Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Esposa do Patrão


Eu tenho 26 anos e nessa idade o sexo com mulheres mais velhas sobem a cabeça. O que vou contar aconteceu de verdade a um ano atrás. Eu estava trabalhando de free-lance para algumas empresas, e trabalhava para o L., com desenhos gráficos. Devido as muitas crises na sua empresa ele teve que fechá-la, e passou a trabalhar no seu apartamento, seu apartamento tinha três quartos, e o Luiz montou um escritório num quarto que dava de frente para o seu. Foi ai então que tudo começou. L. me convidou num sábado para ir tomar umas cervejas no seu apartamento e montar os computadores. Bem na hora marcada estava de frente a porta do seu apartamento, quando apertei a campainha, e dei de cara com uma senhora na faixa dos 45 anos, loira natural, de olhos castanhos e um corpo escultural, e um busto enorme com marca de biquini, ela se apresentou, (seu nome, Maria, (Nome Trocado)) e eu me apresentei, sou Carlos, e apertamos nossas mãos. ela me convidou para entrar e ficar a vontade que o Luiz estava no escritório arrumando algumas coisas. Quando ela virou as costas eu quase não dei conta de sair do lugar, ela usava um tamanco e um short desses de ficar bem a vontade em casa, e mostrava sua calcinha enfiada na sua enorme bunda, e uma costa bronzeada, quando ela se virou para perguntar se eu queria beber alguma coisa, ela me flagrou de olho em sua bunda, eu disfarcei meio sem graça, ela sorriu e me trouxe uma cerveja. Fui até o Luiz e lá montamos os computadores. Depois conversa vai conversa vem, eles me contaram que seus três filhos já haviam se casado, e Maria reclamou do tédio de ficar em casa muito tempo sem fazer nada. Estava contente do marido trabalhar em casa. Eu tinha que ir embora mas não tirava os olhos das pernas da Maria, que não parava de me olhar e toda hora levantava e rebolava na sala aquele rabão. O L. marcou, comigo pra mim voltar e trabalhar todo dia de tarde em seu apartamento, eu sem nem mesmo negociar salário aceitei. Logo no primeiro dia, quase não dei conta de trabalhar, estava muito calor, eu fingia muita sendo na desculpa de ir até a cozinha e passar pela sala e olhava e sorria para Maria, suas roupas sempre muito curtas e a vontade mostrava seus belos seios e sua bunda, ás vezes sem calcinha! Maria notou meus olhares gulosos em seu corpo e passou a disfarçar com medo do L. notar. Foi assim durante alguns dias até que meu patrão foi até Brasília para acertar alguns serviços e me ligou dizendo que só retornaria dentro de dois dias. Ai então, quando cheguei no apartamento Maria fez questão de me receber, coisa que não era de costume, e começou a perguntar sobre a minha vida pessoal, eu disse que era casado recente e que tinha passado minha lua de mel em caldas novas. Ela me disse que nessa época é muito bom, foi assim também com Luiz, mas que ultimamente ele só pensa em trabalho e não tem dado atenção para ela, e o que ela mais desejaria era uma segunda lua de mel. depois de alguns papos sobre intimidade Maria me perguntou se eu transava com minha esposa todo dia, eu disse que até aquele dia nenhuma noite passou em branco. Ela disse que ficava até mesmo semanas sem transar com o L., nessa hora meu pau levantou como um poste, ela começou a disfarçar a conversa e foi para a sala assistir TV. Eu comecei a trabalhar pensando no que Maria me disse sobre o sexo, e aquele assunto porque ela estava curiosa. Eu passava pela sala de pau duro, e como eu etava de calça social e camisa por dentro não dava pra disfarçar, e eu fazia isso na cara de pau. Percebia que Maria olha para o meu pau toda vez que eu ia tomar água. Derepente Maria me alegou dores nas costas por causa dos afazeres domésticos, e me perguntou se eu poderia fazer uma massagem em suas costas, eu vi que ela me olhou com uma cara de puta, deu uma risadinha, eu claro não neguei, comecei ali mesmo no sofá, a massagear seu ombro, como ela estava com uma blusa muito decotada e sem sutiã, eu via parte dos seu seios, e vendo aquela marca de biquini, perguntei a onde ela tinha se bronzeado, ela me contou que costumava ir sozinha a um clube, e perguntou se eu não gostaria de acompanhá-la no próximo domingo, eu tive que negar, por causa da minha esposa, mais disse que não faltaria oportunidade. Maria disse que seria melhor eu fazer a massagem com ela deitada no sofá, por que ela queria que eu massageasse suas costas, ela se deitou empinou sua bunda e sorriu para mim, e perguntou o que eu achava do seu corpo. Eu disse que ela tinha um corpo escultural, e a parte que eu achava mais bonita era a sua bunda. Ela olhou pra mim com uma cara e disse, que tinha percebido meus olhares para sua bunda. Eu então comecei a massagear suas costas perto da bunda, passava a mão de vez em quando em cima da bunda dela por cima do seu short, como ela só sorria e sõ dizia com uma voz sexy: “Que massagem gostosa”, meu tesão aumentou e não agüentei, comecei a massagear a maçã da sua bunda por dentro do short, e ela começou a se empinar, toda se ensinuando, aprovando, tirei o seu short e comecei a passar a mão por dentro da calcinha, fique fazendo isso, até passar o dedo por cima do seu cuzinho, onde ela deu um gemido, e fechou os olhos dando um incentivo a mais para eu enfiar o dedo na sua buceta. Maria não ressistiu, pegou no meu pau e disse: "Hoje e amanhã sou toda sua, quero que me foda gostoso, quero seu pau dentro de mim". Fomos direto para o quarto e lá ela tirou minha calça, quando viu o meu ferro lactante, ela suspirou olhou para mim e disse: "Sempre sonhei com um pau assim" chupou o meu pau, eu quase gozei, mas mesmo segurando o gozo, tirei sua blusa e comecei a chupar os seus seios, depois chupei todo o caldo quente da sua buceta. Maria disse que quando me viu, sentiu uma enorme vontade de me dar, pois tinha vontade de dar pra algum rapaz, por que os rapazes não tirava os olhos dela no clube, e isso lhe enchera de tesão. Depois de chupar a sua buceta estoquei meu pau torto e grosso na sua buceta, e ela gritou de prazer e disse: Vai meu amante, me come gostoso, e começamos num movimento frenético de vai e vem em pé. depois centei e ela centou de costas e eu pude admirar meu pau entrando dentro da sua linda buceta loira. Pedi pra ela ficar de quatro e depois de quatro estocados eu não resisti e gozei. ficamos ali deitados por mais de meia hora quando ela levantou trouxe uma cerveja, e depois de alguns minutos fomos para o sofá, e la ela cavalgava em cima do meu pinto, e me chamava de "gostoso, que pau delicioso, mete em mim seu tarado com olhares. come a puta daquele chifrudo do seu patrão". Gozamos novamente, fui embora, no outro dia ela estava me esperando numa camisola preta sem calcinha. Foi outro dia maravilho, e assim tem sido vários quando o meu patrão viaja, e de vez em quando, quando ele sai ela chupa o meu pau. Gostaria de receber email de esposas carentes de Goiás e região para matar a sede que Maria me ensinou por coroas carentes.


Ficha do Conto

Escritor:
magnoal1

Nome do conto:
Esposa do Patrão

Codigo do conto:
1694

Categoria:
Heterosexual

Data do Envio:
17/10/2003

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA