Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Papai Noel me deu um PRESENTÃO


Na minha cidade, nessa época do ano, existe a Casinha do Papai Noel, onde as crianças levam as cartinhas a ele. Hoje, fui dar uma volta com uma amiga, paramos em um barzinho, em frente a Casa do Papai Noel. Fiquei observando as crianças, fazendo fila pra sentar no colo do Noel. Fantasiei naquele momento, e como de costume pensei que não poderia deixar passar. Disse a minha amiga que também iria sentar no colo do Papai Noel. Fiquei na fila, sentindo os olhares dos pais das crianças, adorando a situação. Eu usava uma blusinha branca, colada ao corpo, shortinho jeans, curto, que deixavam minhas pernas e o bumbum ainda mais em evidência. Chegou minha vez, fui sentando no colo dele, me mechendo, praticamente rebolando pra me acomodar.
- Qual é o seu pedido, minha filha? - Ele perguntou passando os olhos pelas pessoas que ainda estavam na fila.
Eu levei minha boca até sua orelha, observando que a barba, os cabelos brancos, e a barriga fofinha eram reais.
- Eu fui uma menina muito má. Eu preciso ser castigada. Eu vou esperar toda essa gente ir embora. Eu preciso de uma punição drástica. - Eu respondi, sussurrando, e voltando meus olhos aos dele, sorrindo delicadamente e deixando o lugar.
Voltei pro barzinho, fiquei sentada em um ponto no qual pude observa-lo todo tempo, e pude notar, diga- se de passagem sua inquietação, olhando pros lados, aparentemente me procurando... Todos foram embora, quando me levantei e fui até ele, que se levantava de seu trono.
- Pensou que eu ia embora sem ser castigada?
Ele me olhou atonito, assustado.
- Papai Noel, não se nega nada a uma garota.
Ele parecia estar mudo, e vendo isso, fui entrando na casinha, pequena, bem decorada, observando tudo, mas principalmente se ele estava atrás de mim. Dei um giro pela casa, e parei na cozinha, de frente a um balcão, fui passando a mão, e quando olho para o bom velhinho, noto sua mão por fora da calça vermelha, fazendo carícias. Mordi os labios, olhei fixamente para ele.
- Sabe, eu me livrei da minha amiga, pra poder te dar uma carona hoje.
Ele veio até mim, me fez abaixar. Fiquei olhando para ele e toquei seu penis, fazendo um movimento até poder observar que ele realmente estava excitado.
- Olha só, Noel... Safadinho!
Ele me puxou pelo braço, me levou até o quarto, bem pequeno, com a cama pequena, decorado basicamente em branco, verde, vermelho e dourado. Ele me jogou na cama.
- Olha só, ele é apressado.
Fiquei estirada na cama, observando aquele homem, gordo, barbudo, de cabelos brancos, toca e roupa vermelhas tirando o cinto e me olhando feito um lobo que iria devorar sua presa. Quando ele finalmente fala:
- Eu sou um chupador de bucetas.
Eu abaixei meu shorts, fiquei de calçinha, que era bem pequena, branca, toda socadinha, ficando somente com a bluisinha e calçinha. Ele se sentou na beirada da cama e ficou acariçiando- me por cima da calçinha enquanto se masturbava, ja sem as calças, sem cueca. Somente com a parte de cima da fantasia.
- Papai Noel, nao tira a toca. - Eu pedi enquanto segurava sua cabeça indo em direção a minha calçinha, e ele passava a lingua, fazendo um vai e vem, me fazendo me retorcer.
Comecei a ofegar, gemer ao sentir que ele empurrava a calçinha pro lado e lambia enfim, meu clitoris. Ele chupou, delicadamente e bruscamente ao mesmo tempo. Sugou de um jeito que eu mal sei explicar. Só sei que gemia, gemia.
Eu me sentei na cama, ele frente a mim. Comecei a masturba- lo olhando naqueles olhos, azuis e pequenos. Sugava e mamava a cabeçinha quando ele tirou a rola de minha boca, deu um tapinha com ela em meu rosto e me jogou novamente a cama. Veio por cima, penetrando, fazendo certa força. A cabeça de seu pênis era deliciosamente grossa. Todo dentro, e ele cravou! Foi metendo em um ritmo gostoso, enquanto ofegava.
Me colocou sentadinha, sentadinha no colo do bom velhinho. Com a diferença de que seu pênis estrava dentro da minha buceta, me possuindo, me rasgando. Tive um orgasmo, melando seu pênis todinho. Então saí de cima, me ajoelhei e voltei a masturba-lo. Masturbar e chupar, colocando seu penis todo dentro da boca, até quase engasgar. Voltando pra cabeçinha e me deliciando, mamando. Desesperadamente chupando, até que prendo a ponta da língua na cabeçinha. Dou um beijo e... Um jato de porra escorre meus lábios. Passo a língua, aproveitar todo seu leite. Fiquei olhando pra ele, recaptulando tudo que aconteceu. Eu só sei de uma coisa: eu quero um presente desses em todos os finais de ano!
Foto Perfil Dudinha

Ficha do Conto

Escritor:
dudinhaputinha

Nome do conto:
Papai Noel me deu um PRESENTÃO

Codigo do conto:
14589

Categoria:
Fantasias

Data do Envio:
09/12/2011

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: voucomtudo em: 01/02/2012
nossa dudinha como vc me deixa tarado . Eu queria ter a oportunidade d encontrar com vc fico até imaginando como seria. Uma coisa eu tenho certeza me acabaria em cima da sua boceta. Bjs linda adoro seus contos
Comentado por: bellinha26 em: 11/01/2012
Cada dia mais safada.. sinto su aflata no msn..quando vai vir ao Rio..adoraria chupar sua bucetinha..

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
14365 O pai da minha melhor amiga - I Fetiches 3
14386 O pai da minha melhor amiga - II Fetiches 2
14387 O pai da minha melhor amiga - III Fetiches 6
14391 O Reencontro com Tio Nando Fetiches 2
14395 Praia, sol e Tio Nando Coroas 3
14406 Minha primeira orgia Grupal e Orgias 4
14475 Chupa, vô, chupa! Virgens 4
14995 Descobrindo tesão com o padrinho e o zelador I Virgens 3
15144 Sexo com o sogro, e por chantagem, com o cunhado. Traição/Corno 22
15177 O dia em que coloquei piercing no clítoris Fetiches 13
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA