Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





ARROMBANDO O CUZINHO DA SOGRA


ARROMBANDO O CUZINHO DA SOGRA

O caso que vou compartilhar com vocês, aconteceu Comigo e
minha sogra (mãe da minha namorada) quando eu tinha 22
anos, minha sogra ellen era uma pessoa maravilhosa,
estava separada estava com seu 39 anos. E tiveram na
época quatro filhos, sendo dois homens e duas mulheres,
Os meninos eram crianças continuam vivendo com ela ate
hoje ela tem mais uma menina. a mais velha 20 aninhos vou
chamar de Cristina é a minha namorada, um belo exemplar
da raça feminina, bonita e gostosa igual a mãe.,
realmente muito linda, a Julia é minha cunhadinha, igual as duas irmã e mãe,
outra vezes eu conto a historia da cunhadinha e a mãe.
Vamos continua. Enfim tudo começou quando nos íamos passa
as férias em Belém. Minha namorada e seus irmãos foram na
frente de pois nos não tínhamos conseguido vaga no mesmo
vôo. Eu e minha sogra só íamos três dias depois, minha
namorada era muito ciumenta então mandou sua mãe me
reparar, minha sogra não queria fica só em casa me
convidou para dormir na casa deles, ai vocês já
perceberam o que me esperava naquelas férias, no primeiro
dias tudo transcorreu no maior respeito, eu era tratada
de uma forma muito respeitosa, só que os dias foram
passando e eu fui ficando na fissura, comecei a me
masturbar toda noite, quando ficou sem sexo, fico
irritado, com insônia, numa noite estava indo para a
cozinha , tomar um copo d’ água e no caminho eu tinha que
passar pela frente do quarto da minha sogra , ai eu parei
em frente ao quarto da minha sogra que estava com a porta
aberta, parei e fiquei olhando aquele monumento dormindo
como um anjo, não resisti entrei e fiquei parado olhando
ela que estava com uma calcinha minúscula preta tudo na
bunda que era bem grande , fiquei de pau duro, fui
chegando perto e alisei com muito cuidado o sua bunda
que era imensa, ela gemeu e eu não consegui parar de
alisar parecia que ela estava acordada, só que não
estava, eu pude ficar alisando por um bocado de tempo,
com muito cuidado tirei o lençol dela para fora e vi que
era realmente muito bonita de corpo. Num movimento
inesperado ela virou de lado e começou a abraçar e
enconchar o travesseiro. Aquilo foi me dando um tesão e
eu comecei a imaginar que era a mim que ela enconchava,
senti um fogo arder dentro de mim, um arrepio me subiu
dos pés a cabeça e instintivamente comecei a me
masturbar, fechei os olhos e imaginei aquela mulher
fodendo de tudo quando era maneira, fiquei paralisado,
por alguns instantes e gozei bem gostoso, e não fiz
barulho nenhum. Quando voltei em mim, percebi que ela
estava acordado, e me olhando com cara de tesão, fiz
menção de sair do quarto mas fui agarrado por ela.Vem cá
meu genro, vamos continuar o que você começou. Eu sem
esboçar nenhuma reação, me entreguei aquela mulher linda
e gostosa, ela começou a me chupar os peito e ao mesmo
tempo alisa minha pica que e grande e grossa 28x3 que já
estava bem dura como pedra, ela me lascou um beijo e sua
língua molhada e grande penetrou e se enroscou na minha.
Fiquei entregue aquelas caricias e percebi que amante
maravilhosa ela era, Agarrou a minha pica e tentou
colocar tudo na boca, com um pouco de esforço a boca foi
se acostumando com o tamanho daquela ferramenta e ai ela
comecou um vai-e-vem delicioso, eu urrava e gemia, senti
a minha pica latejando e pulsando mais forte e percebi
eu , ia gozar, falei que ela se preparasse para receber
todo o meu liquido, e num jato bem forte fez ela se
engasgar com tanta porra na sua
boca, sentir que ela não deixou escapar nem um pouco
pelos cantos da boca e tratou de engolir tudo, não
deixando cair nada e continuou a chupar, o mais
impressionante é que o minha pica não amolecia, Eu
delicadamente tirei minha pica da boca dela e percebi
que a cabeça estava bem vermelha, passei um pouco de
saliva na ponta e lambi aquela buceta, bem devagar fui
enfiando minha pica imensa dentro da minha sogrinha,ela
começou a reclamar do tamanho,que estava doendo, pensei
que ela ia desmaiar de tanto tesão, no primeiro movimento
que eu fiz ela gozou, depois eu tirei quase tudo e enfiei
de uma só vez, senti o seu útero se afastar, ela gritou
de dor e começou a chorar ela desfaleceu por alguns
segundos, quando eu tirei minha pica da buceta dela
estava com uns risco de sangue , eu pensei que tinha
rasgado ela já que ela não transava já fazia muito tempo
mas com muita força fiz ela acordar novamente, eu começei
a forçar suas entranhas, ela gozou novamente de uma forma
tão intensa, Virei ela de costa e beijando a sua nuca,
fodendo bem gostoso, ela já estava acostumada com o
tamanho e a grossura da minha pica eu sentia sua bunda
roçando em meus pelos, ela começou a rebolar e eu
percebi o que ela queria. Coloquei ela de quatro e
continuei penetrando com força só que ao mesmo tempo
comecei a brincar com o seu cuzinho, que não havia sido
comido até aquele dia, ela sentiu que iria levar pica no
cú, enpurava a bunda contra minha pica, fazendo com que o
dedo entrasse mais fundo no seu cu . Com muito cuidado
tirei a pica da buceta e começei a enfiar no seu cu
virgem, ela já pedindo por favor pra eu não fazer aquilo
com ela , não atendir o seu pedido no inicio ela ficou
com medo e fechou o cu não deixando ele penetrar direito,
comecei a força a entrada daquele cuzinho com jeitinho
fui enfiando devagar e ao mesmo tempo alisando aquelas
coxas, e passando a mão nas costas e puxando o seu
cabelo, ela foi deixando ele eu enfiar minha pica naquele
cuzinho eu não resistir enfiei de uma vezes so o que
restava de uma vez, ela gritou e chorou muito com dor que
estava sentindo eu tive que colocar o traveseiro na sua
boca para tampa eu disse: - Fica tranqüila o pior já
passou, agora é só entrar e sair, que este cú vai ficar
bem larguinho. Ela Relaxou bem eu comecei a bombar no
cuzinho dela
e pude sentir todo o meu pau dentro dela, que sensação
maravilhosa, comecei bem devagar a colocar e tirar e com
as mãos arregaçava mais a bunda dela, o cú foi fodido
durante quase meia hora, gozei várias vezes, ela
rebolava e sentia o meu pau dentro dela, percebi que ela
gostava muito de dar o cú. comecei a foder mais rápido,
mais rápido e gozei dentro da minha sogra, senti a porra
quente inundar toda por dentro seu cú estava arrombado e
vermelho devia arde muito pois ela reclamava muito, mas
sabia que muita rola ia levar daquele dia em diante.
Desta vez o pau amoleceu dentro dela , ficamos deitados
por alguns minutos, quando tirei o pau de dentro, seu cú
começou a piscar e a porra misturada com sangue escorreu
pela suas pernas toda pra fora. O lençol ficou todo sujo
de porra e sangue daque cu arrombado. Somos tomar banho,
ela quase sem poder andar direito, com a bunda dolorida,
mas completamente satisfeita. Ao sair ela pediu que eu
não falasse nada , sobre o que tinha acontecido, e fui
para o meu quarto pois as empregada iam trabalhar de
manhã. Pela manhã acordei bem mais tarde que o normal, e
fui tomar café, foi quando minha sogra me falou do
estrago da noite anterior, seu cú estava todo vermelho,
arreganhado, ainda escorria porra de dentro, mas ela
estava feliz. Agora minha sogra e minha escrava do
prazer, ela só goza quando eu como o cú. Dela Ahh! Que
delícia. NO PROXIMO VOU CONTA COM E U COMIR A MINHA
SOGRA E MINHA CUNHADINHA DE 13ANOS JUNTAS.

                                


Ficha do Conto

Escritor:
desejodehomem

Nome do conto:
ARROMBANDO O CUZINHO DA SOGRA

Codigo do conto:
1645

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
13/09/2003

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA