Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





dei pro desconhecido no onibus


ola,sou maria tenho 22 anos morena bumbum durinho seios grandes pernas grossas. Era fim de ano e como moro em S.p com meu marido resolvi ir passar as minhas ferias na casa da minha mae em Minas Gerais, ja era noite quando peguei o onibus ele tava vazio então sentei nas utimas poltronas e fiquei cochilando quando senti alguem senta do meu lado era um cara bem bonito devia ter ums 40 anos,tava chovendo muito e fazia muito frio entao o Manuel(nome do cara) pegou seu coberto e se cobril perguntou se eu tava com frio eu falai um pouco então ele ofereceu seu coberto pra mim falei que nao precisava ele ensistui então aceitei e mim cobri também com seu coberto,ficamos conversando por alguns minutos e ele comecou a passar a mão na minhas pernas não falaei nada tava gostando então ele foi subindo e pasava a mão na minhas coxas eta na minha buceta ela ja tava passando a mão por cima da calcinha eu ja tava toda molhada e ele de pau duro entao comecamos a falar sobre sexo ja estavamos muito exitados ele com o dedo na minha buceta enfiando la no fundo e eu apertando seu pau. Ele pediu pra come minha buceta eu ja não tava aguentando mais falei que podei entao me virei de costas pra ele fiquei olhando a paisagem da janela do onibos e ele me enfiando por tras tava muito bom ele tinha um pau enorme ficava gemendo no meu ouvido ficamos quase 30 min assim ele me comendo por tras então falei pra ele ir pro banheiro do onibus ele riu e falou claro é voce quem manda ele foi e em seguida olhei pra ve se tinha alguem olhando e fui tambem la ele me boto de 4 encostada na porta e soco na minha buceta como se eu fosse uma cadela no sio e socava cada vez mais forte eu ja tava quase gosando e ele me batia com socos na bunda puxava meu cabelo e enfiava o dedo no meu cuzinho e falava jaja é sua vez quero arromba esse cuzinho gostoso e eu gemia de tezão VAI SEU SAFADÃO QUERO ESSE CASETE TODO NA MINHA BUCETINHA VAI ME ARROMBA ele ficava muito exitado e socava miuto forte então pedi pra ele arrombar meu cuzinho ele falou ja sua putinha quero come mais sua buceta gostosa eu fiz voz de puta e falei agora come meu cuzinho vai seu froxo ele me deu um tapa na cara e falou vou arromba seu cu sua vadia voce vai ver quem é froxo ai ele cuspiu na porta do meu cu e forco aquele pau enorme que entrou rasgando tudo e começou a bomba pra dentro e pra fora com toda forca eu ja tava quase fazendo xixi de dor pedindo pra ele para e ele rindo isso vadia ta doendo ta isso é o que voce merece cacete no cu sua cachorra gostosa quanto mais ele me chamava de cachorra puta eu me exitava ainda mais gozei varias vezes com aqule pau enorme no meu cú quando eu ja tava sem forcas ele falou prepara o cuzinho q vou gozar então sentir aquele jato de porra esquentar tudo la dento do meu cuzinho ele ainda deu umas 2 bombadas e tirou aiaiai que alivio e mim boto pra limpar seu cacete com a boca eu comecei a chupar aquele pau cheio de leite ele enfiava ate minha garganta e falava limpa tudo sua cachorra,derepetente o ônibus parou e eu falei pra ele sai sai logo ele levantou a bermuda e saiu e eu fiquei la mim limpando e arrumando o cabelo. Depois sair como se nada tivesse acontecido aproveitei que o ônibus tava parado desi e comprei uma agua eu estava com a buceta toda dolorida e o cú ardendo muito mais foi maravilhoso depois entrei pro ônibus e sentei no mesmo lugar Manuel ja tava la conversamos um pouco sobre ele trocamos telefones e nos tornamos amigos deitei no seu ombro e dormi um pouco tava acabada.   


Ficha do Conto

Escritor:
jefinho001silva

Nome do conto:
dei pro desconhecido no onibus

Codigo do conto:
32340

Categoria:
Fantasias

Data do Envio:
17/07/2013

Quant.de Votos:
5

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA