Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





DEI PARA UM BEM DOTADO NA PRAIA DE NUDISMO


Meu nome é Jéssica, tenho 28 anos, sou loirinha, 1,67, 58 kg, corpinho estilo violão, o caso que vou contar agora aconteceu a 6 meses atrás, eu tinha acabado de terminar o meu namoro, e estava um pouco triste, sem nada que me desse prazer, e então, minha amiga a LIVIA, pra levantar o meu astral, me convidou pra irmos a uma praia no fim de semana, resolvi ir, sem nada pra fazer mesmo.Chegando nesta praia, na qual eu não conhecia, pois com meu namorado só íamos em lugares sem muita graça, ele era muito fechado, eu já pude notar algo estranho, pois qdo me dei conta, era uma praia de nudismo, eu fiquei pasma, falei pra Livia como vc pode ter me convidado pra vir aqui, não estou pra isso agora, ela me disse que estava tudo bem, que ela já freqüentava a tempos, e nunca houve problemas, que tudo era natural, as pessoas se respeitavam e tal, enfim, ela me convenceu, e então entramos, claro, que tivemos que tirar tudo, no começo fiquei meio tensa, mas depois, vendo as pessoas nuas também, fiquei mais tranqüila, pq La é tudo ao natural, ninguém fica reparando em vc, então nós entramos e ficamos pegando um bronzeado.Pra mim, como era novidade, prestava atenção em tudo, principalmente nos homens, tinham de vários tipos, os barrigudinhos, magros, gordos, e claro, não tinha como não olhar no bilau deles né, reparava sim, estava pra baixo, mas não morta, rsrs, tinha cada tipo, tinha uns que nem dava pra notar, tinha uns bonitinhos, a Livia nem prestava muita atenção, já tava acostumada.Mais La pras tantas, estávamos as duas conversando e tomando uma cervejinha, qdo de repente, surge um cara vindo não sei de onde, tipo baixinho, no Maximo 1,70m, meio barrigudinho, até ai nada que chamasse atenção, mas qdo ele chegou perto da gente, não pude deixar de notar o pênis dele, era enoooorme, chegava ao joelho dele, e estava mole, pq La não pode ter ereção, fiquei sem respiração na hora, e de repente, ele chega perto de nós e cumprimenta a Livia, e a Livia na maior naturalidade me apresenta, o nome dele era Gil, disse que era amigo dela a bastante tempo, e ele ficou um tempinho ali, e se mandou, foi jogar vôlei com o pessoal, foi ai que eu perguntei pra Livia quem era o cara, ela me respondeu que era um amigo de muito tempo, e que também freqüentava a praia, e ela notando que eu não tirei o olho do negócio do cara, me perguntou:
-Vc viu o que ele tem no meio das pernas ?
Respondi que sim, que não tinha como não notar, que como alguém poderia ter um desse tamanho,
Ela me disse que ele é solteiríssimo, que sempre que vêm a praia, coisas acontecem, e sorriu
Eu fiquei curiosa, e perguntei que tipo de coisas, ela sorriu novamente e disse depois vc vai ver
Então ficamos as duas ali, tomando uma cervejinha, e apreciando o Gil jogar voleibol, é claro, eu não conseguia tirar o olho do pau dele, era muito maior que o dos outros, aquilo foi me deixando mal, comecei a ficar com um enorme tesão, faz tempo que não transava, fiquei imaginando coisas, e a Livia ali, tranqüila, parecia já estar acostumada com a cena, então, resolvi ir ao banheiro, tive que dar uma aliviada né, ninguém é de ferro, toquei uma siririquinha bem rapidinha, pensando naquele pauzão gostoso.Depois qdo voltei, a Livia já não estava no mesmo lugar, de repente, ela me acena de longe com as mãos, me chamando, ela estava com o Gil, estavam caminhando pra algum lugar, então eu fui até eles, chegando La, meu coração acelerou, a Livia perguntou se eu queria dar uma voltinha pra conhecer a praia com o Gil e com ela, eu disse que sim claro.Então fomos andando, o Gil no meio, e nós duas ao redor dele, e eu sempre olhando pra baixo, rsrsr, e fomos nos afastando, eu comecei a ficar nervosa com o que podia acontecer, foi qdo a Livia pediu pra pararmos, era uma parte da praia que havia umas pedras grandes, e pediu pra deitarmos ali pra tomarmos um vento, e conversar, e então ficamos deitadinhos, sempre com o Gil no meio de nós duas.E conversa vai, conversa vem, e eu ali, com minha bucetinha melada de tanto tesão, aquele pau era muito grande, tava me perturbando aquilo já, de repente, a Livia muda de assunto, e me deixa toda desajeitada, pois ela disse assim:
-O Jessica, para de olhar pro pinto do Gil, ele vai ficar encabulado ta
PUTZ, EU não sabia o que dizer, pois eu não parava de olhar mesmo, nunca tinha visto um assim, então antes de responder, ele disse:
-Vc nunca viu um pinto?
Eu respondi que já tinha visto sim, mas não um assim, tão grande
Ele então safadamente respondeu:
-Mas cuidado ein, que ele pode ficar maior ainda
Eu já me adiantei e falei, a é, e como faz pra ele ficar maior
Ele disse:
-Ai, Lívia, fala pra ela como que faz
A Lívia sorriu, e pegou minha mão, e colocou no pau dele, e disse
-Ò vc faz assim, pra cima e pra baixo, e começou a me ensinar como batia uma punheta
Nossa, o pau do cara era imenso, mal conseguia segurar, e então comecei a fazer os movimentos, a Livia só sorria, já tinha notado o que eu tava querendo, então, o negocio começou a crescer, e junto crescia o meu tesão, era um pau bem grosso, e ele foi crescendo e o Gil ali, só olhando e sorrindo, então, eu me eu não agüentei e falei:
-Ai eu não to agüentando mais, quero chupar esse pauzão agora, então meti a boca com força naquele pau enorme, aquela cabeçona grande mal cabia na minha boquinha, a Livia então disse:
-Calma Jéssica, aqui não, vamos mais pra ali
Então nós caminhamos para uma parte mais deserta, eu já tava tonta de tesão
Mal chegamos no lugar e o Gil, safado deitou na areia, e disse;
-Vamos meninas, hoje não tenho muito tempo
Então, nós duas caímos de boca naquele pau enorme, que estava duro igual pedra, devia ter uns quase 30 cms, era de outro mundo realmente, e a Livia acho que toda vez ela fazia isso pro Gil, chupava desesperadamente aquele pau, estava com tanto tesão como eu, nós duas, enquanto uma chupava a cabeça a outra as bolas, e assim nos revezamos e o Gil safado só gemendo, então não estava mais agüentando de tesão, falei;
-Quero sentir esse pau na minha bucetinha agora, então, a Livia falou que depois era ela
Então, sem titubear, e Lívia me ajudou a montar naquele macho, segurou o pau dele pra eu sentar, e uau, foi entrando devagarinho, nunca tinha sentido tal sensação, pois nunca tinha conhecido um macho de verdade, aquilo foi me preenchendo de tal forma, que mal entrou e eu já tinha gozado, comecei a cavalgar bem de levinho, pois era muito grosso também, sei que foi o maior tesão que senti, cavalguei bastante, e então dei lugar pra LIVIA, ela ficou de quatro, e pediu pro Gil comer logo o cuzinho dela, eu pensei que ela era louca, que não ia agüentar, então vi que estava errada, acho que toda vez ela dava pro Gil, então o Gil passou um cuspe no seu bastão e meteu de uma vez no rabo da minha amiga, nossa, ele bombou bem forte que a Livia gritava, urrava, então eu fiquei com muito tesão vendo esta cena, e disse que também queria esperimentar
A Lívia disse que eu não ia me arrepender, pois até então só tinha feito anal uma vez, e com o pintinho do meu ex,
Foi então que o Gil falou
-Vem Ca sua branquinha gostosa, vou meter no seu rabinho que vc nunca mais vai esquecer
Ele me pos de quatro, deu uma chupada gostosa no meu cuzinho, e foi colocando aquele negocio grande, bem devagarinho, ai, como aquele cara sabia meter gostoso, Foi entrando, entrando, até que ele começou a bombar, nossa, já estava todo dentro de mim, meu cuzinho ardia muito, mas era muito gostoso, nisso, voltei a gozar novamente era muito tesão, então ele disse que ia gozar também, tirou a pirocona de dentro de mim, e nós duas nos ajoelhamos para receber seu leitinho quente, nossa, quanta porra, o cara parecia que tinha um litro de porra naquele pau, sei que nós duas tomamos aquele leitinho, foi uma tarde inesquecível, a partir dali, sempre que estava triste, ia a praia dar uma aliviada com o Gil, ele era nosso consolo nas horas difíceis, srsrrss.


Ficha do Conto

Escritor:
tonnyjaa10

Nome do conto:
DEI PARA UM BEM DOTADO NA PRAIA DE NUDISMO

Codigo do conto:
14154

Categoria:
Heterosexual

Data do Envio:
28/10/2011

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
14153 ABUSAMOS DO GUARDINHA DA ESCOLA Heterosexual 0
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA