Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





SO CASADAS ELAS ADORAM



Olá meu nome é Carlos tenho 41 anos e estou aqui para escrever mais um relato real que aconteceu comigo.
Há 2 anos atrás quando fui passear nas minhas férias no interior de sampa na casa de meus colegas.chegando lá em na cidade era em agosto e fui em uma festa como eu vou freqüentemente nessa cidade eu conheço muita gente e econtrei uma colega minha que tava junto com uma amiga dela então ela apresentou sua amiga para mim ela se chamava Lídia era uma loira de 1,65m cabelos até abaixo dos ombros e olhos verdes ela era mais gostosa que bonita pois seus seios eram médios para grande e sua bunda era um espetáculo a parte.
Comecei conversar com ela e ela disse que a pouco tempo tinha terminado com seu namorado e disse que era evangélica.
Conversa vai conversa vem acabamos nos beijando naquela noite e para minha surpresa carla era extremamente fogosa para ser uma crente.Ela chupava meu ouvido e ficava esfregando sua buceta em mim eu não tava mais agüentando de tesão então eu pedi pra ela que fossemos em um lugar mais reservado e ela concordou então coloquei ela em meu carro no inicio eu queria ir para um motel mas ela não quis disse que não era qualquer vagabunda pra ficar indo em um motel com alguém que mal conhecia.Então parei o carro em um lugar que era um loteamento novo onde havia várias casas em construção e começamos a nos esfregar ali mesmo no carro eu tirei sua blusa e comecei a chupara seus peitos e lídia urrava de prazer ela parecia uma cadela no cio me chupava meu pescoço com toda força me deixando várias marcas não agüentando mais eu tirei meu pau para fora e mandei ela chupara mas ela se recusou dizendo que aquilo era errado então eu abachei sua cabeça em direção a meu pau e ela começou a chupar sua chupeta era maravilhosa e não demorou muito para mim gozar em sua boca enchendo ela de leitinho Lídia então engulio todinha minha porra disse que jamais algum homem tinha gozado em sua boca mas que tinha gostado nos continuamos a namorar no carro Lídia continuava com muito tesão então sugeri que nos fossemos até alguma construção abandonada pois não era tão tarde e eu estava com medo de que alguém nos visemos ali no carro pois meu carro não era filmado.
Dessa vez Lídia concordou e então fomos até a uma casa que estava em construção Lídia novamente passou a chupar meu pau que logo ficou duro que nem uma pedra então deitei ela no chão e passei a chupar aquela buceta que pingava de tanto tesão ela gritava dizendo que nunca ninguém tinha chupado ela daquela forma e que estava gozando com minha língua em sua buceta.
Então eu abrir suas pernas e cravei meu pau naquela bucetinha quentinha Lídia foi ao delírio ela gemia como uma égua no cio depois coloquei ela de quatro e vi aquela bela visão ela tinha uma bunda enorme então eu passei a comer aquela buceta de 4 eu puxava seus cabelos e batia em sua bunda Lídia gritava de tesão dizendo toda hora que estava gozando e pedindo pra mim meter com força que ela estava adoreando.
Então eu tirei o meu pau de sua buceta e fui em direção ao seu cuzinho mas lídia logo gritou dizendo que no anus nem pensar pois aquilo era pecado e era coisa de vagabunda
Então eu passei a colocar novamente meu pau em sua buceta metendo sempre com muita força até que não agüentando mais disse a ela que ia gozar então Lídia mandou eu gozar em sua boca e eu não pensei duas vezes tirei meu pau de sua buceta arranque a camisinha e despejei todo meu leitinho em sua boca e ela novamente enguliu cada gota.
Depois disso deixei ela em sua casa e durante o tempo em que eu fiquei lá comi Lídia varias vezes mas não consegui comer aquele cuzinho



Foto Perfil carlosendel

Ficha do Conto

Escritor:
Carlos

Nome do conto:
SO CASADAS ELAS ADORAM

Codigo do conto:
22742

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
29/11/2012

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
5

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: SO CASADAS ELAS ADORAM

Foto 2 do Conto erotico: SO CASADAS ELAS ADORAM

Foto 3 do Conto erotico: SO CASADAS ELAS ADORAM

Foto 4 do Conto erotico: SO CASADAS ELAS ADORAM

Foto 5 do Conto erotico: SO CASADAS ELAS ADORAM




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
20213 FODO GOSTOSO AS VADIAS Heterosexual 1
20363 SECRETARIA CASADA Traição/Corno 1
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA