Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





FUI DURAMENTE SODOMIZADO POR UM HÉTERO


Quem leu meu conto anterior, sabe minha descrição e como fui arrombado por uma boneca. Por isso, vou deixar as apresentações de lado e partir para os fatos. Alguns meses após conhecer Luciana, a boneca que destruiu as pregas do meu cu, fiz um perfil num site de encontros sexuais e passei a buscar contato com travestis e comedores. Mais por curiosidade que por qualquer outro motivo, mas encontrei o perfil de Marcos, um homem casado de uma cidade vizinha que dizia adorar comer homens casados. Passamos a teclar no msn quase que diariamente. Marcos me dizia ser casado, adorar sair com mulheres mas não dispensava um homem casado apesar de ser somente ativo. Sempre que teclavamos ele me provocava dizendo que não via a hora de me ver vestido de calcinha como uma vadia e me foder gostoso. Confesso que essas conversas foram mexendo com minha libido ao ponto de sentir vontade de experimentar. Eu nunca tinha saido com um homem, apenas com mulheres e travestis, mas Marcos com seu jeito másculo, dominador até, mexia comigo. Num determinado dia, tive que me deslocar a trabalho até Salto, sua cidade. Falei prá ele que estaria lá e ele de imediato me disse: amanhã você vem para cá? Então vai ser amanhã que vou te comer viado. Suas palavras me deixaram num misto de medo e tesão, mas trocamos telefone e combinamos que assim que terminasse meu trabalho ligaria para ele. Ele me disse que trabalhava até as 14 00 horas e que depois teria a tarde livre. No dia seguinte bem cedo, rumei para Salto, cunclui meus trabalhos até o meio dia, fui almoçar e liguei para ele. Eu suava frio mais uma vez entre o medo e o tesão. Combinei de esperá-lo em um posto de gasolina próximo à rodovia do açucar. Pouco depois das duas horas ele chegou e como já nos conheciamos da webcam, logo me identificou. Nos cumprimentamos e eu nervoso perguntei se ele queria beber algo no que ele disse sem cerimônias e sem se preocupar com as pessoas próximas: não quero beber nada, estou louco para te comer. Gelei com a possibilidade de alguém ter ouvido ao que ele emendou: deixa teu carro aqui que é seguro e vamos no meu a um motel aqui perto. Me apressei em fazer o que ele dizia, querendo logo sair dali. Na entrada do motel, uma nova surpresa e mais nervosismo. enquanto pedia a suíte, ele disse à recepcionista: Não se preocupe com o barulho porque a mocinha aqui é meio escandalosa. A recepcionista disse que poderiamos fazer o barulho que quiséssemos e pude perceber em sua voz um sorriso irônico. Quando nos afastamos perguntei a ele o porque do comentário e ele disse que era apenas para me humilhar e mostrar para ela que seria eu quem seria comido. Logo que entramos na suíte, Marcos me pegou por traz, prensando-me contra a parede e foi apalpando minha bunda por sobre a calça enquanto dizia coisas do tipo: quanto tempo esperei pra te comer seu viado. Hoje vou passar a tarde toda metendo nesse rabo. Você tem uma bunda gostosa demais. Nos desvencilhamos e fomos um de cada vez tomar uma ducha para tirar o suor. primeiro foi ele e depois fui eu. Quando retornei ele estava deitado na cama de roupão e logo ficou em pé e me mandou ajoelhar. De joelhos, recebi uma rola meia bomba, porém bem grossa e com mais de 20 cm na cara e uma ordem: chupa viado. Tremendo abocanhei a rola que aos poucos foi crescendo na minha boca. Ele me segurava pelo cabelo e socava fundo na minha garganta, me tirando lágrimas dos olhos. A baba escorria pelos meus lábios e ele socava cada vez mais fundo. Isso sua bicha, mama gostoso nessa rola que depois vou te foder. Fiquei nessa por mais ou menos uns 20 minutos, quando ele disse sobe na cama e abre esse rabo de 4 que vou meter no teu cu. Pedi inutilmente que fosse devagar porque ele socou firme e forte me fazendo gritar e tentei escapar, quando levei um forte tapa na bunda e veio a ordem: não foge do pau que é pior. Voce não queria dar, veia até aqui prá eu te comer, pois vou te comer e vai ser do meu jeito. Adoro comer viado porque gosto de socar fundo e com força. Novo tapa e já estava ele encaixando o pau no meu cu. Socou firme até metade, aí comecei a gritar e levar tapas na bunda e aquela rola entrando cada vez mais fundo no meu cu. As estocadas eram vigorosas que me empurravam prá frente e ele me trazia de volta fazendo seu saco encostar na minha bunda. Foram cerca de meia hora assim, quando ele gozou. Encheu a camisinha de porra que fez questão de espalhar pela minha cara. Cai na cama todo mole e largado enquanto ele ia ao frigobar pegar uma cerveja. Bebeu tranquilamente enquanto eu me recuperava e depois perguntou pra mim: você gostou? Eu disse que sim, daí ele disse: então já podemos continuar porque não tenho muito tempo e ainda quero comer muito voce viado. Tentei argumentar que estava dolorido e desta vez o tapa estalou na minha cara. Empina essa bunda que eu quero foder. Começamos nova sessão, onde por quase uma hora levei rola de todo jeito, de 4 de ladinho, frango assado e por fim em pé. Aos poucos senti a rola inchando e desta vez ele me fez ajoelhar e gozou na minha cara. Me levantei meio cambaleante em direção ao banheiro e ele disse: não limpe essa cara pq quero te foder mais ainda e quero ver essa cara de viado toda suja com minha porra. Não tentei questionar prá não apanhar na cara que por sinal o estalo do tapa ainda ardia. quando retornei do banheiro ele estava com o vídeo ligado vendo um porno, olhou no relógio e disse: ainda dá tempo de você me chupar e é bom que me faça gozar. Comecei tímido, mas logo a rola deu sinal de vida e começou a crescer na minha boca e pela primeira vez ele enfiou tudo na minha garganta me fazendo sufocar. A partir dai foi um martírio, ele socava tudo goela abaixo me fazendo sufocar, engasgar e quase vomitar me deixando com a cara toda lambuzada de baba misturada com a porra ressecada. Ele então passou a foder forte minha boca e logo em seguida estava gozando. Desta feita saiu pouca porra mas fez questão que eu engolisse. Fomos tomar um banho, onde ele desferiu alguns tapas na minha bunda sem dó, deixando vermelha, daí me disse que era prá ter certeza que eu não iria trepar com minha mulher, naquele dia, afinal se tirasse a cueca perto dela ela veria os vergões vermelhos. Nos vestimos e fomos embora e na saída, fiquei pensando na moça da recepção que deveria estar rindo em saber que eu tinha acabado de dar o cu. Ele me deixou no posto e antes de ir disse: adorei te comer, sempre que quiser dar o cu me ligue e venha aqui que te como de novo. Nos despedimos e rumei prá minha cidade com o rabo ardendo, esfolado e arrombado. Se voltei? outro dia eu conto...


Ficha do Conto

Escritor:
viadinhocasado

Nome do conto:
FUI DURAMENTE SODOMIZADO POR UM HÉTERO

Codigo do conto:
26850

Categoria:
Gays

Data do Envio:
07/03/2013

Quant.de Votos:
10

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: dandan de bsb em: 08/03/2013
Se Marcos vier a brasilia,diga ppra me prucurar fiquei com muito tesao!!!!
Comentado por: Galah em: 08/03/2013
Gostei do conto. Tenho desejo de ser dominado, xingado por homem desse tipo.
Comentado por: Pueteiro em: 08/03/2013
violência e prazer tem gente com gosto pra tudo, faço vc putinha minha vadia, más sem agressão ou humilhação, Deus abençoe e põem fotos de sua bunda safada

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
24744 A BONECA NÃO PERDOOU O MEU CU Travesti 10


© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA