Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web
   Videos Porno
   Porno Tube

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





Meu genro me pegou gostoso.


Estava viúva e sem outro homem a 5 anos. Minha filha Janaina (20 anos) casada com Nando (26) foram morar na minha casa até Nando conseguir comprar seu apartamento... Casarão antigo (herança de família) possuía quatro quartos, sala enorme e dois banheiros. Vivíamos tranquilamente, sem nenhum problema de convívio... Procurava não me meter na vida dos dois apesar que eles nunca davam motivo. Nando era um excelente genro e até muitas vezes me deixava constrangida ao me abraçar e me beijar no rosto na frente da minha filha, chegando até a dizer que eu era “a sogra mais linda do mundo”... Com meus 40 anos passei a me olhar diante do espelho nua ou com poucas roupas imaginando o que meu genro pensava do meu corpo. Saí do banho, e no meu quarto diante do espelho tirei a toalha e nua estava me admirando quando pelo próprio espelho notei alguém me olhando pelo vão da porta que por distração não tinha fechado; talvez por achar que não chegaria ninguém por um bom tempo. Nervosa, fui me virando lentamente:
- Janaina, é você?
O pior, é que vi a porta sendo aberta e Nando todo sorridente entrando e caminhando na minha direção:
- Sou eu Dona Beth!...
Cobri meus seios com um braço e levei a outra mão pra cobrir minha xota:
- Nannnnnndo... Estou nua!...
Ele chegando e na maior cara de pau me dando um abraço e um beijo no rosto:
- E daí dona Beth? Comigo a senhora não precisa ter nenhuma vergonha.
- Mas... Mas... E a Janaína?
Senti sua mão descendo pelas minhas costas e chegando nas minhas nádegas, acariciando-as.
- Ué, ela está trabalhando... Eu é que tirei o dia de hoje para folgar.
Eu tremia da cabeça aos pés sem saber o que fazer naquela situação tão constrangedora pra mim... Mas ele me soltando e segurando meus dois braços longe do meu corpo olhando-me de cima em baixo:
- Caramba dona Beth; a senhora tem um corpo muito bonito!...
- Você é louco; vai que a Janaina fica sabendo que você está fazendo isso comigo.
Ele rindo:
- Só se a senhora contar pra ela; a senhora vai?
- Claro que não... Mas... Mas... Eu... Eu... Não quero...
O desgraçado voltou a me abraçar, e sem mais nem menos lascou um beijo violento na minha boca me fazendo andar de costas chegar até a beira da minha cama e me forçar a deitar. Pensei até em começar a empurra-lo com minhas mãos e fazê-lo sair do quarto; mas, quando sua boca chegou num dos meus peitos e começou a chupar fui perdendo totalmente as forças e quando sua mão chegou na minha xota e seus dedos começaram a fazer carinhos e até entrar, comecei a gemer dentro da sua boca... Mas foi minha dignidade de viúva e mãe de Janaina que me fizeram ter forças pra implorar que ele não consumasse aquele ato:
- Para! Para!... Eu não quero Nando; não quero!
Ele sorrindo e brincando com um dedo dentro da minha buceta:
- Tá bom dona Beth; tá bom... Mas fique sabendo que quando a senhora quiser é só falar comigo; combinado?
Antes de me deixar ali sozinha sobre a cama e sair do quarto, ainda me deu um longo beijo na minha boca. Fiquei como se estivesse pregada naquela cama pensando que tudo aquilo só podia ser um sonho. Mas, ao me dar conta que tudo realmente tinha acontecido e que eu estava com minha buceta latejando e toda encharcada, involuntariamente comecei a me tocar e pensar em todos aqueles anos sem sexo. Mesmo sozinha fiquei envergonhada ao ter um rápido orgasmo com meus próprios dedos. Quando sai do meu quarto e notei que Nando tinha saído, fiquei um pouco mais tranquila, pois não queria olhar pra cara dele naquele momento. Mas a noitinha estava eu e Janaina na sala quando ele chegou e após beijar sua esposa veio pro meu lado e sorrindo (cada de safado) me lascou um beijo na minha bochecha que fez até barulho e depois sussurrando próximo ao meu ouvido – “adorei te ver peladinha!”. No dia seguinte, estávamos tomando o café da manhã quando Nando falou que naquele dia também não ia trabalhar, pois tinha ainda mais dois dias pra compensar por ter feito muitas horas extras... Tive que me controlar na frente da minha filha quando senti meu coração batendo descompassado. Pensei até em dar um jeito de sair de casa pra não ficar sozinha com meu genro; mas, mesmo antes de Janaína sair pro seu trabalho eu já sentia minha buceta tendo contrações fortíssimas. Estava muito confusa e acabei ficando decepcionada quando Nando também saiu de casa logo em seguida. Arrumei a cozinha, tomei um banho e fui pro meu quarto ficar peladinha diante do espelho com a porta escancarada na esperança de que Nando entrasse e me levasse novamente pra cama... Meu pensamento já era de deixar rolar qualquer coisa que ele quisesse de mim. Meia hora depois, mais decepcionada ainda resolvi desistir... Estava colocando a calcinha quando ouvi um barulho na porta; com o short na mão fiquei parada aguardando.
- É você Nando?
Ele apontou na porta e me vendo só de calcinha veio me abraçando e me beijando gostoso.
- Estava me esperando?
- Não... É... É... Ah; estava sim!
Deixei que me levasse pra cama e deitada de costas também deixei que tirasse minha calcinha. Eu já tinha até ouvido falar sobre sexo oral e sexo anal, mas em toda minha vida só conheci o sexo tradicional... Posição papai e mamãe. Fiquei travada quando Nando enviou a cara no meio das minhas pernas e deu uma lambida forte bem no meio da minha buceta; ele teve que abrir a força minhas pernas pra continuar a me lamber... Fui aos poucos gostando, relaxando e tendo um maravilhoso e arrebatador orgasmo. Eu estava me sentindo nas nuvens quando Nando foi trancar a porta do meu quarto e veio tirando a camisa e abrindo suas calças. Quando Nando ficou totalmente pelado e eu vi seu pau duro me veio aquele desespero de ter logo um pau fodendo minha buceta depois de praticamente 5 anos sem dar uma trepada. Arreganhei minhas pernas e Nando entrando foi colocando e enterrando sua píca até o fundo na minha buceta já toda molhada.
- Ai meu Deus... Ai! Ai! Iiiiiiiisso; mete forte; mete!...
Nando parecendo ter todo o controle, ficou socando forte na minha buceta por aproximadamente uns 5 minutos me fazendo gritar e gemer feito uma cadela no cio... Tive mais dois orgasmos antes dele encher minha buceta com seu gozo. Corri pro banheiro pra dar uma lavadinha rápida na buceta e voltei pra cama onde Nando ficou me esperando peladão e totalmente despreocupado... Era como se fossemos íntimos a muito tempo. Deitei e adorei ter aquele homem me abraçando, me beijando e fazendo carinho em todo meu corpo. Meia hora depois estava cavalgando no seu pau duro e adorando conhecer aquela nova posição de sexo... Movimentava meu corpo alucinadamente pra cima e pra baixo que Nando chegou até a comentar.
- Caralho; não imaginava que você fosse tão fogosa.
Fiquei contraindo minha buceta em torno da pica do meu genro tendo meu quarto e maravilhoso orgasmo... Ele me fez inverter de posição, e por cima continuou socando na minha buceta.
- Oooooh! Aaaaaaah! Aaaaaah! Que buceta deliciosa minha sogra... Aaaaah! Aaaaah!...
Senti nitidamente seu pau soltando jatos e jatos de porra lá no fundo das minhas entranhas. Ele ainda com o pau todo enfiado em mim, beijou mais minha boca me fazendo sentir a mulher mais feliz do mundo. Nos meus 16 anos em que fui casada e somente dona de casa, nunca tinha sentido aquela tara ao ser penetrada por um homem; minha vontade era que ele continuasse a me foder e me fizesse ter outros tantos orgasmos... Rsrsrsrsrsr. Mas Nando voltou a sair só retornando a noitinha.
Era o terceiro dia, Nando só levantou depois que Janaina saiu pra trabalhar. Fiquei ansiosa sabendo que ele saindo do banheiro viria pra cozinha tomar café... De propósito estava ainda de camisola. Estava arrumando a mesa onde ele iria sentar quando fui agarrada por trás e duas mãos entraram por baixo da minha blusa agarrando meus seios e lábios chupando a ponta da minha orelha. O filho da puta tinha colocado o pau pra fora e o encostava no meio das minhas coxas. Levei a mão e segurei seu cacete duro já imaginando sendo fodida novamente. Mesmo quando ele sussurrou no meu ouvido “hoje eu quero sua bundinha minha sogra”, e nunca tivesse feito sexo anal na minha vida, continuei desejando ser fodida de qualquer maneira pelo meu genro gostosão. Nando deixou só uma das mãos no meio peito e a outra enfiou por baixo da camisola arrancando a força (rasgando) minha calcinha... Adorei aquela violência que me fez imaginar estar sendo currada por um homem tarado. Ele me fazendo reclinar sobre a mesa.
- Abra bem as pernas Dona Beth, que eu vou enfiar tudo nesse seu rabinho gostoso.
Nando falava enquanto derramava óleo de cozinha na ponta do seu pinto. Vi mil estrelas girando em torno da minha cabeça quando aquele pau duro começou a entrar no meu ânus... Tinha tido quase um desmaio com a metade do meu corpo sobre a mesa. Mesmo eu berrando feito uma cabrita perdida no meio do mato, Nando começou a socar sua pica no meu rabo por vários minutos até começar a gozar.
- Caaaaaralho; isso é gostoso demais minha sogra.
Fiquei com meu ânus ardendo por várias horas, e o taradinho em menos de duas estava entrando novamente no meu quarto.
- Vim comer minha sogrinha de novo.
- Só não quero atrás Nando, ainda tá dolorido.
Como eu estava sentada na beirada da cama, o puto sacou sua pica que começava a ficar dura e veio me pedindo pra abrir a boca... Sabia exatamente qual era sua intenção e totalmente submissa fiz sua vontade. Senti um principio de ânsia, mas logo estava mamando e fazendo o que ele me pedia... Já estava até gostando de chupar quando ele tirou da minha boca, mandou que eu ficasse nua e deitada ele entrou no meio das minhas pernas e enfiou tudo na minha buceta começando a socar com tanta força que a cama rangia mais alto do que meus gemidos.
- Aaaaaiiii! Aaaaaiiii! Ooooh Deus, Deeeeeus... Não estou aguentando; aaaahhhhh! Aaaaaahhhh!...
Vamos gozar junto minha sogrinha; vai, goza! Goza!...
- Tá vindo, tá vindo!... Aaaah! Aaaah!...
Ele travou minha boca com a sua e enquanto eu sentia toda delicia de um orgasmo, sentia também ele despejando todo seu gozo dentro de mim. Hoje, Nando e Janaina moram em um apartamento não muito longe da minha casa... Adoro quando meu genro vem sozinho me visitar. Mas além dele, também ando namorando um coroa (casado) bastante romântico e que adora me levar pro motel.
Foto Perfil salinas-vamp

Ficha do Conto

Escritor:
salinasvamp

Nome do conto:
Meu genro me pegou gostoso.

Codigo do conto:
30344

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
07/06/2013

Quant.de Votos:
64

Quant.de Fotos:
5

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us
Foto 1 do Conto erotico: Meu genro me pegou gostoso.

Foto 2 do Conto erotico: Meu genro me pegou gostoso.

Foto 3 do Conto erotico: Meu genro me pegou gostoso.

Foto 4 do Conto erotico: Meu genro me pegou gostoso.

Foto 5 do Conto erotico: Meu genro me pegou gostoso.




Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: comisuamulher em: 31/05/2014
Adorei vc quer fudr comigo tbm
Comentado por: motomaniac em: 14/05/2014
Com uma sogra assim gostosa até eu queria ser seu genro... adorei e votei, bjos
Comentado por: exibido1012 em: 10/10/2013
Sonho direto em pegar minha madrasta .... ela é gostosinha d+
Comentado por: consultor em: 21/07/2013
lendo esse conto de novo vendo essa foto desse cuzinho levando pica fico imagiando por que voce nao esta aqui pertinho de mim Beth...hehehehehe parabens...
Comentado por: maia.maia em: 20/07/2013
que sogrinha safadinha vc tem.
Foto Perfil raphapavan Comentado por: raphapavan em: 08/07/2013
Espetacular seu conto, fiquei com muito tesão linda! Parabéns Beijos
Comentado por: UMCARADEACAO em: 01/07/2013
hummm que delicia de conto, adoraria ajudar seu genro a te fazer feliz me add umcaradeacao arroba hottttt
Foto Perfil Ordau Comentado por: Ordau em: 12/06/2013
otima sedução da sogrinha!!!
Comentado por: UMCARADEACAO em: 10/06/2013
O CONTO FOI EXCELENTE SO ACHO QUEM VIVE DE PASSADO E MUSEO. DELETE O GENRO E PARTE PARA O SEGUNDO, TERCEIRO E QUARTO E QUALQUER COISA TAMNO NA AREA
Foto Perfil Rcdfs Comentado por: Rcdfs em: 10/06/2013
Delicia de conto e delicia de mulher!!!!! Parabéns!!!
Foto Perfil Falcão Comentado por: Falcão em: 09/06/2013
Muito bom o conto, sua sogra deve ser bem gostosa.
Comentado por: jota stk em: 09/06/2013
Ola teve nosso voto merecidamente até meu marido viajou neste relato de tão exitante parabens a vida é para ser vivida pois ela é curta felicidades.
Foto Perfil gatomg Comentado por: gatomg em: 09/06/2013
Muito bom, você me deixou excitado, que continue assim sendo essa putinha gostosa que você é.
Foto Perfil Teodoro.16 Comentado por: Teodoro.16 em: 09/06/2013
Adorei o conto parabens
Foto Perfil Edujr Comentado por: Edujr em: 08/06/2013
Ótimo conto, parabéns é uma delicia. votei
Foto Perfil apeduardo Comentado por: apeduardo em: 08/06/2013
delicia de conto, parabéns.
Foto Perfil sograrb Comentado por: sograrb em: 08/06/2013
to batendo outra punheta pra tua sogra. Que rabo. Soca bem fundo nessa bunda gostosa.
Foto Perfil amassoterasex Comentado por: amassoterasex em: 08/06/2013
Muito bom o seu conto, mais gostei mais de suas fotos.
Comentado por: gato loiro em: 08/06/2013
fantastico seu conto ums dos melhores que ja li ate agora .. parabens . beijos carinhosos. gato loiro .
Foto Perfil Knut Comentado por: Knut em: 08/06/2013
Até eu que sou mais besta queria ter uma sogra assim...
Comentado por: hisstoriador em: 08/06/2013
cara vc tem uma deliciosa sogra, nao a deixe com vontade, foda ela com imenso prazer, pois ela vai adorar vc sempre. eu tenho a sogra do meu patrao aqui todo dia no escritorio, e, quando estou sozinho ela vem e metemos adoidado sem parar por mais de duas horas. cara, vc nao imagina como é bom meter com uma coroa...
Foto Perfil Kasado_SP_ZS Comentado por: Kasado_SP_ZS em: 08/06/2013
HUmmm que conto delicioso... suas fotos que vc é uma mulher deliciosa em pleno vigor... Adoraria ter vc gozando na minha língua e no meu pau... bjs!!
Foto Perfil sograrb Comentado por: sograrb em: 08/06/2013
Que tesão de conto. Meter na sogra é a foda do mundo.
Foto Perfil ZEUS o Gde Comentado por: ZEUS o Gde em: 08/06/2013
Querida, a única coisa que ele não pode é continuar te chamando de: Dona Beth, não é amor?

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
14558 Meu marido me arrumou um amante. Traição/Corno 65
14675 Vestida de colegial, perdi meu cabaço com meu tio. Incesto 34
15033 Liberando tudo pro papai. Incesto 52
15328 Indo morar com meu pai. Incesto 23
15552 Acordo familiar - Parte I. Incesto 49
15553 Acordo familiar - Parte II. Incesto 42
15952 Relação de madrasta e enteado. Incesto 36
16628 Chantegeada pelo sogro. Incesto 29
16712 Fui pela primeira vez num motel, com meu tio. Incesto 14
16845 Com meu pai foi muito mais gostoso. Incesto 29
17098 Mania de ficar pelada; acabei dando pro meu pai. Incesto 38
17199 Religiosa e esposa de pastor. Traição/Corno 25
17413 Primeiro orgasmo com um homem, foi com meu pai. Incesto 24
17738 Quando deixei meu pai de pau duro. Incesto 40
17838 Dando pro papai no sítio. Incesto 20
17963 Meu pai é o pai do meu filho. Incesto 25
18112 Doce vingança... Traindo minha mãe. Incesto 22
18323 Carnaval inesquecível com meu pai. Incesto 13
18696 Incesto com meu pai na praia. Incesto 16
19536 Trepando com meu pai sem remorsos. Incesto 27
19788 Acabei ficando tarada pelo meu pai. Incesto 34
20106 A periguete e o vovô. Incesto 22
20564 Uma família muito sem vergonha. Incesto 47
21826 Não sabia quem estava me comendo. Traição/Corno 99
22009 Tio Carlos chifra meu marido. Incesto 50
23861 Aproveitei da separação dos meus pais. Incesto 25
28226 Passei a gostar de ser a putinha do papai. Incesto 24
28661 Eu, minha namorada e meu pai. Incesto 36
29606 Castigada pelo papai... Incesto 33
31388 Peladinha do jeito que papai gosta. Incesto 32
32436 Voltando para casa do meu pai. Incesto 29
33534 Mulher de 40 & filho de 23. Incesto 51
34709 Enganei vovô, que não era mais virgem. Incesto 22
35792 As duas putinhas do papai. Incesto 39
37031 Evangélica, meu primeiro homem foi meu pai. Incesto 57
37296 Eu e meu pai, começamos no sexo virtual. Incesto 40
39562 Os contos de Estela - (1) Eu e o vovô. Incesto 24
39905 Abandonada, virei uma mãe puta. Incesto 56
41001 Dormindo com papai. Incesto 42
42710 Quando papai descobriu meu romance com o professor Incesto 32
43548 Pra me vingar, arrumei mais de um amante. Traição/Corno 35
46183 A safadinha do papai. Incesto 38
46792 Eu, meu marido e minha filha. Incesto 41
47047 Tio Mário era um safado enrustido. Incesto 51
48276 Meu pai me flagrou e acabou me comendo bem gostoso Incesto 29
50296 Papo entre mãe e filho. Incesto 32
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA