Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Tomei coragem e me soltei para 2 na praia deserta


O que vou relatar realmente aconteceu, e me mostrou o meu lado fêmea insaciável.
O que vou relatar aconteceu quando eu tinha 28 anos, na época já namorava minha esposa, que morava em outro estado, e eu em Vitória - ES.
Desde os meus 18 aninhos, quando meu vizinho de 25 anos me chantageou com revistas e filmes de sacanagem e me fez beber seu leitinho e dar meu cuzinho para ele, como as atrizes dos filmes, por sinal, várias vezes por cerca de 1 ano enquanto morou na cidade do interior do ES que morava,que eu não conseguia tirar da cabeça a vontade de dar minha bundinha novamente, passaram-se anos e eu vestia as calcinhas de minha irmã e da minha mãe com minha bunda grande ficava muito gostoso, e me destruia em punhetas, e o tempo foi passando e eu me relacionava com mulheres, comia várias, mas estava incompleto.
Foi quando minha namorada, foi fazer residência em SP, e coloquei na cabeça que agora com 28 anos iria realizar meu sonho e ter coragem de dar para um homem novamente.
Não mudei praticamente nada da época até hoje em dia, sou praticante de Musculação, tenho poucos pêlos no corpo, 1,89m, 99kg, pele branca, olhos castanhos claros e cabelos castanhos escuros, peitinhos carnudos e bicudinhos (tipicos de menino que foi gordinho na infancia e emagraceu), pernas com pouco pelos e o que chama mais atenção em mim, minha bunda grande e lisa, que até minha mulher acha melhor que de muita mulher.
Pois então, tinha muita vontade de me apresentar para um homem vestido de calcinha, pois ficava lindo assim, então comprei uma calcinha de renda azul marinho tamanho G, coloquei uma camisa folgada branca, botei minha sunga de praia e segui para uma praia onde sabia que era muito frequentada por gays, e também por surfistas, ela era deserta e tinha muita vegetação nativa em sua volta, entrei então com meu carro em uma das entradas que dava acesso a praia parando o mesmo próximo a praia, foi então que vi que estava deserta, fiquei com um pouco de medo, mas a excitação que me tomava conta era muito maior. Tirei minha sunga e coloquei a calcinha, que entrou quase toda em minha bunda gulosa, ficando muito gostosa, saltando as bandas de minha bunda para os lados. Ajeitei olhando no vidro o que me deu muito tesão, então soltei minha camisa branca comprida, ficando como um vestido curto, só aparecia minha bundona se eu abaixasse.
Fui para a praia em frente ao meu carro e logo ao lada vi uma entradinha no mato, onde fiquei, pois ali poderia realizar minha vontade guardada a tanto tempo.
Como não passava ninguem já havia algum tempo, estendi a toalha que havia levado e deitei de bruços, ficando uma parte de meu bundão branco e liso a mostra com aquela calcinha azul marinho, e tava quase dormindo quando ouvi:
-Oi gatinha tudo bem?
Acordei assustado e mau olhei para o lado, já senti uma mão alisando minha perna e dizendo:
-Que bundinha deliciosa você tem.
Foi quando ele saiu da direção do Sol e pude ver que era um rapaz, moreno, baixo, sarado, e que gostava do que tava vendo, pois dava para ver o volume de excitação em seu calção.
Pensei comigo mesmo, agora não tenho como recuar.
-Então você gosta de usar calcinha, fica muito bem nessa bundona gostosa.
Disse já levantando minha camisa e passando a mão em minha bunda, fui ao Delirio, baixei a cabeça sem dizer nada e deixei ele aproveitar de mim do seu jeito, e logo ele estava lambemdo e beijando minha bunda ali mesmo na praia, me deixando louco.
Então disse:
-Sabia que você é o primeiro homem que me vê de calcinha, e isso me excita demais, por favor, sente aqui na minha frente e fique olhando minha bunda que vou lhe dar um presente.
Fiquei deitado de bunda para cima, com a camisa na cintura e tirei o piruzão dele para fora e comecei a chupa-lo como nunca, tava muito excitado e ele tambem vendo minha bunda e tendo uma boca gulosa doida para sentir seu leite em minha boca e cara, e não demorou muito e ele gosou muito na minha boca, lábios, escorrendo pelo queixo, fui ao delirio mais queria mais, então corremos para a agua para um mergulho para nos limparmos, e detalhe fui de calcinha sem medo de ser feliz. Na agua notei que haviam uns 5 surfistas um pouco distantes dali curtindo muito a situação, e não me incomodei, saí balançando meu rabão e deitei novamente de bruços, quando o moreno da pica gostosa, que não sei o nome dele até hoje, chegou e foi logo enfiando a cara em minha bunda, lambendo muito, e eu morrendo de tesão, até que puxou minha calcinha para o lado e enfiou a lingua em meu cuzinho, foi quando gemi alto de tesão, então tirou minha calcinha e chupou muito meu cuzinho, subindo as vezes com sua lingua nas minhas costas, e pescoço, me fazendo contorcer todo e espremendo sua pica em minha bunda.
Não demorou muito, e com os rebolados em seu mastro, o mesmo já estava igual uma pedra, foi então que pedi a ele:
-Por favor me coma gostoso, to muito carente e faz muitos anos que não dou para ninguém, nem sei se aguento, mete bem devagarzinho.
-Pode deixar gostosa, fica de quatro, mas antes bota a camisinha para mim.
Fiquei maluco, pelo fato de saber que ia ser penetrado e também por saber que haviam varios surfistas assistindo, então coloquei a camisinha nele, mas o pinto dele era enorme e a camisinha não ia alem muito da metade, fiquei com receio de não aguentar. Passei KY gel no pinto dele e em meu cuzinho que já estava piscando e fiquei de quatro empinando a bundona bem putona.
-Vamos fazer o seguinte vou direcionar meu pinto e você vai colocando do seu jeito até conseguir, aí eu começo a meter, ok?
-Òtimo, vai gostoso!
Então comecei a colocar devagarzinho abrindo bem minha bunda e cuzinho, quando entrou a cabeça doeu muito, aí fiquei quietinho e acostumei, aí ele foi metendo de vagarzinho e já tava anestesiado pelo tesão, e comecei a cadenciar as estocadas com ele e gritava de prazer, já não via mais nada só sentia meu rabo queimando de tesão, engolia sem esforço seu pau inteiro.
-Que rabo guloso você tem, uma delicia.
Derrepente eu ainda de quatro com o pintão atolado no meu cu, aparece um outro piru na frente da minha boca, do mesmo porte que o dele, e aí fui saber que era de um amigo que estava com ele mas tava observando de longe. Caí de boca, e o cara ia ao delirio, eu ja´estava com as pernas bambas, meu piruzinho babava sem parar de tesão, quando ouço o moreno gritar:
-Vou gozaaaaaaaaaaaaar... to gozandooooooooo, viadinho gostoso, bundudooooo.
Já me inundando todo, sim a camisinha rasgou e soltou seu leite dentro de mim, era tanto que quando tirou escorria em meu saco e minhas pernas, mas não tirava o pau do amigo da boca, foi quando o amigo falou:
-Quero gozar em sua bunda gostosa também.
E tirou o pau da minha boca e mandou eu sentar no colo dele com a bunda virada para ele e cavalgar. Coloquei uma camisinha nele e eu ja estava todo tremendo de tanto piru no cu, mas o tesao era tando que cavalgava feito uma amazonas com o cu arrombado, mexi tanto que ele gozou feito um animal, depois tirou a camisinha e espalhou sua porra em minha bunda toda, adorei.
Depois disso caí relaxado na toalha de praia com a bunda toda melada de porra e fiquei uns 15 minutos quietinho, nem vi os dois gostosos irem embora.
Levantei depois, fui ao mar, me banhei, meu cuzinho ardia com a agua salgada, tava todo castigado, e estava realizado e satisfeito.
Saí da agua botei minha calcinha e minha camisa, e fui até o meu carro, chegando lá vi que os surfistas não tiravam o olho, e resolvi brincar com eles, debrucei no capu do carro e arrebitei minha bundona para o lado deles levantando um pouquinho a blusa, eles, ficaram loucos.
-Viadinho.
-Da essa bundona para mim...
-Gostosa...
-Bixa...Rabuda
E aí vai mais um monte de elogios que aumentaram meu ego e me deixaram me sentir mais fêmea que nunca.
Antes que saissem da agua, entrei no carro e me mandei.
Lógico que voltei outras vezes nesta praia, o que relatarei mas para frente em outro conto verídico.
Foto Perfil Ninobee

Ficha do Conto

Escritor:
Ninobee

Nome do conto:
Tomei coragem e me soltei para 2 na praia deserta

Codigo do conto:
13975

Categoria:
Gays

Data do Envio:
10/10/2011

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: Francisco em: 24/10/2011
nossa!!! delíca de conto, adorei, muito excitante...

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
14004 Arrasando na Sauna. Gays 3
14033 Não resisti ao Travesti. Gays 2
14132 Tarde devassa na praia. Gays 3


© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA