Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Marido currado e estuprado na frente da esposa


E realmente aquele final de semana prometia, Cabo Moisés foi profético.

Na manhã seguinte ao acordar o casal já não estava mais no meu quarto e percebi que seus pertences também não, na hora matei a charada os dois pensaram que trocando de quarto a putaria acabaria ledo engano.

Fui para a cozinha algumas pessoas faziam o café da manhã por ali, a mesa era grande e me sentei na cadeira. Alguma alma caridosa havia comprado o pão, queijo, leite e fizeram café fresco e o milico aqui com fome não pensou duas vezes e como um verdadeiro boca de rancho mandou ver.

Algum tempo depois Cabo Moisés senta do meu lado e diz em tom baixo:

- Que noite em Soldado.....hehehe

- Com certeza Cabo, foi muito boa

- E hoje vai ser melhor ainda pode esperar!

E nisso como haviam outras pessoas na mesa mudou rapidamente de assunto e começamos a conversar coisas corriqueiras, foi quando o casal entrou na cozinha e ao nos verem ficaram meio encabulados e com os olhares esguios, não perdi a oportunidade e mandei:

- Bom dia truqueiros!

Carlos meio encabulado disse:

- Bom dia.

Eliete fez apenas um aceno com a cabeça e sentou-se ao lado do marido.

O café da manhã transcorreu normal e os homens logo agitaram um futebol e a mulherada se trocou para ir para a piscina.

Eu e Cabo Moisés ficamos no time adversário de Carlos e aproveitamos para pegar pesado no jogo de corpo e carrinhos quando ele avançava com a bola e ao perceber passou a tocar mais de lado nos nossos avanços, contudo numa jogada mais ríspida com o Soldado Cruz, Carlos caiu e logo levou a mão ao tornozelo chorando de dor, prontamente Cabo Moisés, Eu e Soldado Cruz levamos Carlos para dentro e no caminho Soldado Carlos disse:

- Vamos levar ele no meu quarto para aplicar um gelo.

E foi isso que fizemos, deixamos o corno deitado na cama de solteiro onde dormia o Soldado Cruz enquanto esse providenciou gelo aplicando no tornozelo de Carlos e em seguida aplicou uma pomada e espalhou pelo local.

Nesse instante Eliete à procura do marido adentra no quarto e ao nos ver fica encabulada e sai rapidamente deixando Soldado Cruz perceber algo:

- Por que sua esposa não falou com ninguém e saiu rapidamente?

Nisso Carlos nos olhou e permaneceu em silêncio assim como nós e ele insistiu:

- O que tá acontecendo que eu não to sabendo Sergião?

Nesse instante toquei o foda-se e falei:

- O que tú acha que tá rolando?

- Pelo jeito como a esposa do cara saiu vocês fizeram alguma coisa pra ela...

- Pergunta pro corno aí e vê se ele te responde...

Nesse instante Carlos totalmente submisso abaixa a cabeça e Soldado Cruz pergunta novamente:

- Corno? Tú é corno agora Carlos? Quem te fez corno?

E nisso Carlos não responde e diante do impasse Soldado Cruz solteirão e zoeira aproveita aperta o tornozelo machucado e vira o pé com tudo para o lado fazendo Carlos soltar um grito de dor:

- Aíiiiiiiii puta que o pariu que dor para com issoo.....

E Cruz insiste:

- Então responde o que te perguntei caralho!

E diante da dor Carlos vira meio de lado gemendo de dor e responde:

- Cabo Moisés e o Sérgião...

Nesse instante o shorts de futebol deu uma enterrada de leve na bunda de Carlos o suficiente para mudar a fisionomia de Soldado Cruz que se aproveitou e atolando a mão na bunda de Carlos disse:

- Então te prepara que além de corno tú hoje vai virar veado!

Eu aproveitando fui e tranquei a porta do quarto e Soldado Cruz partiu pra cima do marido de Eliete que tentou se debater mas como tinha o corpo mais franzinho, levou de mim uma bicuda no tornozelo que o fez chorar de dor e nisso Cruz o subjugou-o colocando totalmente de bruços e ficando por cima dele, enquanto isso Cabo Moisés pegou um creme qualquer que estava próximo e ajudou segurando os braços de Carlos enquanto Cruz arriava o shorts de futebol que Carlos vestia.

Com o tubo de creme na mão Soldado Cruz despejou uma quantidade razoavel no rego do casado e tirou para fora seu cacete e passou creme também e foi pra cima de Carlos que implorava:

- Pelo amor de Deus eu sou homem não façam isso comigo, por favor...

E Cruz sem piedade tentava enfincar o cacete no cú do casado que saracoteava tentando escapar e nisso ajudei também segurando os pés e no pé machucado virei apertando aumentando a dor que ele estava naquela região e nisso Cruz se aproveitou e socou de uma só vez e fundo pelo tranco que deu e Carlos urrou de dor:

- Aíiiiiiii tá doendo tira por favor...

E nisso Soldado Cruz começou a bombar no cú do casado, que estava sendo estuprado ali, deitou seu corpo sobre a costas de Carlos e cravou os dentes na nuca do corno totalmente dominado ali, dali pra frente seria a fêmea junto com sua esposa de seus machos.

Cabo Moisés largou as mãos e eu soltei os pés do casado que estava sendo comido, ele começou a deixar-se dominar por seu algoz e para nossa surpresa após alguns minutos de curra levou as mãos às bandas de sua bunda abrindo-as para melhor agasalhar o falo e eu disse:

- Olha e não é que o corno tá gostando de virar putinha...

E Cruz emendou:

- Vai puta rebola, rebola no pau do macho que tá te comendo e vai comer tua mulher também!

E como cobra mau matada o casadinho submisso começou a rebolar no cacete de Cruz que puxou-o pelos cabelos levantando a cabeça, intensificou as bombadas e foi dizendo:

- Vou encher seu rabo de leite seu corno safado, toma!

E cravou fundo no corninho que jogou a bunda para trás se contraindo entrengando que estava gozando também, só que pelo cú e nesse instante escutei um barulho na porta e fui abrir para ver quem era quando dou de cara com Eliete de biquininho que ao ver o marido embaixo de outro macho sendo violentado grita:

- Nããããããoooooo, não façam isso com ele.....

E vai para cima dos dois tirando Cruz de cima de seu marido que a essa altura queria mesmo descansar e ao sair de cima pudemos ver o estrago, sangue da defloração anal de Carlos que era virgem até então misturado ao gozo de seu algoz escorriam da bunda do marido de Eliete que começou a ajudar o marido e este ao se virar deixou sua mulher ver a enorme poça de gozo que estava embaixo de si entregando que gozara dando a bunda sem se tocar, ambos apenas se olharam e se abraçaram e aproveitando para deixar o casal naquele momento tranquilo de aceitação da nova situação que suas vidas tomariam dali pra frente aquele casal estava totalmente dominado por nós três e o final de semana seria quente.

Peço votos e comentários para continuar a postar esse conto verídico que teve muita coisa tesuda pra contar.

Foto Perfil SERGIO MILITAR

Ficha do Conto

Escritor:
sergiogrossocalibre

Nome do conto:
Marido currado e estuprado na frente da esposa

Codigo do conto:
24136

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
05/01/2013

Quant.de Votos:
26

Quant.de Fotos:
4

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: Marido currado e estuprado na frente da esposa

Foto 2 do Conto erotico: Marido currado e estuprado na frente da esposa

Foto 3 do Conto erotico: Marido currado e estuprado na frente da esposa

Foto 4 do Conto erotico: Marido currado e estuprado na frente da esposa




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: Nei62 em: 03/11/2013
Da hora esse conto hein... Gostei... Se puder faça mais contos assim...
Comentado por: dannycdzinhasp em: 22/10/2013
queria estar no lugar do corno, mas levando as 3 picas com força
Comentado por: gordinpass em: 18/09/2013
Nossa Adoraria ter o cu esfolado por vcs e ainda levar umas porradas. Entra em contato ai.
Comentado por: ronald43 em: 19/03/2013
Po, Sergio... Queria dar o rabo para vc mas sem tanta violencia... rsrs
Comentado por: Aragão12 em: 26/01/2013
Essas fotos são da ação?? Delicia hein...
Comentado por: kasado4211 em: 22/01/2013
tesao, sou de sp e sou casado, meu msn kasado4211 quero uma foda com um cara macho
Comentado por: PEDROPIETRO em: 20/01/2013
porque essa violencia no sexo nos excita tanto? votado, parabens pela narrativa. gozeeeei deliciosamente
Comentado por: madurocarioca em: 18/01/2013
QUE TESAO CARA!!!!!
Comentado por: BELLADOMME em: 07/01/2013
Pqp Sérgio...deliciaaaaa gozei lindo!!!
Comentado por: Angélicapop em: 07/01/2013
Adorei! :)
Comentado por: Subparana em: 06/01/2013
Tesão demais gostei muito...
Comentado por: Pescador em: 05/01/2013
Muito bom, Sergio, votei
Comentado por: Geovane em: 05/01/2013
50 tons de cinza tem muito que aprender com vc Sérgio, parabéns pelo conto VOTADO
Comentado por: ZEUS o Gde em: 05/01/2013
Pego pesado, heim.....

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
20991 Foda à força na mulher do detido Traição/Corno 29
20993 A mulher do Josivan, minha puta! Traição/Corno 13
21175 Algemando a universitária e fodendo forte! Fetiches 8
23284 Foda à força na mulher do detido II Sadomasoquismo 13
23477 Estupro merecido da casada traidora I - SUBMISSÃO Sadomasoquismo 14
23698 Esposa sem vergonha fazendo chupeta à força. Traição/Corno 11
23733 A curra de um casal - parte 01 Traição/Corno 38
23847 A curra de um casal - parte 02 Traição/Corno 21
23848 A curra de um casal - parte 03 - Traição/Corno 14
23851 A curra de um casal - parte 04 Traição/Corno 22
24217 Fodendo a esposa com o marido bêbado ao lado Traição/Corno 11
24281 03 Paus - No cú, boca e buceta da mulher do corno Traição/Corno 11
24424 Prostituindo a mulher de Carlos por R$200,00 Traição/Corno 16
24551 Policial Sérgio comeu minha esposa - Leitor Pedro Traição/Corno 2
25276 Casada fazendo rodízio de chupeta Traição/Corno 10
25326 Comendo a dona da escolinha, mulher do médico. Traição/Corno 11
25360 Comendo a sobrinha funkeira Incesto 20
25454 Acordei com minha sogra chupando meu cacete Incesto 25
25571 Acordei com minha sogra chupando meu cacete 02 Incesto 9
26477 Acordei com minha sogra chupando meu cacete Final Incesto 20
35537 Metendo na dentista casada dentro seu consultório Traição/Corno 27
36940 Metendo na dentista casada no consultório - Final Traição/Corno 4
38167 Comendo a black bloc noiva à força! Traição/Corno 3
40147 Transformando a esposa do vizinho em Puta! Traição/Corno 17
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA