Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





A FILHINHA DO PAPAI.


Confesso que, já com meus 60 anos, aposentado e ainda cheio de energia querendo curtir o resto da minha existência viajando pra vários lugares, torcia pra minha filha Ivete de 19 anos não demorasse pra também se casar. É que depois de cuidar de três filhos (um homem e duas mulheres), sozinho por mais de 10 anos e já ter casado os dois mais velhos, só faltava a Ivete que era a mais nova. Ivete namorava um bom rapaz; de boa família e pelo que eu via muito trabalhador... Confesso até que torcia pra ela ficar logo grávida pra apressar o casamento entre os dois. Ivete ficava muitas vezes namorando no quintal dos fundos de casa até altas horas; principalmente nos finais de semana. Um dia, Ivete veio com uma conversa estranha de que eu não deveria dar ouvidos à dona Rita se caso ela viesse me contar alguma coisa. Essa dona Rita, era uma pobre velha; nossa vizinha de fundos, que vivia implicando com todo mundo a ponto de muitas a chamarem de bruxa... Ela fazia muito fofoca a ponto de ter causado muitas brigas entre vizinhos. Dito e feito, ao esbarrar com dona Rita quando chegava em casa, ela sem medir as palavras foi me falando que era pra eu tomar cuidado com minha filha que andava fazendo sexo com o namorado todas as noites no quintal. Dona Rita era a única vizinha que do seu terraço podia enxergar o que se passava no meu quintal. Resolvi gozar da cara da velha dizendo que ela devia era estar sentindo inveja da minha filha por ser nova e bonita, e que eu achava que ela tinha que aproveitar e transar muito com o namorado enquanto ainda era jovem... A velha saiu bufando de raiva dizendo que eu era um pai desmazelado. O problema foi que Ivete viu da janela de casa quando dona Rita me parou na rua... Ela parecia muito ansiosa:
- O que ela te falou pai?
- Nada de mais filha!
- Essa mulher é um demônio; tenho certeza que ela contou alguma coisa e o sr. não quer me falar.
- Quer saber mesmo Ivete?
- Eu quero; mas aposto que foi um monte de mentiras.
Quando falei do teor da nossa conversa, Ivete emburrando a cara.
- Filha da puta, dá vontade de esganar aquela velha.
- Não liga não filha; só que eu acho que vocês deviam namorar mais pro canto da casa de onde ela não vai poder enxergar vocês.
- Mas pai; foi mentira o que ela falou pro sr.
- Qual o problema de vocês fazerem sexo filha? O problema é dela se viu alguma coisa... Onde já se viu uma mulher naquela idade subir tarde da noite num terraço?
- Kakakakaka; é mesmo né pai??!!... Acho que ela já devia ficar nos espiando a muito tempo.
Foi minha vez de rir:
- Ela deve ter visto muita coisa entre vocês dois; né?
- Noooossa pai; você acha que nós fazemos tanta coisa assim?
- E daí se fazem? Ninguém tem nada com isso.
Ivete me deu um abraço e um beijo:
- Caracas pai; não sabia que você era assim tão cabeça feita... Kakakakaka!
Ivete jamais poderia imaginar que eu queria era que ela definisse logo sua vida amorosa:
- Por mim filha; quando quiser fazer sexo, pode levar seu namorado lá pro seu quarto.
- Nada disso pai; nem eu quero dar tanta liberdade assim pra ele não!...
- Você é quem sabe!
Foi depois dessa nossa conversa é que Ivete ficou bem mais carinhosa e bem mais solta comigo... Cheguei a vê-la saindo do seu quarto só de calcinha e sutiã pra ir até a cozinha beber um copo de água e voltar pro quarto. Da sala, fiquei olhando e analisando que minha filha tinha um belo corpo: coxas grossas, cintura fina, bumbum volumoso e um par de peitinhos médios que pareciam ser bastante apetitosos... De repente fiquei excitado, mas tive que segurar a onda e fingir que nada de anormal estava acontecendo na minha casa. Num domingo cedo, precisava tomar um banho pra ir encontrar com alguns companheiros da velha guarda pra tomarmos algumas cervejas e jogarmos um pouco de conversa fora (coisa de aposentados), tive que aguardar Ivete terminar seu banho... Logo que ela saiu do banheiro fui entrando:
- Deixa a porta só encostada pai; ainda não escovei meus dentes.
Fiquei um pouco encucado, mas acabei não trancando a porta e fui pro meu banho. Dois minutos Ivete entrou no banheiro começando a escovar os dentes... Só que ela, passando a escova, virou pro box (vidros totalmente transparentes) e mesmo com a boca cheia de espuma começou a puxar conversa. Era óbvio que fiquei rapidamente de pau duro e tentava esconder de todas as maneiras pra que ela não visse... Ivete terminou e voltou a ficar de frente pro box querendo saber se a dona Rita tinha feito mais fofocas dela. Revolvi ir me relaxando e sem me importar dela estar me vendo de pau duro fui respondendo suas perguntas e fazendo outras: se ela e o namorado tinham feito alguma coisa só pra deixar a velha ver... Ivete soltando uma risada:
- Fizemos sim pai; ela deve ter ficado escandalizada.
- Posso saber o que vocês fizeram?
- Nisso eu já tinha resolvido até abrir o box e pagar a toalha pra começar a me enxugar... Ivete via, mas fingia que nem notava que eu estava de pau duro ali tão perto dela (banheiro pequeno).
- De jeito nenhum que eu vou te contar pai; até você ficaria escandalizado... Kakakakaka!
Ivete na cara de pau, chegou pra me dar um beijo e sem se importar do meu pau encostar na sua cintura:
- Tchau pai; tenho que ir, tá?
Passei meu braço pelos seus ombros e retribui o beijo... Minutos depois, eu com meus 60 anos estava me masturbando por causa da minha filha. Dois dias depois; à noite, novamente quando ela viu que eu ia tomar meu banho me pediu pra deixar novamente a porta só encostada que ela tinha que pegar alguns produtos no banheiro. Mesmo antes dela entrar eu já estava de pau duro e novamente ficamos conversando até terminar meu banho... Saí me enxugando e foi minha vez de ser cara de pau:
- Enxuga minhas costas filha?
De pronto, ela pegou a toalha da minha mão e foi passando nas minhas costas rindo:
- Já tá querendo abusar da filha né? Daqui a pouco vai querer que eu lhe de até banho... Kakakakaka!
Virei de frente pra ela pegando a toalha e eu mesmo terminando de me enxugar:
- Sabe que não seria má ideia, filha?
Ela continuando a rir:
- Eu que ainda nem filho tenho, ter que dar banho no marmanjão do meu pai?
Fiz uma cara de triste e segurando seu rosto pra lhe dar um beijo:
- É mesmo né; pai é que tem que dar banho nos filhos, e não ao contrário!
Era lógico que Ivete estava nitidamente botando lenha na fogueira:
- Você me dar banho? Só que não vai poder ficar assim pelado comigo dentro do box.
- Porque não?
- Isso aí seu (apontando pro meu pau duro) deve ser muito perigoso!
- Não é não filha; ele sabe se comportar!
Acho que era o que ela estava com vontade de fazer; Ivete segurando levemente meu pau e sorrindo:
- O problema é que eu achei muito bonito pai.
- Gostou dele filha?
- Muito pai; que pena que do meu namorado não é assim!...
Não entendi o que ela quis dizer com aquilo, mas que eu estava adorando minha filha segurando minha piroca, isto eu estava. Mas só que Ivete dando uma apertadinha na minha piroca, meu deu um beijo e disparou saindo do banheiro:
- Deixa eu ir embora logo pai... Kakakakakaka!...
Nem bem ela saiu, tranquei a porta e toquei uma nova punheta pensando um monte de sacanagem com minha filha... Não era normal uma filha ter aqueles comportamentos com um pai: desejando vê-lo pelado e ainda botar a mão no seu pau do jeito que ela fez. Logo no domingo seguinte, ao passar em frente ao banheiro, de relance tive a impressão de ter visto algo bastante interessante através da porta que estava um pouco aberta... Empurrando, abri um pouco mais a porta e vi algo simplesmente maravilhoso. Ivete estava completamente nua olhando pro espelho que ficava um pouco acima da pia passando algo em seu rosto:
- Oi pai! Já estou terminando, ok?
Senti como se estivesse levado uma pancada na minha cabeça; repentinamente fiquei tonto olhando o espetáculo que era o traseiro da minha filhota. Fiquei por alguns segundo de boca aberta até ter noção exata do que minha filha estava me proporcionando... Não podia perder aquela oportunidade. Aproximei-me colocando minhas duas mãos na sua cintura e dando-lhe um beijo no seu pescoço abaixo da orelha:
- Não precisa ter pressa filha!
Ivete estava sendo naquele momento pra mim, o demônio em forma de filha. Ela virando de frente me deixando ainda mais embasbacado com sua nudez frontal:
- Você vai tomar banho pai?
Não era minha intenção naquele momento, mas, achando que era a oportunidade de ficarmos pelados juntos, respondi que "sim". Ivete começou levantando minha camiseta:
- Então, deixa eu te ajudar a tirar suas roupas!
Caralho, de todas as mulheres que tive na minha vida nenhuma foi tão atrevida como estava sendo minha filha. Eu mesmo arriei minha bermuda e foi ela que enfiando a mão por dentro da minha cueca segurou minha caceta que estava duríssima:
- Nooooossa pai; já está assim?
- Primeiro apalpei um dos seus peitinhos e logo fui com a boca no outro:
- Você sabe que eu fico sempre de pau duro perto de você, não é?
Ela sem um pingo de vergonha alisando minha pica:
- E eu fico pegando fogo quando vejo você assim excitado por minha causa.
Levei minha mão pro meio das suas pernas e logo enfiando o dedo na sua buceta. Ivete puxando meu rosto pra cima fazendo soltar minha boca do seu peitinho e olhando dentro dos meus olhos:
- Tá com vontade de comer sua filhinha?
Se ela era o demônio, eu devia estar no inferno e o inferno era muito gostoso:
- Você sabe que estou louco pra ter esse seu corpinho?
Ivete virando de costas pra mim, abrindo as pernas ficando de bruços sobre a pia do banheiro:
- Então vem paizinho, estou doida pra sentir esse seu pinto dentro de mim!
Simplesmente devo ter me transformado em um animal... Dei umas duas pinceladas com meu pau na portinha da sua buceta e fui enfiando rapidamente até o fundo:
- Oooooh paiiiiiii; que delícia... Vai! vai! mete pai; mete!...
Passei a segurar as laterais das nádegas de Ivete e socar cada vez mais forte fazendo-a gemer cada vez mais alto... Uns dois minutos puxando e enfiando minha pica na buceta da minha filhota, me concentrava pra poder retardar o máximo meu gozo:
- Não para! Não para! Tá vindo pai; tá vindo!... Aaaahhhh! Aaaaahhhh!...
Passei a socar com mais força ainda, até que ela soltou um longo suspiro de satisfação... Tirei meu pau e quase que não consegui chegar até o box pra explodir num delicioso gozo.
Recebi um forte abraço de Ivete e alguns beijos no rosto:
- Caaaaaraaaaaamba; foi o melhor sexo que eu já fiz na minha vida!
Depois que Ivete saiu, fiquei analisando os prós e contras daquela nossa maluquice: Contra, só via o problema de sermos pai e filha; do resto, era tudo de bom um velho como eu transar como uma gatinha fogosa como Ivete. Ivete só retornou à noitinha com o namorado e foram lá pro quintal... Confesso que senti um pouco de ciúmes. Devia ser por volta das 10 horas da noite, quando Ivete enfiou o rosto na porta do meu quarto:
- Tá acordado pai?
Eu estava até com Tv ligada.
- Estou sim filha; pode entrar!
Ivete entrou tirando a sandália subindo na cama deitando do meu lado ficando abraçada comigo. Minha mão por trás das suas costas fui descendo até chegar nas suas nádegas... Era lógico que comecei a ficar excitado:
- Vocês transaram hoje?
- Hoje não pai; fiquei o tempo todo pensando em nós dois!
- O que é que minha filhinha ficou pensando?
Não esperava receber um beijo daquele; na boca, da minha própria filha.
- Só pensava em ficar novamente sozinha com você!
Foi minha vez de beijar os lábios carnudos da minha filha que já enfiava a mão por dentro do meu short até chegar na minha piroca. Ela com um vestido curto, foi fácil levantar e puxar sua calcinha pra botar a mão e sentir o quanto ela estava molhadinha. Ivete rapidamente terminou de tirar a calcinha, ficou de quatro e levantando o vestido:
- Vem paizinho; vem comer a bucetinha da sua filhinha, vem!
Só de olhar novamente pro seu rabão maravilhoso fiquei mais excitado ainda... Meti tudo na sua buceta e enquanto ficava socando, abrindo seu reguinho fiquei olhando pro cuzinho rozadinho imaginando que aquilo também podia ser meu. Mas naquele momento, era na buceta quente e gostosa da minha filha que eu estava metendo. Dando tapinhas de leve nas suas nádegas:
- Vai filha... Goza; goza bem gostoso no meu pau!...
Ivete mexendo sua bunda pros lados enquanto eu dava socadas firmes e profundas:
- Ooooohhh meu Deus, isso é bom demais... Vooouuuu goozar; voooouuuuu goooooozaaaarrr!
Tirei e lambuzei toda sua bundinha com meu esperma. Estava me sentindo pelo menos uns 20 anos mais novo transando com minha deliciosa filhinha que tinha um fogo muito grande quando estávamos na cama. Já estávamos praticamente um mês transando, e ainda não tinha tido coragem de pedir pra comer sua bundinha quando Ivete me fez ver que não íamos ter limites. Estávamos na minha cama quando Ivete passou a brincar de passar a língua por todo meu peito e descendo foi até meu pau... Ela, após também passar a língua por todo tronco da minha pica, encostou seus lábios na cabeça e foi engolindo bem lentamente até ter mais da metade dentro da sua boca. Nunca alguém chupou minha piroca tão gostoso quanto minha filha... Ivete além de deslizar seus lábios pressionando-os, ainda me masturbava com uma das suas mãos... Gozei esporrando vários jatos em seu rosto. No dia seguinte, estávamos na sala e Ivete cavalgava meu cacete socando sua buceta pra cima e pra baixo, quando a segurei pelas nádegas:
- Senta um pouco com o seu cuzinho, senta!
Ela olhou pra trás e sorrindo:
- Será que eu agüento pai?
- Aguenta sim... Vem; desce mais!...
Ivete colocou seu cuzinho na cabeça do meu pau e soltou um pouco o peso do seu corpo fazendo entrar alguns centímetros.
- Caaaaaacete paiiiii... Você rasgou meu buraquinho; Aaaaahhhhhh! Aaaaahhhh! Aaaaiiiii!...
Ela tirou o cu do meu pau e subiu de joelhos sobre o sofá:
- Vem você pai; acho que fica mais fácil!
Dei uma molhadinha no meu pau com um pouco de saliva e fui enterrando e ela gritando... Ivete mesmo sentindo um pouco de dor foi me pedindo pra socar forte no seu cu. Passei a não ter mais pressa de que ela se casasse, e Ivete passou a ser minha companheira em vários passeios que fiz. Atualmente, Ivete já está casada a mais de um ano e ainda gosta de passar alguns dias na minha casa.
Foto Perfil ANDRE.LINO

Ficha do Conto

Escritor:
andrelino

Nome do conto:
A FILHINHA DO PAPAI.

Codigo do conto:
29406

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
17/05/2013

Quant.de Votos:
58

Quant.de Fotos:
5

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: A FILHINHA DO PAPAI.

Foto 2 do Conto erotico: A FILHINHA DO PAPAI.

Foto 3 do Conto erotico: A FILHINHA DO PAPAI.

Foto 4 do Conto erotico: A FILHINHA DO PAPAI.

Foto 5 do Conto erotico: A FILHINHA DO PAPAI.




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: c1 em: 21/08/2014
CARACAS, ME DEIXOU COM TAQUICARDIA,EXCELENTE!
Comentado por: Venus2013 em: 20/10/2013
Gozei só ler...
Comentado por: mgseg em: 05/08/2013
tive que gozar duas vezes até o final. muito bom
Comentado por: cassiano em: 07/06/2013
excelente conto
Comentado por: patriciacau em: 25/05/2013
Adorei o conto! Parabéns!
Foto Perfil vnrio1 Comentado por: vnrio1 em: 22/05/2013
Ótimo! gozei antes do fim.
Foto Perfil gugu7l Comentado por: gugu7l em: 20/05/2013
perfeito, parabens, tem tambem meu voto,
Foto Perfil Ordau Comentado por: Ordau em: 20/05/2013
Delícia de filhinha!! Ótimo conto!
Foto Perfil Ricko Comentado por: Ricko em: 19/05/2013
Muito bom seu conto!! Parabéns! Já tem o meu voto!
Comentado por: jjne em: 19/05/2013
muito bom
Foto Perfil wannreco Comentado por: wannreco em: 19/05/2013
que delicia de conto
Foto Perfil Nanndo_ Comentado por: Nanndo_ em: 19/05/2013
Parabéns, não apenas pelo conto mas por essa filha maravilhosa... :D
Foto Perfil Pueteiro Comentado por: Pueteiro em: 19/05/2013
Gozei pensando na gostosa da sua filha, Deus abençoe e bota essa buceta de frente
Foto Perfil Ingha Comentado por: Ingha em: 18/05/2013
FANTÁSTICO!! EXUBERANTE!! O MELHOR CONTO ERÓTICO QUE LI EM DIAS!!AS FOTOS SÃO MARAVILHOSAS, SERIAM MELHORES SE MOSTRASSEM O CORPO INTEIRO!! TENS MEU 26º VOTO E MIL BEIJINHOS!!
Foto Perfil Pescador Comentado por: Pescador em: 18/05/2013
MARAVILHA, MUITO BOM, PARABÉNS
Foto Perfil fernandessidnei Comentado por: fernandessidnei em: 18/05/2013
Parabens pelo conto, delicia de filhinha...
Foto Perfil helder Comentado por: helder em: 18/05/2013
cara que fotos e chou de bola com bunda dessa quen não sai da linha
Foto Perfil terranova Comentado por: terranova em: 18/05/2013
UMA GENIALIDADE E PERFEIÇÃO A SENSUALIDADE QUE TRANSMITIU EM SUAS LETRINHAS, GOSTEI... MEUS PARABENS
Foto Perfil Marujogja Comentado por: Marujogja em: 18/05/2013
Simplesmente maravilhoso seu conto.
Foto Perfil coroadojc Comentado por: coroadojc em: 18/05/2013
amigo confesso que teu conto e muito bom,fiquei tão exitado primeiro porque lembrei das minhas filhas,segundo porque realmente elas são uma tentação,umas verdadeiras diabinhas e nos os capetas,eu tbm ja fiz muitas coisas com minhas filhas,fiquei lendo o seu conto de pau duro fui alisando e na hora que vi as fotos nãi sei se e da sua filha mais imaginei que fosse quanto terminei dei aquelq gosada.
Foto Perfil linsar Comentado por: linsar em: 18/05/2013
Cara delicia de conto muito bom e as fotos são de+.
Foto Perfil profsaf1999 Comentado por: profsaf1999 em: 18/05/2013
Muito excitante. Parabéns!!!!! E de deixar qualquer homem dr pau duro e mulher com a buceta molhada.
Foto Perfil Mayara 29 Comentado por: Mayara 29 em: 18/05/2013
Adorei seu conto,muito exitante.Bjsss Mayara
Comentado por: mafim em: 18/05/2013
que conto maravilhoso ainda estou de pau duro parabens.
Foto Perfil notório Comentado por: notório em: 18/05/2013
Fenomenal seu conto, parabéns ! As fotos são espetaculares !! Bjs em sua filhinha gostosíssima !!!! Leia meus cotos de incesto com minha filhinha, acredito que irá gostar !!!!!

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
14516 Comendo a nora safadinha. Incesto 28
15148 Cunhada amante... Incesto 13
15811 Mulheres, filha e biquinis... Muita tentação. Incesto 36
16630 Eu e meu primo dando pro tio Borges. Incesto 16
16762 Travesti, sou feliz graças ao meu pai. Travesti 22
17009 Uma filha bastante liberal. Incesto 28
17110 MINHA MULHER TREPA E DEPOIS ME CONTA. Traição/Corno 15
17236 Sou pai solteiro. Incesto 20
17371 Minha filha é igual a mãe...Também gosta de mulher Incesto 18
17610 Com meu professor, e depois com meu motorista, Gays 10
17909 Ninguem desconfia que dou a bunda. Gays 13
17999 Minha sobrinha é um furacão. Incesto 14
18372 Dando casa, comida e cama pra minha sobrinha. Incesto 21
18590 Milena... Minhas filha gordinha e gostosa. Incesto 25
19568 Amizade com o coroa vizinho. Gays 15
19856 Minha filha mais nova. Incesto 22
20124 Cunhadinha - A Bela Adormecida. Incesto 15
20681 Virei corno e viado no hotel fazenda. Traição/Corno 23
21434 Dei até banho na minha mãe. Incesto 37
22084 Emprestando até a mulher pro patrão. Traição/Corno 38
23359 Três homens e um destino - O início. Gays 14
25816 Cuidando da irmã. Incesto 61
25865 Minha filha também sentia tesão por mim. Incesto 23
27039 Minha vida secreta. Gays 12
31069 Descobrindo a irmãzinha safada. Incesto 32
31729 Não resisti ao ver minha netinha pelada. Incesto 29
33646 Fui a mulherzinha do meu irmão. Gays 37
33860 Síndrome do "sono profundo". Incesto 37
36135 Duas xoxotinhas caseiras. Incesto 16
36679 Um amigo, um vizinho e um padre. Gays 10
37075 Depois de aposentado, peguei minha sobrinha. Incesto 21
39726 A melhor amante... Minha própria filha. Incesto 29
40252 Comendo a cunhadinha e também sendo corno? Incesto 14
41866 Minha família é do caralho... Incesto 38
44187 Minha mãe é uma deliciosa putinha. Incesto 24
46486 Iniciado pelo professor. Gays 9
47050 Filha casada precisando de um macho. Incesto 52
47720 Sou meio viado só pro meu pai. Incesto 45
49856 Meu padrasto me comeu gostoso. Gays 22
51591 Ganhei o cabacinho da minha filha. Incesto 46
52248 Comenda a tia Julia. Incesto 16
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA