre ela, agora fez ela abrir as pernas e ficou no meio delas sem abrir as suas então eu nao veria mais a penetração por tras mas a puta agora empinava mais ainda o rabo me dando o prazer de ver melhor o entra e sai pelo lado, vi que ela queria que ele gosasse logo e claro tbm queria gosar pois como se fosse ja combinado ele enfiou por baixo uma das mãos para acariciar a xota dela, ela novamente gemeu gostosamente enquanto ele parado nesta posição dedilhava o clitoris dela e ela rebolava no pau dele, então ele novamente soltou o peso sobre ela e começou a fudela fortemente, não retirava muito do pau de dentro mas metia violentamente e sua mão rapidamente mexia na xota dela, não demorou para ele anunciar o goso juntamente com a puta que falava:AHHH VAI GOSA AHHH GOSA QUE TO GOSANDOOOO METE ME RASGA GOSA NO MEU INTESTINO SEU SAFADO AHHHH AIIII MEU CUZINHO AHHHH, e ele TO GOSANDO PUTA TO GOSANDO GOSTOSO UMMMMM AHHH PUTA RABUDA, QUE CUZÃO GOSTOSOOOO AHHHH e em meio a estes elogios ele caiu novamente sobre ela quase a sufocando, pude ver pela bunda dele que o pau pulsava dentro do cu dela despejando os restos de seu esperma que mesmo na segunda gosada é maior que minha primeira rsss, passado o extase novamente escutei eles a rirem agora ele desmontou dela sem se preocupar em sujar nosso carro, o cu dela permaneceu aberto, ele olhou para o buracão, olhou para mim e riu, pegou o papel higienico limpou o pauzão e passou para ela que novamente se limpou feito uma vadia, o cu apesar de aberto logo se fecha e não fica vazando porra como a xota, eu fui para meu posto de motorista, liguei o carro e saimos dali, ja começava a escurecer, ainda vi eles deitados lá atras se acariciando, até que pegaram as roupas, ainda demoraram a vestilas só fazendo quando viram que estavamos perto de nossa cidade. Vestiranse la atras mesmo deitados que era mais fácil, ele arrumou os bancos no seu lugar mas ela nao passou para frente foi ao lado dele até deixarmos onde o carro dele havia ficado, ja que tava escuro trocaram beijos calorosos antes dele descer do nosso carro e partir no dele, ela então veio ao meu lado, vestiu a calcinha dizendo que ainda vasava dos dois buracos rsss. Chegamos em casa acho que quase uma hora e meia depois de nossa saida, fomos ao quarto onde ela me fez um rápido e delicioso bokete, me fazendo descarregar uma carga enorme de porra em sua boca. A safada ainda demorou a ir para o banho, continuou a me provocar com seu cheiro do macho quando chegava perto de mim, apesar disto ninguem notou nada claro, ao irmos dormir ainda dei outra gosada na sua xota antes dela tomar banho, o cuzinho não ganhei pois estava muito dolorido.
Colocarei fotos mas não deste encontro que acabei nao fotografando, ja temos tantas fotos que fotos não são mais nossa prioridade rss, amigos como disse somos experientes, as vezes acho que não acontecerá mais nada que possa me surpreender mas claro, me engano rsss.
Abraços e se gostarem votem, desculpem a extenção do conto mas como é real não tem como ser menor.
Foto Perfil Cacolabin

Ficha do Conto

Escritor:
casalsul

Nome do conto:
ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO

Codigo do conto:
13955

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
08/10/2011

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
5

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO

Foto 2 do Conto erotico: ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO

Foto 3 do Conto erotico: ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO

Foto 4 do Conto erotico: ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO

Foto 5 do Conto erotico: ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
12040 Amigo Negro la em casa Traição/Corno 8
12342 Amante da esposa la em casa. Traição/Corno 9
12371 Minha esposa me fazendo surpresa(Verídico) Traição/Corno 12
12436 Esposa perdendo(realmente) o cabaço do rabinho. Traição/Corno 11
12469 INICIANDO A ESPOSA NO MENAGE(VERIDICO) Traição/Corno 13
12479 PROSTITUINDO A ESPOSA(PRIMEIRA VEZ) Traição/Corno 6
12578 PROSTITUINDO A ESPOSA (NOVOS CLIENTES) Traição/Corno 6
12645 ATUAL AMANTE O INICIO Traição/Corno 3
12666 OUTRO CLIENTE DE MINHA ESPOSA Traição/Corno 6
12709 ESPOSA TRANSANDO NA FESTA Traição/Corno 5
13013 MINHA ESPOSA COM DOIS AMIGOS Traição/Corno 6
13169 NEGRO GOSANDO NA MINHA ESPOSA(REAL) Traição/Corno 4
13171 AMIGO NEGRO LA EM CASA(EDITADO) Traição/Corno 4
13325 ESPOSA TRANSANDO COM ESTRANHO Traição/Corno 0
13603 AMANTE FIXO EM CASA A SÓS COM ELA Traição/Corno 4
13769 ESPOSA SENDO GOSADA NA FESTA Traição/Corno 4
14253 ESPOSA PASSANDO FINAL DE SEMANA COM AMANTE Traição/Corno 1
14557 ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL Traição/Corno 6
14729 ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL PARTE2 Traição/Corno 3
14935 QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA Traição/Corno 3
14949 QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA(CONTINUAÇÃO) Traição/Corno 2
15094 ESPOSA TRANSANDO GRÁVIDA DE 7MESES Traição/Corno 11
15096 PRIMEIRO AMANTE DO TRABALHO DELA Traição/Corno 3
15216 ESPOSA TRANSANDO COM EX NAMORADO(VINGANÇA DELA) Traição/Corno 2
15259 ESPOSA TRANSANDO COM UM COROA Traição/Corno 2
15968 PRIMEIRO SWING DO CASAL Traição/Corno 2
16110 PRIMEIRA VEZ DA ESPOSA SOZINHA COM AMANTE Traição/Corno 1
16607 ESPOSA SOZINHA COM DOIS AMANTES Traição/Corno 5
16627 ESPOSA CEDENDO A CHANTAGEM DO COLEGA Traição/Corno 3
16934 PRESENTE PARA O AMANTE(primeira parte) Traição/Corno 0
16966 PRESENTE PARA O AMANTE(Segunda parte) Traição/Corno 0
18111 SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO Traição/Corno 6
18115 SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO parte2 Traição/Corno 4
18295 SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3 Traição/Corno 1
19314 ESPOSA FUDENDO COM AMANTE E AMIGO DELE Traição/Corno 2
19938 ESPOSA DANDO PARA COROA Traição/Corno 5
20767 ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 1 Traição/Corno 10
20768 ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 2 Traição/Corno 4
20769 ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3 Traição/Corno 3
22017 ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO Traição/Corno 7
22018 ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO3 Traição/Corno 2
22019 ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO4 Traição/Corno 9
23307 ESPOSA SE PROSTITUINDO (VERÍDICO) Traição/Corno 7
25452 ESPOSA DANDO NO ANO NOVO. Traição/Corno 16
26816 O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA Traição/Corno 11
26852 O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA 2 Traição/Corno 4
27032 NAMORADA DANDO PARA AMANTE NO WC DA FACULDADE Traição/Corno 2
27652 ESPOSA COM AMANTE NO ESTACIONAMENTO(REAL)25/03 Traição/Corno 6
28366 ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1 Traição/Corno 11
28367 ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2 Traição/Corno 6
29811 ESPOSA COM NOVO AMANTE Traição/Corno 7
30123 ESPOSA LEVANDO LEITE DE DOIS AMANTES 1º VEZ REAL Traição/Corno 2
31212 PRIMEIRO ANAL DA ESPOSA COM O NOVO AMANTE Traição/Corno 10
33094 ESPOSA SENDO GOZADA POR DOIS AMANTES NO MESMO DIA Traição/Corno 15
33572 DOIS MACHOS PARA MINHA ESPOSA Traição/Corno 7
33828 ESPOSA DANDO NO CLUBE Traição/Corno 10
35340 PRIMEIRO ANAL COM DOTADO(EDITADO) Traição/Corno 11
36240 Esposa com Amante e Amigo dele Traição/Corno 5
36901 ULTIMA IDA NO AMANTE PREFERIDO DELA Traição/Corno 6
37954 ESPOSA COM AMANTE COLEGA DE TRABALHO Traição/Corno 7
43296 HISTORIA CONTADA PELO COMEDOR DELA, BEM DIFERENTE. Traição/Corno 8
43645 DANDO PRO AMANTE NA ESCADARIA DE SHOPING Traição/Corno 7
46418 ESPOSA DANDO NO CARNAVAL 2014 Traição/Corno 10
49872 Primeiro anal com Dotado(a força) Traição/Corno 4
50214 ESPOSA GRITANDO NA VARA DO AMANTE EM NOSSA CASA Traição/Corno 11
53229 PRIMEIRA VEZ COM O AMANTE EM NOSSA CASA Traição/Corno 5
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA