Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





MINHA CUNHADA PUTA


Meu nome é Alberto, tenho 32 anos, sou casado, e a historia que vou contar agora, aconteceu a exatos 4 meses.O que acontece é o seguinte, sou casado há 3 anos com minha esposa, a Sonia, um mulherão, ela tem 36 anos, mas com um corpo de 25, não tenho do que reclamar, ela é de uma família boa, porem, minha cunhada, a Joana, um ano mais nova que ela, 35, ela até que não é feia, tem uma bundinha da hora, aparenta também ser bem mais nova, mas o problema é que é uma chata de galocha, sempre mau humorada, nunca havia visto nestes 3 anos ela se relacionar com ninguém, mas também pudera, ela é do tipo insuportável, mal educada, mal cumprimenta a gente, anda sempre de cara feia, tipo aquelas que vão ficar pra titia mesmo, e a gente nas poucas vezes que conversamos, tentamos sempre fazer brincadeira com ela pra descontrair, mas ela xinga a gente e já fecha a cara, fica dias sem conversar, e uma dessas vezes, foi qdo estávamos eu,minha esposa, meu cunhado, gente boa, e ela conversando sobre namoro, e meu cunhado, teve a infelicidade de falar dos caras que trabalhavam com minha cunhada, pois a mesma trabalha em uma repartição publica, então ele comentou de um guarda que trabalha La, um negão e minha cunhada alem de tudo, sempre foi meio racista também, e o meu cunhado disse:
-O maninha, cuidado com o Juarez ein, eu conheço ele, o negão é foda, se ele te pega te rasga todinha, kkkkk
Nisso todos rimos, ela ficou sem graça, e disse
-Seu idiota, ridículo, e saiu brava, bufando, fechou a cara de vez
Então, passado uns dias, minha esposa estava meio ruim, com dor de cabeça, e pediu pra eu ir buscar um remédio que havia ficado na casa da mãe, onde mora a minha cunhada também, uma casa pequena, 4 peças, então, eram duas da tarde, e La fui eu, minha esposa tinha a chave da casa da mãe, e me deu, pois naquela hora, não haveria ninguém La, a mãe dela e a irmã chata estariam trabalhando, eu podia entrar direto, mas chegando La, notei que havia uma moto em frente a casa, até ai tudo bem, abri o portão e entrei, mas chegando perto de abrir a porta, ouvi umas conversas que vinham de dentro da casa, fiquei meio assim, pois a moto La fora, poderia ser alguém querendo roubar, então fui na ponta do pé, dei a volta nos fundos, e a janela do quarto estava fechada, mas ela tinha um buraquinho que estava quebrado, então meti o olho ali pra ver quem estava La dentro, foi qdo tive a maior surpresa da minha vida, minha cunhada estava sentada na cama dela, apenas de calcinha, sem sutiã, e estava pagando a maior boquete justamente para o guarda negão Juarez do trabalho dela, era inacreditável a cena, ele estava em pé, parado em frente a ela, de cueca, só com o pau pra fora, e ela chupando com muita vontade, mamando mesmo, e o cara tinha um pé de mesa, o pau do bicho era gigantesco, dava uns 3 do meu, quem diria, a vadiazinha da minha cunhada, toda seria, recatada, mamando numa big rola, e de um negro ainda, então, a coisa tava quente mesmo, o cara começou a fuder a boca dela, igual nos filmes pornô, ele metia fundo na boca dela, ela quase perdia o ar, então ele tirava o pau da boca dela, e dava umas batidinhas na cara dela com seu pauzão, e dizia
-Toma sua putinha, é isso que vc queria né, é isso, quer mais pauzão na boquinha quer
E ela dizia quero, quero, me da mais
Putz, eu comecei a ficar muito excitado com aquela cena, era um verdadeiro filme pornô ao vivo, e ainda mais com a vadia da minha cunhada, que eu sempre disse pra minha esposa, que sua Irma precisava era de um negao pra rasgar ela, pra ela acordar pra vida, e quem diria, o que eu disse estava acontecendo rsrsrs, então, continuei bem quietinho, queria ver no que ia dar aquilo, então, depois da vadia chupar por mais de 20 minutos, ele tirou o pau da boca dela e disse
-Agora vou comer vc inteirinha sua vadiazinha, vira ai
Então ele segurou ela, ela ficou em pé, e tirou sua calcinha, nisso pude ver, que ela tinha uma bucetinha linda, toda raspadinha, então o negão deu um tapa em sua bunda, e mandou ela ficar de 4 na cama, ela sem falar nada, só obedeceu, então, o cara começou a chupar sua boceta e seu cuzinho, putz, que cena, ele meteu a cara no rabo da minha cunhada, e com a Mao esquerda ficava alisando o pau, preparando o bicho pra comer aquele rabo, e que rabo que tinha minha cunhada, deliciaaaaa, então a safada rebolava na cara dele, gemia feito uma cadela, então ele se levantou, e disse
-Agora putinha, vc vai sentir o que é um macho de verdade
Nisso ela disse
-Ai, vai logo, me come, mete essa pau em mim, seu touro safado, roludo
Então o negao começou a meter aquilo tudo na minha cunhadinha, ela gemia feito uma louca parecia que iria desmaiar, de tanto tesão que a vadia ficou, o cara começou a bombar forte na bucetinha dela, putz, parecia que estava entrando um braço dentro dela, o pau do bicho devia ter quase 25 cms, e eu achando que minha cunhada não era disso ein, então ele metia ela gemia quase desmaiando, mas dizendo
-Ai, que delicia, vai me come, me come, ai que pauzão gostoso, ai, vai fode, fode,
Nisso o negão, tirou seu pau da boceta dela, toda arrombada já, e deitou na cama, e mandou ela vir por cima, nisso a safada deu mais umas chupadas na big rola do cara, e foi sentando, e eu ali, vendo tudo de camarote, nossa, ela ficou de costas pra mim, e eu pude ver que rabo tinha minha cunhada ein, eu já estava de pau duro, quase gozando com aquela cena, então ela começou a subir e a descer naquela rola, putz, entrava tudo,minha cunhada não era muito grande como sua irmã, mas agüentava rola mesmo como poucas, o pau do bicho sumia dentro de sua boceta, nisso, ela cavalgou, depois sem tirar o pau de dentro, se virou e ficou de costas pra ele, então tive que me abaixar, pois ela podia me ver pelo buraco da janela, mas eu dei um tempinho e voltei a olhar, agora ela de frente pra mim, a vadia tava virando os olhos literalmente, cavalgava, rebolava, acho que ela não metia com ninguém a anos, nisso ela começou a cavalgar bem rápido, freneticamente, e começou a dizer
-Ai, que delicia, ai, ai, ai, vou gozar, vou gozar nesse pauzão, ai,ai, ai, que pau gostosooooo, a vadia gozou como nunca, seu corpo extremeceu em cima daquela rola, ela então caiu de lado, toda suada, e o negão ali, de pica dura ainda, ele ficou de joelhos na cama, e disse
-Gozou na rola é puta, agora vai fazer eu gozar também,
e então ela toda cansada, começou a chupar de novo a big rola do cara, ela manjava mesmo, chupava muito bem, nisso, o cara disse
-Abre a boquinha agora, que vou gozar La dentro sua putinha branca,
Ele segurou sua cabeça e ela ficou com a boca aberta, só esperando o leitinho, e o cara gozou um monte na boca dela, parecia um jato de porra, era muita porra, a vadia tomou tudo que conseguiu, depois disso caiu de novo na cama, e o negão, olhando fixo nela, sem falar nada foi ao banheiro, qdo ele voltou ela disse
-Putzz, vc acabou comigo ein, da próxima vez quero experimentar ele no meu cuzinho, vc topa
O negão disse
-Isso se eu não comer ele agora mesmo , vc é bem puta mesmo, sempre soube disso,
Ela disse, olhando pra rola do negão
-TAmbem com essa ferramentai ai, não tem como dizer não né, safado.
Nisso o negão foi se vestindo, colocou sua farda, deu um beijo de língua nela, e foi abrindo a porta, nisso eu corri pra me esconder nos fundos, ele abriu a porta e saiu, pegou sua moto e vazou, então dei um tempo escondido La nos fundos, uns 20 minutos, e então bati na porta perguntando se tinha alguém em casa, a minha cunhada, agora puta, veio me atender, notei que demorou um pouco, acho que tava sem limpando do banho de porra que acabara de tomar, e abriu a porta pra mim, e disse daquele jeito seco de sempre
-Ué, o que vc quer
Eu falei
-Vim buscar o remédio pra Sonia,
Então ela foi pegar o remédio, e eu olhei bem pro seu rabo, não podia acreditar que ela tinha acabado de tomar um chá de pica, e ela ali, como se nada tivesse acontecido, até hoje não tive coragem de contar pra ninguém, deixa como está, mas agora descobri que minha cunhada não passa de uma vadiazinha safada rsrsrs,


Ficha do Conto

Escritor:
marcoscesar10

Nome do conto:
MINHA CUNHADA PUTA

Codigo do conto:
17799

Categoria:
Heterosexual

Data do Envio:
16/06/2012

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
14175 LOUCURAS NA GUARITA Heterosexual 0
14177 MEU VIZINHO BEM DOTADO Heterosexual 1
14179 MICROPINTO Heterosexual 0
14747 VERDUREIRO ROLUDO Traição/Corno 0
14792 PACIENTE PAUZUDO Heterosexual 0
14793 DESPEDIDA DE SOLTEIRA DA AMIGA Grupal e Orgias 1
14874 INSTRUTOR DE ACADEMIA GOSTOSO Heterosexual 0
15058 TESÃO NA PRAIA DE NUDISMO Heterosexual 0
15059 ROLUDO GOSTOSO Grupal e Orgias 1
15326 NEGRO GOSTOSO Heterosexual 0
15871 ESTUPRADA NO TRABALHO Heterosexual 1
17067 AVENTURAS DE UM BEM DOTADO 1-AS ESPOSAS DOS AMIGOS Heterosexual 0
17068 FUI PUTINHA DE UM CASAL Heterosexual 0
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA