Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Carioca Safada


Este relato verídico, com todos os detalhes possíveis, foi escrito por uma carioca, bonita, gostosa e bem tarada que tive a oportunidade de conhecer em um site da internet, onde tenho um anuncio com belas fotos que a deixaram com muita água na boca. Leia o que aconteceu depois que ela viu o anuncio.

“Conheci o Myster ( meu nick) pela internet mais ou menos em setembro de 2000. Quando vi as suas fotos fiquei impressionada com o tamanho do seu pau, uma coisa linda, enorme e fenomenal. Confesso que não acreditei que os seus 24x05cm fossem de verdade, fiquei meio desconfiada e busquei saber mais sobre ele. Começamos então a trocar mensagens, sempre com conteúdos provocantes, excitantes e interessantes. Ele escrevia em versos eróticos, mas logo percebi que não se tratava de uma pessoa qualquer e que ele era sensível e culto, de um bom nível. As mensagens que trocávamos me deixavam cada dia mais excitada e com vontade de conhecê-lo, mas o seu trabalho e a distância (Rio-São Paulo) impedia que nosso encontro rolasse.
Ele, muito sacana, sempre que podia me provocava mandando umas fotos do seu imenso pau e dos seus encontros fudendo com outras mulheres. Isso só fazia com que o meu desejo aumentasse. Quando via as fotos sentia um fervor nas minhas entranhas e ficava com a xotinha latejando de vontade de ser eu a estar ali nas fotos com ele. Mandei muitas fotos minhas, bem provocantes para deixá-lo bem excitado e com vontade de me conhecer e me comer.
Em fevereiro, enfim, o tão desejado encontro aconteceu. Myster mandou uma mensagem e me telefonou. Viria ao Rio numa Sexta-feira e ficaria até o Sábado. Quase enlouqueci com a possibilidade já tão real de enfim estar com ele. Passei os dias que antecederam ao nosso encontro muito ansiosa, cheia de fantasias e alguns receios: e se ele não gostasse de mim quando me visse?
Até que chegou a tão esperada Sexta-feira. Fui ao aeroporto pegá-lo e o danado do trânsito não colaborou para que chegasse na hora certa. Parei o carro e corri, preocupada com o meu atraso de 15 minutos. Percorri o aeroporto procurando por ele, baseando-me nas descrições que ele me dera. Logo o vi de longe e, a medida que me aproximava, meu coração batia acelerado com a preocupação a respeito do que sentiríamos quando nos víssemos. Aproximei-me e falei com ele, gostei dele logo de imediato. Sua aparência era boa e seu semblante tranqüilo, mas não notei nada nele que me desse uma pista sequer do que sentiu ao me ver. Saímos do aeroporto e fomos ao Leme tomar um chopinho. Estava muito calor e a beira da praia era o local ideal para o quebra-gelo entre nós. Conversamos bastante e aos poucos fomos nos sentindo mais a vontade um com o outro. Umas duas hora s depois de estarmos juntos ele deu o primeiro sinal de que também havia gostado de mim e lá pelas 23 horas saímos da praia e fomos para um hotel.
Eu estava muito nervosa ainda, com um misto de receio de como seria nossa noite e um enorme tesão por ele. Quando ele tirou a roupa e vi aquele pau enorme fiquei hipnotizada, boquiaberta e muito excitada. Nunca havia visto algo parecido, era uma vara linda, enorme e grossa, muito mais bonita do que na foto. Tinha que pegar nela para crer que era real e o toque me deixou mais molhadinha do que já estava. Queria ser invadida por aquele homem, mesmo achando que minha bucetinha não daria conta de uma vara daquele tamanho. Myster havia trazido consigo um consolo enorme e grosso, do mesmo tamanho do seu pau, que, segundo ele, é para saciar as mulheres mais gulosas, e senti que naquela noite eu seria muito bem servida.
A minha excitação aumentou a vontade de chupá-lo e coloquei a sua vara na minha boca. Adorei fazer isso e descobri que além de lindo, seu pau era cheiroso e tinha um gosto delicioso. Me fartei chupando aquele pau maravilhoso, que crescia cada vez mais na minha boca. Queria que coubesse todinho na minha boca e com jeitinho fui engolindo, devargazinho, até que entrou todinho, encostando na minha garganta. Myster era bem carinhoso e o tempo todo ficava me acariciando, me beijando e me excitando.
Depois de muitas carícias e chupadas gostosas, após ter me fartado de chupar bem gostoso e de receber muito os dedos dele na minha xotinha, que já gozava muito e estava toda melada, ele abriu bem as minhas pernas e a minha xotinha e enfiou o enorme e grosso consolo em mim. O consolo era tão grande e grosso que não entrou todo em mim, mas Myster sabia usá-lo muito bem, tirava e enfiava bem devagar, fazendo minhas entranhas esquentar e latejar querendo mais e mais. Brincamos muito com o consolo e, finalmente, me preparei para receber a sua pica. Delirei de tanto prazer quando ele entrou em mim, quando senti aquele pau enorme todinho dentro de mim. Saber que ele cabia na minha boceta me deixou mais excitada ainda e gozei quase que de imediato, ainda mais porque ele sabia foder muitíssimo bem e enfiava de um jeito especial sua vara enorme em mim, me fazendo gozar muito. Eu era, naquele momento, uma fêmea sendo penetrada por um macho experiente e fogoso, que sabia como me enlouquecer e me transformar numa putinha no cio.
Fizemos amor por horas seguidas... na cama... na poltrona... ele por cima de mim... eu montada no pau dele... ele enfiando os dedos na minha buceta e no meu cuzinho... me fazendo gozar muito e com intensidade. Nessas alturas o lençol da cama já estava todo molhado com o meu gozo. Nas poucas pausas, Myster voltava a brincar comigo enfiando o consolo em minha buceta. Quando eu ficava de quatro, na cama e na poltrona, empinando a bundinha e me abrindo toda e ele enfiava em mim .... hummm... era demais, eu tinha que pressionar minha barriga com as mãos e com o travesseiro para dar conta daquele caralho tão grande, mas foi delirante o que senti.
Mesmo gozando muito, minha vontade de fuder com ele não parava, era como se eu quisesse compensar todos os meses que esperei por fuder com ele, por ser invadida por aquela pica enorme. Até que chegou a hora que eu mais desejava e temia: a h ora dele enfiar a sua vara, de 24x05cm, no meu cuzinho. Mas ele foi de uma maestria sem igual e muito paciente também. Melou bem, com a pomada que eu levara, o pau e o meu cuzinho e começou enfiando a cabeça do pau bem devagar. Eu estava de quatro, toda aberta e arreganhada, pronta para recebê-lo todo. Quando a cabeça da vara entrou eu pedi para ele parar um pouco de enfiar e procurei relaxar o meu cuzinho para poder dar entrada ao restante daquela vara enorme pela qual eu tanto ansiava engolir toda. Nosso entrosamento nessa hora foi tão perfeito que eu, que pratico sexo anal muito pouco, recebi com muito gosto e vontade toda a pica enorme dele no meu cuzinho. Ele enfiou muito no meu cú e a sensação e o gozo que senti foi de enlouquecer. É indescritível, um misto de prazer, de poder e de satisfação por estar recebendo e proporcionando a ele o meu cuzinho. Claro que gozei muito, sai de órbita de tanto prazer, delirava com o entra e sai daquele pau enorme no meu cuzinho.
Quando chegou a hora de Myster gozar fiz questão de receber, com muito gosto e prazer, toda a sua porra, que por sinal era muita, na minha cara. Esfreguei, com vontade, em meu rosto e no meu peito, o líquido farto e grosso da sua gozada. A imagem daquele homem gostoso e enorme esporrando com vontade em cima de mim encerrou com chave de ouro a nossa noite de prazer.
Exaustos de tanto trepar, dormimos. De manhã, recomeçamos tudo de novo. Eu, refeita das trepadas da noite, já estava pronta e desejosa para receber novamente aquele homem poderoso. Chupei muito seu pau delicioso e ele enfiou muito em mim, me fazendo gozar enlouquecidamente, me fazendo tremer todinha e urrar de tanto prazer. É... o prazer que senti foi tão intenso que meu corpo todo tremia com os gozos que me proporcionava.
Infelizmente ele tinha que ir embora e tivemos que parar nossas trepadas, mas mesmo sentindo muito por sua ida e querendo continuar fudendo com ele, admito que eu estava saciada e satisfeita, pois fazia algum tempo eu não fodia tanto e tão bem.
Conhecer Myster foi uma coisa maravilhosa e tenho certeza que nossa amizade, antes só virtual, se consolidou com o nosso encontro e com a nossa trepada maravilhosa. Espero ansiosa e excitada por outras oportunidades de ser possuída por ele e de me dar toda para ele se deliciar e sentir muito prazer também. Myster é um macho que fez com que eu me entregasse por inteira, sem pudor, sem vergonha, sem limites. As vezes, quando fecho os olhos, vejo as imagens do nosso encontro e ainda sinto na boca o gosto e o cheiro gostosos do seu corpo e do seu pau. Minha buceta e o meu cuzinho ficam muitos excitados com isso, querendo mais e mais recebê-lo por inteiro e gozar com ele”.

Se você, mulher, bonita, gostosa e bem safada quiser sentir todo este prazer que proporcionei a minha carioca safada, é só me escrever enviando fotos e um fone para um rápido contato.
Mil beijos, Myster.


Ficha do Conto

Escritor:
myster

Nome do conto:
Carioca Safada

Codigo do conto:
1928

Categoria:
Heterosexual

Data do Envio:
28/02/2004

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA