Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





A vizinha


Seguinte, gente, moro numa cidade do interior do Paraná, tenho 22 anos, e certa vez aconteceu um caso muito prazeroso comigo, há cerca de um ano e meio atrás, uma coroa que durante algum tempo morou aqui, perguntou se eu sabia consertar computador, pois ela sempre me via saindo e entrando em casa com peças de informática (monitor, gabinete, etc.).

Antes de acontecer isto, eu sempre a admirava, observava ela passar na rua sempre com vestidinho curto, colado no corpo, geralmente à noite. Pela manhã, cansava de vê-la se espreguiçando com um shortinho curto enterrado na buceta que me deixava de pau duro só de olhar, pois eu sabia que alí embaixo não havia calcinha. Com certeza ela percebia essas minhas atitudes, mas sempre que eu via que ela olhava para mim, eu tirava o olho para disfarçar, minha timidez falava mais alto. Isso se repetia várias vezes, mas eu nunca tinha coragem de aprofundar o flerte, já que ela tinha marido.

Mas, "numa bela manhã de Sol", saí na varanda de minha casa e, para minha surpresa, a vizinha gostosa estava lá na varanda dela, se espreguiçando, com aquele mesmo shortinho tentador (confesso que já tentei ver onde ela estendia as roupas para eu "roubar" o tal shortinho, mas não saiu da imaginação mesmo...), todo socado na buceta. Desta vez eu não guentei e fiquei olhando firmemente para ela, esperando ela olhar para mim e me encarar. Foi dito e certo, ela olhou para minha varanda e me viu, e eu consegui fixar o olhar nela também. Naquela hora meu coração disparou, acompanhando as palpitadas do meu pau que já estava muito duro também. E ele disparou mais ainda quando ela gritou:

- Hei, psiu! Queria falar com você!

Meus olhos arregalaram-se e eu pensei: "pronto que eu tô ferrado...". E ela completou:

- Você sabe consertar computador?

Respondi aliviado com um leve sorriso no rosto:

- Sei! Na medida do possível, eu sei.

- Você pode consertar meu computador que tá com problemas, provavelmente cheio de vírus? É que meu marido não sabe mexer direito e fica enchendo o computador de vírus, entrando em sites de putaria! Ele pensa que eu não sei! (risos).

- Claro! A gente pode ver uma hora e você traz o pc aqui.

- Não. Não posso tirar ele daqui, você terá que vir aqui. Eu te pago, menino!

- Tudo bem (risos). A depender do que for, você não precisa me pagar.

- Não... eu te pago. Você pode vir aqui amanhã pela manhã?

Eu já estava relaxado com o decorrer da conversa, mas depois que ela falou isso eu comecei a ficar nervoso novamente, e falei:

- É... Bem... Eu vou ver aqui e te dou a resposta se posso passar aí amanhã pela manhã.

Ela disse:

- Tome meu nº e me ligue pra avisar, pois preciso disso urgentemente!

- Ok!

Depois de ter me passado o nº dela, nós entramos sem ao menos saber o nome do outro. Fiquei zangado comigo mesmo, pois fiquei nervoso e perdi a oportunidade de aprofundar um flerte com ela, mas também fiquei aliviado com isso pelo fato de ela ser casada. Mas era óbviu que o meu sonho era provar da buceta daquela vizinha gostosa que eu tanto passei a desejar.

Fiquei a tarde toda esperando o momento de eu ligar e dizer que poderia ir na casa dela, pensei em até bater uma punheta para aquela vizinha tesuda, mas me controlei.

Chegou a noite, era mais ou menos umas 19:00, liguei para ela, mas chamava e ninguém atendia. Depois de 30 minutos tentei novamente, mas não atendia. Fiquei irritado comigo e ansioso, parecia que eu estava apaixonado (e olha que eu não era donzelão, de vez enquando comia uma ou outra). Quando deu 22:40, quase onze horas da noite, ela liga e pergunta:

- Quem é?

- Sou eu, o rapaz que mora em frente à senhora e que vai consertar o seu computador. Liguei para confirmar que irei aí amanhã pela manhã mesmo.

- Ah, sim... Mas olhe: não me chame de senhora, me chame de você, aliás, me chame de Margarida, este é meu nome. E o seu nome?

Eu meio sem graça respondi:

- Renato (fictício este nome). Me desculpa Marta por ter te chamado de senhora, é por questão de respeito.

- Tudo bem, "seu Renato". Mas só vou te perdoar se você vier aqui agora, pois amanhã pela manhã eu terei que viajar. (Com uma voz bem suave disse:) Eu te dou um agrado. Você vem?

- Claro que sim. Eu vou aí rapidinho, pois ainda é cedo (mentira, já era quase onze horas da noite). Espera só um minuto que vou tomar um banho?

- Não, não precisa tomar banho, é rápido. Você pode tomar banho aqui, vai economizar tempo, pois já é tarde.

- Então tá bem. Me espera na portaria.

Já senti a malícia daquela safada gostosa e então fui lavar o pau para caso ocorresse algo de bom por lá!

Cheguei na portaria, lá estava ela me esperando, com uma roupa normal, parecendo que tinha chegado do trabalho. Nos saudamos com dois beijinhos no rosto e então ela me convidou até a sua sala, lá trocamos algumas informações sobre o computador e sobre outras coisas (trabalho, estudos, etc.). Nessa conversa percebi que o marido dessa vizinha gostosa só andava viajando à trabalho e que ela teria que viajar no dia seguinte para encontrá-lo.

Conversa vai, conversa vem... E já eram 23:50, foi então que perguntei onde estava o computador, pois já era tarde e teria que ver logo. Ela me acalmou e falou que não precisava de pressa, pois eu morava ali em frente e qualquer coisa ela arcava com o prejuízo. Depois disto ela me conduziu até o seu quarto onde estava o seu computador, e disse que era pra eu ligá-lo e ver o problema e que, enquanto isso, iria tomar um banho.

Liguei o pc, estava meio lento, então deixei o anti-vírus que tinha lá vasculhando a máquina. Ouvi a porta do banheiro abrir e ela saindo de toalha vindo até o seu quarto, onde eu estava, me perguntando sobre como estava o andamento do "conserto". Eu falei a ela que estava passando o anti-vírus. Ela disse que tudo bem e, em seguida, que não era para eu olhar para trás pois estava vestindo a roupa. Resisti em não olhar, mas àquelas alturas meu pau parecia que iria sair da cueca, e eu estava com medo que ela visse o volume no short. Então, depois de "vestir" a roupa, advinha com o que ela aparece vestida ao meu lado? É isso mesmo, aquele shortinho maravilhoso, todo socado na bucetinha dela. Na hora não tive reação, meu pau ficou mais duro ainda, expondo o volume no short, mas mantive o controle e continuei olhando para a tela do computador.

Então ela disse:

- E aí, já descobriu o problema?

- Sim. Já foram detectados 4 vírus e é isso que tá deixando o pc lento.

- Deixa eu te mostrar outra coisa aqui (deu uma empinada de bunda e pegou no mouse). Olha essa pasta aqui, provavelmente é por causa dela que o computador está com vírus, meu marido coloca fotos de putaria nela. Passa o anti-vírus nela. E então abriu a pasta... lá tinha umas 8 fotos amadoras de pessoas trepando. Então ela abriu uma outra subpasta com o nome "Margarida", lá estava três fotos dela: duas fudendo com o marido e uma só ela com o mesmo shortinho que ela estava vestida. Ela disse:

- Eu pensei que ele tinha apagado essas fotos, mas o safado não apagou.

Então, cansei de ser lerdo e eu disse:

- Você gosta desse short, não é? Ele cai bem em você.

- Eu gosto muito dele. Inclusive tenho 4 modelos e eu adoro dormir usando ele, é leve, macio e deixa minha perereca à vontade (dando risos).

- É... estou vendo que fica à vontade mesmo. Você não usa calcinha por debaixo dele?

- De vez enquando uso uma bem pequena, mas hoje não estou com calcinha. É melhor, pois o short já protege e, além do mais, não gosto de calcinha, só uso por necessidade. E você gosta de usar cueca?

(E esta conversa toda rolando eu sentado na cadeira que fica no pc e ela em pé, frente à mim, com aquele bucetão quase colando em meu rosto.)

- Uso cueca também por necessidade, pois posso ficar como estou aqui (e então mostrei o pau duro a ela sobre o meu short) e não ter como disfarçar.

- Ah, meu filho, então sua cueca não está superando a sua expectativa, pois o tempo todo vi que seu pau estava duro.

Então ela pediu para que eu pegasse na buceta dela sobre o short e sentisse como estava quente. Não hesitei, alí mesmo na cadeira coloquei o pau para fora do short, molhei o meu dedo com a baba que ele já tinha produzido e passei na bucetinha dela por cima do short. Na hora ela deu um sussurro e disse:

- Gostoso... Chupa minha buceta, vai.

Depois de esfregar o shortinho dela com a baba do meu pau, botei ele para o lado e comecei a saborear aquela bucetão raspada que tanto me arrancava tesão durante muito tempo. Uma coisa que eu desejava tanto estava alí se realizando. Juro à vocês que parecia um sonho.

Então continuei chupando, e ela gemendo, esfregando a minha cabeça contra aquele bucetão lambuzado, eu alí na cadeira e ela em pé, louca, parecendo uma cadela suplicando por uma chupada na buceta. Passei uns 20 minutos chupando aquela xoxota quente, deliciosa e que jorrava caldinho. Ela gemia e gozava várias vezes...

Depois desses aproximados 20 minutos ela pediu para chupar meu pau; ela agachou-se em minha frente, e eu sentado na cadeira coloquei o pau na boquinha da minha vizinha gostosa. Ela era toda quente, desde a buceta até a boca, chupava como quem necessitava de pau para sobreviver. E eu não suportei muito tempo e lambuzei com muita porra aqueles lábios experientes.

Em seguinda, eu disse a ela que queria comer a sua xoxota, mas ela disse que não podia dar pois estava tomando um remédio que a proibia de ser penetrada. Eu aceitei e perguntei onde era o banheiro para me lavar, pois tinha me sujado todo de esperma.

Ao voltar, disse a ela que eu precisava ir, pois o marido dela poderia chegar ou algo parecido. Ela disse que não era pra eu ir, que era pra eu dormir lá e acordamos de manhã e repertirmos o que fizemos naquela noite, pois era pela manhã o momento que ela mais sentia falta de um pau. Perguntei pelo seu marido, ela disse que estava bem longe dalí e que não era pra eu me preocupar.

Resultado, não conseguimos dormir. Foi foda a noite inteira. No incício só ficamos nos chupando, mas depois ela não segurou a onda e liberou a buceta gostosa para mim. Fudemos até às 05:30 da manhã e dormimos até às 09:00, foi quando ela me acordou beijando meu rosto e dizendo que estava atrasada para a viagem.

Então, galera, foi isso! Desculpa pelo longo texto, mas os detalhes disso que aconteceu comigo foram importantes. Mando a foto que ela me deu de "presente" (está com a tarja para preservar a identidade dela), é a mesma foto que ela me mostrou no pc. Ela se mudou daqui da rua um pouco depois desse episódio. Nunca mais a encontrei, mas até hoje penso nela, confesso a vocês que me apaixonei por aquele bucetão

Foto Perfil weder

Ficha do Conto

Escritor:
wederjapa08232406

Nome do conto:
A vizinha

Codigo do conto:
27276

Categoria:
Heterosexual

Data do Envio:
23/03/2013

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
4

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: A vizinha

Foto 2 do Conto erotico: A vizinha

Foto 3 do Conto erotico: A vizinha

Foto 4 do Conto erotico: A vizinha




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: Pescador em: 24/03/2013
Delicia de buceta, parabéns, visite minha pg.
Comentado por: ZEUS o Gde em: 24/03/2013
Vc escreve muito bem, meu amigo, e essas fotos estão demais, heim!

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
24002 Orgias na piscina Grupal e Orgias 13
24003 Orgia na boate Grupal e Orgias 8
24005 Irmã bucetuda Grupal e Orgias 9
24006 Trepada com a irmã Incesto 11
24174 Foda Gostosa com a cunhada Incesto 6
24195 Ingryd a devassa Incesto 1
24197 Comendo a a coroa bêbada Grupal e Orgias 3
24199 Comendo a vizinha gostosa Heterosexual 3
24201 Comendo a amiga na casa dela Heterosexual 6
24202 Minha esposa deu para meu primo Grupal e Orgias 12
24203 Posiçoes sexuais de cada signo Fantasias 10
24204 Comi a minha priminha gostosinha dentro da piscina Incesto 4
24205 Armei para minha esposa e ela trepou de jeito com Grupal e Orgias 9
24207 minha sogra è um tesao Incesto 13
24208 Minha esposa na festa de fim de ano Grupal e Orgias 8
24209 Eu minha esposa e nossa visinha gostosa Grupal e Orgias 6
24210 A festa Grupal e Orgias 5
24211 Comendo minha esposa e sua amiga da academia Grupal e Orgias 7
24292 "Minha esposa e o patrão da pica grande" Grupal e Orgias 20
24376 Fudi minha Professora de historia.. Heterosexual 11
24377 Comi a mulher de meu amigo( veridico ) Heterosexual 11
25581 Alexandra a melhor cunhada do mundo. Incesto 19
25582 Que cunhada gostosa Incesto 14
27268 Trepando com um casal de amigos. Grupal e Orgias 10
27270 Não aguentei mais !!!!! comi minha sobrinha !!!!!! Incesto 13
27271 A Tia fogosa Incesto 10
27272 Minha vizinha deu bobeira Heterosexual 5
27273 Enrabei minha sobrinha e minha esposa. Grupal e Orgias 11
27274 Comeu a mulher do amigo Heterosexual 5
27275 Tive uma surpresa Lésbicas 8
27353 Enrabando a babá gostosa da minha irmã Heterosexual 6
27354 Fodi a ex mulher do meu melhor amigo Heterosexual 4
27355 Debaixo do nariz do Sogrão Heterosexual 4
27408 Deliciosa Vizinha Heterosexual 3
27410 Cunhadinha Fantasias 6
27411 Minha Quase Irmã Incesto 10
27412 A Tia da Camila Fetiches 6
28608 Sexo em Público Heterosexual 5
28612 A Insaciável Heterosexual 3
28772 A irmã safada do meu amigo Heterosexual 6
29831 Fim de Semana Sacana Fetiches 6
37957 Que! Irma gostosa! Incesto 16
40743 Tirando a sobrinha do sufoco..... Incesto 5
40747 Minha sobrinha preferida Incesto 8
47368 Festinha com a Irmã e as amigas.. Incesto 12
47369 comendo a cunhada e a cunhadinha. Incesto 13
48727 a esposa do patrao Heterosexual 3
48729 comi a gostosa da minha irmã Incesto 14
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA