Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Aí titio!


Tenho 18 anos e era virgem até certo dia! Tudo começou quando eu passei no vestibular no início do ano eu fui morar com meu tio, ele é casado com uma pessoa da minha idade... Sempre que eu olhava pra ele não podia deixar de notar aquele volume fenomenal entre meio suas pernas, principalmente quando ele usava suas calças de cowboy justíssimas que davam ainda mais volume... Sonhos e mais sonhos eróticos tentando imaginar o formato daquele belo volume e pensando como seria a minha primeira vez...
Um belo dia sua mulher teve que viajar as pressas e me deixou sozinha com ele. Pra quê hein?!?! Antes de dormir fui tomar um banho, e ao sair do banheiro com meu corpo totalmente molhado e com uma tolha minúscula reparei que ele me olhava com certo desejo. Decidi então fazer um charminho e acabei deixando a tolha descer um pouquinho mostrando o bico do meu peito todo durinho e com algumas gotas de água. Ele na hora abriu os olhos como se nunca tivesse visto algo assim, então continuei com meu momento de sedução e falei: Pega na minha bunda e veja o quanto ela é durinha. Ele caminhou em minha direção e apertou com muita força e disse: Sonho em pegar nessa bunda todas as noites, sempre acordo todo molhado e com o meu pau duro, sua gostosa. Aí comecei a me molhar todinha e sem pensar duas vezes apertei aquele volume que ele tem e percebi que já não estava mais mole. Saí caminhando até meu quarto como se nada estivesse acontecendo, mas ainda bem que ele foi atrás. Quando chegou à porta do meu quarto eu deixei a tolha cair no chão e comecei a alisar meu corpo e sutilmente ele começou a caminhar em minha direção... Quando ficamos frente a frente eu com muita delicadeza comecei a apalpar sua bunda e fui deixando minha mão escorrer até que chegasse ao zíper, então com muita força ele tirou as calças e disse com uma voz cheia de tesão: Agora eu vou te mostrar o que é penetração!... Um pouco assustada com sua força sussurrei em seu ouvido: Sou pura, cuide de mim com muito carinho.
Com um olhar sedutor ele começou a me acariciar e eu deitei na cama e com muito cuidado ele abriu minhas e começou a esfregar sua língua em minha xoxota, nossa que prazer eu sentia naquele momento. Depois de certo tempo ele também se deitou e disse chupa meu pinto, e eu levei um tremendo susto, pois só naquele momento eu percebi o quanto era grande tinha uns 20 cm ou mais e era muito grosso, aquilo ia me rasgar. Nossa como eu lambia, como eu chupava, e em questão de segundos aquele leite quente e branco saiu em minha boca como se fosse um jato, aí como saia ele dizia sussurrando: Nunca tinha saído desse tanto ai... Hm que delícia! Com sua mão grossa e grande ele me colocou em uma posição na qual pudesse sussurrar em meu ouvido e penetrar ao mesmo tempo quando ele começou a penetração eu gemia bem alto, aí como doía, como era prazeroso... Ele colocou uma parte e então tirou e foi fazendo isso até que comecei a sangrar, quando eu pedi pra ele com uma voz de choro: Tira por favor. Ele começou a me beijar e dizia palavras carinhosas, enquanto eu sangrava... Depois disso ele começou a mostrar por que sempre ocupou meus sonhos eróticos... Ficamos ali por mais de 2 horas, fizemos praticamente todas as posições que ele conhecia, quando eu pensava que iria acabar ele endurecia e então eu colocava minha boca quente e tudo voltava ao normal. Aí quanto carinho... Que noite! Esquecemos completamente que somos parentes...
No outro dia quando a mulher dele chegou fingimos que nada tinha acontecido eu o chamando de tio e ele de meu amor, como sempre fizemos... Mas sempre que podemos vamos ao motel, ou fazemos no carro, ou até mesmo em lugar bem escondido na praia... Agora meu sonho se tornou realidade, e o melhor de tudo é que fazemos sexo selvagem até esgotarmos!!! Meu titio meu amante pauzudo.


Ficha do Conto

Escritor:
BielyB

Nome do conto:
Aí titio!

Codigo do conto:
23268

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
13/12/2012

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA