Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





ME CEDEU A ESPOSA


Essa é a história verídica com casal que conheci através de uma sala de bate-papo na internet: logo no primeiros minutos, após conversarmos um pouco, Ana e Sérgio enviaram o número do telefone celular, para o qual liguei de Imediato, sem acreditar muito naquela história (achava que era trote de algum moleque), fazendo o primeiro contato. O casal era iniciante e tinha vontade de conhecer algum homem que tranzasse com Ana, com a presença do marido. Liguei e marcamos de nos encontrar logo a seguir, para nos conhecer-mos e, quem sabe...Nos primeiros momentos do encontro eles estavam meio tímidos, mas com o passar do tempo o papo passou a fluir naturalmente. Depois de falarmos sobre nossas experiencias, comecei a entrar no assunto que havia nos atraído: sexo. Eu já previa que nosso relacionamento seria frenético e apaixonado. Após alguns momentos despretensiosos, decidimos ir a um Motel, ficando claro que eu transaria com Ana e Sergio somente assistiria. La chegando, a visão de Ana nua me deixou louco: cabelos negros, um belo sorriso, seios grandes e uma bubdinha deliciosa. Enlacei o corpo de Ana por trás e senti seu perfume. Meu cacete já duro feito pedra sentia o volume da sua bunda e meus olhos se maravilhavam com os seios deliciosos da minha doce musa. Apesar da minha grande experiência em encontros extraconjugais, sentia-me como um adolescente, louco para rolar na cama com aquela fêmea maravilhosa. Ela me despia e beijava cada parte que se desnudava: boca, pescoço, tórax, braços, barriga... enfim, fui sugado da cabeça aos pés. Fomos para a hidro. Meu tesão foi às alturas diante daquele monumento: seios divinos, bundinha arrebitada e gulosa, xoxotinha bem depilada e carnuda... Meu pau quase explodia. Eu via seu marido sentado, a tudo assistindo com visivel tesao;,e ela naquela sacanagem toda. Ana me contou que Sergio adorava imaginá-la com outro homem. Ela sentou-se na minha frente e com os pés massageava meu cacete e minhas bolas. Fui masturbado pelos pés mais habilidosos que já havia conhecido. Após um refrescante banho, enxuguei Ana, levei-a para a cama, beijei escandalosamente sua gostosa boquinha, chupei e mordi com carinho seus deliciosos seios, seus pés, suas coxas roliçças, sua virilha arrepiada. Ela gemia e pedia para ser fodida, mas eu tinha outros planos. Continuei sugando até atingir sua xoxota ensopada, afastei bem suas coxas e chupei sua vagina como nunca havia feito na vida. Ana avançou sobre o meu cacete. Aos poucos, já o engolia por inteiro. Beijava-o de lado até chegar às bolas, que engolia uma a uma antes de mordiscar o saco todo, causando um verdadeiro abalo. Quando já havia deixado meu pau duro como pedra, Ana colocou uma camisinha no nele e começou a cavalga-lo alucinadamente. Levantava até quase deixá-lo escapar e descia até engoli-lo novamente. Eu tocava sua bunda e deixava um dedo escorregar no seu rabinho, enquanto, com a outra mão, tocava seus seios, beliscando suavemente os bicos duros e arrepiados. Nessa frenética e alucinada transa, aceleramos os movimentos e gozamos juntos. Seu corpo suado ficou sobre o meu até resolvermos banharmos novamente. Foi muito gostoso ensaboar e dar um delicioso banho na minha amada. Voltamos para a cama e chupei outra vez seu corpo, demorando-me na bundinha. Depois, coloquei-a de bruços sobre a cama e beijei demoradamente seu rabinho cheiroso e convidativo. Ana gemia e rebolava na minha boca, mas me disse que seu marido, que a tudo assistia, nao lhe permitiria dar aquele rabinho delicioso e que eu teria que esperar uma outra data, quando ele nao estivesse presente. Esse foi o primeiro dos nossos muitos encontros, os quais são mantidos até hoje. Contarei depois como comi aquele delicioso rabinho, em um dos nossos encontros a sos. Aguardo contato com mulheres e casais preferencialmente da região de Sao Paulo para a realização de fantasias


Ficha do Conto

Escritor:
pirata

Nome do conto:
ME CEDEU A ESPOSA

Codigo do conto:
3251

Categoria:
Traição/Corno

Data do Envio:
25/10/2004

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA