Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Papai me comeu gostoso...


Desde que meu pai passou a ter a responsabilidade de criar eu e meu irmão sozinho, começou a pegar em nosso pé constantemente... Principalmente no meu. Em todos os lugares que eu ia, ele fazia questão de me levar e me buscar: festas de aniversários, cinema ou simplesmente passear no shopping com colegas. Até no colégio de vez em quando aparecia sem mais nem menos e chegou a me flagrar levando uns amassos de um garoto... Ouvi sermão de pelo menos meia hora. Com quase dezenove anos, passei a dormir muitas vezes na casa da minha amiga Vilma pra conseguir sair pra namorar. Meu pai demonstrava ter um ciúme exagerado por mim... Pra ele eu continuava sendo sua menininha que não podia ter uma relação mais séria com nenhum rapaz; só podia namorar em casa e quando ele estivesse presente... Era um saco. Quando conheci a primeira namorada do meu pai; uma mulher de uns 30 anos, também senti um pouco de ciúmes... Achava que nenhuma mulher podia tomar o lugar da minha mãe. Depois fui conhecendo outras e percebendo que meu pai não era de ficar muito tempo com nenhuma. Fui pra dormir na casa da Vilma e saindo com meu namorado fomos para um motel. Estava justamente no ponto de começar a ter um orgasmo quando meu celular tocou... Por estar passando das dez da noite, achei que fosse a Vilma e passei a mão no celular enquanto meu namorado continuava socando na minha xoxota; fiquei toda travada quando ouvi:
- Filha? Onde você está? Está tudo bem?
Logo imaginei que ele devia ter ligado pra casa da Vilma e descoberto que eu não estava lá:
- Está tudo bem pai... Já estou quase chegando na casa da Vilma!
Tive impressão de que a voz dele estava estranha:
- Você vai dormir na casa dela mesmo, vai?
Na minha cabeça começou a passar duas coisas: ou ele tinha descoberto que eu estava dentro de um motel ou tinha acontecido alguma coisa grave:
- Porque pai? Aconteceu alguma coisa?
Pensei no meu irmão que fazia faculdade em outra cidade e só vinha em casa quando tinha feriados prolongados... E a voz dele continuava estranha:
- Não se preocupe Renata... Está tudo bem; amanhã a gente conversa!
Ai que fodeu... “amanhã a gente conversa” me deu a impressão de que algo realmente não estava bem. Assim que ele desligou, meu celular tocou novamente e foi a Vilma pra dizer que meu pai tinha ligado e ela não teve como mentir que eu estava lá... Preocupadíssima, falei pra Vilma que ia voltar pra casa e pedi pro namorado me levar embora. Preocupada e também com medo de ser porque ele tinha descoberto alguma coisa de mim, entrei silenciosamente em casa e vendo que a luz estava toda apagada fui com todo o cuidado... Queria chegar primeiro no meu quarto. Mas a porta do quarto do meu pai estava aberta e com a luz acesa. Ao olhar sorrateiramente levei um baita susto descobrindo porque ele tinha me ligado daquela maneira... Meu pai estava com uma mulher na cama, pelados e peguei justamente quando ele deitado de costas ela segurando seu pinto chupando; ouvi: “Isso... Chupa... Deixa bem duro pra comer sua bundinha”... A mulher, que parecia ser bem nova (uns 22 anos no máximo) segurava em baixo do pinto do meu pai e ainda sobrava um bom pedaço que ela chupava; tirava a boca pra ficar só lambendo a cabeça e voltava a engolir. Meu coração parecia que ia sair pela boca quando em menos de um minuto ela ficou de quatro sobre a cama e ele veio com aquele seu pau enorme colocando no traseiro da mulher que passou a gritar como se ele a estivesse agredindo: “Ai meu Deus... Ai meu Deus... Vou morrer... Vou morrer...”. O estranho é que comecei a ter raiva de ver aquela cena do meu pai com aquela mulher. Como já não tinha mais jeito de ir pra casa da Vilma devido o horário tarde (passava das 11 da noite) fui com todo o cuidado pro meu quarto. Nem percebi que fiz um pouco de barulho ao encostar a porta do meu quarto e bufando de ódio da mulher que estava com meu pai pulei na minha cama sem acender a luz. Em poucos segundos vi um vulto abrindo a porta e acendendo a luz... O incrível foi ver meu pai já dentro do meu quarto peladão tentando esconder seu pinto com as duas mãos:
- Poxa vida Debora; você me assustou... Porque voltou pra casa; houve alguma coisa?
- Não pai; está tudo bem!
Acho que ele vendo minha cara de poucos amigos deu alguns passos sentando na cama ao meu lado sem tirar suas duas mãos de sobre seu pinto:
- Houve sim... Você tinha confirmado pra mim que ia dormir na casa da Vilma!
Tendo certeza que ele nada sabia de mim e do meu namorado, falei da minha preocupação dele ter me ligado e resolvi voltar pra casa. Mas quando vi ele e a mulher na cama resolvi ficar escondida no meu quatro:
- Oh filha; perdão... Eu não devia ter trazido essa mulher aqui pra casa!
Meu pai tinha deixado de cobrir seu pinto e ainda fazia carinho com uma das mãos sobre minha barriga... Eu olhando pro seu pau que estava meio mole e meio duro; sorri meio sem graça:
- Pai??!! Você está pelado no meu quarto!...
Ele olhou pro seu próprio pinto e sorrindo perguntou:
- Você ficou olhando a gente na cama muito tempo?
- Ah pai... Foi sem querer; uns dois minutos só!
Ele ficou de pé e colocando um joelho sobre a cama fazendo com que seu pinto ficasse balançando ali na minha frente reclinou me dando um beijo no rosto dizendo que ia levar a “menina” até a casa dela e que logo estaria novamente em casa:
- Menina pai; quantos anos ela tem?
Ele com a cara mais safada do mundo na mesma posição me deixando ficar olhando pro seu pinto:
- Hahahahaha... Um pouco mais velha que você!...
Quando disse que ia esperar ele sair com a mulher pra tomar um banho e dormir, achei estranho ele pedir pra não tomar banho antes dele voltar. Fiquei na sala esperando e 40 minutos ele voltou e sentando do meu lado veio me pedindo pra contar pra ele tudo o que eu tinha visto... Quando disse que tinha vergonha:
- Nada de ter vergonha... Eu não tive quando fiquei pelado na sua frente??!!
Acabei que resolvi contar que tinha visto a mulher chupar seu pinto e ele meter na bundinha dela... E também que tinha ficado com raiva daquela mulher na cama que tinha sido da minha mãe
- Hahahahaha... Acho que você ficou foi com ciúmes dela; não foi?
- Ah pai... Nunca gostei de ver você com outras mulheres!
Foi quando ele segurou meu rosto e me deu um beijo encostando levemente seus lábios nos meus:
- Eu também nunca gostei de ver você namorando!...
Fiquei gelada e surpresa... Ele me beijou novamente na boca e me olhando:
- Você deixa eu te dar um banho? Acho que a última vez que te vi peladinha, você devia ter uns seis anos!
Tremendo da cabeça aos pés, tentava pensar em alguma coisa; acabei que sem ter noção do que poderia acontecer entre eu e meu pai, fui deixando rolar... Ele desabotoou minha blusa e tirando meus peitos do sutiã passou a apalpá-los:
- O papai pode terminar de tirar suas roupas?
- Toda minha roupa pai; é?
Ele tirando minhas sandálias e vindo pra abrir o cinto:
- Não vai querer que eu lhe de banho de roupa; vai?
Soltou os botões da minha calça e abrindo o fecho apareceu a cor branca da minha calcinha... Tirou minha calça comprida e quando ele segurou as laterais da minha calcinha logo veio o medo dele descobrir que eu já não era mais virgem... Mas ele foi tão rápido que só pude fechar minhas pernas pra tentar esconder minha xoxota. Ele me puxando e me fazendo ficar de pé:
- Vamos Renata... Vamos lá que o papai vai te dar um banho bem gostoso!
Meuuuuuu Deus!... Eu pelada andando abraçada com meu pai que acariciava levemente minha bunda... Ele tinha tirado a camisa e estava só de bermuda. Foram vários minutos ele esfregando todo meu corpo que acabei começando a sentir prazer ensaboando meus peitos, minhas costas, minha bunda e minhas pernas que eu mantinha bem fechada pra evitar dele colocar a mão na minha xota. Depois de estar toda ensaboada, o maluco do meu pai abriu novamente o chuveiro e me colocando debaixo da ducha veio me abraçando e também ficando todo molhado. Desde que entramos no banheiro, não falávamos nada um com o outro; só ficava ansiosa e curiosa pra saber o que ele ia fazer em seguida... Ele me beijou na boca com mais força e novamente passando a mão na minha bunda:
- Você quer terminar seu namoro pra ficar só com o papai?
- Ficar como pai?
- Você só namorar o papai; quer?
- E você vai parar de namorar outras mulheres, vai?
- Vou sim... Papai só vai querer namorar essa filhinha linda que eu tanto amo... Beija o papai, beija!
Eu que estava com o corpo fervendo apesar de estar debaixo de uma ducha de água, abracei-o pelo pescoço e lasquei um beijo em sua boca com direito até troca de língua. Ele se livrou da bermuda molhada e voltou a me abraçar encostando aquele seu pinto duro no meu corpo e levou a mão pra entre minhas pernas... Travei novamente as pernas:
- Não pai; aí não!...
- Porque filha? Do que você tem medo?
Na verdade estava desejando que ele tocasse na minha xoxota; fiquei tão descontrolada que mesmo gaguejando consegui falar:
- Você vai ficar com raiva de mim, se descobrir que não sou mais virgem?
Ele rindo foi forçando sua mão entrar no meio das minhas pernas:
- Sua bobinha... A muito tempo que já desconfiava que você transa com seu namorado!
Liberei de vez minhas pernas deixando passar os dedos na minha buceta e perdendo de vez qualquer pudor segurei seu pau duro:
- Me beija mais pai, me beija!
Beijando gostoso minha boca foi me levantando no seu colo e ao sair do Box pediu pra apanhar uma toalha que estava pendurada. No sofá da sala, esticou a toalha e me pediu pra deitar. Quando ele foi me fazendo ficar coma perna aberta e dobrada, meu coração voltou a disparar como uma metralhadora sabendo que ele estava preparando pra meter em mim. Quando ele entrou no meio das minhas pernas e foi enfiando aquele pintão na minha bucetinha não consegui mais me segurar:
- Ai pai... Ai... Ai... Ai... Mete pai... Ai que delícia... Vai... Mais... Mais...
Ele socava e também gemia... Depois de dar várias socadas fui fechando os olhos:
- Tá vindo pai... Tá vindo... Aaaah... Aaaah...!
- Goza filha... Goza... Iiiiiisso... Vai... Morde o pau do papai com sua bucetinha, morde!
Ele tirou da minha buceta e me fazendo ficar sentada no sofá foi esfregando seu pinto nos meus peitos gozando:
- Ooooh filha... Ooooohhhhhh... Ooooohhhhnnnn... Hummmmmmm!!!!!
Voltei a deitar com meus peitos todo esporrado e ele agachando do lado me beijando:
- Gostou filha?
- Adorei!
- Vai querer namorar só o papai, vai?
- Vou... Vou ser só sua e você vai ser só meu, né?
No dia seguinte a tarde, tomei um banho e fiquei no meu quarto me olhando nua no espelho tentando imaginar o que eu tinha diferente das outras mulheres pro meu pai me desejar daquela maneira... Era certo que eu tinha um corpo bem torneado de uma menina “gostosa” que costumavam dizer; mas não a ponto de virar a cabeça de um homem de 42 anos como meu pai. Mas louca pra dar pra ele novamente e estando no horário dele chegar do serviço, fiquei deitada na minha cama peladinha folheando umas revistas. Assim que ele entrou no meu quarto e me viu, já foi se livrando das roupas e num instante ele estava subindo na minha cama peladão e de pau bem duro. Me beijou, mamou nos meus peitinhos e depois foi direto com a boca na minha buceta. Todos meus nervos ficaram rígidos e fui relaxando aos poucos a medida que ele passava a língua e chupava meu grelinho... Não demorou nem dois minutos pra eu ter um delicioso orgasmo inundando sua boca com meu líquido vaginal... Rapidamente ele atolou seu pau duro na minha xota e socou bastante até me fazer ter um novo orgasmo e esporrar bastante sobre minha barriga. Fui pro banheiro me lavar e ele veio aproveitando pra tomar seu banho... Tomamos um banho bastante demorado e insaciável segurei seu pinto e comecei a massageá-lo levemente:
- Quer fazer ele ficar duro de novo filha?
- Quer pai...!
- Então dá uma chupadinha nele, dá?
Lembrei de dois dias atrás quando vi a mulher chupando o pinto dele e do que ouvi ele falando; comecei a rir:
- Pra quê? Pra deixar ele bem duro pra você querer comer minha bundinha, é?
Ele também rindo:
- Hummm... Você deu uma boa ideia; chupa ele um pouquinho chupa!
Fiquei de joelhos dentro do Box e ele enfiando seu pau ainda meio mole na minha boca:
- Vai filhinha; chupa... Chupa o papai, chupa!
Foi maravilhoso sentir o gosto do seu pau na minha boca que esqueci completamente que era sua filha e chupei com tanta vontade que rapidamente fiz ele ficar duríssimo:
- Pronto filha; já está bom...Agora vira a bundinha pro papai, vira!
Fiquei de quatro ali mesmo dentro do box e ele arqueando o corpo colocou seu pau e foi enfiando bem gostoso e lentamente enquanto eu gemia:
- Aaaiiii... Aaaaiiii... É muito gostoso pai... Aaaaiii... Aaaaiii...
Depois de tudo dentro, ele começou a socar com força e eu a gritar:
- Uuuuuuaaaaaiiiii... Uuuuaaaiiiiiii... Oh meu Deus... Oh meu Deus... Isso dói pai... Dói mais é muito bom... Mete... Mete... Mais... Mais...
Que maravilha sentir meu pai gozando dentro da minha bundinha.
Depois de quase dois anos, estou noiva e meu pai com uma nova namoradinha... Sei que assim que eu casar ele coloca a mulher dentro de casa. Mas enquanto isso não acontece, continuamos a dar nossas trepadas... Ele viciou na minha bundinha e eu a chupar seu pau e deixar ele até gozar na minha boca.
Foto Perfil angelrj6

Ficha do Conto

Escritor:
asangelrj6

Nome do conto:
Papai me comeu gostoso...

Codigo do conto:
17157

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
11/05/2012

Quant.de Votos:
32

Quant.de Fotos:
5

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: Papai me comeu gostoso...

Foto 2 do Conto erotico: Papai me comeu gostoso...

Foto 3 do Conto erotico: Papai me comeu gostoso...

Foto 4 do Conto erotico: Papai me comeu gostoso...

Foto 5 do Conto erotico: Papai me comeu gostoso...




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: marcoza em: 20/11/2013
Que delicia de conto,muito excitante,parabéns.Votei e votarei em todos que eu ler.
Comentado por: paulojk em: 23/10/2013
Puta q pariu vc me deixou com pau duro.amei seu conto
Comentado por: prinsipe2103 em: 12/09/2013
demais vc e linda
Comentado por: 5091 em: 09/09/2013
Nossa que delicia!! Se eu tivesse uma filha safadinha assim comeria também
Comentado por: neygostosa em: 11/08/2013
amei seu conto...votado
Comentado por: notório em: 28/03/2013
Parabéns escritora de mão cheia, mais uma vez se esmerou e este conto saiu maravilhoso !!!!
Comentado por: fodo muito bem em: 20/09/2012
ai meu deus, que tesao, adorei. Gostosa
Comentado por: loucoporgrelo em: 24/05/2012
delicia
Comentado por: gatoreno em: 16/05/2012
q filha maravilhosa e q bundinha linda adorei o conto muito gostoso bjs delícia
Comentado por: epilef23 em: 14/05/2012
Filhinha gostosa e prestativa, e que delícia de bundinha !!
Comentado por: jordanel em: 12/05/2012
Conto muito bom, e as fotos não sei se são suas mas são um espetaculo. Parabéns.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
14466 Estudando pro vestibular, na casa dos meus avós. Incesto 67
14575 Meu cachorro Rex, papai e mamãe. Incesto 38
15260 Papai me viu pelada num vídeo caseiro. Incesto 96
15821 Meu namorado era gay. Traição/Corno 36
16285 Entreguei meu cabaço pro meu irmãozinho. Incesto 33
16691 Passei a ter tesão pelo meu pai. Incesto 37
16745 Três homens da família transaram comigo. Incesto 30
17055 Sou a protegida e amante do meu irmão. Incesto 34
17333 NA PICA DURA DO PAPAI. Incesto 28
17678 Meu pai ficou de mal comigo. Incesto 31
17850 Meu pai descobriu que gosto de dar a bundinha. Incesto 36
18031 Eu e minha irmã na cama com papai. Incesto 62
18664 Mesmo depois de casada, ainda trepo com meu pai. Incesto 33
18800 Dando gostoso pro meu tio. Incesto 27
19692 Aprendendo a dirigir com meu tio. Incesto 35
19942 Substituindo minha mãe na cama. Incesto 70
20000 Sozinha na casa de praia com meu pai. Incesto 40
20450 Fazendo barba, cabelo e bigode com meu pai. Incesto 28
21844 Papai me pegou dando a bundinha. Incesto 50
23351 Dormindo com papai. Incesto 35
23862 Meu marido gosta que eu seja uma puta. Traição/Corno 68
25785 Aprendi a ser uma boa amante, com meu pai. Incesto 34
27978 Eu e me padrasto. Incesto 48
28548 Um irmão muito especial. Incesto 27
29424 Meu pai me flagrou assistindo filme pornô. Incesto 61
29851 Acostumei trair meu marido. Traição/Corno 41
30121 Papai me desejava como mulher. Incesto 23
30490 A filhinha que virou a putinha do paizinho. Incesto 43
32601 Sempre gostou de ser corno. Traição/Corno 46
33618 Vovô é muito bonzinho. Incesto 49
33857 ABRINDO MEU CORAÇÃO PRO PAPAI. Incesto 44
35145 PAPAI VIU MINHAS FOTOS. Incesto 49
36486 Enfeitando a cabecinha do maridinho. Traição/Corno 47
37066 Dois pais & duas filhas. Incesto 51
37088 Comecei com o vizinho, e fui virando uma puta. Traição/Corno 43
38238 Eu e meu pai no hotel fazenda. Incesto 49
39631 Me beija pai! Me beija! Incesto 40
40486 O pedreiro na minha casa. Coroas 52
42271 Quando vi o pau do meu pai, acabei deixando... Incesto 60
42979 Me exibindo pro papai. Incesto 42
45581 Virando a mulher do próprio filho. Incesto 108
46793 Ciúmes do meu pai. Incesto 36
47629 Virei a putinha do meu padrasto. Incesto 40
49613 Dando gostoso pro padrasto. Incesto 55
51122 Chantageada pelo filho. Incesto 40
51812 Acabei ficando no lugar da minha mãe. Incesto 51
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA