Contos Eroticos
Adicionar em seus Favoritos RSS conto Erotico Torne o Conto Erotico a pagina principal de seu navegador
O mais excitante site de Contos Eróticos da Lingua Portuguesa.
Username: Senha:
Esqueci minha senha | Quero ser usúario
Principal   Publicar Contos   Painel de controle   Últimos Contos   Mensagens/Scrap   Blog Erótico   Entrar em contato  
Contos Eroticos
   Contos por intervalo
   Por categoria
   Últimos Contos
   Melhores Contos
   Contos com foto
   Publicar Contos
   Publicar Com fotos
   Buscar (Search)

Quadrinhos Eróticos
   Quadrinhos eróticos
   Enviar Quadrinhos

OPÇÕES
   Painel de Controle
   Meu Album de fotos
   Cadastro usuário
   Mensagens (Scraps)
   RSS
   Entre em contato
   Ajuda (Duvidas)

SITES PARCEIROS
   Blog Erótico
   Irotica Videos
   Videos Eroticos
   Relatos Espanhol
   Galaxia Gay
   Videos de Famosas
   Piadas Web

REDES SOCIAIS
   Twitter
 
 
 
 





MINHA ESPOSA E O MEU PRIMO


O irei contar a vcs amigos fiquei sabendo neste ano qto a minha ex esposa esteve aqui no rio e ela me contou algo que eu ja imaginava ter acontecido mais nao tinha como provar mais depois que ela me contou eu estava certo tinha casado com uma verdadeira puta do sexo mesmo qto eramos casados ela ja aprontava e eu com ela e isso e mais uma das aventuras que ela teve foro e ela ja sabe que cologo todos as nossas aventuras e a dela e esta e a historia que ela mesmo vai contar a todos vcs amigos e longa mais muito exitado ate eu que pensei saber tudo sobre a minha ex estava encanado agora ela vai contar o que me surpreendeu   e dentro do nosso casamento A ocasião cria a situação
Meu nome é ILMA. Tenho 27 anos, casada a 7 anos. Não tenho filhos ainda. Pois eu e meu marido estamos adiando e procurando curtir mais a vida juntos.
Trabalho como recepcionista em uma concessionária de veiculos. Sou uma mulher bonita, ganho muitas cantadas no dia-a-dia. Mas nunca dou atenção a este tipo de homem. Meu marido e militar, . Ele tem 29 anos.
Um primo do meu marido, mais velho, precisou resolver uns problemas pessoais em nossa cidade e meu marido, ofereceu para ele ficar na nossa casa. No inicio não gostei, mas não falei nada com meu marido. Afinal de contas, eu mesmo já havia hospedado parentes por alguns dias em nossa casa.
Marcelo é o nome desse primo, e eu não o conhecia. Como eu trabalhava fora e meu marido também, Ele ficava o dia todo sozinho em nossa casa. Saía, resolvia o que tinha para resolver, e voltava para casa esperando eu e meu marido voltarmos do trabalho.
Marcelo era discreto. Até arruma algumas coisas quando via desarrumado. Há.. outro passatempo do Marcelo, era acessar a internet.
Certo dia ao chegar em casa percebi que o computador estava ligado, o Marcelo deve ter esquecido. Estava muito calor e fui
logo tomar um banho para relaxar. Acabei o banho fui até o computador , como o Marcelo tinha ido comprar algumas coisas no supermercados, resolvi mexer no seu e-mail. e ao abrir uma página estava no MSN dele, curiosa como toda mulher,
comecei fuçar, indo direto para as suas fotos. Logo percebi que era um daqueles msn de putaria e galinhagem ai então fiquei mais curiosa ainda. Estava tremula com a arte que estava fazendo, preocupada se ele chegasse me pegaria no
flagra pois logo que se entra na sala tem uma visão do computador, que fica perto da porta de entrada.
Eu tinha vestido um shortinho de malha que uso como pijama e uma blusinha que é da mesma cor formando um conjuntinho. Bem a vontade.
Percebi pelas fotos que vi, que o Marcelo é um coroa cinquentão, cabelos pouco grisalhos, um belo corpo apesar da idade, curte muito a praia e por isso é bronzeado, enfim um belo homem, muito simpático e solicito.
Logo que abri a página das fotos levei um susto, uma infinidade de fotos suas e de algumas mulheres nus, não poderia imaginar que fosse bem dotado daquele jeito. Tinha uma foto dele segurando seu pau duro com as duas mãos e a cabeça ainda ficava de fora e grosso, mas grosso mesmo. Outra foto de perfil dava para avaliar o tamanho, outra uma garota
chupando-o, ele a enrabando, colocando na buceta dela, aquilo foi mexendo com minha libido, quando percebi estava meladinha com os dedos na minha xotinha, impressionada com tamanha desenvoltura. Eram muitas fotos, em uma ele estava com o pau mole deu para avaliar mais ou menos ele mole ainda é maior que o do meu marido e de grossura nem se compara.
Não contente mudei para os vídeos, ai a coisa ficou melhor ainda: Tinha vídeos dele se masturbando e como saiu porra daquele pinto, ele demonstra a beleza da sua pica com closes valorizando a sua ferramenta, aquela cabeça que no começo era rosada, já na hora da ejaculação tornou-se arroxeada com um vermelho intenso e parece ter inchado ainda mais, ele passando saliva na cabeça para depois colocar na buceta de uma gata belíssima. Eu questionava, bem que poderia ser eu, será que dói muito, será que eu aguentaria, ele me faria gozar muito? ficaria arrombada? sei lá, só sei dizer que eu gozei ali
no meio da sala, olhando um video do primo do meu marido fudendo uma ninfetinha que parecia ter um corpo parecido com o meu, uma bucetinha pequena e seios também pequenos gozei imaginando-me sentada em seu colo fazendo aquilo tudo sumir dentro de mim, até senti a dor daquela penetração brutal.
Depois de gozar anotei seu email / msn e quando tivesse coragem iria adiciona-lo. Quando ele chegou eu estava lavando umas roupas e dentre elas algumas calcinhas de uso normal.
Ele chegou perto de mim beijou-me o rosto e ficou por ali conversando, o computador estava já desligado.
A essa altura dos acontecimentos, Marcelo estava hospedado em minha casa há 5 dias. Iria embora na próxima segunda-feira. Eu e ele conversávamos sobre muitas coisas. Eu adorava nossas conversas. E de certa forma, como meu marido trabalhava até tarde, eu me sentia segura com sua companhia.
Voltando ao que eu estava fazendo, Quando eu pegava alguma calcinha esticava-a para provocar-lhe de alguma forma, pois ainda estava em êxtase, percebia que ela mudava o semblante, pois essas calcinhas eram minúsculas e causam um certo tesão. Num dado momento, após um certo silêncio, ele olhava meio que demonstrando desdém, mas não deixava de olhar até que perguntou:
-Você só usa calcinhas assim tão pequenas?
Aflita, e muito excitada percebendo o rumo da conversa, respondi:
-Não, tenho outras maiores, mas geralmente só uso as maiores quando estou menstruada..
-Ah tá, e tudo fio dental, isso não incomoda não?
-No começo até que incomoda mas depois acostuma
-são muito bonitas, devem valorizar ainda mais a tua beleza.
-Obrigado priminho.
-Porque? não estou falando para agradar, estou falando a verdade....outro dia eu estava olhando alguma que você
deixou ai penduradas e até viajei....com todo respeito....é muito bom a gente ver roupas diferentes das de costume no varal..
-Nossa essa de viajar vendo calcinhas é nova...
-É fetiche, da infância, sempre gostei de ver calcinhas penduradas no varal...desculpa estar falando isso, é que
surgiu o assunto e resolvi falar.
Nesta hora, eu até me surpreendi. Virei para Marcelo e disse:
-Tá bom, então sempre vou deixar umas calcinhas penduradas pra você ver tá...mas fica entre a gente hein...
Ele fez uma cara de safado e disse:
-Mas claro, só eu e você.
Interrompemos a conversa, pois meu marido acabara de chegar do trabalho e nosso papo acabou ali mesmo. No dia seguinte, quando cheguei em no trabalho, a primeira coisa que fui fazer foi entrar no msn a adicionar meu priminho e seu pintão, só para poder admirar aquela pica enorme. Claro, o provoquei enviando umas fotinhas que eu mesmo tinha tirado de mim. Mas eu nunca imaginei que ele ligaria as minhas fotos às minhas calcinhas que ele vira naquela tarde.
Alguns dias depois ele mandou-me uma mensagem : Conheço alguém que se parece muito com você de corpo inclusive as calcinhas, gostaria eu de fazer essas suas fotos. Fiquei petrificada, gelada, tremia feito uma vara verde, primeira ação foi deleta-lo mas depois desisti e deixei do mesmo jeito, ele não descobriria, foi tudo acaso, sempre que podia abria seu msn, via suas fotos, corria para o banheiro da empresa para me masturbar, mas com o tempo, só aquilo não me satisfazia, pois eu queria era mais. Em casa, a coisa ficava ainda mais excitante. Quando eu deixava calcinhas penduradas ele disfarçadamente me agradecia, sempre elogiando e ate teve um dia que tivemos uma conversa:
-Nossa menina, você troca tanto de calcinha...
-Não gosto de ficar de calcinha molhada, então eu troco...
-Mas molhada como?
-Ah você sabe Marcelo.
Eu já estava louca para senti-lo e aquela brincadeira das calcinha, dentro da minha casa, debaixo dos olhos do meu marido, me deixavam louca de tesão. Então, na nossa conversa Marcelo diz:
-Por acaso é meladinha?
-Não precisava falar né?
-Desculpa te constrangi..
-Tudo bem.
-Então devo concluir, você é um poço de tesão?
-Mais ou menos.... fiz um charminho e saí.
Eu já tinha me melado toda só com aquele papinho até que um vizinho tocou a campainha e tivemos que interromper.
Quando fui tomar banho percebi o quanto estava melada e acabei me masturbando até que meu marido entrou e transamos gostoso, mas é claro que estava pensando no meu priminho. Quando sai do banheiro fui para o tanque e deixei a minha calcinha sem lavar sob um monte de roupas só para ver a reação dele pois estava vendo o que eu fazia. Fiquei atônica aguardando sua reação. Fui dormir perturbada pensando no que ele poderia fazer.
Quando cheguei no serviço no dia seguinte e abri o computador, lá estava uma mensagem: ontem recebi um dos perfumes mais cheirosos e gostosos da minha vida. Pensei: Pronto, agora fudeu. Ela já sabe que sou eu. E nessa brincadeira começamos a conversar, falando sacanagens e besteiras, conversando sobre sexo, mas nada dele me cantar ou me convidar para alguma parada, ou dizer que sabia quem eu era. Me contou o que fez com a calcinha. Me deixou com muito tesão e vontade de ir para casa ver. A incerteza que eu tinha, dele saber ou não que era eu, fazia com que eu a cada vez mais dava bandeira, indiretas e permitia mais intimidadas em nossas conversas a noite.
Neste dia, quando cheguei em casa, fui logo no sexto de roupa sujas, e minha calcinha não estava la. Procurei, procurei, e não encontrei. Então, ele chegou próximo a mim e me entregou-a toda emboladinha. Eu estava tremula, sentia um frio na barriga. Ele sem graça falou: - Eu fiz uma coisa. Não sei com vai interpretar o que fiz.
Eu não respondi nada. Apenas peguei a calcinha e vi que ela estava toda esporrada. Ele havia deixado ela toda suja. E pelo visto, mais de uma vez. Virei de gosta, coloquei a calcinha de molho. Ele então encostou em mim com seu pau duro. Não resisti e trocamos beijos, carinhos. Tiramos um sarro muto bom. Como estava no horario do meu marido voltar para casa, combinamos isso para o outro dia, onde eu tentaria ir para casa mais cedo. Chegado o dia, pedi ao meu chefe para me dispensar um pouco mais cedo, e como tinha horas na casa, ele concordou. Fui embora algumas horas mais cedo. Ao chegar ele me esperava também ansioso. Estava com os e-mails abertos. Olhou para mim e perguntou se era eu quem escrevera todas aquelas mensagens. Concordei. Muito sem graça. Então, com todo o respeito corriqueiro, ele disse:
-Quero tirar umas fotos suas. Com estas calcinhas que me deixa louco.
-Aqui???
-Se você preferir podemos ir a um motel..
-Ah, não sei, eu tenho vergonha...
-Vergonha ou medo?
-Um pouco de cada..
-Não se preocupe com o medo, pois eu não farei nada que não queira. Auando um não quer dois não brigam.
O pior é que toda esta loucura mexia comigo. Excitava-me estar ali, na minha casa, matando serviço, para trair meu marido.
Resolvi ceder as fotos que ele queria.
-Tudo bem vamos fazer aqui mesmo, onde você prefere? Na minha cama? comprei um jogo de cama novinho, podemos usar.
Enquando eu arrumava o quarto, Marcelo foi até a cozinha e voltou com cerveja.
- Uma cervejinha para descontrair?
-Acho que vou precisar... Ele pegou a cerveja que eu tomei quase tudo de uma vez, tal era meu nervosismo, ele
arrumava, a luz, sombras enfim ele é fotografo profissional e cuidou de tudo direitinho.
-Então, o que você quer mostrar...?
-Sei lá, você é que sabe....
-Então vamos começar tirando fotos de você em pé, com esse shortinho curtinho mostrando a polpinha da bunda, sorria, vamos, arrebita mais a bundinha, isso assim, agora abre mais um pouco as pernas, hummmm muito bom, agora põe a mão na bundinha....isso muito bom....poe a mão no bolso.... isso faz cara de tarada...hum, bom muito bom....essa ficou
ótima...Quer mais uma cerveja?
-Quero... e agora?
-Continuamos com a mesma roupa só que de frente, quase as mesmas posições anteriores, será que dá pra você tirar o sutiã, para mostrar seu biquinhos por baixo da camiseta?
-Dá...mas vira pra lá..
-Tudo bem....
-Tirei o sutiã, meus biquinhos estavam quase furando a camiseta nadador justinha no corpo...
-Hum, que lindos, muito bom.... vamos lá agora as mãos no bolso, agora abre o zíper do short.... mostrando a calcinha....isso assim.....muito bom.... abaixa um pouco o short..
-Assim ?
-Mais um pouco, só pra mostrar mais a calcinha....
-Ah tá....
-Isso delicia, ficou demais,..... agora a carinha de safada....ui muito bom, lambe os lábios, agora morde.... vira de perfil arrebita a bunda....isso demais. Ai sabe que isso cansa...?
-Eu não estou cansado.
-Pode ser uma com a mão por dentro da bermuda....isso, um pouco mais fundo
-Por dentro da calcinha?
-É... fica bem legal. Ele parou e foi buscar mais cerveja, eu fiquei com a mão por dentro da calcinha e até passei na minha rachinha que estava totalmente melada, quando ele voltou e me viu naquela posição deitada na cama..
-Não muda, quero uma assim... agora tira a mão e lambe....chegou perto de mim, no que eu tirei a mão ele segurou-a e levou a boca e chupou meus dedos, lambendo todos eles, eu sentia como se ele estivesse chupando a minha buceta e quase gozei, só naquele gesto dele.
-Não resisti....
-Tudo bem...
-Deliciosa você, é uma pena que é a esposa do meu primo
-Ah, não fala assim que fico com a consciência pesada, na verdade nem sei porque estamos fazendo isso...
-Por gosto, tesão, excitação, satisfação, ou por pura falta de vergonha de ambas as partes...
-Ai, ai você pegou pesado, tá me chamando de sem vergonha?
-Não foi isso, quis dizer safadinha...
-Assim é melhor, mas você me acha safadinha...
-Uma deliciosa safadinha, vamos continuar? Mas antes vou até o banheiro... Quando ele voltou do banheiro, percebi algo de diferente, ele estava sem a cueca percebia nitidamente seu volumoso pau a balançar por baixo do tecido aquilo foi como se eu fizesse xixi, eu estava literalmente lambuzada, melada, melecada, molhada, enfim, tudo que pode definir uma mulher com tesão.
-Bem vamos a outra parte..
-Que parte é agora?
-Vamos fazer algumas de você tirando a camiseta, não precisa tirar é só pra fazer de conta.
-Assim? Levantei a camiseta um pouco acima do umbigo
-Isso mais um pouco....mais..... que foi menina agora tá com vergonha?
-Você falou que eu sou sem vergonha..
-Mas já corrigi...Continuei levantando...
-Assim?
-Isso tá melhorando....mais um pouco... até aparecer a auréola.... ai que beleza. Eu não conseguia desviar meus olhos daquele pauzão que agora estava ainda maior.
-Vamos tirar só de calcinha?
-Com a camiseta né?
-Claro! Não quero que você fique mostrando seus dotes assim pra qualquer um. Tirei a bermuda, ele falou:
-Ai meu Deus que coisa mais linda...
-Ai, assim não vale. Deixa eu explicar, tenho a minha xaninha bem gordinha, só um fileirinha de pentelhos no centro, e o restante raspado, portando naquela situação em que eu me encontrava, minha rachinha completamente melada, a calcinha atolou dentro dela deixando aparecer ela toda, e toda molhada....
-Ai, tá ficando cada vez mais difícil....
-Tá eu vou trocar a calcinha, vai ficar melhor, não vai?
-Vai sim, mas deixa eu tirar umas assim, pra guardar pra mim, tá um tesão. Vai, assim como se estivesse se masturbando... enfia a mão por dentro....isso assim... como é pra mim, vão ficar lindas. Depois das fotos para ele fui ao quarto e troquei a calcinha, por uma branca, fica mais definida as fotos, sugere a minha fofinha, essa era fio dental, atochadinha no rêgo, seu pau ficou quase para fora, quando eu falei:
-Depois você vai deixar eu tirar umas fotos suas né?
-Olha menina!!!!! isso é perigoso... mas se você quiser tudo bem. Pois bem terminamos as minhas fotos e partimos para as dele, a calcinha já estava toda melada de novo.
-Então vai lá e coloca uma cueca, se for branca melhor ainda. Ele foi e logo voltou, com uma cueca branca que delineava
suas magníficas formas, aquele pinto pulsando por baixo da cueca a menos de um metro da lente da câmera,
-Não dá pra ficar com ele parado não?
-Isso não sou eu quem comando, esta fora do meu controle.
-Grandão mesmo hein!!!!
-Agora vou coloca-lo pra fora...
-Vai só faltava isso....Ele tirou a cueca, fiquei extasiada com aquela maravilha, era maior do que nas fotos, mais grosso e ainda mais bonito....
-Como faz pra cabeça ficar brilhosa?
-É só passar cuspe..
-Faz então...
-Espera ai.... vou fazer melhor...Ele começou como se fosse uma masturbação, movendo ele pra frente e para trás, começou brotar da uretra uma gotinha transparente que ele carinhosamente aparou com o dedo e lambuzou a cabeça, foi como se ele tivesse envernizado aquela obra de arte, e continuou no movimento, e eu fotografando tudo, seus movimentos seu semblante de prazer, e fui chegando cada vez mais perto até que aproximei-me demais e ele falou:
-Daqui a pouco você vai encostar nele e vai sujar a lente....
-Nossa nem tinha percebido...mas vou falar a verdade, é bonito mesmo.
-Quer dar uma pegadinha?
-Ah, eu quero, posso?
-Não faça cerimônia. Segurei aquela tora primeiro com uma das mãos e logo em seguida com as duas..
-Pô se eu tivesse três mãos ainda sobraria. Sentada na cama ele em pé na minha frente, as duas mãos segurando aquele gigantesco pinto, bem próxima ao meu rosto, ele falou:
-Nossa, você esta engolindo seco...
-Também pudera...
-Quer?....pode .
-Ai, acho que não vou resistir..
-É assim, ou você larga ele ou realiza seus anseios...
-Acho que vou ficar com a segunda opção....mas o que você vai pensar de mim?
-O que eu tinha que pensar eu já pensei, safadinha... mas isso vai ficar só entre nós, né?
-Acha que sou louco... mas é claro... Então ali naquela mesma posição, comecei beijando a pontinha, passando a língua na
uretra para sorver aquele liquido transparente que não parava de brotar dali e fui introduzindo, chegava a doer o maxilar mas eu não me fazia de rogada, e pensava....será que cabe na minha xaninha, mas também ela lambuzada do jeito que esta acho que não vai doer muito e colocava-o cada vez mais fundo na boca, até chegar no limite pois chegou faltar o ar e dar
ânsia de vômito...
-Vai menina, como você chupa bem... que delicia... você é demais.... vem agora deixa eu.
-Ai, que gostoso, nunca pensei que tivesse um pau desse tamanho.... Ele deitou-me na cama e começou tirando a minha camiseta beijando-me voluptuosamente e foi abaixando e lambeu a minha calcinha toda deixando-a quase limpa, nunca tinha sido lambida daquela forma o tesão é demais, é como se fosse um sonho, e acabei gozando, alucinadamente quase desfalecendo, então ele tirou minha calcinha e quando a sua língua tocou minhas carnes foi como se eu tivesse tomado uma descarga elétrica, o mundo parecia estar acabando, emendei um gozo no outro e cheguei ao êxtase, estava tão cansada que pedi-lhe um tempo, ele foi para a cozinha, e eu acabei tirando um cochilo de pelo menos uma hora.
Quando ele acordou-me fazendo carinho nos meus peitinhos, já tinha preparado um lanche pra gente, mas seu pau continuava duro.
-Vamos lanchar baixinha?
-Tou morta de fome... então depois daquela relaxada, ele convidou-me para lanchar, estava varada de fome e sentindo-me fraca, fomos para a cozinha, ele tinha preparado umas coisas gostasas, deliciosas, já tínhamos parado com a cerveja, estávamos ambos nus, seu pintão balançando duro e nada de amolecer, acabamos, fui dar uma ajeitada na cozinha,
enquanto eu lavava a louça ele veio por trás e começou passar sua vara entre minhas pernas aquele troço parecia em brasa, e foi me enchendo de tesão minha bucetinha foi ficando cada vez mais indomada, e mais quente, cada vez mais melada e aquela picona insistindo em cutucar meu buraquinho e foi ficando cada vez mais lubrificado.
Ele tirou-me da pia e debruçou-me sobre a mesa. Meio corpo inclinado sobre a mesa ele tinha uma perfeita visão do seu alvo, ele começou forçar, e tentando abrir caminho nas minhas carnes...
-Vai devagar é muito grande....
-Calma, só estou tentando....
-Vai enfia logo antes que eu goze de novo....você judia muito de mim, põe logo.
-Tudo bem, então vamos lá. Nesse momento ele forçou sem recuar, nem um refresco sequer, fui sentindo aquilo invadir a minha xaninha, me rasgando toda, pareceu que eu estava sendo descabaçada novamente, e foi entrando me arrombando direto devagar mas sem retorno, ele cuspia no pouco que faltava entrar mas não recuava, lambuzava o pau com os dedos passando em cima do cuspe e enterrava, sem dó nem piedade, eu meneava o corpo ensaiando um rebolado, mas doía muito e fui deixando ele entrar, até que senti seu corpo colado ao meu, suspirei fundo, ufa até que enfim. Ficou parado por alguns instantes e eu sentia ele latejando vibrante dentro de mim, somente pulsando, aquilo foi me aquecendo, me aquecendo de uma maneira que a pulsacão do seu pinto dava a impressão de uma invasão muito doida, e eu fui pegando fogo, incendiando até me desfazer em gozo, orgasmos múltiplos foi o que senti, já havia ouvido falar, mas nunca tinha experimentado, aquilo vem como uma enxurrada, da vontade de mijar mas tudo esta tampado, é como se enchesse
tudo de novo e lá vem a vontade de novo, isso repetiu-se por uma quatro vezes ou mais, foi quando ele começou mexer num vai e vem, eu não me mexia, só gozava, só gozava, resmungando em silencio, sentindo os tremores do meu
corpo, meu útero dilatado, já não sentia mais dor era só tesão e minha buceta se contraia como que não deixando aquele pau sair sugando-o cada vez mais para o fundo das minhas entranhas e eu não parava de ter espasmos, a cabeça rodava, o corpo fremia e tremia até que parou e eu desfalecida fui levada para a cama. Acabei por relaxar tanto que me veio uma soneira maluca e acabei cochilando de novo. Quando acordei, ele levou-me ainda no colo para o banho, colocou-me sob o chuveiro de água fria para que eu despertasse, e foi o que aconteceu e passando sabonete no meu corpo, sua pica entrou entre minhas coxas e começou me atiçar de novo, segurei-a com ambas as mãos e coloquei-a no buraquinho dilacerado anteriormente, e ele foi escorregando pra dentro de mim e ali em pé a água caindo sobre nossos corpos eu atingi o ápice mais uma vez mas desta vez consegui tirar o pau e mijei gostoso, quando dei por mim ele agachou-se e estava a sugar minha buceta e eu não consegui parar, e ele ....
-Ui que delicia, maravilhosa você, mija, mija mais que delicia, a quanto tempo eu não fazia isso, ai isso vai... Achei estranho, mas adorei mijar nele, ele é todo tesão tudo que ele faz me excita.
Acabamos o banho e voltamos para a cama, ele deitou-se e seu pau apontando para o teto saltitando e me chamando, comecei chupa-lo e fui até quase inteiro devido a posição, ele começou passar a mão na minha bunda e foi brincando com o dedo no meu buraquinho, meu cuzinho parecia sorrir mas eu sabia que iria ser dureza aguentar aquilo, principalmente por que não costumo fazer anal, mas por outro lado, que mal tem em experimentar. Ele levantou-se, e eu deitada, ele colocou-se entre minhas pernas pegou-as e colocou sobre seus ombros e começou passar o dedo e enfiava um pouco e lambia em seguida para tornar a enfiar, quando notei ele já lambia dois dedos e assim foi, quando chegou no terceiro dedo meu cuzinho já não sentia nenhuma dor, então aconteceu a enterrada, como da primeira vez, foi entrando até com certa facilidade eu só sentia a entrada, lenta e gradual, deliciosamente eu estava dando o cú para meu pseudo primo bem dotado, algo que não esquecerei jamais, as técnicas, a maestria de quem já comeu muitas mulheres, experiência conta muito nessa hora e logo eu gozei de novo, com ele me masturbando com seus dedos deslizando na minha rachinha, meu clitóris
dilatado minha buceta melada e meu cu arrombado então ele falou:
-Agora fica quietinha que eu vou gozar.... e como um animal, com movimentos até brutais começou um vai e vem alucinante, entrava e saia com muita facilidade, ia e voltava, ia e voltava aquilo foi me acendendo mais uma vez, eu que achei que tinha acabado, fui obrigada a gozar de novo, meu corpo estava debilitado mas mesmo assim eu gozei, e ele também. Quando fui ao banheiro senti vontade e sentei no vaso, mas só saia porra de dentro do meu cuzinho, ex cuzinho, nunca vi tanta porra assim, ele tomava banho, e perguntou:
-Aguenta mais uma?
-Não, deixa para outra vez.... Meu marido chega agora mesmo.
Hoje descobri que ela ainda e amante dele mesmo ja estamos separados e o seu atual marido tbm e outro corno mesmo assim a minha ex e ma mulher que todos os homens gostariam de dela na cama pois ela sabe dexar qualquer um malugo na cama ate a proxima .


Ficha do Conto

Escritor:
marujoliberal

Nome do conto:
MINHA ESPOSA E O MEU PRIMO

Codigo do conto:
33666

Categoria:
Incesto

Data do Envio:
10/08/2013

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0

Compartilhe
Tweet esse conto! Digg esse conto! Adicionar esse conto no del.icio.us



Clique aqui para enviar uma mensagem (scrap) para o autor desse conto.

Gostou desse conto? Nao deixe de compartilhar com seus amigos no twitter. Tweet esse conto!






Escreva o seu Comentário

Importante:Comentário com número de telefone serão apagados.


Para fazer um comentario a respeito desse conto ou mandar um scrap para o autor. Voce precisa logar em nosso site.

Ultimos Comentários
Comentado por: zeningabi em: 12/08/2013
Adorei seu conto. Gosto que minha esposa tenha novas experiências. Somos de Goiânia. Não participo.
Comentado por: linsar em: 12/08/2013
Parabéns delicia de conto muito bom votado.

Contos enviados pelo mesmo autor
Codigo Nome do Conto Categoria Ranking
17552 MEU PAI COMEU A MINHA EX Incesto 8
17590 NOSSO ENCONTRO COM UM OFICIAL DA MARINHA Traição/Corno 5
17650 ILMA MINHA PUTINHA Grupal e Orgias 8
17661 minha esposa deu na cachoeira pra dois no mato Grupal e Orgias 7
17932 FOI DIFICIL MAS ELA REALIZOU MINHA FANTASIA Fantasias 6
18057 TROQUEI MEU MARIDO BRANCO PELO UM BELO NEGRO Traição/Corno 4
18098 O CHEFE AROMBOU A XOTA DA MINHA ESPOSA Traição/Corno 6
18103 PARA OS CORNOS PENSAREM Fantasias 8
18172 A PUTA DA MINHA ESPOSA E O MEU IRMAO Incesto 6
18229 MEU SOGRO QUE DELICIA DE HOMEM Coroas 11
18310 O MELHOR AMIGO Grupal e Orgias 3
18311 A PUTA DA MINHA ESPOSA E O MEU IRMAO Incesto 3
18389 REALIZANDO UM DESEJO DA MINHA ESPOSA Incesto 3
18390 MEU IRMAO COMEU MINHA ESPOSA Incesto 2
18400 Xota melada, da minha esposa ilma Grupal e Orgias 6
18592 minha esposa e o meu melhor amigo Traição/Corno 2
18593 CASADA FAZENDO SEXO COM O IRMAO DO SEU MARIDO PART Incesto 4
18594 minha esposa eu e ele Grupal e Orgias 4
18744 MINHA ESPOSA FOI O PAGAMENTO AO AGIOTA Grupal e Orgias 6
18745 UM NEGÃO PRA MINHA ESPOSA Grupal e Orgias 4
18758 MINHA ESPOSA DEU PARA UM MORENO BEM DOTADO! Fantasias 6
18942 TRANSANDO COM A MINHA CUNHADA GOSTOSA Incesto 4
19243 minha esposa sendo temperada pra dois Grupal e Orgias 4
19876 O tiro que saiu pela culatr Grupal e Orgias 4
20808 Meu irmao e a buceta da minha mulhe Grupal e Orgias 4
20811 O NOVO AMIGO DO MEU MARIDO Grupal e Orgias 5
20934 MEU PRIMEIRO SWING SEM MINHA ESPOSA Fantasias 5
20935 HISTORIAS DE SEXO DA MINHA ESPOSA QUE NAO SABIA Incesto 7
21034 MEU PRIMEIRO CU VIRGEM QUE COMI Traição/Corno 6
22325 DIVIDI A MINHA ESPOSA COM O MEU AMIGO Grupal e Orgias 4
23000 sexo em familia Incesto 2
23198 usando a esposa pra um emprestimo no banco Traição/Corno 6
24463 A DELICIOSA MULHER DE MEU AMIGO Grupal e Orgias 3
27114 MINHA EX E O SEU MARIDO Grupal e Orgias 3
27115 FANTASIAS Fantasias 2
27133 Me traía com meu pai! Incesto 8
27222 Medico Especial. Traição/Corno 2
27223 Primeira vez Grupal e Orgias 7
27632 GRAVIDA Traição/Corno 3
27681 Puta por uma noite. Fantasias 5
28235 MINHA FEMEA E O SEU CONSOLO Masturbação 5
28509 Chegamos de surpresa Grupal e Orgias 3
28955 O PAI DO MEU MARIDO? Incesto 7
28989 Cunhada Grávida. Incesto 7
29213 TIREI CO CABAÇO DA MINHA SOBRINHA Incesto 8
29241 Meu marido, eu e uma garota de programa Fantasias 1
29408 Boquete no provador da loja Fantasias 9
31312 MINHA NAMORADA TARADA Grupal e Orgias 5
31315 primo tarado Incesto 9
31441 Orgia na praia deserta Grupal e Orgias 5
31696 MEU CUNHADO COMENDO A MINHA ESPOSA Incesto 5
31697 O DESEJO DA ENTEADA Incesto 3
31892 Adorei Ver Minha Esposa Ser Enrrabada Grupal e Orgias 8
31964 Arrombou minha Namorada Fantasias 6
31978 MINHA QUERIDA E GOSTOSA CUNHADA Incesto 2
32461 UM MASSAGISTA PARA MINHA ESPOSA Grupal e Orgias 6
32695 Cunhada malvada Masturbação 5
32743 COMO PUDE CASAR COM ELA Grupal e Orgias 4
33554 COMO INICIEI A PUTA DA MINHA ESPOSA NO SWING Grupal e Orgias 7
33950 ESPOSA SENDO USADA SEM CAMISINHA.E ACABOU ENGRAVID Grupal e Orgias 3
33951 MINHA EX FUDENDO COM O MEU MELHOR AMIGO NA MINHA C Traição/Corno 0
34477 22cm de rola na minha sobrinha Incesto 3
34485 minha primeira vez com um cachorro Zoofilia 7
34682 MINHA MULHER COM OUTRO Heterosexual 3
© Copyright 2000-2014 www.contoerotico.com - Todos os direitos reservados
Web Design/Hosting - Dynamic Web Solutions Corp - USA