Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Entrar em contato   Bate Papo
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO


Como muitos ja leram nossas histórias, vou contar agora mais uma, somos casados a 11anos, ela loira gostosona 36anos, começamos no menage no primeiro ano ja de casamento pois ja fantasiavamos qdo solteiros .Ja tivemos muitas experiências, ela já teve muitos homens mas em se tratando de mulher sempre nos surpreendem rss. Bem vou contar aqui o outro encontro que tivemos com o cara que conhecemos na praia de nudismo, quem ainda não leu por favor va até o final desta pagina e leia as três partes do conto em que fomos a praia de nudismo.
Depois da transa que tivemos com o Paulo nosso novo amigo na praia de nudismo, trocamos fones e email e ficamos de nos encontrar novamente, claro que foi muito bom o que aconteceu lá na barraca dele mas minha puta queria pegar ele num bom quarto numa boa cama RSS, e assim foi, ficamos 20 dias na praia, depois de conhece-lo ainda teríamos mais uns 10 dias, onde estávamos em Ingleses nunca rolou nada por mais que tentássemos, estávamos num bom apartamento com ar condicionado no quarto e tudo mais, bem, passado uns dias ele ligou para ela, ela radiante me falou que havia marcado com ele para no outro dia e em nosso apartamento nem tínhamos falado sobre isto mas imaginei que um motel seria melhor, mas como ela já havia combinado vamos lá, nosso apartamento era tipo um condomínio de dois andares então tínhamos um vizinho ao lado e um embaixo que talvez pudessem ouvir ela transando caso ela fizesse como na outra vez. No outro dia esperamos ele chegar, foi fácil achar nosso apartamento, deixei ela ir recebe-lo no estacionamento e fiquei espiando, a safada foi de biquíni, passava pouco do meio dia, um biquine comportado como ela sempre usa, o abraço foi demorado como de um casal mesmo e o safado iria já beija-la na boca mas ela evitou, no condomínio todos já sabiam que éramos casal mas ele como curte ser o macho e que todos vejam tentou, desta vez ela não deixou RSS. Subiram as escadas para nosso apartamento conversando animadamente e embora não se agarrassem seus corpos se tocavam mais que o normal o pessoal do apartamento de baixo que neste momento ainda almoçavam certamente notou algo pois ele era muito insinuante com uma das mãos as costas de minha esposa. Entraram ele me comprimentou com um forte aperto de mãos, mas logo foi abraçala novamente, agora ela não recusou seu beijo e foi um longo beijo na boca, beijo muito tesudo eu observava a língua dele invadindo a boquinha dela ela sugando aquela língua safada as mãos dele já apertando o bundão dela, o biquine logo foi desatado os dois gemiam como bixos enquanto um sufocava o outro com sua língua, eu para não ficar tão sem jeito ali fui para a cozinha pegar um suco, a cozinha tipo americana dava para ver eles na sala, quando voltei a olhar minha esposa já estava nua, ainda pude ver ela retirando a bermuda dele, automaticamente ao se abaixar para retirar a bermuda ela já sentou no sofá admirando o pauzão que surgiu a sua frente e claro já agarrou aquele pau duro e logo estava a beijalo, cheiralo e não demorou muito já via minha esposa enfiando tudo que podia na boca ele por sua vez agarrou minha mulher pelos cabelos e fodia sua boca como a uma boceta e sei que ela adora isto, eu a escutava quase engasgando as vezes enquanto ele a elogiava e dizia estar com saudade do boquete dela, depois eu soube que eles ficaram trocando mensagens picantes pelo celular, agora eu assistia minha esposa gostosa sentada no sofá cravando suas unhas nas nádegas daquele homem que a fodia violentamente a boca, os gemidos dele já eram altos, se nossos vizinhos tanto do lado quanto de baixo estivessem em casa ouviriam, as janelas do nosso apartamento estavam abertas pois estava muito calor, ele a fudeu por   um bom tempo assim, achei que iria gozar achei que ela pararia para que ele não gozasse mas não a puta deixava ele fazer o que queria ficava com a boca aberta suportanto aquele pauzão quase indo em sua garganta e alternava suas mãos entre apertar a bunda dele e acariciar seu saco, ela massageava o saco dele como que querendo tirar todo seu leite, novamente como na praia de nudismo eu via aquele homem suando bastante enquanto usava minha mulher, ela não queria mas foi ele quem parou aquilo antes de gozar, ainda vi a puta o segurando pelo cacete sem querer soltar pois queria seu leite mas ele retirou tudo da boca dela e a levantou a abraçou forte e deu um longo beijo sentindo também o gosto de seu pau que certamente estava na boquinha dela, o gostoso de ver os beijos que eram beijos loucos com gemidos de desejo, não eram só beijos comuns, era aquela gemedeira um apertando o outro, ele claro apertava forte a bunda de minha esposa, ele elogiou que agora ela já estava mais bronzeadinha pois no nosso primeiro encontro ela estava bem branquinha, agora ela já apresentava marcas do biquine o que da um tesão de ver, ele beijava a boca dela, depois descia pelo pescoço até chegar nos grandes seios dela ele colocava tudo que podia na boca e sugava forte, em certo momento escutei ela pedindo, AHHH DEIXA MARCA MAS SÓ ONDE O BIQUINE TAPA, SÓ NO BRANQUINHO, e assim ele fazia sugava forte já deixando hematomas na parte branca de seus seios, enquanto isto claro ela punhetiava aquele pauzão babado dele e por vezes esfregava na xota, ela também já estava num suador só mas vi que ela curtia isto pois ela sabia que em nosso quarto havia um bom ar condicionado mas em momento alguém ela falou para irem para lá, eu da cozinha assistia a tudo já batendo uma punhetinha atrás do balcão que havia, não me esforçava muito porque vendo minha esposa naquela cena logo eu gozaria então me controlava também, eles continuavam naquela ânsia louca minha mulher já montava literalmente no pauzão do cara, posição que ela adora, ele abaixou um pouco e agora ela sentia o pau dele entre as pernas eu que via tudo pelo lado não acreditava quando via a cabeça do cacete saindo La na bunda dela de tão grande deve ser uma delicia para uma mulher sentir assim montada numa vara dura daquelas e enorme, não demorou ele a virou de bunda para ele e novamente encaixou o pauzão, agora eu via a cabeça do pau dele sair La na frente na xota dela e ela agarrava e nitidamente pressionava o cabeção contra sua xota molhada que deveria estar, ele continuava a beijando pelo pescoço pela boca que as vezes ela virava e ela se equilibrava montada sobre aquele falo pois ele a agarrava forte pelos seios, apertava muito, eu via minha mulher amada delirando naquela cena inebriante, aquele homem enorme a deixando louca ambos nus, ele totalmente bronzeado sem marcar pois pratica o nudismo ela uma delicia com marquinhas pequenas brancas de seu biquine em seus seios que já apresentavam os hematomas gostosos do macho e o mais gostoso que vi no momento que me desloquei mais para frente dos dois, via a xotinha com os pentelhos aparados a marca do biquine, via entre aquela xota branca por vezes brotar a cabeça enorme do pau do macho, a safada qdo isto acontecia levava a mão até aquele cabeção e acariciava delicadamente, ele forçava lá atrás como se a estivesse penetrando e fazia isto porque era claro o prazer dela ao sentir aquela cabeça acariciando seu clitóris quando ele ia para trás que a cabeça sumia entre suas pernas ela agarrava as mãos dele que a seguravam firme pelos seios e rebolava gostoso procurando a boca dele para mais um beijo, o suador dos dois já era como foi na outra foda deles naquela barraca pequena e quente mas isto não os incomodava, novamente eu notava que ambos ficavam imóveis isto porque certamente a cabeça havia encaixado na entrada da xota os amantes estavam novamente no mesmo jogo gostoso e tentador ficavam esperando que um ou outro tomasse a iniciativa e completasse a penetração eu só ouvia a gemedeira os suspiros rápidos e fortes mas desta vez não houve eles aguentaram mesmo porque a situação era mais gostosa que a penetração, a provocação entre os dois os deixavam em ponto de bala, eu sabia que minha puta não resistiria muito e assim foi logo ouvi dela AIII NÃO AGUENTO MAIS, METE LOGO, ME COME, como de pé era muito ruim devido a diferença de tamanho minha puta falou isto e já desencaixou do pauzão entre suas pernas mas não por muito tempo ela foi em direção ao sofá a sua frente se ajoelhou no sofá e se escorou na guarda empinando bem o bundão para aquele cavalo que estava atrás dela com aquele enorme pau apontando pra cima o safado ficou imóvel admirando o traseiro de minha esposa ali exposto, ela ainda provocativa com uma das mãos segurou a bunda e abriu expondo mais ainda sua boceta que certamente estava muito molhada, eu sai de trás do balcão e me sentei no sofá ao lado dela que ainda olhava fixamente para ele que segurava e punhetiava o pau a provocando mais, sentado bem perto pude ver agora a xota dela realmente estava ensopada já inchadinha de desejo, como ele permaneceu parado olhando para ela com cara de safado ela entendeu o recado pois eu também lembrei da primeira foda deles onde ele fez ela pedir pau, fez ela quase implorar antes de meter ele gostava disto gostava de se sentir dominante, então minha esposinha olhando para o pau dele virou o corpo torcendo a cintura e agarrou ele pelo pauzão o puxando em direção a ela e falou VEM LOGO ME COME, METE NA CASADINHA METE, GOSTOSO, e o arrastou literalmente pelo pau só soltou o cacetão quando sentiu o pau batendo a sua bunda, ele então falou E A CAMISINHA antes que eu falasse algo ou fosse pegar ela protestou, NÃO CAMISINHA NÃO, JÁ GOZOU EM MIM AQUELE DIA, AGORA QUERO TEU LEITE DE NOVO, ele sorriu como já adivinhando isto e partiu para a penetração, segurou o pauzão e guiou para o buraco ainda pequeno de minha esposa, quando o cabeção quente tocou a boceta dela ela gemeu alto e gostoso fazendo o que o safado gosta, ele esfregou o pau propositalmente em sua boceta e cu e não aguentando falou, GOSTOSA, NÃO VEJO A HORA DE COMER ESTE RABO DE NOVO, ela respondeu TA BOM, MAS DEPOIS, AGORA ME FODE A XOTA QUE NÃO AGUENTO MAIS, e foi atendida eu de perto via agora ele apontando o pau para a gruta molhada dela, a penetração foi fácil mau ele colocou a cabeça na entrada a safada já forçava a bunda para trás e vi o pau sumindo dentro dela, a penetração foi acompanhada pelo gemido sincronizado dos dois, pronto, novamente minha esposa estava entalada naquele baita pau e novamente eu passaria por corno pois os gemidos dos dois eram audíveis a nossos vizinhos que viram quando aquele homem chegou e nos acompanhou até o apartamento, não tinha como não notar a foda que estava tendo em nosso apartamento e até então ninguém havia escutado minha puta gemendo assim comigo, se eu soubesse teria dito que éramos irmãos quando chegamos RSS, mas todos já sabiam que éramos casados pois em um ou outro dia mais feio que não fomos a praia acabamos aproveitando a piscina do condomínio, como disse era um condomínio pequeno com 6 apartamentos e havíamos já batido papo com o pessoal, agora os que por ali estavam viam minha situação de marido corno, cheguei a me preocupar por instantes mas vendo a cena a minha frente rapidamente esqueci pois via agora aquele cara cravando forte em minha mulher que delirava a cada metida, ele a segurava forte pelos quadris eu ali do lado via o pau saindo e entrando cada vez mais molhado pelos líquidos da boceta de minha puta que mantinha o rosto escorado na guarda do sofá mas ainda virado para o outro lado então eu não via o semblante dela que certamente era maravilhoso, via o suor escorrendo pelo queixo do macho e pingando na bunda de minha esposa ela por sua vez também suava, via brotando em suas costas gotas de suor que logo caminhavam pelo seu corpo arrepiado, escorriam pela sua barriga e as mais sortudas escorriam pelos seus seios indo pingar direto do bico duro de suas tetas que balançavam ao embalo das cravadas do macho, devo admitir que o cara é muito bom fudedor não é qualquer um que aguentaria tantas metidas sem gozar depois de tanto arreto, mas ele mantinha o ritmo das bombadas fortes, batia na bunda dela por vezes arrancando mais gritos que confirmavam mais minha cornice para os vizinhos isto ainda quando não vinham acompanhados de um TOMA VAGABUNDA, ou um TOMA PUTA GOSTOSA, mas eu nem lembrava disto meu tesão só foi maior quando o amor de minha vida virou o rosto para meu lado e pude ver sua carinha de desejo, seu rosto transtornado, suas buxexas vermelhas, o suor escorrendo pela testa um pouco do cabelo já molhado do suor colado a seu rosto, cabelo este que agora ele segurava firme enquanto esfolava a boceta dela, claro que como disse ele é bom fudedor mas também o era porque sabia se controlar, por vezes quando ele metia mais e mais e parecia ir gozar ele parava tirava o pau e ficava batendo com aquele ferro na bunda dela dava palmadas mais fortes nas nádegas dela que já estavam vermelhas, desta vez bem menos que na ultima foda que ele bateu na bunda dela branquinha, ainda depois saiu desfilando pela praia de nudismo ao lado de minha esposa que tinha sua bunda branca cheia de marcas de palmadas, agora o bronzeado disfarçava um pouco e agora tbm não poderíamos sair pelados, mas se fosse de bikine apareceria sim as marcas, então ele fazia tudo isto se controlando e passado um tempo e pelas súplicas de minha puta ele voltava a meter nela nestas metidas mais fortes de quando o pau saia todo e entrava novamente eu escutava aquele barulho delicioso de foda, aquele barulho de pau entrando em boceta ensopada tipo NHAC NHAC NHOC NHOC, e isto é maravilhoso ver, sentir e escutar a esposa sendo devidamente fodida, devidamente preenchida por aquela tora enorme e melhor saber que logo ela também seria devidamente esporreada por aquele pau, logo ela estaria cheia de leite dele e isto não tardaria muito pela forma como iam, minha esposa em certo momento abriu seus olhinhos e me viu a seu lado em seus devaneios falou para mim olhando em meus olhos AHH AMOR, QUERO GOZAR, VOU GOZAR NESTE PAUZÃO AMORZINHO, eu não resistindo e entendendo aquilo como um pedido de ajuda sentei mais ao lado dela e meti minha mão por baixo de seu corpo procurando seu clitóris para ajuda-la a ter seu delicioso orgasmo, me apavorei ao sentir aquela boceta molhadíssima e encontrei seu clitóris completamente duro uma delicia, duro mas esticado ao extremo pois o pau lhe preenchia muito, no meu delírio de corno passei meus dedos por toda xota que pude, abri os dedos e circundei o pau dele sentindo o estrago que ele fazia com sua grossura em minha esposa, voltei meu corpo mais para trás e enquanto olhava por trás o pau entrando e saindo bem de perto minha mão pela frente dedilhava o ponto de prazer máximo de minha mulher que gemia desesperada, eu via que o macho gostava deste meu lado voyer pois facilitava minha visão e curtia quando meus dedos tocavam seu pau dentro de minha esposa, então para provocalo mais e para também sentir seu vigor dentro dela por vezes agarrei a parte que ficava de fora daquele pau, senti sua dureza, sua potencia, ela não via isto mas ele gemia mais gostoso quando eu o fazia, não sou homo, mas ter aquela sensação foi muito bom, muito bom sentir o instrumento que dava extremo prazer a minha puta, o safado então por vezes retirava o pau de dentro dela, eu com uma mão dedilhava o clitóris dela e com a outra segurava o pauzão e o guiava para a gruta arrombada de minha mulher pois era assim que eu via ali de perto, o pau saia mas a boceta continuava aberta esperando seu retorno e eu segurava firme guiando novamente para dentro dela, por vezes fiz como ele pincelei o pauzão no cu de minha esposa que já não protestava só gemia e dizia que queria gozar ele até forçou a penetração em seu rabo mas o pau escapava e a pedidos dela colocávamos de novo em sua buceta quente, achei que minha puta iria pedir para cavalgar ele no sofá, uma das coisas que ela mais gosta mas não, eu que estava ali inebriado pela visão e a sensação de por vezes ter aquele pau em minha mão escutei ela dizer AIII AMOR VOU GOZAR AHH, então peguei e sentei novamente ao lado de seu rosto ela imediatamente escorou seu corpo contra o meu, pude sentir os seios dela em meu peito, eu suava mas não como ela então agora sentia o suor dela escorrendo pelo meu corpo, minha mão continuava em sua boceta enquanto a outra abria sua bunda para o macho, ela começou um gozo enorme, forte, duradouro enquanto gozava me beijou a boca,beijo molhado com gosto do pau que eu acabara de agarrar, sentia o gosto do pau e do suor dela em minha boca e a beijei gostosamente enquanto ela gemia e era currada lá atrás, ele não parou nunca, enquanto ela gozava, e seu gozo é longo, ele metia forte a pedidos dela claro que entre um beijo e outro pedia mais e mais pau, eu sentia a pressão de seu corpo embalando contra o meu e parecia eu estar participando da foda também, era delicioso ajudar minha esposa a suportar aquelas investidas, mais gostoso ainda foi quando em seus últimos espasmos pelo gozo ela elevou mais seu corpo me falando AHH AMOR CHUPA, CHUPA MEUS SEIOS, isto já forçando aqueles peitos suados contra meu rosto foi só eu abrir a boca ela já colocou seu peito nela e eu suguei, suguei forte também aproveitando que neste momento ela não reclamaria, mais uma vez senti o gosto gostoso de minha mulher, mais o gosto de seu suor e agora também o gosto da saliva do macho dela pois ele também havia mamado bastante nela, ela terminou seu gozo aos gemidos gostosos, longos AHHHHHHHH AIIIIIII AHHHHH GOSTOSOOOOO até que seu corpo perdeu as forças ele vendo isto diminuiu o ritmo das estocadas até que parou, achei que ele também tinha gozado mas não, quando minha esposa foi perdendo as forças vi ele sacando o pauzão de dentro dela apesar de muito molhado vi que não era dele, pois sua porra era bem branca e ali só tinha líquidos transparentes de minha puta e no mais o pauzão saiu e piscava quase batendo no umbigo, fiquei olhando e ele com cara de safado me olhou também, ele que quase nem me via desta vez me olhou como que agradecendo o que eu tinha feito, ela caiu sentada ao meu lado sorrindo como vadia que é, falou que foi maravilhoso, me agradeceu também mas antes que falasse mais alguma coisa ele falou que queria gozar veio mais para perto e deu o pau para ela chupar, ela que normalmente não curte chupar pau sujo, ainda mais assim depois de gozar pareceu nem dar bola agarrou aquele pauzão lambuzado que a pouco eu havia agarrado e novamente começou um boquete gostoso, nossa eu via sentado ao lado dela de muito perto ela mamando aquele pau lambuzado até suado pois via o suor escorrer pela barriga dele até a base do pau, o queixo ainda pingava por vezes nos cabelos dela, ela agora mais calma sugava o pau dele todo, lambia novamente fazendo uma limpeza naquele pau melado, o safado até tirou o pau e esfregou na cara dela enquanto ela olhava sorrindo para ele, ela estava o provocando de mais até que ele disse, VAI CHUPA FORTE QUE QUERO GOZAR, então ela respondeu AH NÃO, QUERO QUE GOZE DENTRO DE MIM ele rindo disse TA MAS VOU GOZAR DENTRO, VOU GOZAR NA BOCA, eles riram eu também, mas ela foi enfática, DEPOIS ATÉ PODE SER, MAS AGORA QUERO NA BOCETA, AGORA QUE SAI MAIS, e todos rimos novamente, a vadia estava certa, depois de tudo aquilo imagina a quantidade de leite que sairia daquele pau e ela queria tudo dentro, como já havia dado sem camisinha mesmo agora queria leite na boceta, ela então guiou ele para o sofá fazendo ele sentar, agora ele estava sentado a meu lado, o pau continuava um ferro, ela então pegou e se preparou para cavalga-lo, eu prontamente me posicionei atrás deles ajoelhado ao chão mas com o rosto bem a altura do pauzão e da bunda dela, via minha esposa segurar o pau pela frente enquanto se arrumava no sofá ajeitando a altura para sentar naquela vara dura e grossa, e assim foi assisti quase morrendo do coração minha mulher sentar rapidamente, vi centímetro a centímetro ir sumindo dentro dela até ficar só as bolas de fora, e que bolas, o saco do cara era também enorme bem como seu pau,ela que estava acocorada assim que enfiou tudo dentro da xota soltou um longo gemido e se acomodou ajoelhando-se sobre ele, suas bocas logo se uniram e ficavam se beijando enquanto ela como uma cobra remexia entalada naquele pau, ela adora fuder assim acho que até é sua preferência como ela havia gozado a pouco seus movimentos eram lentos mais gostosos, por vezes ela me contemplava com uma levantada de quadris fazendo o pau surgir diante de meus olhos até que novamente ele sumia dentro dela, ela estava torturando ele em determinado momento ela levantou bem fazendo com que só a cabeça permanecesse dentro dela e assim iniciou movimentos rápidos de entra e sai mas só com a cabeça, sei bem o que é isto pois ela faz comigo e não aguento logo gozo, mas ele resistiu e ela não RSS pois é bem cansativo então novamente ela cravou forte aquele pau dentro dela, eu ali atrás ouvia ela gemendo novamente já com tesão de novo e ele em silencio aguentava aquilo tudo, em silencio porque quando não estava a beijando ele sugava forte os peitos dela, soube disto porque ela falava por vezes ISTO CHUPA GOSTOSO, e ouvia também por vezes estralos das chupadas dele, agora o safado havia ultrapassado o limite deixando também hematomas fora da marca branca permitida em seu seio, mas ela não reclamou, em certo momento ela que estava com o corpo grudado ao dele sentou literalmente postando seu corpo mais atrás, me vendo ali atrás ela me pegou e me puxou contra si, eu a abracei por trás sentindo agora todo seu corpo encostado ao meu, seu corpo extremamente quente e suado,agora eu quem beijava seu pescoço, sentia o cheiro do macho ali, ela rebolava no pau do cara e gemia gostoso ele a segurou pelos quadris liberando os seios para que eu pudesse os agarrar, agarrei com carinho como sempre faço e a puta falou APERTA FORTE, nossa quase gozei só sentindo meu pau encostando em sua bunda, nem havia percebido o que ela queria, até que ela abriu os olhos e me disse AMOR, PREPARA MEU CUZINHO PRA ELE, METE O TEU AI ATRÁS, até ele ficou admirado e sorriu então novamente ela colou o corpo no dele empinando o rabão para mim, nisto ele já abria a bunda dela me oferecendo aquele buraco liberado até então pequenino, ele abriu bem as pernas e escorregou mais para baixo para me oferecer a bundona dela livre, eu via que assim que sentisse o cu dela apertado gozaria, pois no estado que eu estava seria de mais para mim, mas antes então fiquei admirando, olhando as costas dela suada não resisti, beijeis sua nuca e vim escorregando minha língua por toda extensão de suas costas até encontrar
Foto Perfil Cacolabin

Ficha do Conto

Escritor:
casalsul

Nome do conto:
ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO

Codigo do conto:
22017

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
08/11/2012

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
3

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS  PRAIA DE NUDISMO

Foto 2 do Conto erotico: ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS  PRAIA DE NUDISMO

Foto 3 do Conto erotico: ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS  PRAIA DE NUDISMO




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Foto Perfil betto2373 Comentado por: betto2373 em: 14/11/2012
Comentario: oi tudo bem eu so de curitiba es vc quiser me add no msn e betton82 gosto de casais e mulheres souteras um beijo nas bucetas gostosas

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
12040 Amigo Negro la em casa Traição/Corno 8
12342 Amante da esposa la em casa. Traição/Corno 9
12371 Minha esposa me fazendo surpresa(Verídico) Traição/Corno 10
12436 Esposa perdendo(realmente) o cabaço do rabinho. Traição/Corno 9
12469 INICIANDO A ESPOSA NO MENAGE(VERIDICO) Traição/Corno 12
12479 PROSTITUINDO A ESPOSA(PRIMEIRA VEZ) Traição/Corno 6
12578 PROSTITUINDO A ESPOSA (NOVOS CLIENTES) Traição/Corno 5
12645 ATUAL AMANTE O INICIO Traição/Corno 2
12666 OUTRO CLIENTE DE MINHA ESPOSA Traição/Corno 6
12709 ESPOSA TRANSANDO NA FESTA Traição/Corno 5
13013 MINHA ESPOSA COM DOIS AMIGOS Traição/Corno 6
13169 NEGRO GOSANDO NA MINHA ESPOSA(REAL) Traição/Corno 4
13171 AMIGO NEGRO LA EM CASA(EDITADO) Traição/Corno 4
13325 ESPOSA TRANSANDO COM ESTRANHO Traição/Corno 0
13603 AMANTE FIXO EM CASA A SÓS COM ELA Traição/Corno 4
13769 ESPOSA SENDO GOSADA NA FESTA Traição/Corno 4
13955 ESPOSA DANDO NO CARRO EU DIRIGINDO Traição/Corno 5
14253 ESPOSA PASSANDO FINAL DE SEMANA COM AMANTE Traição/Corno 0
14557 ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL Traição/Corno 6
14729 ESPOSA TRANSANDO COM OUTROS NO CARNAVAL PARTE2 Traição/Corno 3
14935 QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA Traição/Corno 3
14949 QUARTO MENAGE COM MINHA ESPOSA(CONTINUAÇÃO) Traição/Corno 2
15094 ESPOSA TRANSANDO GRÁVIDA DE 7MESES Traição/Corno 8
15096 PRIMEIRO AMANTE DO TRABALHO DELA Traição/Corno 2
15216 ESPOSA TRANSANDO COM EX NAMORADO(VINGANÇA DELA) Traição/Corno 2
15259 ESPOSA TRANSANDO COM UM COROA Traição/Corno 2
15968 PRIMEIRO SWING DO CASAL Traição/Corno 2
16110 PRIMEIRA VEZ DA ESPOSA SOZINHA COM AMANTE Traição/Corno 1
16607 ESPOSA SOZINHA COM DOIS AMANTES Traição/Corno 5
16627 ESPOSA CEDENDO A CHANTAGEM DO COLEGA Traição/Corno 3
16934 PRESENTE PARA O AMANTE(primeira parte) Traição/Corno 0
16966 PRESENTE PARA O AMANTE(Segunda parte) Traição/Corno 0
18111 SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO Traição/Corno 6
18115 SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE FIXO parte2 Traição/Corno 4
18295 SEGUNDA NOITE DA ESPOSA COM SEU AMANTE PARTE3 Traição/Corno 1
19314 ESPOSA FUDENDO COM AMANTE E AMIGO DELE Traição/Corno 2
19938 ESPOSA DANDO PARA COROA Traição/Corno 5
20767 ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 1 Traição/Corno 10
20768 ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 2 Traição/Corno 4
20769 ESPOSA DANDO EM PRAIA DE NUDISMO 3 Traição/Corno 3
22018 ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO3 Traição/Corno 2
22019 ESPOSA COM MACHO QUE CONHECEMOS PRAIA DE NUDISMO4 Traição/Corno 9
23307 ESPOSA SE PROSTITUINDO (VERÍDICO) Traição/Corno 7
25452 ESPOSA DANDO NO ANO NOVO. Traição/Corno 16
26816 O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA Traição/Corno 11
26852 O VERDADEIRO PRIMEIRO AMANTE DA ESPOSA 2 Traição/Corno 4
27032 NAMORADA DANDO PARA AMANTE NO WC DA FACULDADE Traição/Corno 2
27652 ESPOSA COM AMANTE NO ESTACIONAMENTO(REAL)25/03 Traição/Corno 6
28366 ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 1 Traição/Corno 11
28367 ESPOSA PASSANDO FIM DE SEMANA COM COMEDOR 2 Traição/Corno 6
29811 ESPOSA COM NOVO AMANTE Traição/Corno 7
30123 ESPOSA LEVANDO LEITE DE DOIS AMANTES 1º VEZ REAL Traição/Corno 2
31212 PRIMEIRO ANAL DA ESPOSA COM O NOVO AMANTE Traição/Corno 10
33094 ESPOSA SENDO GOZADA POR DOIS AMANTES NO MESMO DIA Traição/Corno 15
33572 DOIS MACHOS PARA MINHA ESPOSA Traição/Corno 7
33828 ESPOSA DANDO NO CLUBE Traição/Corno 10
35340 PRIMEIRO ANAL COM DOTADO(EDITADO) Traição/Corno 11
36240 Esposa com Amante e Amigo dele Traição/Corno 5
36901 ULTIMA IDA NO AMANTE PREFERIDO DELA Traição/Corno 6
37954 ESPOSA COM AMANTE COLEGA DE TRABALHO Traição/Corno 7
43296 HISTORIA CONTADA PELO COMEDOR DELA, BEM DIFERENTE. Traição/Corno 8
43645 DANDO PRO AMANTE NA ESCADARIA DE SHOPING Traição/Corno 7
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA