Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Entrar em contato   Bate Papo
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





O MENDIGO DE RUA ME COMEU


Olá! Já falei tanta coisa de mim, mas só pra lembrar já relatei anteriormente a minha iniciação na infância e com animais, a minha primeira chupada e sentada em um pau de homem, a primeira vez que um travesti me comeu de quatro e gozou em minhas costas e o dia em que fui comido por 3 travestis e recebí gozadas no cú de 2 deles e bebi o gozo todinho de outro. Venho agora relatar algumas saídas minhas com travestis, inclusive um daquela noite dos 3. Como prometido para mim mesmo, procurei o travesti que quase me rasgou para uma revanche, estava disposta a receber aquele cacete todo em meu cú. Peguei ele no centro da cidade e fomos para um motel. Chegando lá chupei seu pau, mas ele não estava como antes. Ele me comeu um pouco, mas logo broxou. Foi triste, só subia quando eu enfiava na garganta. Não queria beber seu esperma de novo, queria ser comido por aquele cacete grosso, mas não deu. Foi frustrante. Nunca mais o procurei.
De outra vez que senti aquela coceira no cú (parece até mulher, fica todo molhadinho, doido pra ser comido) passei no lugar onde tinha os travestis e vi um negro travesti rastafari, tinha homens no lugar, mas tinha e tenho receio de fazer um convite a um desses caras. Chamei-o e fomos para um motel. Chegando lá tive um susto. O pau do cara era torto, parecia um bumerangue e extremamente duro. Só vi um pau duro daquele jeito outra vez quando estava com Dani (meu travesti oficial). Caí de boca, mas quando tentava enfiar todo na garganta ele parecia que ia furar meu pescoço pelo lado, ele não conseguia chegar até o fundo da garganta porque era torto. Lembro agora a imagem dele deitado de pau duro. Eu puxava o pau para um lado e ele voltava com uma força incrível para o outro, parecendo que ia enfiar nele mesmo. Fiquei de costas e ele veio pra enfiar, mas fazia algum tempo que não “exercitava” meu cú com nada e a penetraçao doeu muito. Pedi pra ele tirar. O cú ardia. Lembrei que na posição papai-mamãe não doía tanto e poderia me alargar pra poder receber de quatro. Chamei ele e abri as pernas. Ele veio e entrou gostoso, é muito bom rola no cú nessa posição. Ele começou a mexer e meu cú foi ficando largo. Deixei ele enfiar até ficar bem excitado e quando ele deu uma paradinha, pedi pra me comer de quatro e aí, como sempre, uma decepção. Ele disse que já havia gozado que daquele jeito seu pau ia bem fundo e não aguentou e gozou. Fiquei triste por não ter recebido de quatro, mas ficou para uma próxima vez.
Houve uma vez que fui a uma festa em Salvador e voltei de madrugada louco pra dar o cú. Passei no lugar dos travestis, mas não vi ninguém, quando fui passando em uma rua e vi um mendigo dormindo. Deu a idéia de dar para aquele cara. Parei o carro, acordei ele. ele estava um pouco bêbado. Chamei ele pra entrar no carro e ele foi. Fui para um motel sem trocar nenhuma palavra com ele. Chegando lá, ele disse que tava com fome. Pedi um hamburguer. Levei ele ao banheiro e tirei sua roupa. Liguei o chuveiro e lhe dei um banho. Lavei seu pau e ele ficou com vergonha e acho que nessa hora percebeu que eu não era um bom samaritano fazenda caridade, queria que ele me comesse. Depois levei ele pra cama. Havia chegado o hamburguer, ele comeu e voltou pra cama. Quando ele deitou eu encostei a boca no seu pau e comecei a chupar. Ele era negro, mas não era avantajado. Coloquei na boca e o pau começou a subir. Quando estava duro, mandei ele ficar de pé. Fiquei de quatro e mandei ele meter. Ele enfiou seu pau no meu cú e logo logo gozou. Não preciso nem dizer que ele estava sem camisinha e encheu meu cú de porra. Vestimos a roupa, pedia a conta e fui embora. Nunca mais fiz isso, mas que dá vontade de fazer de novo dá.
Da próxima vez conterei minhas saídas com Dani.


Ficha do Conto

Escritor:
alias.sex

Nome do conto:
O MENDIGO DE RUA ME COMEU

Codigo do conto:
2914

Categoria:
Gays

Data do Envio:
30/08/2004

Quant.de Votos:
0

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
2893 Como tudo começou Gays 0
2910 O CACHORRO DA MINHA TIA ME COMEU Zoofilia 1
2911 O GORDINHO DA VAQUEJADA Gays 2
2912 MEU PRIMEIRO TRAVESTI (banho de esperma nas costas Travesti 1
2913 DEI PRA 3 TRAVESTIS (bebi esperma de um deles) Travesti 7
2915 O TRAVESTI DA MINHA VIDA Travesti 0


© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA