Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Casal safado - Doeu muito


Ola amigo(a)s, o q vou relatar aqui agora faz parte de nossa vida sexual, portanto tentarei ser o mais fiel possivel aos acontecimentos. Sou Alvaro, 35 anos, voyeur e Bi, ela Ana Paula, 29 anos, BI, Sado e Submissa, adepta do menage e gang bang. Casados a 14 anos, ela aos 18 anos perdeu o cabaço pra mim, e no ano que completou 19 anos, conheceu outro cacete, levado por mim para inicia-la em sodomizacao. Hoje ja temos muita experiencia e o q vou relatar agora é uma das que mais gosto de lembrar. Fomos a uma boate em um cidade vizinha a nossa, arranjar alguem interessante para um menage, sentamos em uma mesa, a Ana estava de mini saia e colant, bem insinuante, imediatamente notei que todos olharam pra ela, e ficamos felizes por isso, entao era hora de achar a pessoa ideal. Notamos que dois Senhores, que vou chamar de Marcos e Paulo, na faixa dos 40 a 45 anos estavam secando a Ana e resolvi ir até a mesa deles e contar nossas intençoes, disseram que tinham um apto proximo e que adorariam transar com ela. Entao chamei ela pra mesa e apresentei, disse que adora sado leve e DP, eles se animaram muito e prometeram que com sua experiencia fariam coisas que ela jamais tinha provado. Tudo combinado..., eu iria ficar no carro na garagem do predio deles e eles levariam ela para apto deles e ligariam no meu celular onde eu poderia ouvir tudo e deixar minha imaginacao fluir. No caminho paramos em uma farmacia, disseram que iriam comprar camisinhas pois tinham poucas e a noite prometia. Bom... chegando lá subiram com a Ana, antes dela subir, passei a mao na xana dela e estava praticamente pingando, eu disse pra ela " tá excitada né sua safada " ela respondeu, " estou muito seu corno, e acho que esses coroas são bem experientes, vai ser legal, te punheta bem gostoso no fone que quando eu descer vou chupar até vc gozar tá queridinho da mamae ". E foi com eles ! Oito minutos apos, tocou o celular, eu ja estava muito excitado e ao atender ja pude ouvir ao fundo os gemidos dela, o Paulo me falou ao fone, "CORNO, ESCUTA COMO ELA GEME, E OLHA QUE SO ESTAMOS NO COMEÇO, APENAS CHUPANDO ELA", ai pedi que colocasse o fone bem perto deles, colocou e foi ajudar, e eu escutando tudo, ela gemida e dava aqueles gritinhos de espamos de tesao. O Paulo voltou e disse, " CORNO, ESCUTE BEM POIS AGORA VAMOS FODER COM VONTADE " e eu pude escutar o barulho das estocas e os gritos mais altos de tesao dela. Ouvi ao fundo o Marcos dizer, ela tá quase gozando essa vaca, nao deixa nao ! Ai colocaram ela no fone comigo e enquanto falava comigo davam tapinha na xota pra ela dar gritinhos de dor, ela esta me dizendo que eles realmente sabiam o q faziam que tava gostoso de mais. Ai o Marcos pegos o fone na mao e disse, agora seu CORNO é que vem o melhor, espere, continue falando com essa puta que vou ao quarto e ja volto. Devolveu o fone pra ela e perguntei o q estava acontecendo, ela dizia que o Paulo continuava a dar tapas na xana e que ela ja tava bem vermelha e ardida, e q o Marcos tinha ido pro quarto. O Marcos, voltou ao fone e me disse, agora vc só vai escutar, ela nao vai dizer nada só os gemidos, ai comecei a escutar os gemidos altos delas, os humm, humm, humm, os ai ai ai, e depois um grito alto, TÁ ARDENDO MUITO. Ai fiquei preocupado e gritando ao fone, pedi pra falar com ela, deram o fone pra ela e ela contou o q faziam, estavam passando pedra HUME na buceta dela, de forma a ficar bem ardida e davam tapas em cima, ela dizia que no começo tava doendo demais e que agora ardia, mais dava um coceirinha gostosa, e que ela estava rebolando em cima do pau do Marcos pra passar a coceira, PORRA QUE PUTA TESAO EU FIQUEI QUANDO ELA DISSE ISSO, nunca tinham feito isso com ela, sequer eu podia imaginar algo tao gostoso. Ficaram a noite toda fudendo, eu acho que gozei na punheta mais de 5 vezes, e quando ela desceu do apto, estava um bagaço, serio, nunca vi ela tao cansada, e estava com a buceta muito muito ardida. Claro que promessa é divida, e fiz ela me chupar o cacete até gozar, afinal, chupar mais um seria facil pra minha puta. Espero que tenham gostado, e espero receber email de vcs com outras ideias geniais como a de Marcos e Paulo, escreva-nos contando sua fantasia sacana e responderemos se poderemos viajar e viabilizar algo. Corno e Putinha Rampeira.
                                


Ficha do Conto

Escritor:
corno submisso

Nome do conto:
Casal safado - Doeu muito

Codigo do conto:
297

Categoria:
Grupal e Orgias

Data do Envio:
11/12/2009

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA