Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





No bailao 2


Aquela morena deu uma gemido profundo e disse
-eu to gozando ai
ela tremeu toda apertu as cobertas e colocou uma na boca e mordeu ai eu aproveitei e soque o dedo no cuzinho dela e ela
-ai e virgem
eu mas rapido falei
-so te oje oje vc vai ser iniciada na vida anal
-com carinho hem
-vou pensar no seu causo
ai olhei pro lado e vi uma poltrona e ordeinei
-minha cadela tira a roupa do seu homem aqui agora
mas doque depresa me pulou e começou a tirar a roupa e eu disse
-faz cara de safada puta
e ela fez nossa que linda ficou ai dei um tpa na carra dela nao muito forte e disse
-eu vou me sentar ali naqule sofa e vc vai me xupar .mas ante disso este vestido e novo
-e sim pq?
-ja era
nossa dei um puxao ela quase caiu aranquei tudo e ela ficou olhando com cara de puta e disse
-e assim entao beleza
foi e olhou pro meu pau e disse
-delicia
e ja veio xupando o dedo ai se ajoelhou no meio das minhas pernas e caprixou e olhava pra mim com cara de safada e eu ja tava bala de tezao agarei a seu cabelo e soquei soquei fazia ate barulho ai eu tirava da boca dela e batia no rosto dela ai ela ficou xupando mas xupando muito gostoso ai nao aguentei peguei ela e dei colinho pra ela de menina safada de volta ai ajeitei meu pau naquela buceta e entrou nossa senhora parecicia que eu tava enfiando num buraco de tijolo pense que apertada eu forçava ela pra baixo e ela xegava aregassar os olhos gemendo e meio com a respiraçao acelerada
Obs:meu pau nao e grande mas e grosso de mais.
Ai foi entrando eu eu ja comecei a joga ela pra cima e ela com os braço em volta do meu pescoço ai eu mordia o pescoço dela apertava os bikinhos dava tapa na bunda aranhava as costas dela.nossa ela me beijava e gemia nossa que tezao de senti akela buceta apertada ai ela ficou loga e pulava e metia ai eu tirei ela e disse
-no seu cu agora
-ta bom no meu cu ta bom mas vou pega um lubrificante tudo bem
ai eu disse
-passe na sua lavanderia e traga granpos de prende roupa.
-mas pra que
-cala a boca e traga
e ela foi ai eu fiquei tramando oque eu faria se ja que na buceta eu sofri pra meter e se era o certo come e estourar ou rasga ela mas ai deu um fodace e planejei
-oque vc vai fazer
e eu peguei da mao dela rapido aqueles prendedor e coloquei nos bikinhos e envolta do seio e nos labios da buceta e ela
-aiaiaiaiaiaiaiai pq isto aiaiia
-calma
peguei o lubrificante e apertei bastante no meu pau e mandei ela cata cavaco e labusei todo o burraquinho e deixei mas encima e disse aguenta ai nossa fui colocando e ela gemendo de dor ai lembrei catei o pedaço do vestido dei pra ela morde e fui socando e ela gemendo gemendo ai foi se abrindo e eu ja tava meio forcejando quando passou a cabeça e lubrificou o reto dela nossa ela so deu uma tremida nas pernas e meio que caiu e travou o meu pau com cu dela e se mijou toda ai eu disse ta bem
-to sim continua
ai peguei ela pelas ancas e meti meti volta e meia enfiava os meus dedos na buceta dela e ela gemia ai resolvi come a buceta dela de novo nossa ela ja tava louca deitei na cama ela calvalgou igual a uma loka mas parecia que iriua quebrar o meu pau nossa chegou a esquentar o meu cacete la dentro e ela
-eu eu eu vou gozar
e eu tambem ja tava quase nossa que urro ela deu uuuhhhhhummmmmmmmmm aaaaaaaaaaaaa e eu disse continua ai senti um calafrio desde o dedao do pe percorrer o corpo e disse vou gozaaarrrr nosssa parecia que eu tava mijando nela
ai depois do gozo eu fiquei nas nuvens so vi ela tirando os grampos e dissendo vou xama um taxi e eu so concordei ai fui toma um banho e fui embora agora nos bailao que eu vou e tou com uma outra ela volta e meia ela me faz sinal com o dedo aquele que diz vc vai ver.e eu nem ai descupe se foi broxante e se vc gostou obrigado fiz pra vc ver as minhas sacanagem.


Ficha do Conto

Escritor:
PoetaDoTezao

Nome do conto:
No bailao 2

Codigo do conto:
21044

Categoria:
Heterosexual

Data do Envio:
15/10/2012

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
20956 Me apresentando Heterosexual 0
21042 No bailao Heterosexual 1
21068 Meus fetiches minhas taras Fetiches 0
21155 India safada Heterosexual 2
21159 India safada 2 Heterosexual 1
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA