Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Sexo na cadeia


Já tive muitas esperiencias na vida,mas sempre existe aquela marcante em nossa memoria e não poderia de deixar de escrever para os demais leitores.Essa historia que começou em 2007 com minha prissão por assalto quando tinha 19 anos de idade,fui preso e estava solteiro mais não por causa da minha aparencia pois me axo belo, tenho 1,70 de altura olhos verdes, cabelo baixo,branco com labios carnudos e um corpo atletico com pernas grossas,mas passei um tempo preso e sozinho sem visitar de nenhuma mulher a não ser alguns familiares e que eu achava que não tinha nenhum interesse em mi ver,pela minha surpresa uma prima que pouco tinha contado começou a mim ver me aconselhar junto com minha mãe ela não perdia uma visita e cada uma delas com muito carinho e atenção e amor de familia, os meses foram se passando e a seca almentando mas sempre focado que tinha que passar por aquilo para mudar de vida e saber que aquela vida não tinha vantagens e aquelas palavras da minha prima começou a me mudar pois suas visitas começaram a vim sem minha mãe.Minha prima ela linda tinha 1,63 altura, cabelos pretos longos corpinho magrinho mais com pernas grossas que se dividiam quando ela pisava no chão com aquele salto que empinava seu bumbum mesmo com seus 33 aninhos,ela era casada e seu marido com meus tios os seus pais não aceitava sua visita mais ela vinha escodida e começou a me perguntar se eu não sentia tensão por não receber visitas de mulheres ,fiquei parado sem responder olhando pro chão mais sempre olhando suas pernas dentro daquela calça apertada inchando sua buceta não queria falar a ela que estava com saudades de uma bucetinha molhando meu pau,nunca falaria isso pois gostava de suas palavras e da sua força que me dava,porem ela ensistia em perguntar alisando meus cabelos e falando que seu casamento não estava indo bem pois ela queria engravidar e achava que seu marido não podia realizaar esse sonho foi quando olhei em seus olhos e percebia que ela estava carente.ela continuou falando que quando entrava para me encontrar ja vinha com a sua bucetinha toda molhadinha e não aguentava mais e queria que eu a domase e a posuice dentro de uma cela.quando ela falou aquilo meu pau já táva tinindo de duro e saimos do corredor a levei para cela onde tinha uma cama de pedra com colchão em cima.Quando entrei tirei sua roupa loucamente com ela nos meus ouvidos me chamando de vagabundo e de bebe.tirei meu calssão e ela ficou surpresa com meu pau duro do tamanho GG ela riu e disse que era maior que do seu marido mandei ela tirar sua calça menos seu sauto a colocando de costas virando sua bela bunda empinada pra mim com suas mãos na parede enfiei com força com uma velocidade frenetica a chamando de minha coroa puta da cadeia pegando em seus cabelos de uma forma que puxava sua cabeça para cima e quase gozando eu parava e tirava meu pau de sua buceta molhada e colocava de novo dando uma bonbada com força e tirava fazendo esse movinto uns dez vez ate acelerar de novo o movimento frenetico de vai e vem ate sentir suas pernas tremer e sentir ela gozar,quando tive a ideia de comer seu cuzinho lindo,ela claro não queria deixa mais eu falei que ela era minha puta e não tinha querer ali e quando falei isso ela empinou mais seu rabinho pra mim e disse come vagabundo gostoso,não deu outra botei devagazinho ela geminha falando com uma voz tremula bota cachorro safado vai bota forte e comecei a bombar forte e tirava e botava na sua buceta e botava no seu cuzinho de novo varias vezez até ela gozou varias vezes sentia que ela não tinha forças nas pernas e a coloquei de joelhos pra mim com uma almofada em seus joelhos e a fiz chupar meu pau com muita autoridade a chamando de coroa puta da cadeia a ate gozar em sua cara.foi maravilhosso mais não tinha muito tempo para saborear essa prima caridosa pois tinha tempo limitado para cada irmão lá. mais foi o inicio de algumas visitas maravilhossas dela até seu marido descobrir e eu não queria acabar seu casamento ,foi duro mais pedia pra ela não me visitar mais que agente logo se encontraria na rua.prem não fiquei sem mulher outra historia conto como conheci outra puta gostosa na cadeia.


Ficha do Conto

Escritor:
ex-presidiario

Nome do conto:
Sexo na cadeia

Codigo do conto:
27093

Categoria:
Coroas

Data do Envio:
17/03/2013

Quant.de Votos:
9

Quant.de Fotos:
1

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: Sexo na cadeia




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: zuno em: 20/03/2013
queria ser uma puta pra vc tenho tezao por expresidiarios vem mim comer chupo vc todinho

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA